Nossos Vídeos

domingo, 28 de setembro de 2008

Itaquaquecetuba recebe 480 apartamentos do CDHU

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) entregou hoje, mais 480 apartamentos em Itaquaquecetuba, Região Metropolitana de São Paulo.
O investimento na edificação do conjunto foi de R$ 15 milhões e os 480 imóveis estão distribuídos em três condomínios. Todos possuem centros de apoio comunitário e playgrounds, redes de drenagem, gás, elétrica, água e tratamento de esgoto, além de tubulações para uso de telefonia. Os apartamentos têm dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Cada unidade tem 51,12 m² de área e estão distribuídas em 24 prédios de cinco andares. Os empreendimentos foram edificados com estrutura metálica e alvenaria em blocos de cerâmica, e possuem revestimento com pinturas internas e externas.
Os imóveis foram viabilizados pelo Programa Mutirão Associativo, em parceria com três entidades comunitárias de Itaquaquecetuba: Movimento Pró-Moradia de Itaquaquecetuba, Movimento pela Moradia de Itaquaquecetuba e Associação de Mulheres pela Moradia de Itaquaquecetuba.
No Mutirão Associativo, as entidades indicam as famílias, contratam assessoria técnica, mão-de-obra especializada e administram os trabalhos. À CDHU cabe a infra-estrutura, o projeto executivo, o repasse de verba para compra de material de construção, além da supervisão das obras que são realizadas pelos futuros moradores.
O programa é destinado a famílias com renda entre um e dez salários mínimos, que residem ou trabalham no município há pelo menos três anos e que não sejam proprietárias de imóvel. Os beneficiados têm prazo de 300 meses para quitar o financiamento e as prestações são calculadas de acordo com a renda mensal. Pessoas que ganham entre um e três salários mínimos pagam o equivalente a 15% de sua renda. Entre as 480 famílias que receberão as chaves da casa própria, quase 95% estão nessa faixa de renda.
*
*
*
Assunto relacionado: Estão abertas inscrições para programa de moradia do Parque Guarany. Leia a matéria!
*
*
*
*@* Publicidade:

Professores da rede estadual terão atualização na linguagem de sinais

A Secretaria da Educação inicia neste mês de setembro a última fase do projeto de atualização dos professores que lecionam para alunos com deficiência auditiva.
Eles terão 30 horas de aula sobre a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) até dezembro deste ano. O objetivo é de que conheçam novos sinais e procedimentos. Além disso, a iniciativa pretende proporcionar fluência e agilidade no uso da linguagem.
Participarão 720 professores de 18 Diretorias de Ensino. Outros 2.360, de 59 Diretorias, já foram capacitados neste ano, em encontros presenciais. A Secretaria atende cerca de 5,2 mil alunos com deficiência auditiva no ensino fundamental e médio em todo o Estado.
As regiões atendidas nesta etapa são Andradina, Apiaí, Barretos, Birigui, Caraguatatuba, Itapeva, Itararé, José Bonifácio, Miracatu, Mirante do Paranapanema, Penápolis, Piraju, Santo Anastácio, Sertãozinho, Taquaritinga, Tupã, Votuporanga e Fernandópolis.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt