Nossos Vídeos

domingo, 13 de outubro de 2019

Negado pedido de coligação para retomar fase de diligências em Aije contra campanha de Bolsonaro

Ministro Jorge Mussi


Em sua decisão, o ministro Jorge Mussi afirmou que o pedido de produção de provas não tem relação com o assunto tratado na ação

Foi indeferido o pedido da coligação Brasil Soberano (PDT/Avante) para que, na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije 0601779-05), seja retomada a fase de diligências. A Aije trata de suposta divulgação em massa de mensagens pelo aplicativo WhatsApp contra a campanha do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência da República em 2018. Em sua decisão, nesta quinta-feira (10), o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Jorge Mussi, destacou que o pedido de produção de provas está alheio à matéria em investigação nessa ação. Atualmente, os autos da Aije estão prontos para elaboração do voto e inclusão na pauta de julgamento pelo Plenário.

A coligação solicitou que fosse determinada à Polícia Federal o envio de cópia de planilha, bem como documentações referentes às prestações de contas de Lilian Bernardino, Milla Fernandes, Débora Gomes, Naftali Tamar e Cleuzenir Barboza, supostas candidatas fictícias pelo Partido Social Liberal (PSL) de Minas Gerais, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, publicada em 6 de outubro de 2019.

Contudo, no pedido inicial do protocolo da Aije, a coligação alegou que Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão, candidatos eleitos presidente e vice-presidente da República em 2018, praticaram abuso de poder econômico no período eleitoral. Ela afirmou ainda que empresários teriam financiado campanha contra o Partido dos Trabalhadores (PT) por meio de disparo massivo de mensagens pelo aplicativo WhatsApp, o que teria causado “flagrante desequilíbrio entre a paridade das armas dos concorrentes”.

Na decisão, o corregedor-geral da Justiça Eleitoral afirma que “a reportagem do jornal Folha de S. Paulo ora trazida pela autora cuida de suposto ‘desvio de dinheiro do esquema de candidatas-laranja do PSL em Minas Gerais [...] para abastecer, por meio de caixa 2, a campanha do presidente Jair Bolsonaro’, enquanto a presente ação se volta, repita-se, à apuração de alegados disparos em massa de mensagens contra o Partido dos Trabalhadores via aplicativo WhatsApp”.

Segundo o ministro, o princípio da estabilização da demanda – segundo o qual não é possível alterar o pedido nem a causa de pedir após decisão saneadora (CPC, art. 329, II) – ganha ainda mais relevo na área eleitoral, devido à rapidez que decorre do próprio tempo dos mandatos e da estabilidade democrática.

Processo relacionado: 0601779-05
RC/JB, DM








sábado, 28 de setembro de 2019

Um jardim para aproveitar a primavera no dia das crianças



No Uaná Etê Jardim Ecológico, localizado no Sul do Rio, a primavera traz mil cores: nos botões que se abrem em flor, em um Baile Prateado, nas delícias coloridas da Casa de Doces Gigante e no Campo de Girassóis previsto para novembro.


Tem lugar melhor para curtir a Primavera que em um jardim?

O Uaná Etê, um jardim dedicado à música e à natureza, completa 5 anos na Primavera de 2019. Este paraíso eco cultural cercado de Mata Atlântica, uma descoberta deliciosa no Estado do Rio, conhecido por poucos e amado por muitos, tem mais de 22 jardins abertos à visitação. Localizado a 2h do Rio e a 15 min do centro de Vassouras, RJ, oferece programação cultural para celebrar seu aniversário e o ano novo natural, que começa a cada Primavera.

No primeiro fim de semana de outubro o Jardim realiza o Baile Prateado, show dançante dedicado às pessoas de cabelos e alma prateados e muita animação. No palco, uma homenagem musical à duas artistas que contribuíram com a história da música brasileira: Rosinha de Valença e Clementina de Jesus, nascidas na região Vale do Café. Suas canções serão tema do show protagonizado pela harpista Cristina Braga e contrabaixista Ricardo Medeiros, com participação da cantora Juliana Maia. “Será um grande prazer cantar o repertório de grandes estrelas, que, assim, como eu, nasceram no Vale e adoravam músicas que remetem à africanidade”, diz Juliana, talento regional que está em crescente ascensão.

Os dias 12 e 13 de outubro serão uma maravilhosa diversão para as crianças, que tanto inspiram e trazem leveza e energia ao Jardim, com atividades que celebram os peixes do Rio Paraíba do Sul. Recreadores caracterizados como peixes, pescadores, sereias e outros personagens do universo ribeirinho, contarão histórias e farão brincadeiras antigas, remetendo à importância desse rio, principal fonte de água para o Estado do Rio de Janeiro, que também passa pelos Estados de São Paulo e Minas. Cama elástica e escorrega, sucessos garantidos, simularão os movimentos de mergulho e das ondas do rio.

A atração mais esperada é, sem dúvidas, a tradicional Casa de Doces Gigante, toda enfeitada com biscoitos, balas e chocolates, que estará aberta à visitação no sábado e no domingo e que depois será literalmente “comida” por crianças de projetos e abrigos sociais.

Aproveitando também para passear ao ar livre, os pequenos visitantes poderão conhecer obras originais e interativas, como o Labirinto da Música, que conta sobre a criação do som, e o Bosque dos Sinos, com sinos de diferentes formatos vindos de diversos países e uma enorme asa homenageando a águia Carcará, a Árvore das Infinitas Possibilidades, para amarrar os desejos, entre muitas outras.

As refeições e comidinhas servidas no bistrô ficam à cargo do chef Cesar DaCosta, que preparou opções atraentes e muito nutritivas. Para sobremesa, as crianças poderão se deliciar com a praça de sorvetes, com sabores de frutas e cremosos, com insumos locais.

Em novembro, penúltimo mês da estação mais florida, será inaugurado o Jardim dos Girassóis em Uaná Etê. Por 15 dias, 8 mil mudas de girassóis em flor vão alegrar a visitação neste novo jardim, semeado durante o evento FLOR Atlântica por adultos e crianças.

“A intenção é que as crianças e visitantes possam usufruir das maravilhas da natureza durante a estação em que as flores estão no auge da beleza. A Floresta Atlântica e o Rio Paraíba do Sul são fundamentais para a riqueza natural de todo o Rio de Janeiro, portanto falar deles é de grande valor e significado no caminho pela preservação”, conta Ricardo Medeiros.


Programação Cultural da Primavera no Jardim Uaná Etê

Dia 05/10 - Baile Prateado, às 19h

A harpista Cristina Braga e o contrabaixista Ricardo Medeiros recebem a cantora Juliana Maia, homenageando as artistas do Vale do Café Clementina de Jesus e Rosinha Valença.

Ingressos: R$88 (inteira) e R$44 (meia) – Grupos a partir de 2 pessoas pagam meia.


Dia 12 e 13/10 – Dia das Crianças em Uaná Etê, entre 10h e 17h

Programação com a tradicional Casa de Doces e homenagem ao Rio Paraíba do Sul, com brincadeiras conduzidas por recreadores interpretando personagens do universo ribeirinho (peixes, pescadores e sereia).

Ingressos: R$70 (inteira) e R$35 (meia) – Grupos a partir de 2 pessoas pagam meia.

Crianças até 3 anos não pagam.


De 10 a 30/11 – Festival de Girassóis, visitação de 5ª a 2ª, das 10h às 17h.

Visitação ao Jardim de Girassóis, novidade no Uaná Etê.

Ingressos: R$70 (inteira) e R$35 (meia) – Grupos a partir de 2 pessoas pagam meia.


Mais informações e ingressos em: https://www.sympla.com.br/uanaeteeventos

Site: www.uanaete.com |Telefones: (24) 2468-1550 | (24) 98878-1550






segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Deputados querem mudar Lei da Informática



Deputados da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Elétrica e Eletrônica apresentaram uma proposta (4.805/2019) para alterar a Lei da Informática, que concede incentivos fiscais para empresas do setor de tecnologia nas áreas de componentes eletrônicos e automação. O principal objetivo é adequar a legislação em relação às regras de tributação.

Atualmente, a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é de 15% sobre dispositivos eletrônicos e de software, tanto para itens produzidos no Brasil quanto no exterior. Segundo a Lei da Informática, a cobrança do tributo federal para componentes que são produzidos pela indústria nacional cai para 3% no caso de as empresas investirem 4% do faturamento bruto em pesquisa e desenvolvimento.

Como essa condição especial não vale para empresas de outros países que vendem para o mercado interno, a Organização Mundial do Comércio (OMC) condenou o Brasil por entender que essa diferença de tratamento é injusta e infringe regras do comércio internacional. Vale registrar que a concessão de isenção ou redução de impostos para um setor específico da economia não é permitida. O que foi considerado pela entidade internacional como subsídio irregular foi a vinculação de benefícios ao desempenho em exportações, ou seja, a forma como a concessão foi feita pelo governo brasileiro.

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP), lembra que o Brasil tem até dezembro para apresentar uma nova legislação que solucione o impasse. Caso descumpra o prazo, o país pode sofrer penas na área do comércio internacional.

“Nós corrigimos as questões que foram condenadas pela OMC. Em termos de valores absolutos, mantivemos os benefícios. Não vai haver aumento de gastos ou de renúncia fiscal no orçamento da União. O valor estimado de renúncia será o que já existe, corrigindo algumas práticas da forma que eram feitas as compensações, principalmente do IPI nos produtos da indústria eletroeletrônica”, explicou Pereira, um dos autores do PL.

Coautor da proposta, o deputado Daniel Freitas (PSL-SC) defende que o projeto seja aprovado com urgência por se tratar também de uma questão de "sobrevivência" para a indústria brasileira. “Nós construímos uma ideia de projeto de Lei que vai substituir a Lei da Informática, vamos fazer todos os esforços possíveis para que seja aprovado. Com isso, esperamos salvar os empregos e fortalecer nossa indústria de desenvolvimento, pesquisa e inovação”, pontuou.

Na avaliação do deputado Vitor Lippi (PSDB-SP), um dos colaboradores do PL 4.805/2019, alterar a Lei da Informática vai servir de estímulo ao crescimento tecnológico do país. “Nós entendemos que isso é muito importante para mantermos esse setor que, além de estratégico e competitivo, contribui para o desenvolvimento do país”, defendeu o parlamentar.

Compensação de crédito

Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abimpee), Humberto Barbato, a solução apresentada no texto em discussão na Câmara é uma saída viável para adequar as regras atuais, mantendo também os benefícios de redução de tributos sobre computadores e celulares, por exemplo.



A ideia, segundo Barbato, é que a empresa receba um crédito de 12% correspondente a outro tributo federal, como Imposto de Renda e Cofins, de modo que o preço dos produtos possa ser mantido, sem alteração para o consumidor final.

“O que a Câmara dos Deputados está fazendo é uma mudança na Lei de Informática para permitir que o benefício sobre o preço dos produtos continue acontecendo. Nós queremos manter a situação atual, ou seja, a redução dos tributos sobre telefones celulares, computadores e bens de informática. Porque senão os preços vão acabar crescendo, já que a carga tributária no Brasil é muito elevada”, salientou o presidente da Abimpee.

O projeto de Lei 4.805/2019 aguarda parecer do deputado André Figueiredo (PDT-CE), relator da proposta na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara.





domingo, 22 de setembro de 2019

PRIMEIRA SÉRIE BRASILEIRA BILÍNGUE, EM LIBRAS E PORTUGUÊS, ESTREIA NA TV CULTURA




PROTAGONIZADA POR JOVENS SURDOS, A FICÇÃO CRISÁLIDA VAI AO AR A PARTIR DE 26 DE SETEMBRO, DIA NACIONAL DO SURDO, EM QUATRO EPISÓDIOS EXIBIDOS ÀS QUINTAS-FEIRAS, A PARTIR DAS 19H15


Estreia na TV Cultura, no Dia Nacional do Surdo, 26 de setembro, a primeira série brasileira de ficção bilíngue, em Libras e português, Crisálida. Dividida em quatro episódios, que irão ao ar às quintas-feiras, a partir das 19h15, a produção apresenta histórias de jovens surdos que enfrentam os desafios de uma sociedade desenhada apenas para ouvintes.

Ao retratar situações familiares, sociais e psicológicas vividas por surdos, Crisálida cruza narrativas e personagens evidenciando como o contato com a língua de sinais é o agente transformador dos envolvidos num universo visual. Ousada, emprega uma linguagem bilíngue no conteúdo ficcional de entretenimento e promete modificar a tradicional percepção sobre os surdos, que segundo o IBGE (2010), somam cerca de 9,7 milhões no Brasil.

Criada por Alessandra da Rosa Pinho e dirigida por Serginho Melo, a produção, de Florianópolis (SC), é uma parceria entre a Arapy Produções, Raça Livre Produções e TVi Televisão e Cinema.


Sinopses dos episódios:

Episódio 1 - Os Surdos Também Amam
Jaks e Morgana desafiam muitos padrões: ele é negro e ouvinte. Ela é branca e surda. O relacionamento entre os dois está em risco permanente.
Exibição: 26/9


Episódio 2 – Boneca que Fala
Valentina e Alan são um casal surdo que enfrenta um enorme conflito: criar a filha ouvinte de quatro anos.
Exibição: 3/10


Episódio 3 – O Direito de Ser Surdo
Rubens é um jovem surdo que aprende Libras à revelia do pai, que o vê como doente. Ele tem que lutar dentro de casa pelo direito de ser surdo.
Exibição: 10/10


Episódio 4 – Lado B
Gustavo criou um projeto incrível, mas como é surdo, ele precisa convencer uma renomada empresa a investir na sua ideia.
Exibição: 17/10

Classificação indicativa: 12 anos

Ficha técnica:

Elenco:
Alexandre Bet da Rosa Cardoso, Angela Eiko Okumura, Chico Caprário, Cleiton César Ribeiro Antunes, Harry Adams, Joanna Bruna Tiepo, Leandro Batz, Marco Stroisch, Milena Moraes, Miriam Royer e Thiago Teles.

Equipe:
Autoria: Alessandra da Rosa Pinho
Direção: Serginho Melo
Produção Executiva: Alessandra da Rosa Pinho, Leila Chagas e Laine Milan
Roteiros: Alessandra da Rosa Pinho, Laine Milan e Serginho Melo
Consultoria Criativa: João Gabriel Ferreira, Felipe Mucci e Paulo Markun
Fotografia: Edison Fattori
Trilha Original: TumdumMC, Binho Manenti e Junior Antonini
Direção de Arte: Gabriel Garcia
Direção de Produção: Nora Carús
Montagem: Luis Felipe Lacerda Franco e Serginho Melo
Artista Digital: Alessandro Silvas
Color Grading: Alan Porciuncula
Produção dos Recursos de Acessibilidade: Raça Livre Produções


sexta-feira, 20 de setembro de 2019

SUS de todos: rede para a pessoa com deficiência atende todo o país


São 228 CER, além de 37 oficinas ortopédicas, 259 serviços de reabilitação em modalidade única, 293 veículos adaptados e mais de 36,7 milhões de procedimentos relacionados a Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção (OPM)

Perceber a deficiência como um modo de vida particular ou como mais um elemento da diversidade humana ainda é um grande desafio social. O Sistema Único de Saúde (SUS) avança na promoção e atenção à saúde da pessoa com deficiência. Para marcar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21/09), o Ministério da Saúde reforça que, na execução da política de saúde, esse público tem seus direitos como cidadãos reafirmados na atenção integral prestada através da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência. Isso retrata que a luta por uma sociedade mais igualitária tem sido um esforço do Estado e de toda a sociedade. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), 80% das pessoas que vivem com alguma deficiência moram nos países em desenvolvimento ou emergentes, como o Brasil. O FundNo Brasil, mais de 12,7 milhões de pessoas tem algum tipo de deficiência, o que corresponde a quase 6,7% da população, como mostrou a última pesquisa Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para promover a inclusão social dessas pessoas, muitas delas necessitam de atenção especializada, sobretudo, na saúde. Nesse sentido, o Ministério da Saúde vem atuando de maneira ostensiva para ampliar, qualificar e divulgar a oferta de serviços de saúde, garantindo o direito do acesso de pessoas com deficiência aos serviços de saúde pública.

Em 2012, o Ministério da Saúde instituiu a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência que desenvolve ações de prevenção, identificação precoce de deficiências na fase pré, peri e pós-natal, infância, adolescência e vida adulta, promovendo os cuidados em saúde para a habilitação, reabilitação e a inclusão das pessoas com deficiência. A Rede é organizada a partir da atenção Primária, Especializada em Reabilitação Auditiva, Física, Intelectual, Visual, Ostomia e em Múltiplas Deficiências, e atenção Hospitalar e de Urgência e Emergência.
“Nossa rede procura trabalhar a reabilitação da pessoa com deficiência para torná-lo autônomo. Não é necessariamente um aparelho que vai dar independência à pessoa com deficiência, mas a sua inclusão, o seu desenvolvimento e capacitação. Por isso, nosso trabalho é contínuo para ampliar e melhorar o atendimento à essas pessoas”, disse Angelo Roberto Gonçalves, coordenador-Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência.

Por meio dessa Rede, estão dispostos os serviços concentrados nos Centros Especializados em Reabilitação (CER) e Oficinas Ortopédicas. Funciona assim: o CER é um ponto de atenção ambulatorial especializada em reabilitação. Nele são realizados diagnósticos e tratamentos de pessoas com deficiência, além de concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva, constituindo-se em referência para a rede de atenção à saúde da pessoa com deficiência no território. Atualmente, existem 228 CER habilitados em todos os estados do país.o das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) estima que, em todo o mundo, 150 milhões de crianças menores de 18 anos têm alguma deficiência.
Centro Especializado em Reabilitação

Os serviços disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que são destinados por meio da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência de todos os tipos, desde 2012, estão sendo ampliados a cada dia. Atualmente, são 228 Centros Especializados em Reabilitação (CER), além de 37 oficinas ortopédicas, 259 Serviços de Reabilitação em modalidade única, 293 veículos adaptados e mais de 36,7 milhões de procedimentos relacionados a Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção (OPM). Os CER possuem equipes multiprofissionais formadas por: médicos; fisioterapeutas; terapeuta ocupacional; fonoaudiólogos; psicólogos; assistente social, enfermeiros, entre outros.



quarta-feira, 18 de setembro de 2019

DIA DO SORVETE É COMEMORADO EM 23 DE SETEMBRO



Consumo de sorvete aumenta no Brasil



Na próxima segunda-feira, 23 de setembro, é comemorado o Dia do Sorvete. A produção nacional de sorvetes cresceu no País de 2016 pra cá. Números da ABIA mostram que em 2016 um total de 1.065 milhões de litros de sorvete eram produzidos no Brasil. Em 2017 o número cresceu para 1.068 e em 2018 fechou o ano em 1.103 milhões de litros. O consumo per capita em 2016 era 5,2, caiu para 5,1 em 2017 e subiu de novo em 2018, superando os dois números anteriores e estabilizando em 5,3.

“Isso mostra a força do setor de micro e pequenas empresas e como podemos ajudar o crescimento desse segmento ajudando os profissionais a se qualificarem melhor, saberem seus direitos e terem condição de atuar com mais precisão e profissionalismo”, afirma Edmund Klotz, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Alimentos, Congelados, Supercongelados, Sorvetes, Concentrados, Liofilizados, Gelo e Bebidas (Abregel).

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Plenário mantém cassação de vereadores envolvidos em caso de candidaturas fraudulentas no Piauí


Políticos foram condenados por lançar candidatas fictícias com o intuito de alcançar a cota de gênero de 30% prevista na Lei das Eleições


Por maioria de votos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter a cassação e a inelegibilidade de seis vereadores eleitos em 2016 na cidade de Valença do Piauí (PI). Eles foram acusados de se beneficiar de candidaturas fictícias de mulheres que não chegaram sequer a fazer campanha eleitoral. O julgamento, que teve início no dia 14 de março deste ano, foi retomado na sessão plenária desta terça-feira (17).

Após os votos dos ministros Tarcisio Vieira de Carvalho Neto e Luís Roberto Barroso acompanhando o relator da matéria, ministro Jorge Mussi, e do ministro Sérgio Banhos seguindo a divergência aberta pelo ministro Edson Fachin e referendada pelo ministro Og Fernandes, a presidente da Corte Eleitoral, ministra Rosa Weber, desempatou o placar em favor da tese do relator pela cassação de todos os candidatos eleitos pelas coligações Compromisso com Valença 1 e 2.

Os vereadores foram condenados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) por supostamente lançarem candidaturas femininas fictícias para alcançar o mínimo previsto na Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) de 30% de mulheres nas duas coligações e se beneficiarem dessas candidaturas fantasmas. Ao todo, entre eleitos e não eleitos, 29 candidatos registrados pelas duas coligações tiveram o registro indeferido pelo mesmo motivo.

Em seu voto, a presidente do TSE ressaltou a importância do papel da Justiça Eleitoral para corrigir a distorção histórica que envolve a participação feminina no cenário político nacional. “Este Tribunal Superior tem protagonizado a implementação de práticas que garantam o incremento da voz ativa da mulher na política brasileira, mediante a sinalização de posicionamento rigoroso quanto ao cumprimento das normas que disciplinam ações afirmativas sobre o tema”, afirmou.

O ministro Barroso lembrou que, embora a cota de gênero exista há mais de dez anos, a medida ainda não produziu nenhum impacto no Parlamento brasileiro. “O que se identifica aqui é um claro descompromisso dos partidos políticos quanto à recomendação que vigora desde 1997”, observou.

No mesmo sentido, o ministro Tarcisio disse não ver com perplexidade a consequência prática de se retirar do cenário político candidaturas femininas em razão da fraude à cota de gênero. “As candidaturas femininas fictícias propiciaram uma falsa competição pelo voto popular”, constatou.

Na conclusão, o Plenário do TSE determinou a cassação do registro dos vereadores eleitos Raimundo Nonato Soares (PSDB), Benoni José de Souza (PDT), Ariana Maria Rosa (PMN), Fátima Bezerra Caetano (PTC), Stenio Rommel da Cruz (PPS) e Leonardo Nogueira Pereira (Pros). Eles também foram declarados inelegíveis por oito anos, bem como o candidato Antônio Gomes da Rocha (PSL), não eleito.

Por fim, ao negar provimento aos recursos dos candidatos das duas coligações, sendo revogada a liminar concedida em ação cautelar, o TSE determinou a execução imediata das sanções após a publicação do acórdão.

Divergência

A divergência inaugurada pelo ministro Edson Fachin na sessão do dia 21 de maio entendia que, entre outros pontos, a cassação do diploma deveria incidir somente aos candidatos que participaram da fraude ou dela se beneficiaram, ou seja, Leonardo Nogueira Pereira e Antônio Gomes da Rocha.

JP, MC, RG/LC

sábado, 24 de agosto de 2019

Bolsonaro anuncia medidas para combater incêndios na Amazônia



Depois de uma semana repleta de manifestações nacionais e internacionais por conta dos incêndios ocorridos na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta sexta-feira (23), medidas para controlar a crise ambiental e tentar melhorar a imagem do país no exterior.

Em um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, o presidente disse que autorizou a atuação das Forças Armadas na região para combater atividades ilegais e conter o avanço das queimadas.

“Oferecemos ajuda à todos os Estados da Amazônia Legal. Com relação à aqueles que aceitarem, autorizarei operação de Garantia da lei e da Ordem, uma verdadeira GLO Ambiental. O emprego extensivo de pessoal e equipamentos das Forças Armadas, auxiliares e outras agências, permitirão não apenas combater as atividades ilegais, como também conter o avanço de queimadas na região”, disse o presidente.

O decreto que autoriza o uso das Forças Armadas vale para regiões de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.

Os primeiros Estados do país a solicitar a ação dos militares federais em seus territórios foram Roraima e Rondônia. Outro Estado que tomou uma iniciativa para mudar a situação foi o Acre, decretando estado de emergência ambiental.

Além disso, foi publicado no Diário Oficial da União de sexta-feira (23), uma portaria que autoriza o IBAMA a contratar brigadistas temporários para prevenção e combate aos incêndios florestais nos Estados declarados em emergência.

Em seu perfil do Twitter, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, sugeriu a liberação de R$ 2,5 bilhões do fundo da Petrobras para a educação e para a Amazônia.

Já a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que se for necessário, o Brasil pedirá ajuda internacional.

“Nós estamos vivendo uma seca grande, que todo ano a região Norte do país tem uma definição clara desta estiagem. A gente fica, às vezes, seis meses sem chuva; esse ano está mais seco e as queimadas estão maiores. O Brasil, se precisar de ajuda, vai pedir, com certeza, porque sabe da importância desse patrimônio que é a Amazônia para os brasileiros”, enfatizou.

Os incêndios na Amazônia vão ser discutidos na reunião do G7, marcada para este final de semana, na França. O G7 é formado por Estados Unidos, Alemanha, França, Itália, Canadá, Japão e Reino Unido.

Por meio de nota, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, disse que na próxima terça-feira (27), vai instalar a Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas.

Por: Cintia Moreira

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Delegados federais lançam manifesto pela autonomia da Polícia Federal



"Os Delegados de Polícia Federal reunidos na cidade de Salvador, Bahia, por ocasião do IV Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, reafirmam suas convicções acerca dos valores, missão, significado e importância da Polícia Federal para o Estado Brasileiro.

Nos últimos dias, veículos de imprensa de todo o Brasil destacaram comentários do Presidente da República sobre a nomeação para cargos diretivos da Polícia Federal. A lei atribui ao chefe do Poder Executivo a prerrogativa de nomear e exonerar o Ministro da Justiça e o Diretor-Geral da Polícia Federal. Respeitamos a autoridade conferida nas urnas ao Presidente da República. Somos uma carreira hierárquica e disciplinada, reconhecida pela qualificação técnica e admirada por toda a população brasileira.

Contudo, a Polícia Federal não deve ficar sujeita a declarações polêmicas em meio a demonstrações de força que possam suscitar instabilidades em um órgão de imensa relevância, cujos integrantes são técnicos, sérios, responsáveis, e conhecedores de sua missão institucional. Em várias oportunidades em governos passados a instituição sofreu pressões e tentativas de intervenção. Diante do que parece ser mais uma delas, é necessário e urgente que a Polícia Federal conquiste garantias constitucionais e legais para se tornar, de fato e de direito, uma polícia de estado e não de governo.

Neste sentido, medidas legislativas são fundamentais para impedir qualquer tentativa de interferência na Polícia Federal. O primeiro passo é a aprovação da proposta de emenda constitucional que confere autonomia administrativa e financeira, em tramitação há mais de dez anos na Câmara dos Deputados.

Outro movimento importante é estabelecer o mandato ao Diretor-Geral, com escolha baseada em critérios técnicos, republicanos e com limites impostos pela lei. O dirigente máximo da Policia Federal deve ter o poder de formar a sua própria equipe, sem pressões de cunho político, partidário ou sob o risco de ser exonerado. Tal medida traria estabilidade para o órgão, conferindo previsibilidade administrativa. Nos últimos dois anos, a instituição teve quatro diretores diferentes. Não é produtivo que pessoas se perpetuem no comando, nem que sejam breves ao ponto de sequer poderem implementar os projetos.

A Polícia Federal enfrenta nos últimos anos dificuldades operacionais, estruturais e financeiras por conta de seguidos contingenciamentos sem o direito de encaminhar sua própria proposta orçamentária diretamente ao Congresso Nacional. É praticamente impossível planejar a reposição de mais de quatro mil cargos policiais vagos. Além do mais, é necessário promover concursos complexos para atrair os melhores profissionais do mercado e dispor de meios para treinar e capacitar todo esse contingente.

Não se confunde autonomia com independência ou ausência de controle. Defendemos uma autonomia, com regras claras, limites e com os critérios definidos pelo Congresso Nacional. Essa mudança não vai implicar em aumento de custos aos cofres públicos. A Polícia Federal deve ser vista como um investimento. Por intermédio de suas investigações, devolve ao Estado um valor muito acima do seu orçamento. Chamar a Polícia Federal de gasto significa ignorar todo o benefício que ela traz para sociedade, principalmente evitando e combatendo a corrupção.

A Polícia Federal já demonstrou à sociedade brasileira que merece toda sua confiança, respeito e apoio. Por isso, a ADPF, entidade representativa nacional dos Delegados Federais, espera que o Congresso Nacional, renovado, cuja base de campanha foi exatamente a valorização das instituições de segurança e o combate à corrupção, possa contribuir na aprovação de um sistema de proteção contra qualquer possibilidade de interferência na Polícia Federal, a fim de garantir a continuidade no combate à corrupção e ao crime organizado.

A Polícia Federal tem 75 anos de história. Como diz o trecho do hino que aprendemos ainda na academia: “Somos fortes na linha avançada!”. Com base neste princípio, a ADPF permanecerá atenta na defesa incondicional da instituição e no aprimoramento de sua atuação.

Salvador, 23 de agosto de 2019."

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

População mais pobre vai pagar menos impostos




Por: Cristiano Carlos

Responsável pela elaboração do texto da reforma tributária (PEC 45/2019), o economista Bernard Appy, do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), afirmou que a proposta de modernização do sistema de impostos no país, em análise na Câmara dos Deputados, não prevê aumento de tributos para a população menos favorecida. “Vai ter redução de imposto para a população mais carente do país”, garantiu.

Appy esteve na Casa, nesta terça-feira (20), para apresentar oficialmente a PEC aos deputados do colegiado. Ele defendeu o modelo que pretende extinguir três tributos federais – IPI, PIS e Cofins –, o ICMS, que é estadual, e o ISS, municipal, todos incidentes sobre bens e consumo e, em substituição, criar o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), de competência de municípios, estados e União. O texto prevê ainda outro imposto sobre bens e serviços seletivos, unificando cinco tributos em apenas um.

“Hoje, a população mais carente do país paga um pouco menos na cesta básica, em compensação é a mais tributada pelo gasto que tem com energia elétrica e telefone celular, por exemplo. No modelo que está sendo proposto, o valor correspondente ao imposto que os menos favorecidos pagam na cesta básica vai ser devolvido para as famílias por meio de crédito no cartão dos programas sociais ou crédito em conta bancária. Em contrapartida, não vai pagar mais quando consumir energia elétrica e comprar o celular”, defendeu.

O vice-presidente da comissão especial que analisa o tema, deputado Sidney Leite (PSD-AM), também é um entusiasta da proposta porque, segundo ele, o sistema de arrecadação atual é “confuso, moroso e frágil”, além de beneficiar sonegadores e travar a economia. “Eu entendo que isso (modelo atual) contribui muito para evasão fiscal. Considero que a simplificação tributária, onde for possível reduzir a carga de impostos, facilitaria muito para que os investidores, para quem empreende nesse país, pudessem fazer mais investimentos e gerar emprego e renda”, aponta o parlamentar.

A PEC 45/2019 foi apresentada na Câmara pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP). O autor da proposta sustenta que a reforma tributária vai contribuir para a retomada do crescimento no país.

“Nós temos certeza que a nossa economia vai ser destravada. Nós vamos ter mais competitividade para nossas empresas e o resultado final é a geração de empregos, que nós tanto precisamos”, garantiu.



PEC 110/2019

Na última segunda-feira (19), a comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ) realizou audiência pública sobre a PEC 110/2019, que também propõe uma reforma tributária.

O texto que passa por análise dos senadores é baseado no projeto do ex-deputado Luiz Carlos Hauly, apresentado e discutido na Câmara durante o governo de Michel Temer. Pretende reunir 10 tributos cobrados atualmente em apenas dois: o Imposto Sobre Bens e Serviços, o IBS, e o Imposto Seletivo, o IS.

A proposta prevê a extinção do IPI, IOF, CSLL, PIS, Pasep, Cofins e Cide Combustíveis, de arrecadação federal; o ICMS, de competência dos estados; e o ISS, de âmbito municipal, além do Salário-Educação, repartido entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), estados e municípios.

Nessa PEC, as regras de arrecadação e partilha dos novos impostos serão únicas para União, estados, municípios e Distrito Federal. O IBS incidirá sobre operações de bens e serviços, terá alíquota padrão e será cobrado no estado de origem. O valor arrecadado será destinado ao ente de destino do bem ou serviço.

Já o IS será um tributo de competência da União cobrado em operações financeiras na área de petróleo e derivados, combustíveis e lubrificantes de qualquer origem, gás natural, cigarros, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, energia elétrica, serviços de telecomunicações, veículos automotores novos, terrestres, aquáticos e aéreos.

Na audiência da CCJ, Hauly chegou a dizer que “essa reforma vai trazer mais benefícios para o país que o Plano Real”. “A reforma tributária vai estabilizar a concorrência entre as empresas brasileiras e fazer do Brasil um dos maiores países em desenvolvimento econômico e industrial do mundo”, ressaltou.

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

UFSCar recebe inscrições na seleção para mestrado em Gerontologia

Os interessados podem se inscrever até 16 de setembro

Até o dia 16 de setembro, estão abertas as inscrições na seleção para o curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia (PPGGero) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). No total, são 25 vagas divididas em duas linhas de pesquisa: Saúde, Biologia e Envelhecimento, com 16 vagas; e Gestão, Tecnologia e Inovação em Gerontologia, com 9 vagas.
O Programa tem como missão fortalecer a pesquisa, a formação e a prática em Gerontologia no Brasil, a fim de promover melhorias nos campos relacionados ao envelhecimento humano. O objetivo do PPGGero também é capacitar o estudante, teórica e metodologicamente, para atuar como docente no Ensino Superior e iniciar a carreira de pesquisador produzindo conhecimento em Gerontologia e tornando-o acessível à comunidade científica e a toda a população. 

A seleção para o mestrado é composta por três etapas. As duas primeiras - prova escrita e análise e arguição do projeto de pesquisa - são eliminatórias; e a terceira fase, classificatória, é a análise do currículo. As provas têm início no dia 30 de setembro. Os aprovados começam as atividades em março de 2020.
]
Para efetuar a inscrição, os interessados devem entregar a documentação solicitada no edital, disponível em www.ppggero.ufscar.br, na Secretaria do PPGGero, que fica no Departamento de Gerontologia (DGero), na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar. O envio dos documentos também pode ser feito pelos Correios (via Sedex), conforme as instruções do edital.

Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone (16) 3306-6745 ou pelo e-mail ppggero@ufscar.br.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Pesquisadora modifica proteína do leite para aumentar sua digestão em idosos

Juliana afirma que técnica utilizada na pesquisa é benéfica tanto para os consumidores como para a indústria de lacticínios. Foto: Henrique Fontes/IQSC


Em 2030, o número de idosos do Brasil ultrapassará pela primeira vez o de crianças e adolescentes de 0 a 14 anos, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento da expectativa de vida desafia a sociedade a desenvolver soluções que promovam um envelhecimento cada vez mais saudável, principalmente com relação aos aspectos fisiológicos do público da terceira idade. Uma iniciativa interessante nesse sentido é o estudo de Juliana Fracola, aluna do Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP. Em seu trabalho de mestrado, a pesquisadora modificou uma das principais proteínas do leite, a betalactoglobulina, a fim de aumentar sua digestão em idosos.

Para transformar a proteína, Juliana utilizou luz ultravioleta (UV) para irradiá-la, gerando uma reação que foi capaz de alterar sua estrutura. Depois do procedimento, a “nova” proteína foi adicionada a uma solução que simula as condições gástricas de idosos da saliva até o estômago, visando verificar a eficiência do processo digestivo. “Obtivemos um aumento de 50% na digestão da proteína irradiada em comparação a que não recebeu ação da luz”, afirma a estudante. O método utilizado na pesquisa também foi aplicado para avaliar como seria o processo digestivo em adultos e crianças. Em ambos os casos, o aumento na digestão foi de 25%.

Além de ser facilmente absorvida pelo organismo, a proteína irradiada com a luz passou a ter mais qualidade, pois gerou peptídeos (pequenos fragmentos de proteínas) com funções antioxidantes, anti-hipertensivas e ansiolíticas. “Podemos imaginar, por exemplo, que, se uma pessoa consumir certa quantidade dessa proteína diariamente, poderá ter um maior controle da hipertensão”, explica Daniel Cardoso, professor do IQSC e orientador do estudo.

No trabalho, os pesquisadores utilizaram um tipo de luz ultravioleta conhecida por sua função bactericida e esterilizante, a qual já era empregada no tratamento de alimentos para destruir microrganismos. No entanto, os cientistas não imaginavam que a luz UV poderia facilitar a digestão de proteínas. “A pesquisa mostrou uma alternativa capaz de aliar a produção de alimentos nutritivos, com maior qualidade e altamente digestíveis. Isso será muito benéfico ao processo de envelhecimento da população”, diz Juliana, que foi bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A betalactoglobulina é a principal proteína do soro do leite e, devido a sua formação estrutural, associada a menor capacidade de mastigar e a reduzida atividade gástrica de idosos, tem sua digestão dificultada no estômago. Essa resistência, inclusive, pode causar alergias, como se fosse uma resposta do organismo que deseja metabolizá-la, mas não consegue. Bebida indispensável para quem precisa aumentar a força física e a massa muscular, o leite é composto de água, lipídeos, lactose e proteínas, além de ser fonte de cálcio e vitaminas.

Diversas alterações fisiológicas estão associadas ao envelhecimento, como a osteoporose, mudanças nas funções cerebrais, cardiovascular, metabólica e a aparição de sarcopenia – perda natural e progressiva de força e massa muscular. Todos esses problemas podem diminuir a qualidade de vida e a capacidade dos idosos de realizarem atividades básicas do dia a dia. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões até 2050, ano em que, no Brasil, os idosos representarão quase 30% da população nacional, segundo o IBGE. Atualmente, a expectativa de vida no país é de 76 anos.

Betalactoglobulina foi modificada para ser mais facilmente digerida.
Foto: Juliana Fracola/Divulgação


Alternativa promissora – A pesquisa desenvolvida no IQSC poderá trazer benefícios não só para os consumidores de produtos lácteos, mas também para a indústria de lacticínios, que busca processos energeticamente mais baratos, com menor tempo de execução e que atendam a demanda nutricional diária da população. Enquanto as técnicas que envolvem o aumento de temperatura para tratar o leite, como a pasteurização, possuem alto custo energético e podem comprometer a qualidade da mercadoria, alterando sua cor, sabor ou até destruindo suas proteínas, a utilização da luz ultravioleta nesse processo traz diversas vantagens: “Além de apresentar um custo 250 vezes menor que a pasteurização, o tratamento do leite com a luz UV aumenta o tempo de prateleira do produto, modifica menos suas características originais, reduzindo a perda de nutrientes, e tem a mesma segurança alimentar do procedimento tradicional”, explica Daniel.

Do ponto de vista industrial e econômico, a exploração das proteínas do soro do leite é de grande relevância. Além de ser importante para a produção de diversos produtos, como biscoitos, iogurtes e suplementos alimentares, o soro do leite atua no estímulo de ganho de massa muscular, manutenção da saúde óssea e ainda contribui para a perda de peso, já que reduz a sensação de fome e a produção de gordura corporal. Há cerca de 10 anos, todo esse potencial não era aproveitado, tanto que o soro do leite era considerado resíduo e servia de ração para animais. Com o interesse da academia em pesquisar sobre o produto e a abertura do mercado para sua utilização, esse cenário tem mudado.

Segundo Daniel, há uma força-tarefa mundial que visa o desenvolvimento de proteínas mais nutritivas, e o desafio tem instigado centenas de cientistas. Agora, a partir dos resultados apresentados no estudo de Juliana, os pesquisadores buscarão aprimorar a proteína irradiada com a luz com o objetivo de aumentar ainda mais sua qualidade. O docente afirma que o procedimento adotado no trabalho já está pronto para a utilização na indústria, podendo ser aplicado diretamente no soro do leite para modificar a estrutura da betalactoglobulina.

A pesquisa desenvolvida faz parte do projeto temático “Novel aging: tecnologias e soluções para fabricar novos produtos lácteos para um envelhecimento saudável“, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), em parceria com a Innovation Fund Denmark. Além do IQSC, estão envolvidas no Projeto as duas unidades da Embrapa em São Carlos, a Instrumentação e a Pecuária Sudeste, a Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Araraquara e a Universidade de Copenhagen, da Dinamarca.

Texto: Henrique Fontes – Assessoria de Comunicação do IQSC/USP


quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Mutirão nos Bairros, em São Miguel Paulista, contará com 250 vagas de emprego

Serão distribuídas 400 senhas visando garantir o atendimento durante a realização do evento

A zona leste da capital paulista volta a receber o Mutirão nos Bairros da Prefeitura de São Paulo neste sábado, 3 de agosto. A 18ª edição da ação levará serviços gratuitos dos órgãos municipais e de zeladoria para São Miguel Paulista, das 9h às 15h. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho disponibilizará 250 vagas de emprego com oportunidades para bairros como Itaquera, Vila Formosa, Ermelino Matarazzo, Cidade AE Carvalho, entre outros. Serão atendidos os 400 primeiros candidatos que estiverem com senha distribuída no dia, pela equipe técnica do CATe – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo.

“Desde o início dos Mutirões nos Bairros, em abril, a Prefeitura de São Paulo já ofertou mais de 5 mil vagas de emprego. É um montante significativo diante do cenário econômico pelo qual o país passa. Os nossos agentes visitam as empresas da região onde o Mutirões serão realizados captando vagas para o evento. Desta forma, aproximamos o morador do local de trabalho, fomentamos a economia local e melhoramos a mobilidade na cidade”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

A maior parte das oportunidades que serão disponibilizadas em São Miguel Paulista é para as áreas de comércio e serviços com salários que variam de R$ 650 para estágio como operador de cobrança, a R$ 2.719 para chefe administrativo.

No comércio ainda destacam-se 44 vagas para operador de loja e caixa de supermercado com salário de R$ 1.396 e os candidatos precisam ter o ensino médio completo. Parte das vagas é destinada a pessoas sem experiência na função e as atividades serão desenvolvidas no bairro de Itaquera.

Também estão disponíveis oito oportunidades para encarregado de supermercado com ensino médio completo – salário de R$ 2.433, sendo necessário no mínimo seis meses de atuação na área.

Para auxiliar de limpeza estão abertas 20 posições distribuídas na região leste, com salário de R$ 1.100. Com exigência do ensino fundamental completo, o candidato precisa ter conhecimento na atividade.

Os candidatos que desejam participar da pré-seleção realizada pelo CATe precisam apresentar RG, CPF, número do PIS e carteira de trabalho. Os dois últimos documentos são emitidos na hora do atendimento com a apresentação de uma foto atual 3x4 para primeira via. Na pré-seleção os candidatos dentro do perfil exigido pelas empresas, recebem uma carta de encaminhamento para entrevistas de emprego e testes durante a próxima semana nas empresas privadas.

As equipes do CATe também atenderão pessoas com deficiência que estiverem em busca de recolocação profissional. São 60 vagas para esse público, sendo 10 para operador de loja e 50 para operador de telemarketing ativo. Não há necessidade de experiência comprovada, mas é obrigatório ter concluído o ensino médio.


Empreendedorismo


Quem deseja se tornar um MEI - Microempreendedor Individual tem a possibilidade de verificar as vantagens da formalização de um negócio durante o Mutirão nos Bairros. AAde Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, atenderá os empreendedores que quiserem sanar dúvidas e receber orientação. O público também poderá conhecer os programas voltados ao desenvolvimento de negócios como o Vai Tec ou cursos como o Fábrica de Negócios, Mais Mulheres, entre outros.

Sobre o Mutirão

O Programa Mutirão nos Bairro é uma ação da Prefeitura de São Paulo que tem o apoio das Secretarias Municipais de Assistência e Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Cidadania, Saúde, Cultura, Pessoa com Deficiência, de Subprefeituras e Cohab – Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo. A ação já passou por bairros como Perus, Vila Maria, Cidade Tiradentes, Mooca, Sapopemba, São Mateus, Lapa, Itaquera, Freguesia do Ó, Capão Redondo e Pirituba.


Serviço

Mutirão nos Bairros – São Miguel Paulista
Documentos necessários para ser atendido no CATe: RG, CPF, carteira de trabalho, número do PIS e laudo médico para pessoas com deficiência
Data: 3 de agosto - sábado
Horário: 9h às 15h
Endereço: Av. Marechal Tito, 567 (próximo ao Mercado Dr. Américo Sugai e Colégio Dom Pedro I)
*Atividade Gratuita

Ade Sampa promove curso sobre liderança na zona leste da capital


Participantes aprenderão como motivar equipes e alavancar os negócios


A Ade Sampa - Agência São Paulo de Desenvolvimento, entidade vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo, oferece ao longo do mês de agosto o curso de Liderança, em parceria com a Associação Beneficente Comunitária Aurora – ABC Aurora. Durante as atividades, que serão realizadas na zona leste da cidade, os participantes receberão dicas de como ser um bom líder e assim alavancar os seus negócios.

O curso será dividido em duas etapas. Na primeira, os alunos aprenderão a desenvolver as suas habilidades de liderança, relação intrapessoal e interpessoal. Já o segundo módulo abordará a capacidade de influenciar pessoas, entender a motivação de uma equipe e seus objetivos dentro do mercado.

“Um dos papéis do líder em um ambiente como o do empreendedorismo é saber entender os seus parceiros para que eles se sintam mais confortáveis para lidar com problemas e novas situações. Um bom líder pode aumentar a motivação e a produtividade da sua equipe, o que, consequentemente, ajuda no lucro dos negócios”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Serão quatro encontros, em que os participantes terão contato com estudos de cases, debates, leituras e apresentações sobre questões de liderança. Além de desenvolverem também atividades práticas com técnicas, dinâmicas e simulações de casos.

No final do curso, cada aluno vai apresentar um projeto, individual ou em grupo, de acordo com o que aprendeu durante as aulas.

Para participar é preciso ter mais de 16 anos e se inscrever pelo link https://www.abcaurora.org.br/empreendedorismo preenchendo nome, telefone, e-mail e o curso de interesse.

Serviço
Curso de Liderança
Data: 7, 14, 21 e 28 de agosto
Horário: 9h às 14h
Endereço: Rua Bruno Zabala, nº 106 - Itaquera
Local: Associação Santa Zita
*Atividade gratuita

sábado, 27 de julho de 2019

Queen Cover agita o público do Shopping Penha



Apresentação acontece no dia 30 trazendo clássicos da banda de sucesso dos anos 70


O Festival de Banda Cover do Shopping Penha traz em sua segunda apresentação nada mais nada menos que a banda Queen Tribute Brazil.

A Praça de Alimentação será palco da apresentação única que acontece no dia 30 de julho às 19h30.

Com performance, sonoridade e figurinos que resgatam com fidelidade e emoção uma das maiores bandas de todos os tempos, os fãs do lendário Freddie Mercury poderão curtir clássicos eternos como Bohemian Rhapsody, We will rock you, Under Pressure, Radio ga ga, We are the champions, Love of my life, Don't stop me now, e muito mais.

“Estruturamos o festival para oferecer diversão gratuita e de qualidade aos nossos clientes e a escolha das bandas segue o princípio de integrar a família que está sempre presente aqui no empreendimento”, afirma Débora Blanco, superintendente do Shopping Penha.

O festival segue até o mês de outubro trazendo cover de bandas como Bon Jovi, Legião Urbana, Pear Jam, Coldplay, entre outros.

Para saber o cronograma de atrações consulte o site: http://www.shoppingpenha.com.br/



Festival de Covers no Shopping Penha
Banda Queen Tribute Brazil
Quando: 30 de Julho
Local: Praça de Alimentação
Horário: a partir das 19h30
Endereço: Rua Dr. João Ribeiro, nº 304 - Penha‎ - São Paulo, SP
Mais informações: (11) 2095-8240 – www.shoppingpenha.com.br



Sacola personalizada para lembrancinhas de casamento

Podcast Mundo Freak realiza a São Paulo Fantástika - feira de horror, mistérios e fantasia

Caruso


A Associação Hokkaido será palco, no dia 10 de agosto, de um encontro entre produtores de conteúdo, ouvintes e interessados em investigar o insólito


Fãs de terror, fantasia, sci-fi, mistérios e magia já têm encontro marcado na capital paulista no dia 10 de agosto de 2019, sábado, das 10 às 21 horas. É a primeira edição da São Paulo Fantástika, feira que irá reunir produtores de conteúdo, ouvintes e o público em geral interessado em temas do horror e da fantasia e que curte literatura, cinema, quadrinhos e cenário underground. O evento ocorrerá na Associação Hokkaido (R. Joaquim Távora, 605 - Vila Mariana, São Paulo).


A São Paulo Fantástika vai contar com uma programação intensa e diversificada com workshops, palestras com influenciadores digitais e especialistas em diversas áreas e ainda a presença de artistas, que vão expor quadrinhos, pôsteres, livros, botons, esculturas, entre outros produtos relacionados ao tema. Os ingressos custam a partir de R$35,00 e podem ser adquiridos pelo Sympla no link bit.ly/SPfantastika.


O evento promete agradar quem sempre questionou o mundo à sua volta e que quer fazer parte de algo mais. Já confirmaram presenças grandes expoentes do entretenimento de terror, fantasia e mistérios e nomes de destaque da cultura pop nacional: o ator, comediante e roteirista. Fernando Caruso; a jornalista e especialista em games Flávia Gasi; o cineasta e escritor Marcos Debrito; a quadrinista e editora Germana Viana; a cineasta Gabriela Amaral; a jornalista e editora-assistente na Panini Comics, Belle Félix; a youtuber e podcaster Mellissa Pereira; o Ilustrador, quadrinista com trabalhos publicados nas editoras Marvel e DC e professor de desenho para quadrinhos, Rodney Buchemi, o jornalista, editor na Maurício de Souza Produções, editor-chefe no Site Universo HQ e podcaster especializado em quadrinhos, Sidney Gusman, entre outros convidados.


A São Paulo Fantástika é uma realização do Mundo Freak Confidencial, podcast sobre mistérios e entretenimento com mais de 350 mil downloads mensais e com ouvintes por todo Brasil, e em parceria com a Stuplendo, uma empresa focada em criação de conteúdo voltado para a cultura pop.



Workshops

Os workshops são um dos destaques da programação da São Paulo Fantástika. As atividades serão realizadas simultaneamente, em duas salas diferentes. Na sala Fantástika, profissionais com experiência em cultura popular compartilharão dicas, truques e segredos para quem quer se tornar um produtor de conteúdo de sucesso. Na sala Místika, serão abordados temas sobre mistérios das artes ocultas e da magia. Comprando um ingresso de workshop, o participante terá acesso poderá optar por frequentar a sala Fantástika ou a sala Místika.


Sala Fantástika

11 às 13 horas - Literatura Fantástica: novas formas, muitos caminhos - com Felipe Castilho - Nesta oficina vamos falar sobre as possibilidades para a escrita de Fantasia que a tecnologia e a sociedade atual nos permitem. Como podemos contribuir para a inovação da cena, o que os autores consagrados podem nos ensinar e do que podemos desapegar


14 às 16 horas - Como criar a alma do seu podcast - Tato e Maury (Ultrageek) -

Esse workshop apresenta na prática a estrutura, etapas, roteiro e o papel de cada um dentro do projeto e como elaborar um conceito matador.

17 às 19 horas - Oficina de criação de horrores - Raphael Fernandes - O editor e roteirista de quadrinhos Raphael Fernandes apresentará as principais técnicas para quem quer escrever histórias de horror realmente doentias. Nada de jump scare! O objetivo do curso é que você seja capaz de criar narrativas que causem extremo desconforto e aquela sensação de "eu não deveria estar vendo isso"


Sala Místika

11 às 13 horas - Como estruturar o seu ritual - Juliana Ponzilacqua - Quer começar a praticar magia mas não sabe como? Acha que não tem os instrumentos certos, não pode utilizar alguns deles? Juliana Ponzilacqua dá dicas simples e objetivas de como construir e executar um ritual simples para a realização do seu objetivo.


14 às 16 horas - Introdução ao estudo do tarot - Rodrigo Grola - Neste workshop você vai conhecer a estrutura de base do tarot, suas divisões, conexões com outros sistemas, decks importantes, bibliografia e todas as ferramentas que podem facilitar seus estudos fazendo que suas leituras deixem de ser um simples decoreba de significados.


17 às 19 horas - Saia do sofá: Introdução à prática de magia do caos - Marcos Keller - Workshop de introdução a prática de magia segundo a visão do caos, onde a partir de vivências e exercícios básicos, os conceitos basilares da prática caótica serão apresentados.


Idealizadores


Ira Croft - Co-fundadora do Mundo Freak, canal especializado em podcast e produtos entretenimento de terror e mistérios, consultora e produtora de podcasts, presente na mídia há 10 anos e criadora da #MulheresPodcasters, como divulgação e incentivo à presença feminina na mídia podcast. Palestrante e organizadora de eventos e atividades relacionadas ao podcast.


Andrei Fernandes - Fundador do Mundo Freak lidera uma trupe de desajustados em um podcast de investigação do insólito. É autor da série Demônios, Bruxas e Vagantes, que já conta com milhares de livros vendidos pelo Brasil.


Mundo Freak - O portal Mundo Freak nasceu em agosto de 2012, fundado pelo escritor Andrei Fernandes, pela publicitária Ira Morato e pelo professor de história Rafael Jacaúna, se destacou com o tema de mistérios e casos insólitos. Com mais de 350 mil ouvintes é referência na mídia podcast.


Pandora - Renata Delfiol - Mais conhecida como @Pandora, é pós-graduada em comunicação digital para mídias sociais, já tendo trabalhado para grandes empresas do mercado nacional. Atualmente, se foca em fazer com que sua grande paixão por terror, ficção, coisas nerds e misteriosas se materialize na forma da SP Fantástika.


MJ Macedo - Quadrinista, escritor, diretor e consultor do mercado de entretenimento e cultura pop - sendo grande estudioso do tema.


Stuplendo - Uma empresa especializada em criar propriedades intelectuais, transformando-as em animações, games, quadrinhos e franquias para o mercado nacional e internacional.


Serviço

São Paulo Fantástika
Data: 10 de agosto, sábado, das 10 às 21 horas
Local: Associação Hokkaido - R. Joaquim Távora, 605 - Vila Mariana, São Paulo
Ingressos: a partir de R$35,00 no Sympla - bit.ly/SPfantastik

TECNOLOGIA QUE REDUZ CASOS DE GLAUCOMA

Entre as novidades digitais que serão abordadas está o Preceyese, plataforma projetada para reduzir o risco de glaucoma, melhorando seu tratamento por meio da detecção precoce e do aperfeiçoamento de monitoramento e manejo.

A doença, que atinge o nervo traseiro do olho e pode causar cegueira, já afeta 900 mil pessoas no Brasil. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, OMS, alcançará 80 milhões de indivíduos no mundo inteiro em 2020.

Em sua conferência, Pini mostrará como dados de saúde gerados e armazenados de forma simples e em conjunto com médicos, profissionais da saúde e os próprios cidadãos, já solucionam demandas de atenção primária sem que as pessoas precisem sair de casa ou de suas comunidades.

O Preceyse é um desses exemplos. O especialista afirma que essa pode ser a solução para populações distantes, que não têm acesso à assistência de qualidade.

O Global Summit trará para o Brasil importantes nomes de referência mundial para discutir a nova era da Saúde Digital e o futuro da Telemedicina na profissão. Pini e diversos outros especialistas compartilharão suas experiências em nações de mercados mais maduros sobre inteligência artificial, machine learning, dispositivos vestíveis e outros temas relevantes e atuais.

Lembrancinhas de papel para festas e casamentos

segunda-feira, 22 de julho de 2019

5 dicas para as férias mais sustentáveis


*Marcus Nakagawa

As férias escolares de julho são muito importantes para os alunos do Ensino Infantil, Médio e também para quem está na Universidade darem aquela pausa, respirarem e se prepararem para o próximo semestre. Vejo meus alunos passeando, indo para vários lugares ou simplesmente curtindo o seu cantinho. Meus filhos e seus amigos ficam ansiosos para as férias, e lá no finalzinho, já com saudades da escola e da convivência diária com os professores e colegas.

Mas será que dá para sermos um pouco mais sustentável dentro deste período tão intenso de emoções e passeios?

No turismo, academicamente, existem vários estudos de hotéis mais verdes, passeios mais sustentáveis e ecoturismo. Inclusive, alguns indicadores específicos para mostrar todos os pilares da sustentabilidade neste segmento de mercado: o ambiental, o social e o econômico. Na Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), inclusive, existe o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade com vários casos de hotéis, agências de viagem, roteiros e parceiros de turismo. Um dos parceiros desta premiação é o Ministério do Turismo, que possui um mapa que visualme­­­­nte conseguimos achar as cidades e os locais com as iniciativas premiadas desde 2012. A Report Linker mostrou no seu relatório Global Sustainable Tourism Market que até 2023, o turismo sustentável terá uma Taxa de Crescimento Anual Composta superior a 10%.

Além dos dados e casos, o importante é o viajante, turista ou a pessoa de férias ser mais sustentável. Com base neste pensamento separei cinco principais pontos do meu livro “101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo” para que nestas férias você já comece a atuar.

Viaje para uma cidade sustentável
Uma cidade sustentável é aquela que busca uma correta destinação dos resíduos sólidos e um melhor ordenamento do ambiente. Além de, claro, diminuir a poluição (sonora e atmosférica), melhorar a mobilidade, a eficiência energética e a economia de água. Sempre pensando nos seres humanos que vivem nela. Dentro do Brasil, existem várias cidades que são consideradas mais sustentáveis, dentro de vários rankings e listagens. Que tal estas três para começar: Londrina e Curitiba, ambas no Paraná, e João Pessoa, na Paraíba. 

Compre produtos de ONGs de presente para seus amigos

ONGs são Organizações Não Governamentais sem fins lucrativos criadas para atuar em locais ou situações em que o estado é pouco presente ou para resolver problemas da nossa sociedade muito específicos e particulares. Todas fazem parte do Terceiro Setor e são associações ou fundações privadas com interesse público. Algumas áreas em que atuam são combatendo a pobreza, melhorando a saúde, educação, as diferenças sociais, protegendo os animais e o meio ambiente, ajudando a desenvolver uma consciência acerca da sustentabilidade entre diversas outras coisas. Geralmente nos locais turísticos existem Associações e Ongs vendendo suas obras, produtos e gastronomia local. Veja a procedência e desfrute a economia regional, comprando e consumindo produtos e serviços locais, desenvolvendo e fortalecendo este ponto turístico e levando uma lembrancinha bacana com história para o seu amigo ou amiga.

Encontre mais seus amigos de infância

Ter amigos e amigas é uma das melhores coisas do mundo, tanto para o nosso psicológico quanto para nossa saúde física. Amigos e amigas são as pessoas que nos apoiam em nossos sonhos e ideias, contudo, verdadeiros amigos e amigas são aqueles que, além do apoio, também mantém nossos pés no chão e nos puxam de volta para a realidade quando precisamos. Mas o dia a dia faz com que nos afastemos ou não dê tempo de ficar muito com eles. Que tal você encontrá-los nas férias? Marcar um local turístico para irem conhecer juntos? Ou simplesmente fazer uma lista e marcar com cada um deles, um jantar ou um café? Serão férias inesquecíveis.

Converse com alguém diferente de você


Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU prezam pela vida humana, sem exceções de etnia, e planejam alcançar a igualdade e dignidade para todos ao redor do mundo. Sempre baseados na Declaração Universal dos Direitos Humanos, a base para a convivência das pessoas neste planeta. Um dos temas que mais caracteriza a humanidade de hoje é a diversidade. As tecnologias e a globalização fizeram muitos pensamentos, culturas e costumes se destacarem e mostrarem como são diferentes. A quantidade de povos que habita nosso planeta e divide o espaço de um país ou de uma cidade é enorme. Nestas férias busque conversar com um monte de gente diferente de você para enriquecer sua cultura, alma e inteligência. Geralmente, temos uma tendência a ficar perto dos nossos “iguais”, mas aproveite as férias para conhecer outros “mundos” mentais e comportamentais.

Assista a filmes e documentários com temas de sustentabilidade

Uma das melhores formas de se aprender é usar a diversão como forma de ensino ou associando o contexto de aprendizagem a algo que gostamos muito. E uma das ações mais importantes para ajudar a tornar o mundo um lugar mais sustentável é a busca da informação e do conhecimento. Entendendo a mensagem e o conceito que a sustentabilidade deseja alcançar, fica mais fácil de aplicar as ações para o desenvolvimento sustentável. E para você que vai curtir as férias em casa existem vários filmes e documentários sobre esta temática. Alguns, inclusive, abertos e gratuitos em sites como YouTube ou divulgados nas redes sociais.

Espero que tenha gostado das dicas. Muitas pessoas, por falta de conhecimento, podem considerar todos esses argumentos uma grande bobagem e chegam a causar até certo desânimo no meio de uma conversa. Mas se você acompanha os problemas que o mundo e as pessoas vêm enfrentando significa que entende os impactos que pequenas ações podem ter. E juntos vamos buscando a real transformação, ou a verdade. Boas férias cada dia mais sustentáveis!

*Marcus Nakagawa é professor da ESPM; coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS); idealizador e conselheiro da Abraps; e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida. Autor dos livros: 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo e Marketing para Ambientes Disruptivos.
www.marcusnakagawa.com, www.blogmarcusnakagawa.com

terça-feira, 16 de julho de 2019

Patch Adams confirma presença no CONARH 2019


Médico e ativista pela paz, justiça e cuidado aos outros é um dos destaques do congresso

Patch Adams, médico e ativista, mais conhecido por viajar o mundo visitando hospitais vestido de palhaço, está confirmado como palestrante na 45ª edição do CONARH (Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas), um dos maiores eventos sobre gestão de pessoas do mundo, que acontece entre 13 e 15 de agosto, no São Paulo Expo (SP).

Criador do The Gesundheit Institute, uma organização sem fins lucrativos com a missão de reformular a ideia tradicional de hospital, prezando pela saúde não só do doente, mas também da família, da comunidade e da sociedade como um todo, Patch Adams viaja o mundo com sua equipe de palhaços, incluindo zonas de guerra e acampamentos de refugiados.



Com a palestra “Os desafios globais dos Recursos Humanos e sua influência nos negócios”, o médico vai abordar como a contínua valorização das pessoas tem influenciado as empresas a olharem mais fortemente para a capacitação de seus funcionários, e como isso faz com que a área de Recursos Humanos assuma um papel estratégico nas organizações, formando líderes, equipes engajadas e comprometidas com os resultados de forma geral.

Os ideais colocados em prática por Patch Adams têm total sinergia com o tema central do CONARH: #Humanize, que tem como objetivo mostrar que, apesar da tecnologia permear cada vez mais o dia a dia das organizações, a peça fundamental em todos os processos é o ser humano.
“O que significa humanizar? Eu gosto da ideia romântica de que quando somos humanizados somos gentis, amáveis, caridosos e não somos nocivos. Então aí vou eu, preparados ou não”, diz Patch Adams sobre sua participação no CONARH 2019.


A visão da área da saúde

Também da área da saúde, Ana Claudia Quintana Arantes, médica e sócia-fundadora da Associação Casa do Cuidar - Prática e Ensino em Cuidados Paliativos, organização social sem fins lucrativos que atua na assistência integral para pacientes e familiares que estejam diante de uma doença grave que ameace a continuidade da vida, marca presença no CONARH 2019 com a palestra “A morte é um dia que vale a pena viver”.

Ana Cláudia irá compartilhar suas experiências pessoais e profissionais que incentivam as pessoas a cultivarem relações saudáveis e a cuidarem de si próprias com a mesma dedicação com que cuidam de parentes e amigos, sem deixar de fazer aquilo que têm vontade e as torna felizes. Esta palestra apresenta uma reflexão fundamental para os dias de hoje, tempo em que vivemos com a sensação permanente de que estamos deixando a vida. Um grande exemplo das chamadas competências humanas fundamentais, principalmente em um mundo digital.

Ambas as palestras, a de Ana Cláudia Quintana Arantes e a de Patch Adams, vão fazer parte da Trilha de Conhecimento Estratégia. As outras trilhas são Cultura, Liderança e Talentos, Digital, e Mercado e Tendências. Para saber mais, acesse www.conarh.org.br/.

45º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas
Data: 13, 14 e 15 de agosto de 2019
Local: São Paulo Expo
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, s/n - Km 1,5 - Vila Água Funda


Sobre a ABRH-Brasil

A ABRH-Brasil, presidida por Paulo Sardinha, está presente em 21 Estados e no Distrito Federal. As seccionais são desvinculadas juridicamente e independentes, integradas na missão de promover o desenvolvimento dos profissionais de RH e gestores de pessoas por meio de eventos, pesquisas e troca de experiências, além de colaborar com os poderes públicos e demais entidades nos assuntos referentes à sua área de atuação.

Filiada à WFPMA (World Federation of People Management Associations) e à FIDAGH (Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana), a ABRH-Brasil é cofundadora e integra a CRHLP (Confederação dos Profissionais de Recursos Humanos dos Países de Língua Portuguesa), fundada em 2010.

Contrata SP terá 50 empresas com mais de 1.000 vagas de emprego para pessoas com deficiência



Ação promove a inclusão de profissionais com deficiência e reabilitados do INSS conta com salários que chegam a R$ 5.000

Nesta quinta-feira, 18 de julho, a Prefeitura de São Paulo realiza a 7ª edição do Contrata SP voltado para a empregabilidade de profissionais com deficiência e reabilitados do INSS. O atendimento gratuito ocorrerá na Universidade Mackenzie - Prédio 30, região central, das 9h às 17h e contará com mais de 1.000 vagas ofertadas por cerca de 50 empresas.

Os candidatos a uma recolocação profissional terão acesso a empresas de diversos segmentos como Starbucks, Caoa, Latam, CIEE, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Viação Metrópole Paulista, Unisys, Paineiras Soluções Profissionais, Cervejarias Kaiser Brasil, Grupo Fleury, entre outras.

Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade, incluindo ensino técnico e estágios. Os salários variam entre R$ 533 (para aprendizes em supermercados) a R$ 5.000, na área de enfermagem.

Os candidatos ainda podem participar da seleção para 30 oportunidades de coordenadores de restaurante, que exige o ensino médio completo e pelo menos seis meses na função. Outras 30 posições estão à disposição para atuar como recepcionista em sistema de escala, com salário de R$ 1.195.

O Contrata SP traz também 44 vagas para quem está cursando ou possui o ensino superior completo. Há cargos gerenciais nas áreas comercial e de tecnologia, assim como na categoria de analistas de recursos humanos. marketing e de finanças.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, o Contrata SP é um evento já consagrado junto às pessoas com deficiência na cidade de São Paulo. “São esforços conjuntos dos órgãos municipais que evoluem a cada edição. Seja na organização ou na busca incessante para promover a empregabilidade desses profissionais, o Contrata SP se consolidou como uma importante ferramenta para a recolocação profissional”, destaca.

Os interessados devem comparecer com currículos e documentos pessoais (RG, CPF, Carteira de Trabalho, laudo ou certificado de reabilitação profissional). Também é possível fazer um cadastro prévio para evitar filas no dia pelo site:www.bit.ly/ContrataSP7candidatos .

As ações nas zonas oeste, leste, sul e centro já receberam mais de 3.600 inscritos, sendo que 400 já foram contratados. Segundo dados do Censo 2010 do IBGE, na cidade de São Paulo vivem quase 2,8 milhões de pessoas com deficiência. Dentre elas, 500 mil fazem parte da população economicamente ativa e apenas 42,8 mil estão empregadas com contrato formal.

Com o intuito de aumentar este número, foi sancionada em 1991 a Lei de Cotas (Lei Federal nº 8.213). A legislação exige que as empresas com mais de 100 funcionários destinem de 2% a 5% dos postos de trabalho para pessoas com deficiência, porém, esse percentual nem sempre é cumprido.

“Ainda temos muito a evoluir na prática para tornar essa política afirmativa ainda mais efetiva. Hoje, a legislação é cumprida por apenas 50% das empresas sujeitas a ela. Os motivos são, principalmente, o preconceito e a falta de informação, ainda latentes em empresários, executivos e, sobretudo, gestores de RH, que enxergam deficiência como incapacidade”, afirma Cid Torquato, Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência.

O profissional com deficiência que não tiver a carteira de trabalho não precisa se preocupar. O CATe também realizará no evento a emissão da carteira de trabalho na primeira ou segunda via para pessoas a partir de 14 anos de idade. Para a emissão do documento a pessoa precisa levar RG, certidão de nascimento ou de casamento original e uma foto recente 3x4. No caso de segunda via também deverá levar a carteira anterior ou qualquer documento que contenha o número e a série da carteira de trabalho antiga.

O Contrata SP oferecerá também serviços que vão ajudar e orientar o trabalhador, entre eles:
• Orientação sobre benefícios previdenciários (INSS).
• Orientação sobre elaboração e cadastro de currículos (CATHO).
• Inscrição para vagas de estágio, disponíveis na Prefeitura de São Paulo (CIEE).
• Orientação sobre Direitos e Deveres da população com deficiência (CMPD).
• Orientação sobre os serviços da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência – SMPED.
• Orientação sobre Direitos trabalhistas (MPT).
• Orientação sobre serviços oferecidos pelos sindicatos dos trabalhadores e empregadores.

Serviço: Contrata SP 7ª Edição
Local: Universidade Mackenzie - Prédio 30 (Mackgrafe)
Endereço: Rua da Consolação, 930 (próximo ao metrô Higienópolis – Mackenzie)
Horário: 9h às 17h
Inscrições candidatos: www.bit.ly/ContrataSP7candidatos
Inscrições Empresas: www.bit.ly/ContrataSP7empresas
Mais informações: (11) 5667-5580 ou (11) 99973-8710


segunda-feira, 15 de julho de 2019

Shopping Penha terá Campanha contra tríplice viral


Ação é preventiva contra sarampo rubéola e caxumba


Amanhã (16) e sábado (20), o Shopping Penha recebe a Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo, rubéola e caxumba. A vacina tríplice viral é indicada para pessoas a partir de 15 anos.

Para participar é necessário levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e RG e estar dentro dos parâmetros da OMS. Como a vacina possui contraindicações, profissionais capacitados estarão à disposição no local para fazer as checagens necessárias e auxiliar nas dúvidas da população.

Campanha de Vacinação no Shopping Penha

DATA: 16 e 20 de julho

HORÁRIO: 10h30 às 17h no dia 16/07 | Das 10h às 16h no dia 20/07

LOCAL: Piso térreo – próximo à loja Via Uno

Endereço: Rua Dr João Ribeiro, 304, Penha de França/ São Paulo

Mais Informações: (11) 2095-8240 - http://www.shoppingpenha.com.br/


terça-feira, 9 de julho de 2019

Grupo Joining Forces faz levantamento inédito sobre direitos das crianças no Brasil



Relatório, que será apresentado no dia 10, mostra retrocesso em direitos e dá voz às crianças de todo o Brasil; os dados serão comparados com o mundo


Desde 2015 o Brasil passa por retrocessos nos direitos sociais das crianças e adolescentes, é o que mostra o relatório inédito “Child Rights Now – Análises da Situação dos Direitos da Criança”, feito pelo Grupo Joining Forces. O levantamento compara tópicos relacionados aos direitos das crianças e adolescentes à luz dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU para 2030, com dados desde 1990, quando o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) foi criado. Destaque também para a voz dos principais interessados no tema: crianças e adolescentes do Brasil inteiro se reuniram em grupos focais para dizer o que entendem sobre seus direitos e quais as soluções para garanti-los.

No dia 10 de julho, em São Paulo, o grupo se reúne para debater evidências que permitam observar as tendências de implementação dos ODS que impactam na realização dos direitos das crianças. O tema central será: “Convenção dos direitos das Crianças e Agenda 2030: qual é o diagnóstico do cenário brasileiro? Quais são as conquistas e os desafios atuais?”

A densa pesquisa expõe quatro temas prioritários, considerados críticos e em áreas com necessidade de “virar o jogo”, que estão sendo gravemente violados. Entre eles: acesso à educação de qualidade; convivência familiar; desigualdades, abusos e violências de gênero; e extermínio de adolescentes e jovens negros. Cada um desses tópicos é elaborado com estatísticas e analisado individualmente. O cenário apresentado é alarmante: 33 milhões (61% do total) de crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza ou em privação de ao menos um direito, segundo a UNICEF.

Em relação a cada tema prioritário, os números mostram avanços e retrocessos. No campo da pobreza e desigualdade, o Brasil diminuiu o índice de pobreza extrema de 25,5% para 3,5% entre 1990 e 2012. Já entre 2014 e 2017, esse número dobrou de 5,2 milhões para 11,8 milhões. No que tange os jovens negros, eles constituem 77% do número de adolescentes que cumprem medidas de privação e restrição de liberdade no Brasil. No geral, a soma de adolescentes presos aumentou 58,6% nos últimos seis anos, dado obtido em uma pesquisa do Levantamento Anual do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo de 2018. Outros destaques são os 2,5 milhões fora da escola e as mais de 100 mil meninas que se estima que sofrem violência sexual todos os anos, de acordo com uma pesquisa feita pela Plan International Brasil.

Perguntados sobre os principais problemas que os afetam, as crianças destacam a falta de estrutura familiar, falta de oportunidades, doenças, o crime e as drogas. A adolescente Luanny, de 16 anos do estado do Pará, é apenas um exemplo da realidade de milhões de crianças brasileiras: “Eu morei com meus pais até os 14 anos, mas onde eu morava o ensino só chegava a 7ª serie. E eu tive que escolher: ou ficava lá e me casava cedo, cuidando de filho e roça, ou saia para estudar e trabalhar na cidade em casa de família. Aí eu tive que ir trabalhar na cidade grande aos 14 anos e hoje estudo e cuido da casa de família. Eu varro, lavo a louça, preparo o almoço, faço tudo”.

O relatório estará disponível para download no site das organizações e apresentação será transmitida ao vivo pelas redes sociais do ChildFund Brasil (@childfundbrasil).



Sobre o Joining Forces

O Joining Forces é constituído por cinco Organizações Não-Governamentais (ONGs) Internacionais no Brasil. O grupo traz dados de fontes oficiais junto às vozes de um diverso grupo de jovens, que discutem seus direitos. São eles:

Aldeias Infantis SOS Brasil: a Children’s Villages SOS (Aldeias Infantis SOS Brasil) é uma organização humanitária global de promoção ao desenvolvimento social, que trabalha em todos os estados brasileiros, há mais de 50 anos, na defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes e jovens.

ChildFund Brasil: há 52 anos no país, o ChildFund Brasil - Fundo para Crianças é uma agência humanitária internacional de proteção e assistência a crianças, adolescentes, jovens e famílias em situação de pobreza. Atua nos estados de Minas Gerais, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Amazonas, Piauí, Bahia e Goiás.

Federação Internacional Terre des Hommes: formada em 1966, é a rede que reúne 10 organizações que trabalham pelos direitos da criança e promovem seu desenvolvimento pleno sem qualquer forma de discriminação. No Brasil a Federação está presente desde 1984 com atuação nas regiões norte, nordeste e sudeste.

Plan International: com 80 anos de história, a Plan International é uma Organização não governamental, não religiosa e apartidária que defende os direitos das crianças, adolescentes e jovens, com foco na promoção de igualdade de gênero, atuando em São Paulo, Maranhão, Piauí e Bahia desde 1997.

Visão Mundial: a Visão Mundial é uma organização cristã de desenvolvimento e resposta às situações de emergência. Está no Brasil desde 1975 atuando em todos os estados brasileiros, através de programas e projetos nas áreas de proteção, educação, advocacy e emergência, priorizando crianças e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidades diversas.