Nossos Vídeos

sábado, 13 de novembro de 2021

Restauração de 3600 peças do acervo do Museu da Energia concluída

Aprovação em edital do ProAC garantiu a manutenção



O projeto “Documentação e Transferência do Acervo Museológico da Fundação Energia e Saneamento” foi uma das 11 iniciativas premiadas através do Edital de dezembro de 2019, “Modernização de Acervos de Museus e Arquivos” uma iniciativa do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. “O Museu da Energia segue a sua missão que é de preservar, pesquisar e divulgar o patrimônio do setor de energia e saneamento, e com esse edital vamos inventariar, higienizar e organizar mais de 3600 peças do nosso acervo”, conta Andressa Romualdo, Coordenadora do Acervo da Fundação.

As primeiras fases do projeto, já realizadas, integraram a transferência de parte do acervo de objetos, antes alocada em imóvel da instituição em Rio Claro/SP, para a sede do acervo geral da Fundação, em Jundiaí, com a adequação e reforma de espaço para uma nova reserva técnica.

Com as orientações de uma especialista em conservação e restauro, o acervo foi higienizado, inventariado e acondicionado por um time de especialistas. No momento, estão sendo finalizadas as atividades de fotografia do acervo, visando a difusão, e digitalização das planilhas do inventário.

A coleção reúne uma variedade de itens — desde modelos de luminárias a gás do final dos 1800; variados eletrodomésticos, incluindo alguns dos primeiros aparelhos importados ao Brasil, na primeira metade do século 20; brinquedos importados da Inglaterra e do Japão da década de 1940 e até uma caixa de curativos da década de 1930. Outro objeto curioso, data também da década de 1930, é o escafandro, roupa de mergulho utilizada na manutenção subaquática de usinas elevatórias no Rio Pinheiros.

Com a finalização de todas as fases, a Fundação tem como objetivo criar uma diretriz para a construção da Política de Acervo Museológico, que possa garantir futuramente a identificação e conservação adequada dos objetos, principalmente os que são usados nas exposições do Museu da Energia. “Após a finalização do tratamento técnico desse acervo, pretendemos proporcionar a integração entre o acervo arquivístico, bibliográfico e museológico, material que hoje já pode ser acessado gratuitamente por pesquisadores através do nosso site, de forma a democratizar o acesso ao nosso acervo histórico e à informação”, completa Andressa.

Por conta da pandemia do COVID-19, a finalização da Fundação Energia e Saneamento é que os trabalhos sejam entregues em novembro de 2021.

Peças da Fundação Energia e Saneamento que estão sendo tratadas

- Modelos de luminária a gás do final de 1800;
- Lâmpadas utilizadas na iluminação pública de cidades paulistas no início do século XX;
- Primeiros eletrodomésticos importados para o Brasil, da metade do século XX;
- Ferramentas e equipamentos do sistema de energia de 1930;
- Brinquedos importados da Inglaterra e do Japão da década de 1940;
- Caixa de curativos da década de 1930.





É possível preservar a fertilidade no câncer de colo de útero?


O tema será um dos tratados no XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica que acontece on-line de 17 a 20 de novembro. Para falar sobre esse assunto fundamental para muitas mulheres diagnosticadas com câncer de colo de útero, colocamos à disposição o cirurgião oncológico e presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO), Alexandre Ferreira Oliveira.

A questão da fertilidade nos casos de câncer de colo de útero é importante porque a doença pode sim comprometer o desejo da mulher ter filhos, a depender, por exemplo, do tipo de tratamento que ela deverá fazer. Assim, no caso de mulheres que desejam ter filhos, o assunto deve ser discutido com o médico antes do tratamento, no momento do diagnóstico. Há alternativas que vão desde a preservação da fertilidade por cirurgias conservadoras até o congelamento de óvulos-embriões coletados do útero, antes do tratamento de radioterapia ou quimioterapia para futura fertilização in vitro.

Doença acomete mulheres de todas as idades

Esse tipo de câncer pode acometer mulheres de todas as idades, inclusive as que se encontram em idade reprodutiva. O câncer de colo de útero (sem considerar o câncer de pele não melanoma) é o terceiro tumor maligno mais frequente na população feminina, logo depois do câncer de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Os dados são do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

É viável tratar e manter a fertilidade?

O plano de tratamento do câncer de colo de útero varia de acordo com cada paciente. É preciso considerar o estágio em que a doença se encontra no momento do diagnóstico, o tipo de tumor, o estado de saúde da paciente, as chances de cura etc. Existem diferentes tipos de tratamentos para o câncer de colo de útero. Alguns procedimentos podem interferir na fertilidade e outros não. Um deles, a traquelectomia, procedimento cirúrgico viável para alguns casos selecionados, consiste em retirar do colo do útero, um segmento do istmo uterino e dos paramétrios e linfonodos pélvicos. Em seguida, a parte sadia do útero remanescente é reconectada na vagina.

Isso possibilita que mulheres que seriam submetidas à retirada total do útero mantenham as chances de ter futuras gestações. A cirurgia pode ser feita aberta, por laparoscopia ou técnica robótica. Mas também há situações em que a mulher terá, para garantir bons resultados do tratamento, submeter-se à retirada total do útero e considerar com o médico alternativas para manter a possibilidade de ter filhos.

XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Oncológica e a III Semana de Oncologia
Realização: Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO)
17 a 20 de novembro (formato on-line)
Mais informações e inscrições:
https://www.congressosbco.com.br/


Nickelodeon invade o Natal no Shopping Penha

Empreendimento investe em grande comemoração com direito a sorteio de carro 0Km



O Natal já tem data marcada para começar no Shopping Penha trazendo muita diversão para toda a família. Este ano, a decoração é invadida pelo Mundo Nick. Dora Aventureira, Princesa Nella, Patrulha Canina e outros personagens preferidos da criançada chegam como tema principal da atração. O famoso slime verde, característico da Nickelodeon, também marca presença em toda a cenografia.

A decoração, localizada na Praça de Eventos, abriga uma árvore de 6 metros de altura cheia de enfeites e adereços que remete estar plantada em um gigante tubo de slime. No local, as crianças podem se aventurar no espaço totalmente interativo que conta com cama de gato e até um brinquedão de 5 metros com um Super Escorrega Slime que simula a passagem pelos tubos de geleca verde com direito a escalada e muito mais!

Este ano também é marcado pelo retorno do encontro com o Papai Noel. O bom velhinho espera as crianças de 4 de novembro a 24 de dezembro no trono localizado no Espaço Kids, piso térreo, onde é possível tirar uma foto com Noel seguindo todas as medidas de segurança. Além disso, as crianças podem escrever cartinhas pedindo o que desejam ganhar de presente.

Para complementar ainda mais a experiência, o empreendimento realiza 9 paradas com a participação de personagens natalinos que desfilam pelos pisos do shopping trazendo muita alegria e diversão para essa época tão especial.

“Apostamos no retorno do Natal resgatando toda a magia que a data merece para que nossos clientes e visitantes tenham uma experiência totalmente imersiva e que encante crianças e adultos de todas as idades” afirma Débora Blanco, gerente geral do Shopping Penha.

Como o Natal é época de presentes, o empreendimento também investe na campanha promocional “Natal Inesquecível”, em que a cada 250,00 reais em compras, realizadas de 4 de novembro a 9 de janeiro, os clientes concorrem a um Renault Duster 0km.



Serviço
Encontro com o Papai Noel
Quando: Até 24/12

Promoção “Natal Inesquecível”
Quando: Até 9/01

Shopping Penha
Endereço: Rua Dr. João Ribeiro, nº 304 - Penha‎ - São Paulo, SP
Mais informações: (11) 2095-8237 – www.shoppingpenha.com.br