Nossos Vídeos

sábado, 13 de novembro de 2021

Restauração de 3600 peças do acervo do Museu da Energia concluída

Aprovação em edital do ProAC garantiu a manutenção



O projeto “Documentação e Transferência do Acervo Museológico da Fundação Energia e Saneamento” foi uma das 11 iniciativas premiadas através do Edital de dezembro de 2019, “Modernização de Acervos de Museus e Arquivos” uma iniciativa do Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. “O Museu da Energia segue a sua missão que é de preservar, pesquisar e divulgar o patrimônio do setor de energia e saneamento, e com esse edital vamos inventariar, higienizar e organizar mais de 3600 peças do nosso acervo”, conta Andressa Romualdo, Coordenadora do Acervo da Fundação.

As primeiras fases do projeto, já realizadas, integraram a transferência de parte do acervo de objetos, antes alocada em imóvel da instituição em Rio Claro/SP, para a sede do acervo geral da Fundação, em Jundiaí, com a adequação e reforma de espaço para uma nova reserva técnica.

Com as orientações de uma especialista em conservação e restauro, o acervo foi higienizado, inventariado e acondicionado por um time de especialistas. No momento, estão sendo finalizadas as atividades de fotografia do acervo, visando a difusão, e digitalização das planilhas do inventário.

A coleção reúne uma variedade de itens — desde modelos de luminárias a gás do final dos 1800; variados eletrodomésticos, incluindo alguns dos primeiros aparelhos importados ao Brasil, na primeira metade do século 20; brinquedos importados da Inglaterra e do Japão da década de 1940 e até uma caixa de curativos da década de 1930. Outro objeto curioso, data também da década de 1930, é o escafandro, roupa de mergulho utilizada na manutenção subaquática de usinas elevatórias no Rio Pinheiros.

Com a finalização de todas as fases, a Fundação tem como objetivo criar uma diretriz para a construção da Política de Acervo Museológico, que possa garantir futuramente a identificação e conservação adequada dos objetos, principalmente os que são usados nas exposições do Museu da Energia. “Após a finalização do tratamento técnico desse acervo, pretendemos proporcionar a integração entre o acervo arquivístico, bibliográfico e museológico, material que hoje já pode ser acessado gratuitamente por pesquisadores através do nosso site, de forma a democratizar o acesso ao nosso acervo histórico e à informação”, completa Andressa.

Por conta da pandemia do COVID-19, a finalização da Fundação Energia e Saneamento é que os trabalhos sejam entregues em novembro de 2021.

Peças da Fundação Energia e Saneamento que estão sendo tratadas

- Modelos de luminária a gás do final de 1800;
- Lâmpadas utilizadas na iluminação pública de cidades paulistas no início do século XX;
- Primeiros eletrodomésticos importados para o Brasil, da metade do século XX;
- Ferramentas e equipamentos do sistema de energia de 1930;
- Brinquedos importados da Inglaterra e do Japão da década de 1940;
- Caixa de curativos da década de 1930.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.