Nossos Vídeos

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Sustentabilidade é tema de discussão entre jornalistas

Terça-feira (30/9), no espaço Rosa Rosarium no bairro de Pinheiros, foi realizado um seminário com a entrega do 8º Prêmio Ethos de Jornalismo. O evento reuniu aproximadamente uma centena de profissionais, ligados à todas as áreas da comunicação, para discutir e avaliar a postura do jornalista em relação ao tema de “sustentabilidade” em suas matérias.
Aspectos interessantes vieram à tona, quando alguns profissionais mencionaram a dificuldade em inserir nas redações o respectivo tema, sendo muitas vezes barrado pelos seus editores ou chefes de redação, devido aos interesses comerciais dos veículos de comunicação. Muitas vezes, a denúncia que o jornalista apresenta, tem a ver com o anunciante do veículo, fazendo com que o caso “seja abafado”, o que distancia o profissional do compromisso ético de informar a veracidade dos fatos.
Os jornalistas foram levados a fazer um auto-questionamento, quanto aos seus princípios e o das empresas para as quais prestam serviços em relação às atitudes de “responsabilidade social” que possuem. Durante a oficina, foram apresentadas sugestões para serem aplicadas no cotidiano, em busca de informações e a persistência em debater o assunto.
A categoria mencionou a questão dos poluentes, do trabalho escravo que ainda existe e do impacto causado pela ação do ser humano na natureza. “Temos apenas seis anos para informar e incentivar a população, de um modo geral, para a tomada de novas atitudes em relação à preservação do meio-ambiente, antes que seja tarde demais”. Após este período, estaremos num caminho sem volta, onde homens e animais sentirão o pesado fardo do saldo negativo da destruição, que será irreversível.
Durante os debates, foram estimulados ao questionamento de suas consciências: se estão investigando as entrelinhas das notícias que recebem; se questionam a “maquiagem verde” que as empresas estão apresentando; afinal, hoje em dia, parece que todo o mundo está preocupado com as questões do impacto ambiental e grandes empresas estão fazendo marketing com ele.
A conclusão que eu cheguei é que “nem tudo que reluz é ouro”. É preciso olhar de perto as ações das empresas que estão “vendendo o seu peixe” usando a sustentabilidade e preservação do meio-ambiente, como lobos disfarçados em pele de cordeiro. Que nós, mortais consumidores, devemos prestar mais atenção nos produtos que estamos comprando, consumindo e na medida do possível, procurar saber qual a origem deles. Se as empresas que estamos ajudando a sustentar com as nossas compras, estão cumprindo o “verdadeiro” papel de responsabilidade social e sustentabilidade do planeta.
Devemos conversar com nossos amigos, conhecidos e parentes. Tentar saber em qual empresa eles trabalham e questioná-los: como são tratados na empresa? Ela cumpre com o seu papel de empregadora? Possui alguma política de preservação ambiental? Tem alguma responsabilidade com o social? DE FATO!
Partindo deste princípio, defendendo a preservação planetária, teremos a coerência de saber se este ou aquele produto merece ser comprado com o nosso dinheirinho. “Um por todos e todos por um!” Unidos, devemos boicotar as empresas que estão acabando com o nosso planeta, pôr a "boca no trombone" e gritar pra todos ouvirem, não compartilhar de interesses econômicos com quem está nos destruindo com interesses capitalistas imediatistas.
Muita gente ainda acha que falar de preservação de meio-ambiente e sustentabilidade é tolice. Mais do que nunca, precisamos compreender que a natureza linda ou feia, continuará existindo. Existem belezas num deserto onde humanos não teriam a menor chance de sobrevivência. A natureza continuará se modificando séculos adiante. O ser humano é que precisa entender que pelo menos por enquanto, não temos pra onde ir quando tudo isto aqui virar pó.
Quando a raça humana e os animais desaparecerem do planeta. A mãe natureza, ou o que sobrar dela, continuará encontrando formas e maneiras de se reinventar microscópicamente, assim como em Marte, Vênus e outras estrelas da galáxia. Raça humana, a escolha é sua: se quiseres, "do pó viestes e AO PÓ retornarás".
*
*
*
PUBLICIDADE:
RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS!
www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.