Nossos Vídeos

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Setembro Amarelo: Endometriose pode deixar mulheres mais vulneráveis à depressão e tentativa de suicídio

Diagnóstico tardio e falta de apoio de pessoas próximas podem agravar problemas relacionados à saúde mental das portadoras da endometriose



Desde 2016, o blog A Endometriose e Eu, comandado por Caroline Salazar, aborda a importância da campanha Setembro Amarelo entre suas seguidoras. O movimento, que visa a conscientização e prevenção ao suicídio, chama a atenção da endoativista. “Infelizmente no Brasil não há pesquisas que apontam o número de suicídio entre mulheres com endometriose, mas eu me preocupo muito em escutar e acolhê-las, pois muitas delas cometem o suicídio por falta de apoio, de escuta e de carinho”, explica Caroline Salazar, capitã da EndoMarcha Time Brasil, autora do blog A Endometriose e Eu e idealizadora do recém-lançado projeto EndoConectadas.

Ao longo dos 10 anos de blog, Caroline percebe que estes números podem ser altos no Brasil, assim como já foi comprovado em estudo realizado no Reino Unido. Em 2016, a organização Endometriosis UK realizou uma pesquisa e comprovou que 25% das mulheres ouvidas pela instituição tiveram pensamento suicida. Dentre os fatores que contribuem para a depressão e vulnerabilidade mental e emocional das mulheres com endometriose estão o diagnóstico tardio da doença e falhas no tratamento e controle da dor, que podem ser incapacitantes. “Isso sem contar os mitos e rótulos acerca da endometriose, que deixam a endomulher em posição ainda mais delicada”, aponta a endoativista.

No blog, é possível acompanhar uma série de posts sobre a relação entre endometriose e depressão, dicas de como apoiar uma endomulher (e o que evitar dizer a ela, por exemplo), além de frases de portadoras que podem ser encaradas como um alerta para um possível suicídio. O instagram do blog, @aendoeeu realizará lives sobre o assunto nos dias 23 e 30 de setembro. Já o projeto EndoConectadas trará conteúdo especial para abordar o tema entre as assinantes.

Sobre Caroline Salazar

Caroline Salazar é jornalista, autora do blog a Endometriose e Eu e ativista pela conscientização da endometriose. A partir da criação do blog, em 2010, Caroline se tornou referência no assunto entre pacientes, familiares de pacientes e especialistas sobre a doença em todo o mundo. O blog A Endometriose e Eu traz entrevistas e artigos exclusivos, com pesquisadores nacionais e internacionais sobre a doença.

Em 2014, Caroline Salazar capitaneou a primeira edição da EndoMarcha Brasil – a Marcha Mundial de Conscientização Sobre a Endometriose. O Brasil, desde então, lidera a marcha com o maior número de cidades participantes. Em 2019 foram 20 cidades participantes. A Marcha de 2020 foi adiada em decorrência da pandemia da Covid-19.

Caroline, a partir do blog, foi a pioneira no Brasil a abordar assuntos como a dispareunia (dor durante a relação sexual) e seu tratamento, além de disseminar no país o uso do termo Março Amarelo. Também colaborou com a criação do texto do PL 3047/19, apresentado pela deputada federal Daniela do Waguinho (RJ) e que prevê a instituição do dia 13 de março como o Dia Nacional de Luta Contra a Endometriose e a Semana Nacional de Luta Contra a Endometriose. Em agosto de 2020, lançou o primeiro clube de assinatura sobre endometriose, o EndoConectadas, para auxiliar mulheres portadoras da doença em busca de tratamento.


***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0