Nossos Vídeos

terça-feira, 6 de julho de 2010

ONG CRIANÇA SEGURA alerta para os riscos de queimaduras que podem aumentar com a chegada do inverno

Anualmente, mais de 15 mil crianças são hospitalizadas vítimas deste acidente

Com a chegada do inverno, as crianças ficam mais expostas a um sério acidente: a queimadura. O manuseio de líquidos quentes e o uso de aquecedores, por exemplo, tornam-se hábitos comuns com a chegada das baixas temperaturas e podem colocar os pequenos em risco. Por este motivo, a ONG CRIANÇA SEGURA, dedicada à promoção da prevenção de acidentes com crianças e adolescentes até 14 anos, alerta que é preciso ficar atento a alguns cuidados especiais, principalmente dentro de casa.

Com tanto frio, nada melhor que um bom chocolate quente ou uma sopinha para esquentar. Porém, o manuseio de líquidos em altas temperaturas deve ser feito com muita cautela e longe das crianças. Só em 2007, segundo o Ministério da Saúde, 15.392 crianças foram internadas vítimas de queimaduras com líquidos quentes e outras fontes de calor, queimaduras com fogo ou choque elétrico. A escaldadura (quando o líquido entorna sobre a pessoa) é uma das principais causas de queimaduras entre as crianças. Entre crianças com idade zero a quatro anos, a queimadura com líquidos quentes e outras fontes de calor representou a segunda causa de hospitalização considerando todos os outros acidentes.

As crianças são mais vulneráveis à este acidente devido à menor tolerância às temperaturas quentes e a pele mais fina que a dos adultos, por exemplo. Além disso, sofrem queimaduras a temperaturas mais baixas, de maior profundidade e que atingem maior superfície do corpo.

Alguns cuidados essenciais podem ser adotados como: evitar que a criança entre na cozinha, evitar toalhas de mesa (a criança pode puxar e acabar derrubando sobre ele alimentos e líquidos quentes), cozinhar nas bocas de trás do fogão, sempre com os cabos das panelas virados para trás e evitar carregar as crianças no colo enquanto mexe em panelas. Até um simples cafezinho pode provocar graves queimaduras na pele de um bebê. O álcool também é um dos principais riscos. Este produto deve ser evitado na cozinha, para o acendimento de lareiras ou até mesmo na limpeza. O uso de aquecedores também deve ser observado com atenção.

A CRIANÇA SEGURA

A Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público dedicada à promoção da prevenção de acidentes com crianças entre 0 e 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Para cumprir sua missão, desenvolve ações de Políticas Públicas - incentivo à discussão sobre o tema e participação nos diálogos referentes às mudanças e adaptações de instrumentos legais que visem a segurança, saúde e bem-estar da criança; Comunicação - informação e alerta sobre a causa para conscientização da sociedade por meio de campanhas e divulgação de assuntos de interesse público e Mobilização - promoção da sensibilização, conscientização e engajamento de muitas e diferentes pessoas visando à multiplicação da informação, a transformação do meio e a adoção de comportamentos seguros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.