Nossos Vídeos

terça-feira, 21 de abril de 2009

Cervejas artesanais ganham espaço e consumidores fiéis no Brasil

O consumo de cervejas artesanais no Brasil cresce a cada dia. A qualidade da produção nas microcervejarias é de deixar qualquer um boquiaberto. Consumidores que apreciam cervejas de qualidade têm hoje no país, uma gama de opções de artesanais.

Alexandre Bazzo, cervejólogo e proprietário da Cervejaria Bamberg, ressalta que “as microcervejarias artesanais buscam resgatar a cultura cervejeira, e, portanto, oferecem produtos com maior sabor e aromas porque utilizam matéria prima de maior qualidade.”

As cervejas artesanais raramente se utilizam de milho ou arroz em sua composição (que são cereais que não agregam sabor, apenas reduzem os custos), ingredientes usados no processo de fabricação das grandes cervejarias.
Bazzo viaja frequentemente à Europa em busca de ingredientes e métodos de fabricação de cervejas artesanais. É especialista em estilos de cervejas e categórico ao se mostrar contra a imagem passada pela publicidade das grandes marcas de cerveja do país. Para ele, deve haver distinção entre o consumo de cerveja e a farra divulgada. Estilos diferentes como a Altbier são as meninas dos olhos do cervejeiro. Hoje ele é o único no Brasil a produzir este estilo de cerveja, cujas características vão contra tudo o que é incentivado hoje. É uma cerveja vermelha, amarga e com alto teor de lúpulo, ou seja, a antítese do que prega atualmente o mercado dominado pelas grandes cervejarias que investem em bebidas leves e com muito gás.
Para Bazzo, “o brasileiro está aprendendo a beber cervejas artesanais de ótima qualidade e consequentemente passa também a se interessar pelos métodos de fabricação dessas cervejas.”

Exemplo de sucesso no setor, a Bamberg, microcervejaria de Votorantim, SP, foi eleita este ano a melhor pilsen artesanal do Brasil, em degustação promovida pelo caderno Paladar do jornal O Estado de São Paulo. A microcervejaria tem apenas dois anos e produz vários estilos de cervejas, dentre elas a München, Bock, Weizen, Pilsen e a Alt. A Alt, por exemplo, é um estilo de cerveja raro até na Alemanha, seu país de origem, e que foi reproduzido com maestria pela Bamberg.

“Produzir cervejas de alta qualidade, saborosas e aromáticas, é hoje realidade nas microcervejarias do Brasil. A pesquisa, dedicação e utilização de matérias primas de primeira linha na produção são itens fundamentais nesse processo, presentes na maioria das microcervejarias do país”, finaliza Bazzo.

Mais informações através do site http://www.cervejariabamberg.com.br/
*
*
*
Noticia expressa*
*
*
Mural:








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.