Nossos Vídeos

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Peça discute amor, amizade e saudade entre homens >

Discussão sobre amor, amizade e saudade entre homens é tema de ‘Tanto’, peça de João Fabio Cabral -

Qual o verdadeiro valor de uma amizade? Qual o medo em entregar-se a um amor? Saudade é sinônimo de melancolia? Com base nesses preceitos Fábio Rhoden, Guilherme Gonzalez e Gustavo Haddad encenam o roteiro, sobre a direção e autoria de João Fábio Cabral, o espetáculo "Tanto".

Sinopse
Próximo ao fim do ano, três homens verbalizam e vivenciam suas inquietudes e angústias através de histórias que se cruzam e criam entre si um princípio unificador: o amor. Um escritor recém separado, um enfermeiro que cura suas fraquezas através da bebida e por sua adoração por Elis Regina e um jovem recém chegado à cidade cheio de sonhos constroem a narrativa de Tanto. Três homens, três vidas, a mesma história.

Num pequeno cenário que pode representar os vizinhos ao lado de cada um de nós, esses três homens questionam o quão dilacerada pode ser a imagem de alguém que se percebe cheio de saudade, de amor e de desejo próximo ao fim de ano. Uma época em que a maioria das pessoas costuma colocar suas vidas em xeque.

Um livro de Caio Fernando Abreu como presente serve como fio condutor para o despertar de uma paixão. As diferenças individuais entre amigos reforçam como a amizade pode ter o valor de um amor incondicional.

Autoria
O texto inédito é do dramaturgo João Fábio Cabral. Na história ele mergulha com profundidade na alma humana e mostra como os homens são carentes e vulneráveis diante da solidão. É o primeiro espetáculo do autor inteiramente voltado para discutir o amor e a amizade entre homens. Em 2007 o mesmo autor apresentava "Flores Brancas", este voltado para o público gay feminino.

João Fábio Cabral
Considerado um dos principais nomes da nova dramaturgia, J.F.C. é ator formado pela Escola de Teatro Ewerton de Castro. Entre outros espetáculos, destaque para: "Flores Brancas" (Encenada - 2008), "Bem de Longe um Bolero" (Encenada - 2008), "Rosa de Vidro" (Encenada - 2007, 2008 e 2009) Distante" (Encenada - 2007), "Delicadeza" (Encenada - 2007), "Um Refrão Para Desconhecidos e Íntimos" (Encenada - 2006), "Um Inesquecível Presente de Quinze Andares" (Encenada - 2005), "Em Nome Das Coisas Boas" (Encenada - 2003-2004), "Sobre a Neve em Frente a Torre Eiffel" (Encenada em 2008-2009) e Aguardo Notícias da Polônia (A ser encenado em 2009).

Serviço
Até quando : 26 de Julho
Dia 25 com tradução em LIBRAS por Mirian Caxile
Onde: Teatro Augusta - Sala Nobre Rua Augusta, 943 Centro.
Temporada de sexta a domingo
Sexta R$ 20,00 (preço promocional com 50% desconto)
Sábado e Domingos R$ 25,00 (preço promocional com 50% desconto)
Telefone: (11) 3151-4141
Capacidade: 326 lugares
Censura: 16 anos


TANTO – Ficha Técnica

Texto e Direção: João Fábio Cabral
Assistente de direção: Fabiana Carlucci
Com:
Fábio Rhoden
Guilherme Gonzalez e
Gustavo Haddad

Cenografia e direção de arte: Rogério Harmitt
Figurino: André Lama
Iluminação: Gustavo Haddad
Projeto Gráfico: Gabriel Grillo & Evandro Falconi
Fotografia: Fábio Medeiros
Trilha sonora original: Thiago de Almeida Moraes
Sonoplastia e produção musical: Fernanda Galetti
Produção: Guilherme Gonzalez
Produtor associado: Vagner Valério
*
*
*
*
*
PUBLICIDADE:
RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS!
www.kidbrinde.webnode.com.pt

XXVIII Encontro Nacional de Dança > 31/7, 1 e 2/8


Palco do Memorial recebe o XXVIII Encontro Nacional de Dança

O XXVIII Encontro Nacional de Dança (ENDA 2009) acontece nos dias 31 de julho, 1º e 2 de agosto, sexta (às 20 horas), sábado e domingo (às 16 horas e 20h30), no Auditório Simon Bolívar do Memorial da América Latina. O tradicional evento, realizado pelo Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo (SINDDANÇA), apresenta um atual panorama da dança para o público paulistano.

O Encontro vai reune 110 apresentações, distribuídas em cinco espetáculos (cerca de 20 por sessão). Os grupos - oriundos de diversas cidades paulistas - mostram coreografias de até 6 minutos de duração, com as mais variadas formações. A mostra se caracteriza pelo dinamismo nas apresentações e pela variedade nos estilos de dança, que promete agradar a todos os gostos. O público vai apreciar espetáculos de balé clássico, moderno e contemporâneo, dança folclórica e de salão, sapateado, jazz e hip hop.

O ENDA conta com um corpo de jurados que avalia o desempenho dos grupos e escolhe aqueles que mais se destacam. No encerramento do evento serão conhecidos Os Melhores dos Melhores de 2009: premiação que inclui participação garantida no Grande Gala ENDA 2009 (dias 3 e 4 de outubro, também no Memorial), quando será entregue os prêmios em dinheiro, e bolsa de estudos no Brasil e Exterior para aqueles que obtiverem as maiores notas do júri. Pode ainda haver o Prêmio Revelação, mas este dependerá de excepcional qualidade técnica e artística dos concorrentes.

Neste ano, as personalidades do mundo da dança que compõem a banca julgadora são: a coreógrafa Sara Debenedetti (Milão, Itália), Silvio Lemgruber (coreógrafo da Rede Globo), Fernando Calvozo (Diretor de Atividades Culturais do Memorial da América Latina) e Norma Masella (ex-primeira bailarina e ex-diretora do Theatro Municipal de São Paulo).

O ENDA é pioneiro no estímulo à dança no Brasil, inspirando a realização de outros festivais pelo País. Há 28 anos, vem revelando e lançando talentos desta arte, que se projetaram e, hoje, participam de importantes grupos nacionais e internacionais. Atualmente, é presidido por Maria Pia Finochio, que também é diretora do Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo, desde sua fundação, em 1991. Destinado aos profissionais da dança em atividade (com DRT na carteira de trabalho), o Encontro é bastante democrático e contempla também as categorias: amador e semiprofissional. A seleção é feita por ordem de inscrição e os premiados são sempre convidados para a próxima mostra.

O Encontro funciona como uma eliminatória para o Grande Gala ENDA, a festa de apoteose, que acontece no mesmo ano, quando os vencedores são homenageados e apresentam as coreografias campeãs em um grande espetáculo.

XXVIII Encontro Nacional de Dança - ENDA 2009
Curadoria: Maria Pia Finochio
Realização/produção: SINDDANÇA – Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo - www.sinddanca.com.br
Datas: 31 de julho, 01 e 02 de agosto
Local: Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda/SP - Tel: (11) 3823-4600
Horários: sexta (20 horas), sábado e domingo (às 16 horas e às 20h30)
Ingressos: R$ 20,00 (¹/2 entrada: R$ 10,00) – Duração: 2h30 (com intervalo) – Desaconselhável para menores de 5 anos - Capacidade: 800 lugares – Acesso universal. Ar condicionado. Não faz reservas. Estacionamento (Portão 15) sem manobrista: R$ 10,00. Entrada/pedestres: Portão 13. Site: http://www.memorial.sp.gov.br/
*
*
*
Publicidade:






GUARDE UMA RECORDAÇÃO DO SEU PET
IMA DE GELADEIRA E CALENDÁRIOS
KID BRINDE
www.kidbrinde.webnode.pt

COMO LIDAR COM SEUS CLIENTES DEVEDORES

SALIM SAEU

Por

J.B. VILHENA
Presidente do Instituto MVC,
Autor dos livros: Manual das Universidades Corporativas e
Negociação e Influência em Vendas
http://www.institutomvc.com.br/

Com certeza você se lembra da velha piada do Salim, que devendo para Deus e todo mundo, atendia a quem batia à sua porta sempre com a mesma frase “salim saeu”. Isso espantava os cobradores. Um dia um desconhecido que batera a porta de Salim ouviu a mesma resposta e disse que era uma pena, pois ele ali viera para comunicar que Salim herdara uma enorme fortuna. Imediatamente nosso personagem começou a gritar: “senhor não entender. Salim sou eu, Salim sou eu.”

Lembrei da historinha quando um leitor da Revista Venda Mais me perguntou como fazer para cobrar dívidas sem perder o cliente?

Tentando responder a essa “intrigante pergunta”, fiquei pensando, em primeiro lugar, no perfil do devedor. Depois pensei sobre como agir em cada caso. Essas reflexões me trouxeram algumas idéias que quero discutir com você, leitor.

Como é a pessoa que está te devendo:

a) Aquele tipo de cliente que nunca paga na data, preferindo, na maioria das vezes, ir a cartório e mesmo assim negando-se a pagar os juros;
b) Um cliente que sempre atrasa os pagamentos, mas não se importa de pagar os juros e sempre acerta suas contas antes de fazer um novo pedido;
c) Um cliente que sempre pagou em dia, mas que vem enfrentando problemas de fluxo de caixa e te chamou para renegociar prazos;
d) Um enorme picareta, para quem você jamais deveria ter vendido e que tem toda a chance de figurar na sua provisão para devedores duvidosos no próximo balanço.

Se você está lidando com um cliente do tipo (a), minha sugestão é que tente embutir no preço o custo do previsível atraso futuro. Além disso é importante que você também avalie a importância estratégica desse cliente. Pode ser que ele seja responsável por uma parte significativa do rateio de seus custos fixos e isso justifique continuar a vender para ele e esperar até o protesto em cartório para receber, sem juros.

No caso (b) sugiro que você encare os atrasos desse cliente como um componente de seu perfil. Afinal ele atrasa, mas paga os juros e não acumula dívidas. A grande questão que precisamos nos perguntar é se temos suficiente capital de giro para manter as duplicatas desse cliente em carteira. Em caso positivo, ele poderá ser ainda mais lucrativo, pois com as taxas de juros nas alturas, nossos ganhos financeiros podem ser expressivos.

Na terceira situação, recomendo fortemente a abertura de um processo de negociação com o cliente. Compreender uma dificuldade momentânea pode ser uma forma muito inteligente de levar o cliente a se sentir seu “devedor”. Afinal a maioria das empresas não busca compreender dificuldades pontuais e acaba tratando a todos de forma padrão. Não perca a chance de ganhar um aliado.

Na quarta e última situação minha sugestão é que você contrate um escritório de cobrança e efetivamente contabilize aquela venda na rubrica Provisão para Devedores Duvidosos. Se o escritório conseguir receber, ótimo. Caso contrário, paciência. A única coisa que você não pode fazer é cair na tentação de vender novamente para um picareta apenas porque ele vai ajudá-lo a bater a meta do mês.

Se Você está pensando que esse texto só se aplica à área de vendas, saia do “quadrado” e imagine pessoas de suas relações e veja se qualquer semelhança a pessoas vivas ou mortas é ou não mera coincidência.


Se necessitar de outras sugestões de pauta, por favor, consulte os links abaixo:

Treinamento: O Efeito Avestruz - L.A. Costacurta Junqueira
A Criatividade a Serviço das Empresas e dos Colaboradores - Paulo Benetti
Liderança, Obviedade e Simplicidade - José Augusto Neves
Burocracia: A Arte de Transformar Solução em Problema - Américo Marques Ferreira
"Pós-Graduação: Ainda Vale a Pena?" - Francisco Bittencourt
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Via Uno mostra o que preparou para o Verão 2010 na 41º edição da Francal


A marca gaúcha de calçados mostra na feira porque Marrakesh e a moda tem tudo a ver.

A Via Uno inicia no dia 14 de julho sua participação na Francal – Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes, e é lá, entre os casting de grande redes que a marca gaúcha mostra o que preparou para o Verão 2010.

O Verão Via Uno foi inspirado em Marrakesh, na etnia milenar da cidade, sua cultura e riqueza natural. Na coleção tons da terra, como o areia e os pasteis predominam na cartela de cores. Os modelos são exuberantes e carregados de pormenores.

Paulo Kieling, diretor de marketing da marca será o porta voz da empresa.


Serviço:
41º Francal
De 14 a 17 de julho
Local: Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1209

*
*
*
*
*
*
Publicidade:

TREINAMENTOS DE COMBATE A INCÊNDIOS DEIXAM A DESEJAR, ADVERTE ESPECIALISTA

A falta de legislação e instruções de brigadas de incêndio foram alguns dos fatores que contribuíram para grandes catástrofes no passado. Hoje, apesar da evolução tecnológica, os treinamentos de combate a incêndios ainda continuam insuficientes

Após grandes incêndios ocorridos na década de 70, nos Edifícios Andrauss e Joelma, autoridades responsáveis sentiram a urgência de atualizar o “Código de Obras – Artur Saboya” e criar o CONTRU (Departamento de Controle de Uso do Imóvel) com o intuito de fiscalizar edifícios com alto risco de incêndio.
Segundo o Diretor do Ibape/SP – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo, Engº Civil e de Segurança do Trabalho Paulo Palmieri Magri, a evolução tecnológica dos últimos anos proporcionou a melhoria dos equipamentos e materiais de combate a incêndios, e o aperfeiçoamento de estudos e profissionais do setor, porém, no que diz respeito aos treinamentos e ensaios de evacuação dos edifícios, os resultados continuam abaixo das expectativas. “Grande parte dos edifícios possuem brigadas de incêndio fictícias, apenas para atender a legislação e driblar as multas, e se aproveitam da falta de fiscalização do CONTRU, que não é capaz de atuar na fiscalização e prevenção da cidade de São Paulo devido o número reduzido de Engenheiros”, explica.
O fato é que a falta de manutenção em segurança, saídas de emergência muitas vezes obstruídas, materiais combustíveis em excesso nas decorações dos edifícios e a redução de profissionais capacitados podem facilitar a ocorrência de novas catástrofes.
De acordo com Paulo Magri, providências precisam ser tomadas no sentido de conscientizar a sociedade, e mostrar que a participação em cursos de primeiros socorros e realização de treinamentos específicos regulares são fundamentais. “Uma disciplina que trate da segurança do trabalhador e do usuário deve ser implantada nos currículos escolares, enquanto nas universidades deve ser criada a disciplina de Engenharia de Segurança Contra Incêndios para todos os cursos de Engenharia e Arquitetura”, conclui.
O Engenheiro acredita que somente com a conscientização de que tais treinamentos e ensaios de evacuação são prioritários, é que poderemos dizer que novas e grandes catástrofes, com um número elevado de mortos, serão remotas no Brasil.

Fonte:
Paulo Palmieri Magri: Graduado em Engenharia Civil e de Segurança do Trabalho, Mestre pelo IPT/SP e Diretor do IBAPE/SP – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo.
*
*
*
*
*
Publicidade:

MISSA DE AÇÃO DE GRAÇAS pela recuperação do PADRE TICÃO de Ermelino Matarazzo

Após alguns dias internado no Hospital Santa Marcelina e passar por uma cirurgia, o Padre Ticão recebeu alta e para alegria de todos, já está em casa.

Entretanto, para favorecer sua recuperação, ele recebeu orientação médica para evitar as visitas por enquanto.
O Padre Ticão reconhece todo o carinho e a amizade que possui e agradece a todos pelos momentos que passaram preocupados, pelas manifestações de carinho e por todas as orações pela sua saúde.
Agora, ele quer compartilhar a alegria de ter superado este momento e agradecer a Deus pela sua recuperação e também os seus 31 anos de sacerdócio.
E quer celebrar junto com você. A sua presença trará muita alegria ao Padre Ticão.
Venha celebrar neste próximo domingo, dia 12 de julho de 2009 às 19hs a Missa de Ação de Graças Pela Saúde e por 31 anos de ordenação sacerdotal do Padre Ticão.
Será na Paróquia São Francisco de Assis, Rua Miguel Rachid 997 – Ermelino Matarazzo. Qualquer dúvida, ligue para o fone 2546-4254.

CELEBRAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS
Pela Recuperação da Saúde e 31 anos de Sacerdócio do Padre Ticão

Dia 12 de julho às 19hs
Local: Paróquia São Francisco de Assis
Rua Miguel Rachid 997 – Vila Paranaguá – Ermelino Matarazzo
Fone para informações: 2546-4254
 
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt