Nossos Vídeos

quarta-feira, 15 de julho de 2009

22 Postos de atendimento da Fazenda serão desativados

Modernização dos canais de atendimento permite desativação de 22 postos da Fazenda no Estado

A maturidade e o desempenho dos canais não-presenciais de atendimento aos contribuintes da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo e parcerias com prefeituras vão permitir a desativação de 22 postos de atendimento em todo o Estado ainda este mês. Outros 13 serão remodelados. A crescente adesão a novas ferramentas de atendimento – pela internet e pelo telefone –, com conseqüente redução na procura pelas unidades físicas da Secretaria, levou à reformulação, que passa a valer no dia 24 de julho. Na Capital serão fechados os postos do Tatuapé, Santana e Ipiranga.
A Secretaria da Fazenda esclarece que nenhuma demissão será feita por conta das adequações. Todo o pessoal ocupado atualmente será reaproveitado na estrutura da Fazenda e nas prefeituras parceiras. Com o fechamento dos postos, cerca de 100 agentes serão deslocados para o trabalho efetivo de fiscalização.
A modernização dos processos na Secretaria da Fazenda foi o principal fator que tornou esses postos de atendimento presencial desnecessários. Atualmente, a maior parte dos serviços procurados pode ser encontrada na internet, no Posto Fiscal Eletrônico. Acessando o endereço http://pfe.fazenda.sp.gov.br, o contribuinte pode, com comodidade e segurança, resolver grande parte de suas demandas, como aberturas e alterações cadastrais, solicitações de autorização de impressão de documentos fiscais e entrega de informações econômico-fiscais. Além desse canal, o cidadão pode ainda acessar serviços pelo Fale Conosco (correio eletrônico) ou pelo telefone (0800 170 110).
A migração dos processos para o meio digital é uma meta da Fazenda para tornar os serviços mais rápidos e seguros. Além disso, as tramitações passam a ser controladas de forma precisa, diminuindo sensivelmente a possibilidade de erros e atrasos.
Dos 35 postos de atendimento onde a Fazenda identificou baixa demanda, 13 serão reformulados, passando a ser Serviços de Pronto Atendimento (SPAs). Eles terão a estrutura redimensionada de acordo com a demanda e prestarão os serviços mais relevantes na recepção de pedidos e na orientação ao contribuinte.
Já nos demais 22 municípios, onde os postos passaram a ser desnecessários, ainda assim a Fazenda dará às Prefeituras a possibilidade de montar uma unidade de atendimento ao público (UAP), em convênio com o Estado. Nos municípios onde não houver interesse pela unidade, os contribuintes serão atendidos presencialmente no posto fiscal da cidade mais próxima.
*
*
*
*
*
*
Publicidade:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0