Nossos Vídeos

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Ipea revê previsão de crescimento do PIB

Conjuntura em Foco analisou números da economia e estima crescimento entre 0,2% a 1,2% para 2009
O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revisou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto para os próximos três trimestres e, diante dessa nova avaliação, concluiu que o PIB de terá uma evolução menor em 2009, dentro do intervalo de 0,2% a 1,2%. Os números foram apresentados na tarde desta quinta-feira, dia 30, na segunda edição da publicação Conjuntura em Foco. A estimativa anterior do Ipea era de um crescimento em torno de 2%.

“A motivação para a mudança de previsão é o resultado inesperado, para nós, do PIB no primeiro trimestre de 2009. Naquele trimestre, esperávamos que a economia crescesse algo como 0,1 ou se mantivesse estagnada. Mas houve uma queda de 0,8% em relação ao trimestre anterior. Foi uma queda em valor menor que a esperada por muitos analistas, mas maior em relação às bases que levamos em conta para fazer a avaliação de 2”, afirmou o diretor de Estudos Macroeconômicos (Dimac) do Ipea, João Sicsú.

Sicsú lembrou que houve uma queda muito forte do investimento no primeiro trimestre do ano: “Esperávamos que esses investimentos já tivessem chegado ao fundo do poço no quarto trimestre de 2008, mas a queda permaneceu no primeiro trimestre de 2009”. Segundo o diretor da Dimac, outro motivo para a revisão do PIB é a produção da indústria neste começo de ano, muito abaixo do esperado.

No entanto, como o Ipea já havia constatado, a indústria começou a recuperar seus estoques. “Podemos afirmar com algum grau de segurança que a recuperação será mais vigorosa a partir do segundo semestre do ano”, declarou Sicsú. Detalhando a nova projeção para o PIB, o Conjuntura em Foco prevê crescimento econômico de 2% no segundo trimestre deste ano, 2,3% no terceiro trimestre, e 2,4% no último trimestre. “De fato, estamos confirmando uma avaliação que é basicamente consensual: de que o pior da crise já passou e nos encontramos em fase de recuperação”, concluiu o diretor da Dimac.

O Conjuntura em Foco traz, ainda, análises sobre a reversão positiva da trajetória do saldo em conta corrente, sobre o emprego, inflação, taxa de câmbio e arrecadação federal de impostos e contribuições. O Ipea também reviu sua estimativa de saldo de transações correntes, e agora prevê um déficit entre US$ 10,5 bilhões e US$ 17,5 bilhões para 2009. A previsão anterior era de US$ 18 bilhões a US$ 25 bilhões. “Fomos obrigados a reavaliar nossas previsões porque, neste caso, estávamos mais pessimistas. Essa revisão é um sinal extremamente positivo para a economia brasileira”, concluiu Sicsú.

A divulgação do Conjuntura em Foco teve transmissão on-line pela página do Ipea na internet. Jornalistas puderam acompanhar o lançamento da publicação ao vivo, pela rede, e enviar comentários e perguntas para o e-mail coletiva@ipea.gov.br.


Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
www.ipea.gov.br

Fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) fornece suporte técnico e institucional às ações governamentais - possibilitando a formulação de inúmeras políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiro - e disponibiliza, para a sociedade, pesquisas e estudos realizados por seus técnicos.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0