Nossos Vídeos

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Guaianases ganha mais uma área de lazer


Avenida José Higino Neves
 Em espaço que antes estava vazio está ganhando vida e logo será uma bela área de lazer para os moradores residentes na rua José Higino Neves, no Conjunto Juscelino Kubitschek, em Guaianases. Aos poucos, o que era apenas terra está se transformando em uma pracinha com bancos e logo terá brinquedos para a garotada.

Para o morador aposentado Vicente Alcebíades Nunes, de 56 anos, o trabalho da subprefeitura está aprovado. "Eles (os funcionários) estão trabalhando direitinho e atendendo as expectativas da comunidade. Estou muito feliz, ganhei na loteria", brincou.

Padre Dictino de cara nova

Rua Padre Dictino - Guaianases
A rua Padre Dictino de la Parte Abia, no Jardim Fanganiello, está ficando de cara nova com a revitalização da praça existente na via e a melhoria de viela realizada pela Subprefeitura. O que era uma praça sem atrações está se transformando em uma área de lazer para adultos e crianças.
Foi instalado um quiosque com escadas que lembram as arenas greco-romanas, bancos e mesas com xadrez e em breve a garotada poderá se divertir com um brinquedo chamado gaiola.

Para o vendedor Fabio Viana, o Binho, de 38 anos, um dos idealizadores da revitalização, o benefício para a comunidade será muito grande. "Está ficando do jeito que as pessoas pediram. Este serviço certamente irá ajudar no desenvolvimento da nossa região", relatou.

18 eleitos conselheiros do Meio Ambiente recebem diploma

Em cerimônia com 100 pessoas realizada na noite de 21/10  no CEU Jambeiro, os 18 eleitos para o Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (CADES) de Guaianases receberam seus diplomas.
Os trabalhos foram conduzidos pela chefe de gabinete, Alice Coutinho Magro, representando o subprefeito Jorge Perez. Na mesa estavam ainda o diretor da Divisão dos Núcleos de Gestão Descentralizada Leste 3, Hugo Calixto, representante do Secretário do Verde, Eduardo Jorge, a supervisora Neuci Ignotti Pellegrino e Ângelo Iervolino, representante do Fórum para Desenvolvimento da Zona Leste, da Sociedade Ambientalista Leste e do CADES por Guaianases, Itaim Paulista e São Miguel.
Para dar início à cerimônia, Alice leu uma poesia sobre meio ambiente redigida por uma aluna da 7ª série do ensino público de São Paulo. Na seqüência, Calixto fez uso da palavra. Para ele, o CADES é o instrumento mais importante para tratar das questões ambientais. "Lanço aqui uma reflexão a vocês: pensem qual é o verdadeiro papel de um conselheiro, pois mais que participar, vocês irão representar. Espero que vocês representem a sociedade nas questões do meio ambiente muito bem. Certamente este será um grande desafio", relatou. Ângelo por sua vez se colocou à disposição dos conselheiros. "Todos podem contar comigo para este conselho se desenvolver", disse.
A chefe de gabinete em suas considerações, parabenizou a todos e ainda destacou: "Haverá muito trabalho e desafios à frente deste grupo que hoje se forma. Espero muito empenho e dedicação de todos. Parabéns".
Após a entrega dos diplomas aos 18 eleitos, os conselheiros Waldir Moura Santos e José Carlos Cuccio fizeram uso da palavra. O primeiro discorreu sobre o papel do grupo diante da sociedade e o segundo pronunciou o juramento da equipe.

Conheça os 18 conselheiros eleitos:

Aline Maria de Moura
Antonia Aleixo Fernandes
Arnaldo A. dos Santos
Beatriz M. dos Santos
Benedito P.da Silva
Gilson Bastos Santos
José Carlos Cuccio
José Henrique dos Santos
Marilande Marcolin
Miroaldo de Mello
Neice Cristina Teixeira Reis Marangon
Rafael Quintino da Silva
Robson Marcos Cenci
Rosana Ferreira Cruz
Uelitom Mendes Pereira
Vanda Evani Basso
Vanessa Aparecida da Silva Souza
Waldir Moura dos Santos

21º aniversário do Parque Raul Seixas

Fotos e Texto: Flavia Domingos Catarino
Roberto Seixas animou a festa

No feriado de 12/10, os milhares de moradores do Conjunto Habitacional José Bonifácio e adjacências, se divertiram muito com atrações e shows gratuitos e de qualidade, realizados no Parque Raul Seixas, em Itaquera. Além da comemoração do dia das crianças e de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil, festejou-se, com apoio e participação da Subprefeitura de Itaquera, o 21º aniversário do parque e também da Casa de Cultura, que fica localizada em suas dependências e possui a mesma denominação do espaço verde local.

Troca de Livros

O evento, premiado por um belo dia ensolarado, contou com a presença do subprefeito de Itaquera, Roberto Tamura e do chefe de gabinete, Francisco Rohrer. Depois de um final de semana frio e chuvoso, os pais aproveitaram para passear, levando seus filhos para fazer piquenique e brincar no parquinho.
Para a alegria das crianças, pais e responsáveis, foram programados diversas atividades, como: troca de livros - em bom estado, shows de MPB com a Banda Nhocuné Soul, com o cantor Ricardo Moraes e ainda do cover de Raul Seixas, Roberto Seixas. Além disso, e das ofertas de diversão já existentes no local, aconteceu a amostra de curtas metragens do cinema internacional. Os convidados lotaram as quadras poliesportivas, quiosques, bicicletário e playground. A flora, por sua vez, foi um presente à parte, a qual é constituída por um bosque de eucaliptos e jardins com espécies nativas e exóticas.
A festa de aniversário, realizada anualmente, é dedicada especialmente às famílias. "Organizamos os shows pensando no entretenimento da comunidade dos distrito de Itaquera. Todos os anos, contamos com a presença de muita gente boa", informa a Supervisora de Cultura, Maria Aparecida Ferreira Menezes.
Mas, as surpresas não pararam por aí, além das festas pelo aniversário do Parque e a Casa de Cultura Raul Seixas, estavam em comemoração também o grupo ALMA - Aliança Libertária do Meio Ambiente - que celebrou seu 7º aniversário numa única e grandiosa festa popular. O grupo que nasceu no Parque Raul Seixas, promove trabalho voluntariado, voltado às áreas artística e ambiental. O grupo organizou a troca de livros em bom estado por outros trazidos pelos próprios munícipes, que tiveram a oportunidade de encontrar obras clássicas da literatura portuguesa e brasileira. "Como estamos fazendo sete anos resolvemos comemorar juntamente com o parque realizando a troca de livros", diz Mauro Grillo, integrante do grupo.
O momento mais esperado pelo público amante do rock e da natureza, foi o show do cover Roberto Seixas, que animou aos fãs do Raulzito. Em homenagem ao dia das crianças, o artista as chamou para subirem ao palco cantarem com ele a música: Carimbador Maluco. A euforia impediu que o cantor terminasse o show no horário previsto. E a criançada repetiu animadamente o refrão "Plunct Plact Zum, não vai a lugar nenhum!!". As comemorações foram encerradas, com a amostra de curtas metragens na Casa de Cultura Raul Seixas.



Subprefeito e chefe de gabinete cumprimentam convidados

A 29ª Bienal de Artes recebe a visita de 68 mil alunos de escolas municipais

A 29ª Bienal de Artes de São Paulo recebe, até dezembro, 68 mil alunos da Rede Municipal de Ensino paulistana. Crianças e jovens entre 6 e 15 anos poderão conhecer uma mostra repleta de criações polêmicas.

"Como a arte é importante na sua vida?" Durante o ano de 2010 os professores têm preparado seus alunos para a visita, promovendo debates sobre o conceito, a utilidade e as diferentes visões da arte, tanto por quem a produz quanto por quem a consome, atividades que deixaram os estudantes ansiosos para as visitas. "Eles perguntam como é a exposição, se é muito grande, como são as pinturas", conta a professora de Artes Giuliana Travadelli de Ávila, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Elza Maia Costa Freire, na Zona Sul. "Muitos pensavam que apenas veriam quadros ou esculturas, eles vão se surpreender." Durante o ano, seus alunos produziram desenhos, maquetes e apresentações, tudo para ampliar a visão que eles têm do mundo por meio da arte.

Bienal fez formação com educadores

A dinâmica nas escolas municipais foi proposta em sala de aula após os professores passarem por uma formação especial pré-Bienal que abordou a arte contemporânea e a arte política. Cinco mil educadores participaram, em março, do projeto educativo A experiência com a Arte - dialogando com as diferenças, formação realizada por profissionais da Bienal, para ajudar os professores a criar formas de incentivar a aproximação e a apreciação dos jovens à arte. Chegou a hora da descoberta.

Teatro TUCA - PUC-SP - PROGRAMAÇÃO CULTURAL OUTUBRO - 2010

O AMOR E OUTROS ESTRANHOS RUMORES
(3 histórias de Murilo Rubião)



Ao completar seus primeiros cinco anos de atividades na cena brasileira, o Grupo 3 de Teatro traz para o palco a originalidade, o humor e o absurdo que marcam a obra do escritor mineiro Murilo Rubião, autor dos três contos, adaptados por Silvia Gomez, que compõem o espetáculo O amor e outros estranhos rumores, dirigido por Yara de Novaes, estrelado por Débora Falabella, Maurício de Barros, Rodolfo Vaz e Priscila Jorge.

Risíveis e absurdas, essas histórias compõem um espetáculo que busca expressar o quanto há de ordinário e, ao mesmo tempo, extraordinário em nossas vidas.

A obra de Murilo Rubião permaneceu praticamente desconhecida para o grande público durante mais de três décadas. A reedição do seu livro de contos O Pirotécnico Zacarias, em 1974, o tiraria do esquecimento, transformando-o praticamente em um best-seller nacional, admirado pelos leitores e por intelectuais do porte de Mário de Andrade.


FICHA TÉCNICA
Texto: Murilo Rubião
Adaptação: Silvia Gomez
Direção: Yara de Novaes
Elenco: Débora Falabella, Maurício de Barros, Rodolfo Vaz e Priscila Jorge.
Produção: Gabriel Paiva
Cenografia: André Cortez
Iluminação: Fabio Retti
Figurino: Fábio Namatame
Trilha sonora: Morris Picciotto



SERVIÇO
Onde
TUCA
Temporada
16 de Outubro a 28 de Novembro de 2010.
Horários
sextas e sábados às 21h30, domingos às 19h00
Duração
70 minutos
Recomendação
12 anos
Valor do ingresso
R$ 30,00
(Desconto de 50% para Estudantes, Maiores de 60 anos, Aposentados)
Preço especial PUC-SP
R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários
sob comprovação, válido somente para o beneficiário)
O TUCA possui:
acesso para deficientes, ar condicionado e café.
Estacionamento conveniado
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Estacionamento conveniado:
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Serviço de valet:

somente sábados e domingos, R$ 15,00.

Ingressos:

2626-0938 / www.compreingressos.com





DUETO PARA UM
DE TOM KEMPINSKI

Com Bel Kowarick e Marcos Suchara. Direção de Mika Lins

Inspirado na história verídica da doença que impediu a renomada violoncelista inglesa Jacqueline du Pré, casada com o pianista e maestro Daniel Baremboim, de, aos 28 anos, exercer a arte.

Dueto para Um narra à história de uma violinista impedida de exercer a sua vocação; condição imposta por uma doença degenerativa - esclerose múltipla - que a retira de cena, no auge da carreira.

Diante do impedimento vital e profissional, a famosa violinista Stephanie Abrahams procura o psiquiatra Dr. Feldman na tentativa de entrar em contato com sua dramática condição e com a depressão que se instala. O espectador acompanha na intimidade do consultório seis sessões evolutivas de terapia, onde os personagens dialogam sobre temas como a impotência humana, resiliência e perda

É possível descobrir um caminho apaziguador para esta perda? Será que há mesmo uma maneira de substituir algo tão fundamental?
A crise de Sthephanie pode ser de qualquer um que se vê diante de um impasse existencial fundamental.


FICHA TÉCNICA
Texto: Tom Kempinski
Tradução: Ana Saggese
Direção: Mika Lins
Elenco: Bel Kowarick e Marcos Suchara
Cenografia: Cássio Brasil
Iluminação: Caetano Vilela
Trilha sonora: Marcelo Pellegrini
Fotos: Caio Guatelli



SERVIÇO
Onde
TUCARENA
Temporada
15 de Outubro à 28 de Novembro de 2010.
Horários
Sextas e Sábados às 21h00 e Domingos às 19h30.
Duração
90 min.
Recomendação
14 anos
Valor do ingresso
Sextas e Domingos R$ 30,00 e Sábados R$ 40,00 (Desconto de 50% para Estudantes, Maiores de 60 anos, Aposentados)
Preço especial PUC-SP
R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários sob comprovação, válido somente para o beneficiário)
O TUCA possui
acesso para deficientes, ar condicionado e café.
Estacionamento conveniado
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Serviço de valet
somente sábados e domingos, R$ 15,00.

Ingressos:

2626-0938 / www.compreingressos.com







Cia Faz e Conta apresenta:
O CONTO DO REINO DISTANTE

CURTA TEMPORADA

O Reino Distante aguarda o nascimento do príncipe, o herdeiro do reino. Mas nasce uma menina. Desesperada e humilhada a rainha enlouquece e tenta matar a princesinha, que é salva por sua avó. O ódio da rainha a transforma numa bruxa má. Ela rouba a espada encantada que deveria ser dada ao herdeiro e foge para a Floresta do sol, que se transforma num pântano frio e escuro.


O rei manda trancar a princesa na torre para que ela não saiba do que se passa e se mantenha resguardada de todo o mal. A avó leva a menina para torre, deixa para ela sua caixinha de costura e prepara a neta para o dia em que ela terá que sair da torre para enfrentar a bruxa e recuperar a espada do reino.

Esta será a missão da pequena menina quando chegar a hora certa. A pequena menina passa sua infância tecendo, bordando e fiando na companhia de suas criadas e de suas minúsculas amigas, as formigas. Mas quando a hora chegar, a nossa heroína vai escapar da torre, entrar no pântano escuro, encontrar aliados, vencer o dragão, enfrentar a bruxa e retomar a espada.
FICHA TÉCNICA
Texto: Simoni Boer
Direção e espaço cênico: Paulo Rogério Lopes

Elenco: Ana Luísa Lacombe e Camila Bellodi
Concepção da projeção: Ana Luísa Lacombe, Camila Bellodi, Paula Galasso e Paulo Rogério Lopes
Figurinos: Ana Luísa Lacombe
Musica original e trilha sonora: Sérvulo Augusto
Desenho de Luz: Mirella Brandi
Trabalho de Corpo: Renata Melo





SERVIÇO

Onde:
TUCARENA
Temporada:
Até 21 de Novembro de 2010.
Horários:
Sábados e Domingos às 16h00.
Duração:
45 min.
Recomendação:
Livre
Valor do ingresso:
R$ 20,00 (Desconto de 50% para Estudantes, Maiores de 60 anos, Aposentados)
Preço especial PUC-SP:
R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários sob comprovação, válido somente para o beneficiário)
O TUCA possui:
acesso para deficientes, ar condicionado e café.
Estacionamento conveniado:
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Serviço de valet:

somente sábados e domingos, R$ 15,00.

Ingressos:

2626-0938 / www.compreingressos.com






IMPROVÁVEL



Após 2009, ano com mais de 170 lotadas apresentações, o espetáculo "Improvável" , da Cia. Barbixas de Humor, reestréia no Tuca, com espetáculos todas as quintas-feiras. A cada apresentação os 3 atores recebem convidados especiais que participam das cenas e atuam como mestre de cerimônia, explicando as regras do jogo para a platéia e coordenando os desafios. Já passaram pelo "Improvável" Rafinha Bastos, Marcio Ballas, Marco Luque, Marcelo Tas, Oscar Filho, Marcela Leal, Marianna Armellini, Cristiane Wersom, Fábio Rabin, Gregório Duvivier, Fábio Porchat, Hugo Possolo, César Gouvêia e Bruno Motta.



SERVIÇO:

Onde:
TUCA
Nova Temporada :
08 de Abril a 25 de Novembro.
Horários:
Quintas - feiras às 21h30.
Duração:
70 minutos
Recomendação:
14 anos
Valor do ingresso:
R$ 50,00 (Desconto de 50% para Estudantes, Maiores de 60 anos, Aposentados)
Preço especial PUC-SP:
R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários sob comprovação, válido somente para o beneficiário)
O TUCA possui:
acesso para deficientes, ar condicionado e café.
Estacionamento conveniado:
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Serviço de valet:
somente sábados e domingos, R$ 15,00.

Ingressos:

2626-0938 / www.compreingressos.com






ÓPERA: O EMPRESÁRIO



Mozart compôs a música para "O Empresário" entre 18 de janeiro e 3 de fevereiro de 1786. A peça foi encomendada pelo Imperador Joseph II, e ele mesmo sugeriu o texto que Stephanie der Jüngere havia escrito para uma festividade em Schönbrunn. Stephanie era ator e um dos mais bem sucedidos escritores teatrais da época.
O texto original apresenta dez personagens, sendo quatro cantores e seis atores, com papéis falados, incluindo Frank, o empresário do título. Após a abertura orquestral, segue-se uma longa cena teatral envolvendo os cinco personagens, que procuram Frank, em busca de trabalho em sua companhia de teatro. As músicas (duas árias, um trio e um quarteto final) acontecem na seqüência, agora só com Frank e os cantores em cena.
Em 1845, foi encenada em Berlim a adaptação de L. Schneider, que escreveu um texto totalmente novo e inseriu quatro peças de Mozart (árias e canções), ambientando-a em 1791 com um ator que interpretava o próprio Mozart no papel do empresário.



Sinopse:

Estamos na sala de audições de uma companhia de teatro e ópera, dirigida pelo "Empresário" do título, o Sr. Frank. Ele é assessorado por Buff, um secretário que sonha em se tornar cantor. Duas cantoras (Mme. Herz e Mlle. Silberklang) vêm se apresentar ao Empresário, na expectativa de conseguirem o posto de "prima Donna" da companhia. Após as duas mostrarem seu talento, surge o tenor da companhia (Mr. Vogelsang), e está formado um trio que compõe o ápice musical da trama. A situação parece não ter solução, quando Buff sugere o óbvio e a companhia finalmente se forma.



Ficha técnica:

Direção Cênica - Pablo Moreira
Direção Musical e Piano - Wesley Lacerda
Mlle. Silberklang - Jamile Evaristo (soprano)
Mme. Herz - Caroline De Comi (soprano)
Mr. Vogelsang - Ossiandro Brito (tenor)
Buff - Paulo Menegon (baixo)
Frank - Wesley Lacerda (papel falado)



SERVIÇO

Onde:
SALA ENSAIO
Dias:
17, 24 e 31 de Outubro de 2010.
Horários:
Domingos às 16h30.
Duração:
70 min.
Recomendação:
14 anos
Valor do ingresso:
R$ 20,00 (Desconto de 50% para Estudantes, Maiores de 60 anos, Aposentados)
Preço especial PUC-SP:
R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários sob comprovação, válido somente para o beneficiário)
O TUCA possui:
acesso para deficientes, ar condicionado e café.
Estacionamento conveniado:
Riti Estacionamentos - Rua Monte Alegre, 835 - R$10,00 - (Apresentar o ingresso)
Serviço de valet:
somente sábados e domingos, R$ 15,00.

Ingressos:

2626-0938 / www.compreingressos.com

Apenas 11% dos passageiros do banco de trás usam cinto de segurança

Especialista defende campanhas mais realistas e fiscalização efetiva para mudança no comportamento dos passageiros

Mesmo com obrigatoriedade prevista no Código de Trânsito Brasileiro, o uso do cinto de segurança no banco de trás é pouco popular no país. Principalmente por falta de conhecimento das consequências que a não utilização do dispositivo pode trazer, os 88% de ocupantes que utilizam o cinto de segurança dos bancos dianteiros encolhem para 11% no banco traseiro.

Relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que o uso do cinto de segurança pelo condutor e passageiro do banco dianteiro reduz o risco de morte em torno de 40% a 50%; já no banco de trás, esse risco é reduzido em até 75%.

Para o mestre em Sociologia pela Universidade de Brasília, Eduardo Biavati, a insistência em dispensar o cinto na parte traseira dos automóveis reside na incompreensão de suas consequências: "Essa história de que cada um cuida da própria segurança, especialmente no trânsito, não funciona. No momento de uma colisão, o impacto gerado por um corpo em movimento, na maioria das vezes, quebra o banco da frente; o que praticamente invalida o uso do cinto pelo motorista", afirma Biavati, que também é consultor em segurança no trânsito.

A falta de conhecimento é, nesse instante, o maior argumento para a cultura de que a ferramenta não é tão necessária: "Muita gente acredita que o impacto de uma colisão vai ser amortecido pelo banco e estofado. No entanto, o maior índice de fraturas faciais registrado em acidentes é de passageiros do banco traseiro. Ainda sobre o assunto, é importante dizer que essas vítimas, em sua maioria, passam o primeiro ano sobrevivendo e depois carregam sequelas por toda a vida. São perdas econômicas, mas muito mais pessoais", alerta.

Jovens ainda desconhecem o risco - O que não é novidade é que o jovem - perfil que mais mata e mais morre no trânsito - continua não sendo atingido pelos trabalhos de educação pública para este setor. Em pesquisa de 2009, o IBGE apurou que 30% de jovens de 14 anos nunca usaram cinto de segurança em nenhuma circunstância. Outro levantamento, do Denatran, verificou que nenhuma atividade de educação para o trânsito é realizada na maioria das escolas (51,8%) nas quais estudam os jovens pesquisados.

No que se refere às campanhas públicas de segurança no trânsito, seis em cada dez jovens não se lembraram de nenhuma campanha recente. Quando questionados sobre mudança de comportamento a partir de campanha, 53,3% dos jovens afirmaram que não mudaram nenhuma atitude por causa de campanha de educação para o trânsito. Quando os dados são analisados por gênero percebe-se que as meninas são mais sensíveis às campanhas: 52,2% delas admitiram já ter adotado uma nova atitude, diferente dos meninos que 60,4% responderam negativamente.

Segundo o Denatran, apenas dois em cada dez jovens (21,6% de 868) afirmaram utilizar sempre o cinto de segurança na condição de passageiros no banco traseiro, mas o número de ocupantes que não usa o cinto de segurança pode ser ainda maior. Quando questionados sobre o comportamento dos amigos, os jovens pesquisados afirmaram que apenas 6,4% dos amigos sempre usa o cinto de segurança.

A pesquisa também revelou que algumas atitudes estão relacionadas diretamente aos aspectos morais e culturais da sociedade brasileira. Entre os pesquisados, ir para a balada de carona no veículo dos amigos é roteiro para os meninos (37,5%), já no caso das meninas os pais (39,2%) são os principais condutores. Sobre essa influência que o exemplo familiar desempenha, Biavati é categórico: "Não se associa a condição de passageiro no banco de trás como de risco. A construção desse comportamento só piora e se dissemina ainda mais quando os anos evoluem, até chegar à condição da obrigatoriedade ser ignorada", diz.

SÓ AS CAMPANHAS NÃO BASTAM: Diante desse cenário, como trabalhar em favor da criação de uma cultura de segurança efetiva na prevenção do agravamento de acidentes? Segundo Biavati, só com muita conscientização e um plano sólido de fiscalização: "Assistimos há pouco a campanha do Denatran falar do tema na Semana Nacional de Trânsito. Embora muito bem executadas, as peças não falam diretamente com o público alvo, que são os jovens e deixam lacunas, porque não têm nenhum plano de fiscalização atrelado", e completa "Seria interessante adotarmos os modelos australianos e ingleses de campanha. Naqueles países, não são utilizados desenhos, ilustrações. Nada de romance, eles mostram a violência do impacto que um corpo sofre na colisão. Pode ser agressivo, mas é a realidade, e é isso que precisa ser comunicado. É esse o argumento para a mudança de atitude", conclui.

Confira também a matéria ´´Ninguém muda o comportamento por causa da lei, então não basta repeti-la nas campanhas´´ http://www.perkons.com/?page=noticias⊂=ultimas-noticias&subid=9307

Exercícios físicos na madrugada exigem preparação especial

Especialista do Hospital das Clínicas orienta sobre como fugir do sedentarismo sem prejudicar o sistema imunológico

Para fugir do sedentarismo sem alterar a rotina de trabalho, muitas pessoas - especialmente moradores de grandes cidades - têm optado por se exercitar à noite ou, até mesmo, na madrugada.

Segundo o fisiologista Paulo Roberto Silva, da área de medicina esportiva do Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas da FMUSP, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, os exercícios controlados são sempre bons à saúde, desde que o sono esteja em dia e uma boa alimentação tenha sido feita.
O alerta é importante. O fisiologista ressalta que a falta de tempo tem atraído clientes às academias 24 horas, mas se a atividade for feita com o corpo cansado e mal nutrido, o que era para ser bom pode ter resultado diferente. "Sem uma noite de sono reparadora, a sobrecarga de estresse acumulada no dia e o esforço gerado pelos exercícios físicos vão prejudicar o sistema imunológico", explica.
Sobre a alimentação, o fisiologista lembra que durante a madrugada e antes de dormir o ideal é comer pouco. Entretanto, para isso, é necessário, durante o dia, uma boa base alimentar. "Alimentos que contenham zinco, como arroz, maçã, castanha e chás, são fundamentais para quem vai se exercitar após o trabalho, pois eles ajudam a diminuir a quantidade de cortisol, o hormônio ligado ao estresse humano", observa, acrescentando que o excesso de cortisol no organismo afeta principalmente o coração.

Paulo Roberto ressalta que, apesar do aumento das inscrições nas academias 24 horas, o número de desistências também é alto. "Pelos desquilíbrios causados pela falta de sono ou pela má alimentação, o corpo começa a não render como deveria. O indivíduo acaba se afastando, pois falta disposição e ânimo para desenvolver um trabalho constante”, finaliza.

VILA PRUDENTE chega aos 120 anos com a chegada de estação de Metrô e livro sobre o bairro

Noites de Primavera, concurso Miss e Mister 3ª Idade, e o tradicional passeio ciclístico são algumas das diversas atrações em outubro

 A Subprefeitura de Vila Prudente / Sapopemba está apoiando e participando dos festejos de aniversário de Vila Prudente, que completa 120 anos com fôlego para inaugurações importantes, como a chegada do Metrô em agosto, e o lançamento do livro de Newton Zadra, figura emblemática da região, no último dia 29.

Para comemorar mais esse aniversário, a comissão de festejos preparou diversas atrações que ocorrem durante o mês de outubro.

O início foi dado hoje pela manhã, dia 4, data oficial de aniversário de Vila Prudente, com a tradicional cerimônia em frente ao Obelisco comemorativo do centenário de Vila Prudente, na Praça que leva o mesmo nome, com deposição de flores sob o Obelisco, seguido de um café da manhã no Círculo de Trabalhadores Cristãos de Vila Prudente.

Na ocasião, foi premiado pela Associação dos Lojistas de Vila Prudente - AloVip, o morador mais antigo que se inscreveu para a homenagem. O sr. José Scandura, de 87 anos, recebeu das mãos do subprefeito de Vila Prudente / Sapopemba, Wilson Pedroso, e de Newton Zadra, presidente do Círculo, flores alusivas aos mais de 80 anos de vida aqui na região.

No hall do Salão Nobre, uma exposição dos 78 anos do primeiro grupo escolar de Vila Prudente, a hoje Escola Estadual República do Paraguay, com documentos antigos e fotos.

Para a diretora da Escola, é importante mostrar a história de Vila Prudente através da escola mais antiga da região. "A fundação se deu num momento muito importante de São Paulo, que foi a Revolução de 1932, temos muito material e fotos, além de documentos antigos. Aí lançamos o desafio aos nossos alunos que toparam, junto com os professores, montar uma exposição como essa", comenta.

O calendário de festejos dos 120 anos de Vila Prudente se estende até o dia 24/10, e prevê concurso da Terceira Idade para ambos os sexos, passeio ciclístico, Noites de Primavera, diplomação de empresários da região, entre outros.

Noites de Primavera volta com atrações especiais

O evento Noites de Primavera nasceu inspirado no Festival de Inverno de Campos do Jordão e quem relata um pouco sobre sua concepção, é o supervisor de Cultura, Elias Skaf: "o gosto pela música clássica e erudita me fizeram sonhar com um evento que pudesse trazer a boa música para nossa região e o nosso povo. Normalmente, poucas pessoas têm acesso a este tipo de música, pois ela, via de regra, é apresentada em salas especiais, com pouco alcance da população".

A organização do evento, que está em sua terceira edição promete momentos inesquecíveis, com grandes nomes dentre as atrações. Estarão se apresentando o cantor-tenor Rinaldo, revelado no programa Raul Gil, a soprano lírico Andréa Bien, o Quinteto Brasileiro de Cordas, com músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira, a Camerata da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e o premiadíssimo Ballet Coppélia.
O show é gratuito e os convites estarão disponíveis à partir do dia 11 de outubro na Supervisão de Cultura de Vila Prudente / Sapopemba e são limitados.

Os festejos de aniversário de 120 anos de Vila Prudente contam com o apoio e patrocínio da Subprefeitura de Vila Prudente / Sapopemba, do Colégio João XXIII, do Círculo de Trabalhadores Cristãos de Vila Prudente, da Sociedade Amigos de Vila Alpina (SAVALP), do Central Plaza Shopping, da RVS Bike Quality, Sabesp, e Folha de Vila Prudente.
O evento Noites de Primavera está sendo viabilizado pelos seguintes parceiros: SpTuris, Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, Círculo dos Trabalhadores, Roselis, Mercado das Flores e Cepam.

Vila Prudente - um gigante em expansão

Nascida fabril em 4 de outubro de 1890, Vila Prudente mostrou desde cedo sua vocação para o trabalho, e hoje, depois de tantas mudanças, mostra uma nova vocação, com comércio forte, ampla oferta de serviços, moradias, investimentos do poder público com a chegada da Linha 2 Verde do Metrô e um ramal do Expresso Tiradentes. Possui ainda áreas de lazer como o Clube Escola Vila Alpina e o Parque Ecológico Lydia Natalizio Diogo, além de escolas, hospitais, AMAs, com mais de 100.000 habitantes num território de 9,9 km2, que compreende os seguintes distritos: Jardim Avelino, Vila Alpina,

Vila Bela, Vila Califórnia, Vila Lúcia, Vila Zelina, Parque São Maurício, Quinta das Paineiras, Conjunto Habitacional Cintra Gordinho, Sítio da Figueira, e Vila Alóis.

Em 2010, dois importantes acontecimentos marcaram a história de Vila Prudente: a entrega da Estação de Metrô Vila Prudente, no dia 21 de agosto, e o lançamento do livro "Vila Prudente - Do Bonde a Burro ao Metrô", de autoria de Newton Zadra, no dia 30/09.

Leia mais sobre Vila Prudente: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/vila_prudente/historico/index.php?p=369

CURSO ISO 10015 - DIRETRIZES PARA TREINAMENTO

Objetivos:
         Dar, ao participante, diretrizes para implementar programas de treinamento que atendam as necessidades da organização.
·         O participante terá, também, a oportunidade de conhecer processos para avaliar resultados e o retorno do investimento em treinamento.

Conteúdo programático:

Norma ISO 10015: Diretrizes para treinamento

DNT - Definição das Necessidades de Treinamento
Projeto e planejamento do treinamento
Monitoração e melhoria do processo de treinamento

Avaliação dos resultados de treinamento

 Avaliação de Reação
 Avaliação de Aprendizagem
 Avaliação de mudança de comportamento
 Avaliação de Resultados Qualitativos e Quantitativos

Avaliação do retorno do investimento em treinamento

 Indicadores para avaliar resultados
ROI – Retorno do investimento

O RH Estratégico e a norma ISO 10015

A ISO 10015 como auxiliar das outras normas de Gestão
Processo de implementação da norma ISO 10015

Facilitador:
Sebastião Guimarães - Autor de diversos livros didáticos e técnicos publicados pelas editoras: Ática e Saraiva. Vivência profissional como Professor de curso de pós-graduação  e de extensão, das Universidades: São Judas e Fea/Unicamp, Orientador de Ensino do Senac-SP, Coordenador de Treinamento Empresarial do CCESP, Gerente de Divisão de Treinamento da Mercedes Benz do Brasil, Gerente do Programa de Gestão da Qualidade Total  do Sebrae – SP.

Recursos Instrucionais: Norma NBR ISO 10015 apostila, textos para estudo dirigido, modelos de avaliações e slides. Os participantes receberão, também, o livro: “Em Busca da Eficácia em Treinamento” – de autoria dos facilitadores do workshop.

Público alvo: Diretores e Gerentes de RH, Analistas de Treinamento, Consultores internos, Tecnólogos de RH, Instrutores, Facilitadores e Profissionais que atuam na área de Gestão da Qualidade. Destina-se, também, aos Empresários, Diretores, Gestores, Consultores, Auditores, Professores Universitários e demais interessados na obtenção de resultados mensuráveis na Gestão de Pessoas.

Período e local:
 26/11/2010, das 8:30 às 17:30, em São Paulo - SP

Informações e inscrições:
http://www.tgtreinamento.com.br/ - Tel:(11) 9952.0634 e 2296.6038

Realização:
Cultcorp – www.cultcorp.com.br – Fone: (11) 3817-8700

Investimento: R$ 890,00

Mineiros do Chile : Óculos utilizados tem função protetora para readaptação à luz natural



Quando assistimos a saída dos 33 homens que ficaram 69 dias a 700 metros de profundidade na mina San Jose no deserto de Atacama, no Chile, um detalhe chamava a atenção a cada resgate feito pela cápsula Fênix 2, todos deixavam a cápsula usando óculos escuros.

Os óculos, dotados de lentes com radar polarizados, conforme foi informado, são importantes e tem função de proteção para essas pessoas que passaram quase 70 dias sem ver a luz natural.

Os mineiros precisarão passar por uma espécie de descompressão com readaptação em várias áreas do organismo, e os olhos estão entre os alvos dos impactos, sintetiza o oftalmologista Canrobert Oliveira, do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB). O organismo humano te nde a se adaptar às situações mais adversas e neste caso, o mineiros, embora já estivessem habituados a trabalhar longe da luz do sol, passaram um tempo recorde distante da luz natural. A função dos fotorreceptores neuronais reponsáveis pela visão no ambiente claro e visão de cores, os cones, trabalharam em situação basal enquanto os bastonetes, reponsáveis pela visão no escuro, foram muito exigidos. Ao voltar à superfície não estavam preparados para enfrentar o impacto da luminosidade. Segundo Canrobert, a adaptação do organismo para utilização desses pigmentos deve ser gradual.

Vitaminas e Riboflavina - O oftalmologista diz que os mineiros passaram por uma situação nova sobre a qual pode-se fazer deduções que orientaram os tratamentos que estão recebendo neste momento. "Nossos olhos são cenário de uma grande combustão bioquímica decorrente da sua função fotossensível. Suas membranas transparentes são al vo dos raios ultravioleta, especialmente os do tipo B, mais nocivos. A ação desses raios ultravioleta é extremamente oxidante e os produtos dessas reações determinam danos irreparáveis se as vitaminas A,C, E e a riboflavina - antioxidantes primários -,não forem consideradas na alimentação balanceada que receberam. A rodopsina, pigmento derivado da Vitamina A, consumida na função de enxergar, foi, nesse período, pouco utilizada pelos cones, mas violentamente consumida nos bastonetes."

Canrobert explica que os óculos com lentes polarizadas acrescentam um diferencial nessa readaptação do organismo, pois filtram até 99% do brilho ou luz refletida na horizontal, muito comum no amanhecer e no crepúsculo deixando passar apenas a luz vertical. Considerando que a musculatura da íris responsável pelo fechamento da pupila (miose) quando os olhos são expostos à luz permaneceu praticamente em desuso nesses 69 dias, também aq ui as lentes que filtram os raios UVA e UVB são extremamente importantes na proteção das lentes naturais do olho, córnea e cristalino, e também dos neurônios da retina.

Agora, os mineiros serão tratados de forma a repor os nutrientes que também foram perdidos pelas condições em que ficaram e não apenas no que diz respeito à visão, porque vários órgãos devem ter sido levados a uma hipofunção tendendo inclusive a atrofia, completa.