Nossos Vídeos

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

FESTIVAL OUTUBRO INDEPENDENTE


Programação privilegia manifestações da cultura independente e fortalece a diversidade cultural. Festa de abertura gratuita em parceria com a VOODOOHOP, Dona Ivone Lara, The Eternals (EUA), Chali 2Na (EUA) e Jah Shaka (ING) são destaques do evento

São Paulo, setembro de 2010 - Intercâmbio cultural, alma cosmopolita e pluralidade artística permeiam a 2° edição do Festival Outubro Independente. Opulência e criatividade tomarão conta do centro de São Paulo em 1º de outubro. Uma grande festa em frente a Galeria Olido, realizada em parceria com o projeto VOODOOHOP baseada no conceito europeu “squat party”, inaugura o festival. A exibição do filme “Pixo” de João Wainer e Roberto T. Oliveira na Galeria Olido, às 19h30, dará início às atividades.

Os alemães da banda berlinense “rock’n’disco” Kissogram,” ganhadores do selo de melhor CD das revistas especializadas DJ Mag e Mix Mag, garantem a diversão. A celebração continua ao som eletrônico do berlinense Shir Khan, um dos expoentes do electro e cabeça do selo Exploited, dos DJs brasileiros Camilo Rocha, Lúcio Ribeiro, André Pomba e Dolores, da parisiense Souksouklow e muitos outros.

O projeto Código 11 dos artistas multimídia Gerfried Gaulhofer e Thomas Haferlach, é mais uma atração. As projeções incorporam 3D Mapping para iluminar a estrutura do prédio da Avenida São João que se transforma em um grande equalizador interagindo com o som dos músicos da noite. O público participa mandando mensagens pelo celular que aparecem em grande formato como pixações na fachada do prédio. É grátis

Concebido no CCJ (Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso) em 2006 ainda como CCJ Independente e alicerçado pela diversidade de linguagens e pela abertura de espaços e apoio aos artistas independentes, o Festival Outubro Independente, subsidiado pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, amplia seus horizontes.

Shir Khan

A Galeria Olido, as ruas do Centro, as bibliotecas Alceu Amoroso Lima, Cora Coralina, Érico Veríssimo, Rubens Borba de Moraes e o Centro Cultural São Paulo sediarão os quase 100 eventos distribuídos nos 31 dias de festival cingidos pela música, artes, literatura, cinema e debates. Com ingressos gratuitos ou a preços módicos, o evento atende os anseios de todas as tribos. O Outubro Independente segue até 31 de outubro.

Da cena musical brasileira, são destaques: o encontro das bandas pernambucanas Eddie e Mombojó, no CCJ dia 02, e dos irmãos Arrigo Barnabé, com o duo Clara Crocodilo, e Paulo Barnabé, com a Patife Band, no dia 12; e as apresentações do sexteto de Brasília Satanique Samba Trio e da banda cearense Cidadão Instigado que tocam no CCSP nos dias 16 e 17, respectivamente.

Além de abarcar grandes artistas brasileiros dos diversos mundos da arte, o festival trará pela primeira vez ao Brasil o sound system de Jah Shaka, grande mestre da cultura e sonoridade jamaicana reconhecido no mundo todo. Sua apresentação será na rua, em frente ao CCJ, no dia 24. No dia 16, o CCJ recebe Chali 2na, destaque na cena hip-hop e barítono do lendário Jurassic 5. No dia 30, o CCSP apresenta a mistura de ska, dub e eletrônico da banda The Eternals, com show de abertura do Hurtmold.

Debates literários propõem relações entre diferentes escritores que buscam formas alternativas de produção e distribuição. Os meios de produção e distribuição serão abordados também durante ciclo de debates que acontece nos dias 08 e 16, no CCSP. O festival apresenta ainda uma série de mostras de Cinema Independente, com mais de 30 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, exibidos no CCSP e na Galeria Olido.

”Nosso objetivo é mostrar que, mesmo sem investimentos financeiros vultosos ou contratos com grandes empresas, vários grupos puderam viabilizar seu próprio trabalho desfrutando de certa autonomia. Hoje é possível gravar, mixar, editar e publicar obras, o que possibilita ao artista ter maior controle sobre a sua obra”, afirma Karen Cunha, uma das organizadoras do Outubro Independente.

Os organizadores ressaltam também que é desígnio apoiar os grandes festivais e serem apoiados por eles, já que a finalidade é disseminar a arte independente no Brasil. E a melhor forma é unir forças.

Abaixo, programação completa.



Festa de abertura

Dia 01, sexta

Projeções com celulares, sets de DJs de várias partes do mundo, performances, live paiting, sound system e intervenções sonoras farão parte da festa de abertura do evento Outubro Independente 2010. Em parceria com o coletivo Voodoohop, a festa tomará conta do centro velho de São Paulo durante toda a madrugada de sexta pra sábado. A exibição do filme “Pixo” na Galeria Olido, às 19h30, dará início às atividades.

Show: Kissogram (Berlim).
DJ´s: Shir Khan (Berlim), Camilo Rocha, Dolores, Tomash, Souksouklow (Paris) e muitos outros.
Projeções: Código 11 Projeções (Sms Pixação + Sound Visualization)
Intervenções sonoras: Barulho.org

Grátis. Em frente a Galeria Olido - Centro. Das 19h30 às 5h


MÚSICA

Anfiteatro - CCJ:

Distribuição de ingressos no dia do espetáculo, a partir das 10h, na recepção do CCJ.

CCSP:

Distribuição de ingressos 2h antes do espetáculo, na bilheteria do CCSP.

Galeria Olido:

Distribuição de ingressos 1 hora antes do espetáculo, na bilheteria da Galeria Olido.



Dia 01, sexta



Ari Borger Quartet

O grupo liderado pelo tecladista Ari Borger mostra as novas músicas do aclamado CD “Backyard Jam” num mix de Blues, Soul, Jazz e Ritmos Brasileiros. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 12h30

FESTA DE EXIBIÇÃO: OFICINA DE VIDEOCLIPE 2

Exibição dos trabalhos produzidos durante a Oficina de Videoclipe coordenada por Roger Duran, com show de Xtreme Blues Dog (one man band), Ode Amorim, Shaolins e Nova Geração e Ximbaura. Grátis. 50 lugares. Anfiteatro - CCJ. 18h30

Dia 02, sábado

EDDIE + MOMBOJÓ

Com 20 anos de estrada a Eddie lançou o álbum “Carnaval no Inferno” em 2008 e segue criando grooves e entortando convenções. Neste ano, a Mombojó retornou às origens de banda independente com o disco “Amigo do Tempo”, gravado ao longo dos últimos três anos em pelo menos oito estúdios diferentes. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 19h

Psilosamples

Projeto de música eletrônica do multiinstrumentista mineiro Zé Rolê, que consiste em tocar o mais orgânico e sutil downbeat com experimentalismo e um expressivo som regional. Seu mais recente CD, “As Aventuras de Zé no Planeta Roça”, foi lançado no ano passado. Abertura: Cogumelo Panda. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h



Dia 08, sexta

SOUKAST: Simone Sou e Guilherme Kastrup

A afinidade musical do duo transparece no diálogo desenvolvido nos temas musicais, através de ritmos, samplers, tambores, latas, efeitos, vozes e texturas que dão profundidade a um cenário sonoro repleto de sons inusitados. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 12h30



Davi Bernardo

O músico de Pouso Alegre (MG) apresenta seu 1º trabalho autoral, o CD Nova Fronteira, que reúne com originalidade a influência de clássicos da música brasileira como Tom Jobim, Hermeto Pascoal e Edu Lobo ao lado de artistas contemporâneos ou figuras importantes para a história do rock como Animal Collective, Beatles e Fred Frith. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 09, sábado

PUNK: The Squintz + Garotos do Subúrbio + Deserdados + Excluídos

The Squintz, do Distrito Federal, se inspira nos clássicos do punk britânico, como Stiff Little Fingers, The Clash, Chords e The Jam. Projeto de ex-integrantes e membros atuais dos Inocentes, a Garotos do Subúrbio apresenta músicas como Miséria e Fome e Medo de Morrer. Formada na zona leste de SP, Deserdados traz um punk rock com influência setentista e passagens pelo reggae e pelo ska. Com longa trajetória de banda independente, a banda Excluídos fez história no contexto underground paulistano e está gravando o 2º disco. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 17h30

SUPER 8 + OS MARIPOSAS + FÁBRICA DE ANIMAIS

Fábrica de Animais apresenta um espetáculo de rock and roll, rock and blues e rock and soul com um repertório de músicas como Torto, Trôpego e Cambaleante, Honey, Pneumonia e Ano novo em Bagdá. A banda paulistana Mariposa se prepara para a produção de seu 3º álbum, ainda sem título definido, sucessor de O Dia Em Que Tudo Se Moveu (2009) e Use O Assento Para Flutuar (2007). Marcado por forte influência do mod-rock inglês, o Super8 une composições de seus membros costuradas por arranjos elaborados pelos músicos em sessões de gravações e Jam-sessions livres. Grátis. 200 lugares.Vitrine da Dança – Galeria Olido. 18h

ELMA

Formada em 2002, a banda desenvolve um rock instrumental de sonoridade crua calcado no metal, mesclando violência e polirritmia, indo da complexidade ao minimalismo, geralmente na mesma música. Nesta apresentação, o grupo faz o pré-lançamento de seu novo CD. Abertura: Auto. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 10, domingo

Final do Hip Hop Dj 2010

Depois das eliminatórias realizadas em agosto no CCSP, 12 DJs disputam a última etapa da 14ª edição do evento criado em 1997 por Kl Jay e pelo rapper Xis. Entre os finalistas estão DJ Rodrigo, DJ ABade, DJ Simmone, DJ Bidu, DJ Tiu, DJ Tiago, DJ Edgar Costa e DJ Ckrill (eliminatória SP), mais DJs de fora de São Paulo (interior e outros estados) que serão selecionados no próprio dia 10. Evento contemplado pelo Proac. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 17h

DONA IVONE LARA + BERÇO DO SAMBA DE SÃO MATEUS

Dona de uma voz marcante, Dona Ivone Lara já criou mais de 400 composições entre sambas-enredo de sucesso e músicas interpretadas nas vozes de artistas como Clara Nunes, Bethânia e Paulinho da Viola. Neste dia, a cantora será acompanhada pela tradicional roda do Berço de Samba de São Mateus. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 18h

Dia 12, terça

ARRIGO BARNABÉ & PAULO BRAGA + PATIFE BAND + ZUMBI DO MATO

Vídeo-cenário: coletivo ZoomB. Arrigo Barnabé e Paulo Braga apresentam o duo para pianos “Clara Crocodilo”, com temas conhecidos como “Diversões Eletrônicas” e “Orgasmo Total”. Com uma nova configuração e o mesmo vigor anterior a Patife Band retorna ainda mais aberta aos improvisos e experimentações. A Zumbi do Mato, que há 20 anos vem divertindo e indignando seus contemporâneos e sucedâneos, fará uma releitura dos extremos de sua carreira. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 16h

Dia 14, quinta

Chankas

Com lançamento do CD homônimo, calcado basicamente no violão, Chankas é o projeto solo de Fernando Cappi, guitarrista do Hurtmold e integrante de vários outros projetos de artistas como Maurício Takara, Bodes & Elefantes e Joe Lally (Fugazi). Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 15, sexta

Pata de Elefante

Com participação em importantes festivais no Brasil, a banda despertou a atenção da crítica ao fazer canções instrumentais que cativam o público acostumado a ouvir música com vocais. Suas influências vão do pop rock dos anos 60 e 70 aos compositores de trilhas sonoras como Henri Mancini e Ênio Morricone. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 12h30

Hierofante Púrpura

Banda de Mogi das Cruzes radicada na capital paulista desponta no cenário do rock independente nacional com personalidade, abraçando um experimentalismo de contexto poético e instrumental que é a marca de seus mais recentes EPs: "Adubado" e "Crise de Creize". Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 16, sábado

CHALI 2NA (EUA) + CONTRA FLUXO + AKIRA PRESIDENTE

Embalado por uma atmosfera romântica e bem humorada o Contra Fluxo apresenta canções de seu 2º álbum, “SuperAção”. Akira Presidente mostra músicas do elogiado “Meu Sotaque Meu Flow”, lançado em 2010. Quem encerra o evento é o rapper Chali 2Na, integrante do lendário Jurassic 5 e uma das vozes mais distintas do hip hop. “Tuna” lançou seu 1º trabalho solo, o “Fish Outta Water”, em 2009. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 18h

SAMBA DA VELA: 10 ANOS

Fundada em 2000 pelos sambistas Magnu Sousá, Paquera, Maurílio de Oliveira e Chapinha, a Comunidade Samba da Vela é uma reunião de compositores que ainda fazem o que há de mais genuíno na cultura brasileira. Intervenção Visual: VJ Pixel. Grátis. 293 lugares.

Sala Olido – Galeria Olido. 18h

Satanique Samba Trio

O sexteto de Brasília traz sua música instrumental brasileira "possuída" por dissonâncias, distorções e compassos variáveis, fruto de influências como Anton Webern e Gustav Mahler. O grupo apresenta o espetáculo Tritonus, dividido em três sessões e composta por instrumentos diversos como viola caipira, contrabaixo, percussão, clarineta, rabeca e cavaquinho. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 17, domingo

Cidadão Instigado

A banda cearense apresenta o repertório do novo CD, “Uhuuu”, com rebuscados arranjos que remetem ao melhor da psicodelia dos 70 e trazem em sua sonoridade um ambiente de verão, apontando um caminho original para o gênero mais popular do planeta: o rock. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 18h

KL JAY & CONVIDADOS

KL Jay apresenta seu projeto solo, Fita Mixada: “Rotação 33”. Com 30 minutos de “viradas” sem edição e um repertório só de vinis de rap brasileiro, o DJ apresenta a essência de um verdadeiro trabalho de discotecagem. Com: Max B.O., Lívia Cruz, Kamau, Andrômeda e Gaspar. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 18h

Dia 21, quinta

A Banda de Joseph Tourton

Em meio ao crescimento do rock instrumental na cena musical brasileira, a banda recifence de nome grande e integrantes jovens traz influência de gêneros como surf music e ska, agregada ao experimentalismo de seus contemporâneos do Hurtmold. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 22, sexta

Di Freitas

O músico de Fortaleza já desenvolve há quase 12 anos um trabalho de experimentação musical com materiais alternativos, notabilizando-se por sua perfomance na família das cordas (rabecas, violinos, violas e cellos). Em 2009, lançou o aclamado CD “Alumioso”.

Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 12h30

Lacertae

Com 20 anos de existência, o grupo da cidade de Lagarto (Sergipe) dedica-se à música regional marcada pela influência da bossa nova e da capoeira misturadas às sonoridades de Jimi Hendrix, Velvet Underground, Hermeto Pascoal e Tom Zé. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

MDM

Projeto solo do guitarrista do Hurtmold, Mário Cappi, que também já tocou no Bodes & Elefantes, Polara e acompanha o músico carioca Marcelo Camelo. Grátis. 50 lugares. Anfiteatro - CCJ. 20h

Dia 23, sábado

Festival 20 Minutos + Korzus
O festival 20 minutos selecionará 8 bandas independentes para fazer um pocket show dentro da programação do O. I. O encerramento fica por conta da banda de metal Korzus, que acaba de lançar seu novo CD “Discipline of Hate”. Inscrições de bandas: até 10/10, na recepção do CCJ. Mais informações: ccjuve.prefeitura.sp.gov.br. Grátis. 300 lugares. Anfiteatro - CCJ. 15h30

Espanca Mosca com Wilson Sukorski

Espanca Mosca - Fly's Beating - Música Pessoal é um show solo de música experimental eletrônica, com projeção de vídeos, som quadrafônico, instrumentos eletroacústicos inusitados e cheio de referências brasileiras. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Daniel Murray convida: Sergio Kafejian, Giuliana Audra e Chico Saraiva

O versátil violonista transita entre o erudito e o popular apresentando dois de seus projetos: o “Duo Saraiva-Murray”, uma parceria com Chico Saraiva focada no repertório brasileiro e o “Trio Uni-versos”, projeto de música eletroacústica que conta com o violonista e compositor Sérgio Kafejian e a flautista Giuliana Audra. Grátis. 320 lugares. Sala Jardel Filho – CCSP. 20h

Dia 24, domingo

JAH SHAKA (ING) + VICTOR RICE & BUGUINHA DUB + QUILOMBO HI-FI

Dois especialistas em dub e early reggae, os músicos e produtores Victor Rice e Buguinha Dub se encontram numa espécie de soundclash de espírito colaborativo, abrindo a tarde para o esperado Sound System de Jah Shaka. Jamaicano de Clarendon, Shaka iniciou sua carreira em Londres e é hoje um nome imprescindível aos apreciadores de reggae, dub, stepper e black music. Grátis. Entrada Livre. Em Frente ao CCJ. 13h

Percorso Ensemble

Criado em 2002, com o objetivo de divulgar a música contemporânea, o grupo apresenta obras compostas na última década pelos compositores Rodrigo Lima, Michelle Agnes, Jorge Villavivencio, Eduardo Alvares, Neder Nassaro e Liduino Pitombeira. Com: Cássia Carrascoza (flauta), Simona Cavuoto (violino), Douglas Kier (violoncelo), Horacio Gouveia (piano) e Ricardo Bologna (percussão e direção musical). Grátis. 320 lugares. Sala Jardel Filho – CCSP. 19h

Dia 28, quinta

Mitch & Mitch (Polônia)

Guitarras, maracas, tambores e vibrafone, além de sons eletrônicos, estão presentes na sonoridade do grupo, que vai do tranquilo ao extremo agitado, geralmente dentro de uma mesma música, em uma atmosfera de contínuas mudanças rítmicas. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

Dia 29, sexta

SINFONIA DE ARAMES: Orquestra de Berimbaus do Morro do Querosene

Em parceria com a Biblioteca Luis Braille, o espetáculo marca o lançamento do 1º CD do grupo, que mostra a versatilidade do berimbau ao interpretar toques da capoeira e ritmos brasileiros com arranjos e regência do mestre Dinho Nascimento. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 12h30

INDI(E)FUSA – FESTIVAL SIN FRONTERA

O CCSP recebe a banda vencedora do festival de música independente que acontece na cidade de Córdoba, Argentina, no dia 15 de outubro, reunindo jovens grupos expoentes da cena local. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

LOS PIRATA

Natural de San Pablo, Los Pirata começou misturando country, surf, punk e rock e cantando em "portunhol". Hoje são: uma bateria de criança, um baixo-guitarra, guitarras “red neck”, algum nonsense e muita cara-de-pau. Grátis. 50 lugares. Anfiteatro - CCJ. 20h.

Dia 30, sábado

The Eternals (EUA)

Formado na cidade de Chicago por Damon Locks (vocal, teclado e efeitos) e Wayne Montana (baixo e teclado), o grupo já fez algumas turnês pelos EUA com os conterrâneos do Tortoise, Isotope 217 e Brokeback, e está lançando seu novo álbum: “Approaching the Energy Field”. Abertura: Hurtmold. Grátis. 631 lugares. Sala Adoniran Barbosa – CCSP. 19h

ENCONTROS, PALESTRAS E DEBATES

LITERATURA



Grátis. Retirada de ingresso 1h antes dos debates.



Dia 05/10, terça



ELÉIA LEU

Happening desenvolvido por escritores e apreciadores de literatura aberto à participação e interferência do público. Com: Berimba de Jesus, Caco Pontes, Gabriel Kerhart, Gabriel Kolyniak e Pedro Tostes. Convidados: Rui Mascarenhas, Deborah Goldemberg, Duguetto Shabazz, Zé Henrique Calazans. Ambientação Sonora: Ariane Stolfi. Vídeo Performance: Enrico Porro. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 19h



oficina: criação de livretos ou cadernos

Utilizando materiais recicláveis e técnicas simples de encadernação, a atividade terá duas partes: escolha de materiais e execução de um caderno/livro por pessoa. Com: Lívia Loureiro. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 14h

Dias 06, 13 e 27, quartas

INTERFERÊNCIA MODULADA

O Coletivo Poesia Maloqueirista apresenta uma fusão "Sarau e Jam", num espetáculo de poesia performática que contará com a participação de membros das comunidades locais. Com: Aline Binns, Berimba de Jesus e Caco Pontes (poesia); Guima Mendonça, Lucas Moreno, Orates, Rômulo Alexis e Téo Garfunkel (música). Grátis. Biblioteca Érico Veríssimo: Dia 06, 14h | Biblioteca Cora Coralina: Dia 13, 14h | Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais: Dia 27, 15h.

Dia 09, sábado

show: Experimento Prosótypo 6.1 – volver

A banda retorna com um formato diferenciado e novos arranjos, mantendo a característica performática e o groove de sempre. Convidados: Roberta Estrela D´alva e Carlos Careqa. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 19h30

EXPOSIÇÃO: Edições & Alternativas

A exposição reúne publicações de São Paulo e Rio de Janeiro produzidas nos últimos 10 anos, de forma independente e artesanal: livretos, livros, postais, jornais e revistas de poesia, literatura e arte contemporânea. Lançamento: Multívio (Berimba de Jesus), Delitos & Deleites (Giovanni Baffo), Tarja Preta (Zinho Trindade) e sópro sôpro (Heyk Pimenta). Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 18h



Dia 16, sábado

SHOW: Kaoll & Lanny Gordin - Música + Poesia + Palestra Tropicália

Bate-papo sobre a Tropicália com Mauro David Cukierkom, seguido do show de música instrumental “Kaoll & Lanny Gordin”, atual trabalho do lendário guitarrista de artistas como Gal Costa, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 18h



Dia 19, terça



Bate-Papo sobre produção independente

Conversa sobre estratégias de modos de publicação material e virtual. Como os diferentes modos de veiculação influenciam na forma e conteúdo dos textos e na recepção do leitor? Haverá lançamento da nova compilação de textos curtos de teatro e poesia. Com: Rogério Guarapiran. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 14h

Dia 27/10, quarta

DEBATE: Terrorismo Poético

Debate sobre ações que buscam causar o estranhamento do cotidiano através da literatura e intervenções artísticas. Com: Cláudia Schapira, Pedro Tostes, Erton Moraes e Maick Nuclear. Grátis. Biblioteca Alceu Amoroso Lima. 19h

Ciclo de Debates no CCSP

Grátis. Retirada de ingresso 1h antes dos debates.

Dia 8, sexta

Do Indie ao Digital: os Novos Contornos da Distribuição Cinematográfica

Com o barateamento da produção cinematográfica é mais fácil e barato produzir um filme. Mas esta facilidade se esbarra com a dificuldade em exibi-lo. Serão discutidas as diferentes e criativas estratégias de veiculação de produções nacionais e estrangeiras e a chegada do Sistema Digital de exibição.

Com: Cynthia Alario,fundadora da Brazucah, agência de comunicação especializada em cinema brasileiro; Luciana Rodrigues, professora de Cinema da FAAP e membro da diretoria executiva do FORCINE- Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual; e Juan Zapata, diretor, roteirista e produtor colombiano radicado no Brasil desde 2004. Mediação: Márcio Júnior, pesquisador da GPOPAI/USP e integrante do coletivo Barulho.org. 100 lugares. Sala Lima Barreto – CCSP. 15h

Dia 16, sábado

“Independente de quê?”

Após a crise da indústria fonográfica e o barateamento dos custos de gravação, começa a surgir um circuito autônomo de produção e distribuição de música independente no Brasil. Quais foram esses percursos? Quais suas repercussões na circulação e na estética musical? Com: Márcia Tosta Dias, autora de “Os donos da voz – indústria fonográfica e mundialização da cultura” e professora da Unifesp; Alfredo Bello (DJ Tudo), músico e fundador do Selo Mundo Melhor; Pena Schmidt, diretor do Auditório Ibirapuera; Silvio Pellacani Júnior, fundador da distribuidora Trattore. Mediação: Márcio Júnior, pesquisador e integrante do coletivo Barulho.org. 100 lugares. Sala Lima Barreto – CCSP. 13h

“Produção, distribuição e os embates em torno dos direitos autorais”

O objetivo é promover um diálogo sobre as transformações tecnológicas nos meios de produção e distribuição e suas conseqüências diretas nas propostas de reformulação da lei de direitos autorais.

Com: Sérgio Amadeu, cientista político e professor da Faculdade de Comunicação Cásper Líbero; Gustavo Anitelli, coordenador da Cia. O Teatro Mágico e integrante do movimento Música Para Baixar; Guilherme Varella, mestrando em Políticas Públicas de Cultura na Faculdade de Direito da USP, atua no IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor); Cacá Machado, ex-diretor do Centro de Música da Funarte e criador da Rede Música Brasil; Mediação: Pablo Ortellado, professor do curso de Gestão de Políticas Públicas da EACH-USP e pesquisador do GPOPAI/USP. 100 lugares. Sala Lima Barreto – CCSP. 16h

ESPAÇO CURTAS: O CINEMA INDEPENDENTE NO BRASIL

De 09 a 30, sábados

O projeto visa reunir e fortalecer o apoio mútuo entre produtores independentes de diversas localidades do Brasil e viabilizar produções coletivas de qualidade, dando mais força ao circuito cinematográfico independente. Com: Prostitutas à Cavalo, Revolta Filmes, CinEscadão, Nitxi, Íris, Mulambo Produções, Produto Tosco, AIC, Projeto Espremedor, CICAS, Pery News, Cine Campinho, Rasgada Coletiva, Guerrilha Gerador e Sinfonia de Cães. Acesse a programação de curtas no site: ccjuve.prefeitura.sp.gov.br.

Grátis. Livre. Mirante – CCJ. 18h30.

INTERFERÊNCIA MODULADA

Dias 06, 13 e 27, quartas

O Coletivo Poesia Maloqueirista apresenta uma fusão "Sarau e Jam", num espetáculo de poesia performática que contará com a participação de membros das comunidades locais. Com: Aline Binns, Berimba de Jesus e Caco Pontes (poesia); Guima Mendonça, Lucas Moreno, Orates, Rômulo Alexis e Téo Garfunkel (música). Grátis. Biblioteca Ériko Verríssimo: Dia 06, 14h | Biblioteca Cora Coralina: Dia 13, 14h | Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais: Dia 27, 15h.

SEMANA TEMÁTICA - Internet, Poesia e HQ: Independência ou Morte!

Grátis. Inscrições para as atividades na recepção do CCJ.

De 27 a 30

NANQUIM DESCARTÁVEL

Práticas e conceitos necessários para a produção de uma revista de quadrinhos independente pensadas a partir da experiência da revista “Nanquim Descartável”. Com: Daniel Esteves, roteirista, quadrinista e diretor da Escola HQEMFOCO. 15 vagas. HQteca – CCJ. Dias 27 e 28, quarta e quinta, das 15h às 18h.

BATE-PAPO COM GRAFFITI POÉTICO

Com: Coletivo 5 Zonas, formado por artistas, designers gráficos e grafiteiros. Editores da Revista Graffiti Poético conversam sobre o processo de criação, as facilidades e dificuldades encontradas na produção de uma revista independente no Brasil. Haverá distribuição de exemplares da revista. 50 vagas. Espaço Sarau – CCJ. Dia 27, quarta, das 19h às 20h30.

WORKSHOP: NECROMANCIA POÉTICA

A oficina propõe relações entre diferentes escritores como Hilda Hilst, Jorge de Lima e Drummond. Partindo dessa consulta, os participantes serão convidados a experimentar a criação poética. Com: Bruno Pastore, pintor, poeta e educador social. 20 vagas. Espaço Sarau – CCJ. Dia 29, sexta, das 15h às 18h.

NAVEGAR É PRECISO

Twitter, Facebook, Orkut e blogs: como fazer bom uso das redes sociais na internet? Esta questão será debatida com Alexandre Inagaki, jornalista e consultor de comunicação em mídias sociais, colunista da revista Pix e do site Yahoo!Posts e criador do blog “Pensar Enlouquece: Pense Nisso”. 12 vagas. Laboratório de Pesquisa – CCJ. Dia 30, sábado, das 11h às 14h.

PUBLICAÇÕES NA INTERNET

Bate-papo sobre os caminhos da publicação de literatura na Internet: a importância de sites e blogs na trajetória de autores, iniciantes ou não. Com: Pipol, webpoeta e editor-fundador do portal de literatura e arte “Cronópios”. 50 vagas. Espaço Sarau – CCJ. Dia 30, sábado, das 15h às 17h.

PAINEL: BLOGS E HQS

Três experientes quadrinistas discutem o blog como novo suporte para publicação e crítica de quadrinhos na Internet. Com: Gazy Andraus, doutor em Ciências da Comunicação, premiado com a melhor tese de 2006 pelo HQ-MIX; Eloyr Pacheco, quadrinhista, editor e criador do Biborna.net; e Daniel Esteves, diretor da Escola HQEMFOCO. 50 vagas. Espaço Sarau – CCJ. Dia 30, sábado, das 17h30 às 19h30.

CITY HIP HOP

Organização: Conceitos de Rua. O projeto City Hip Hop promove o intercâmbio entre representantes da cultura urbana de grandes cidades do mundo. Neste ano, as trocas de experiências ocorreram entre artistas da América Latina e Berlim. Grátis. +15 anos. Inscrições para as atividades na recepção ou pelo e-mail: ccjredessociais@prefeitura.sp.gov.br.

Dia 15, sexta

Debate: História do Hip Hop em São Paulo

Bate-papo com Nelson Triunfo, idealizador da cultura hip hop em São Paulo, e Sharylaine, primeira mulher a cantar rap no Brasil. O encerramento contará com shows de artistas do Brasil e de Berlim. 50 vagas. Anfiteatro - CCJ. 19h

Dia 16, sábado

Oficina de MC

Com: DrroB, MC berlinense de influência sérvia, reconhecido pela crítica reflexiva em suas poesias; El- Parce, colombiano radicado em Berlim, integrante do grupo T.A.L.Y Crew, referência da nova escola alemã; e Ariane, que apresenta um hip hop com forte influência latino-americana e espanhola. 10 vagas. Estúdio – CCJ. 10h30

Oficina de Dança

Com: Ecki e Shih a.k.a. massigi. Ecki tem se apresentado em peças teatrais e espetáculos de dança desde 2006. Seu estilo baseia-se na fusão de vários gêneros da dança de rua: hip hop, new stile, break dance, lockin e popping. 30 vagas. Varanda – CCJ. 14h30

Oficina de BeatBox

Com: Kays Elbeyli e Raphael Schall, integrantes do grupo Oralic SounMachines, uma orquestra de BeatBox fundada pelo lendário Mc Maxim e pela DJ Mesia, ambos da velha escola do hip hop alemão. 10 vagas. Estúdio – CCJ. 15h

OFICINA

Dia 19, terça

Criação de Pedais e Efeitos

Com: Fóssil & Alein Amps and Handmade Effects. Serão abordados os conceitos tecnológicos e musicais necessários para a criação de pedais e efeitos sonoros. No dia 20, às 18h, os participantes realizarão uma apresentação colaborativa. Grátis. + 15 anos. 15 vagas. Haverá seleção. Inscrições de 01 a 15/10 na recepção do CCJ ou pelo e-mail: ccjredessociais@prefeitura.sp.gov.br. Área de Convivência – CCJ. Das 13h às 18h

EXPOSIÇÕES

Dia 01, sexta

Alameda: Arte de Rua – “Solte os Bichos!”

Abertura da exposição organizada pelo Coletivo 5 Zonas, que utilizará paredes e telas como suporte para sua pintura. Os artistas partiram do tema “liberdade” para discutir questões como preconceitos, pressão psicológica e gaiolas reais ou imaginárias. Com: Credo, Eve 14, Hope, Sow e Tota. DJ convidado: Bola 8. Grátis. Alameda – CCJ. Abertura: 20h. Visitação: Terça a sábado, das 10h às 20h; domingos e feriados, das 10h às 18h.

De 01 a 21/10

“Musik + X”

A exposição multimídia concebida pelo Goethe-Institut simula um festival de música jovem alemã em palcos temáticos com vídeos, músicas e outros elementos da cultura de cada ritmo. As obras trazem referências à banda pop Tokio Hotel, ao hip-hop do Jan Delay, ao techno do Sven Väth e outros. Grátis. Livre. Teatro de Arena - CCJ. Visitação: Terça a quinta, das 11h às 19h; Sexta e sábado, das 13h30 às 21h30; domingos e feriados, das 10h às 18h.

De 14 a 17/10

PAINEL DE ALEX HORNEST

Durante o mês de outubro, a parede circular amarela que contorna o Anfiteatro do CCJ será transformada num novo espaço de referência para a arte de rua na cidade de São Paulo. Entre os dias 14 e 18/10, ninguém menos que o artista de graffiti, pintor e escultor Alex Hornest, o ONESTO, construirá um painel gigante com seus personagens urbanos, de traços inconfundíveis. Grátis. Livre. Hall de Entrada – CCJ.

De 18 a 31/10

LIFE on LINE of LIFE

Idealização e desenvolvimento: Sabrina Nudeliman. Curadoria: Martha Gabriel. Produção: Andrea Borrotchin. Apoio: Universidade Anhembi Morumbi.

O público poderá interagir com trabalhos de arte contemporânea de vanguarda feitos pela brasileira Martha Gabriel, artista premiada na Bienal de Florença (Itália), com performances internacionais e uma mostra paralela de arte e tecnologia desenvolvida por universitários. Haverá dois painéis de discussão reunindo artistas de outros países.

Grátis. Galeria Olido.

MARTHA GABRIEL

Exposição das obras “Locative Painting”, pintura interativa na tela de um computador; “Sensitive Rose”, rosa dos ventos interativa formada por móbile tags; “My I?”, criada para a exposição “Virtuality/Spirituality Exhibition” de Munique (Alemanha); e “Mobile Quest”, imagem espiral formada durante uma corrida.

JOVENS TALENTOS

Exposição de trabalhos de alunos dos cursos de artes, design digital e design de games e intervenções musicais do curso de produção musical da Universidade Anhembi Morumbi. Entre as obras expostas estão “Samsa Inc”, vídeo digital stop-motion e “Hipecepção: a virtualidade, o sonho e a imaginação nas obras literárias Alice no País das Maravilhas e Coraline”. Espaço expositivo (sobreloja) – Galeria Olido. Abertura: Dia 17, 17h. Visitação: De 18 a 31, ter a dom, das 9h às 20h

INTERVENÇÕES DE ARTISTAS INTERNACIONAIS

Corredor – Galeria Olido. Dias 19, 20 e 21, 16h

MESA-REDONDA: “ARTE E TECNOLOGIA NA CONTEMPORANEIDADE”

Com artistas convidados. Mediação: Martha Gabriel.

Espaço Expositivo (sobreloja) – Galeria Olido. Dia 19, 19h

MESA-REDONDA

Com representantes da Anhembi Morumbi. Mediação: Rachel Zuanon. Participantes: Ariana Kei e Felipe Julian.

Espaço Expositivo (sobreloja) – Galeria Olido. Dia 29, 19h

DANÇA

Alunos do curso de dança da Anhembi Morumbi fazem apresentação.

Corredor – Galeria Olido. Dia 30, 17h

CINEMA

Independente a Qualquer Custo

Ciclo de filmes independentes que suaram a camisa para acontecer seja na fase de produção, seja na distribuição.

De 01 a 08

Grátis. Distribuição de ingressos 1 hora antes da sessão.

A Dança da Vida
Documentário, Brasil, 80 min, 2007. Direção: Juan Zapata.

CCSP. Dia 01,16h; Dia 05, 18h

Mercedes Sosa. Cantora, uma viagem íntima
Documentário, Argentina, 120 min, 2008. Direção: Rodrigo Vila.

CCSP. Dia 01, 18h; Dia 05, 16h

Estrada Para Ythaca (Pré-estréia)
Ficção, Brasil, 70 min, 2010. Direção: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti. Com: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti.

CCSP. Dia 01, 20h; Dia 05, 20h

O Andarilho

Documentário, Brasil, 80 min, 2007. Direção: Cao Guimarães.
CCSP. Dia 02, 16h; Dia 07, 18h

Profissão MC

Ficção, Brasil, 52 min, 2009. Direção: Alessandro Buzo.

Após o filme, um bate-papo com o diretor.

CCSP. Dia 02, 18h; Dia 07, 16h

O Milagre de Santa Luzia

Documentário, Brasil, 104 min, 2009. Direção: Sérgio Roizemblit. Com: Dominguinhos, Sivuca, Toninho Ferraguti e outros.

CCSP. Dia 02, 20h; Dia 07, 20h

Aboio

Documentário, Brasil, 73 min, 2005. Direção: Marilia Rocha. Com: Naná Vasconcelos, Elomar e Lirinha (Cordel do Fogo Encantado).

Livre. CCSP. Dia 03, 16h; Dia 06, 18h

Acácio

Documentário, Brasil, 88 min, 2008. Direção: Marilia Rocha.

Livre. CCSP. Dia 03, 18h; Dia 06, 16h

A Falta que me faz (pré-estréia)

Documentário, Brasil, 85 min, 2009. Direção: Marilia Rocha.
CCSP. Dia 03, 20h; Dia 06, 20h

ESTRÉIA: PIXO

De 01 a 14

+16 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

PIXO

Documentário, São Paulo, 61 min, 2009. Direção: João Wainer e Roberto T. Oliveira. Após a sessão do dia 02, haverá um bate-papo com os diretores.

Cine Olido. Dias 01, 06, 09 e 13, 19h30; Dias 02, 05, 08 e 12, 17h; Dias 07, 10 e 14, 15h.

DVD-RW

A mostra “DVD-RW” adensará as discussões em torno do controvertido tema dos direitos

autorais. Todos os filmes, nacionais e estrangeiros, que serão exibidos durante a mostra estão disponíveis para download livre e gratuito em sites de compartilhamento de arquivos.

De 01 a 07

+10 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

SITA SINGS THE BLUES

EUA, 82 min, 2008. Direção: Nina Paley.

Cine Olido. Dia 01, 15h; Dia 06, 17h.

GOOD COPY, BAD COPY

Dinamarca, 58 min, 2007. Direção: Andreas Johnsen, Ralf Christensen, Henrik Moltke.

Cine Olido. Dia 01, 17h; Dia 06, 15h.

BREGA S/A

Brasil, 60 min, 2009. Direção: Vladimir Cunha e Gustavo Godinho. Dia 02, 20h; Dia 07, 17h.

FILHAS DA CHIQUITA

Direção: Priscilla Brasil. Dia 05, 15h; Dia 07, 19h30.

SESSÃO ESPECIAL: WILD STYLE

Documentário, EUA, 82 min, 1983. Direção: Charlie Ahearn. Wild Style marcou a cena cinematográfica ao apresentar o graffiti, até então marginalizado, ao mundo.

+12 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia). Cine Olido. Dia 02, 15h.

NOITE DE ESTRÉIA – SKATE #2

Sessão dedicada a pré-estréias e lançamentos de filmes sobre o skate.

STAY GOLD

Direção: Jon Miner. Livre. Grátis. Cine Olido. Dia 04, 19h.

COLETIVO DE VÍDEO POPULAR – NOSSA TELA

Sessão mensal dedicada ao Coletivo de Vídeo Popular será programada pelo

Coletivo Nossa Tela. Serão exibidos: “CRECA E SEUS DESAFIOS”, “NOSSA TELA”, “PARI: UM BAIRRO DOCE”, “MELHOR AMIGO” e “QUAL CENTRO?” +10 anos. Grátis. Cine Olido. Dia 05, 19h

SESSÃO HOMENAGEM: 13 PRODUÇÕES, SINDICATO PARALELO e BLACK VOMIT

+16 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia).

Dia 08, sexta

FAVELA NO AR

São Paulo, 52 min, 2007. Direção: Ivan 13 P, Tiago Bambine, Andreas Johoson, Teddy Goiton.

PELOS ESCOMBROS

São Paulo, 49 min, 2009. Direção: Ivan 13 P.

Cine Olido. 19h30

Dia 09, sábado

A PONTE

São Paulo, 42 min, 2008. Direção: João Wainer, Roberto T. Oliveira.

Cine Olido. 15h

GURCIUS GEWDNER SHOW

São Paulo, 22 min, 2010. Direção: Fernando Rick, Marcelo Miranda.

DECEPÇÃO

São Paulo, 5 min, 2009. Direção: Fernando Rick, Marcelo Appezzato.

GUIDABLE - A VERDADEIRA HISTÓRIA DO RATOS DE PORÃO

São Paulo, 3 min, 2008. Direção: Fernando Rick e Marcelo Appezzato.

COVARDIA DE PLANTÃO

São Paulo, 3 min, 2006. Direção: Fernando Rick.

COLEÇÃO DE HUMANOS MORTOS

São Paulo, 15 min, 2005. Direção: Fernando Rick.

Cine Olido. 17h

CINEMA BRASILEIRO INÉDITO

Longas-metragens contemporâneos, documentários e ficções que nunca foram exibidos no circuito comercial brasileiro.

De 08 a 14

+12 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia).

FITA MIXADA ROTAÇÃO 33: DJ KL JAY

São Paulo, 65 min, 2010. Direção: Pedro Caldas, Ivan Ferreira e Gabriel Ranzani.

Cine Olido. Dia 08, 15h.

SÓ QUEM É SABE O QUE É

São Paulo, 45 min, 2010. Direção: Artur Voltolini, Phydia de Athayde, Ronaldo Bressane.

Cine Olido. Dia 10, 17h.

SEPARAÇÕES

Holanda, 83 min, 2009. Direção: Andréa Seligmann Silva, Mieke Bal.

Cine Olido. Dia 12, 15h.

BELAIR

São Paulo, 80 min, 2009. Direção: Noa Bressane, Bruno Safadi.

Cine Olido. Dia 12, 19h30.

AQUI, DOIDO VARRIDO NÃO VAI DEBAIXO DO TAPETE

Rio de Janeiro, 87 min, 2010. Direção: Rodrigo Séllos, Rená Tardin.

Cine Olido. Dia 13, 15h.

NAS RODAS DO CHORO

Rio de Janeiro, 50 min, 2009. Direção: Milena Sá.

Cine Olido. Dia 13, 17h.

CAMINHONEIROS

São Paulo, 52 min, 2007. Direção: Rodrigo Meirelles, Patricia Oriolo, Juarez Malavazzi Jr.

Cine Olido. Dia 14, 17h.

BEXIGA/SAMBA

São Paulo, 65 min, 2006. Direção: Tommy Pietra, Fernando Coimbra.

Cine Olido. Dia 14, 19h30.

PRÉ-ESTRÉIA: “LUTO COMO MÃE”

Documentário, Rio de Janeiro, 70 minutos, 2009. Direção: Luis Carlos Nascimento. Após exibição, haverá um debate com a presença de Marilene Lima (Mãe de Acari), Luis Carlos Nascimento (Diretor). +16 anos. Grátis. Cine Olido. Dia 18, 19h30.

GUIDABLE – A VERDADEIRA HISTÓRIA DO RATOS DE PORÃO

Documentário, São Paulo, 120 minutos, 2009. Direção: Fernando Rick, Marcelo Appezzato. +16 anos. R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia). Cine Olido. Dia 19, 15h, 17h e 19h30; Dia 20, 15h, 17h e 19h30; Dia 21, 15h, 17h e 19h30.



Endereços:



Biblioteca Alceu Amoroso Lima

Av. Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros. Zona Oeste.

Tel. (11) 3082-5023 e 3063-3064

Próximo da Praça Benedito Calisto.

Atendimento: seg a sex, das 8h às 17h; sáb, das 9h às 16h



Biblioteca Cora Coralina

Rua Otelo Augusto Ribeiro, 113 – Guaianases. Zona Leste.

Tel. (11) 2557-8004

Atendimento: seg a sex, das 9h às 17h; sáb, das 9h às 16h; dom, das 10h às 15h



Biblioteca Érico Veríssimo

Rua Diógenes Dourado, 101, Cohab Parada Taipas. Zona Norte.

Tel. (11) 3972-0450

Atendimento: seg a sex, das 8h às 17h; sáb, das 9h às 16h



Biblioteca Rubens Borba Alves de Morais

Rua Sampei Sato, 440, Ermelino Matarazzo. Zona Leste.

Tel. (11) 2943-5255

Atendimento: seg a sex, das 8h às 17h; sáb, das 9h às 16h



Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso

Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha. Zona Norte.

Tel.: (11) 3984-2466

Próximo ao Terminal de Ônibus Vila Nova Cachoeirinha

Atendimento: ter a sáb, das 10h às 20h; dom e feriados, das 10h às 18h.



Centro Cultural São Paulo

Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso. Centro.

Tel.: (11) 3397-4002

Próximo da estação Vergueiro do metrô.

Atendimento: ter a dom, das 10h às 22h



Galeria Olido

Av. São João, 473. Centro.

Tel.: (11) 3331-8399 e 3397-0171

Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô.

Atendimento (espaço expositivo): ter a dom, das 13h às 20h.

Um comentário:

  1. São Paulo está me surpreendendo!!
    SWU... e esse festival independente agora estão demais!
    Vi no site do The Green Project a banda que irá tocar dia 16.
    Gostei da múscia, um estilo diferente.
    Segue o link para quem quiser conhecer:
    http://ow.ly/2xRdK

    ResponderExcluir

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0