Nossos Vídeos

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Pedra fundamental do Pavilhão Krajcberg é lançada no Parque do Carmo


A pedra fundamental foi lançada no Parque do Carmo, no dia 9 de agosto, pelo prefeito Gilberto Kassab e reunirá espaços destinados à educação ambiental, à reflexão e à contemplação da natureza presente no parque, em homenagem o artista plástico Frans Krajcberg.

O Parque do Carmo terá em breve um espaço dedicado às obras e aos ideais de preservação ambiental do artista plástico Frans Krajcberg, polonês radicado no Brasil. O subprefeito de Itaquera, Laert de Lima Teixeira, acompanhou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, na manhã do último domingo, dia 9, no lançamento da pedra fundamental do Pavilhão Krajcberg, que reunirá espaços destinados à educação ambiental, à reflexão e à contemplação da natureza presente no parque. Durante o evento, o artista homenageado ainda plantou uma muda de pau-brasil.

"É um marco para Itaquera e para o Parque do Carmo poder sediar um projeto tão grandioso e relevante para a cultura da cidade e do Brasil. Definitivamente é uma honra ter os trabalhos de um artista como Krajcberg aqui na nossa região", declarou o subprefeito Laert.

"Hoje vamos começar a realizar um sonho que temos desde o início da gestão: a construção do Pavilhão. A figura de Frans Krajcberg enriquece ainda mais o nosso objetivo de conscientização ambiental. Todos aqui poderão contemplar as obras do artista, que sempre buscou a mostrar a importância da preservação do meio ambiente", afirmou o prefeito durante a solenidade.

O projeto do Pavilhão Krajcberg prevê um edifício de 1.650 m² dedicado à educação ambiental. Sua construção, na frente de um lago, abre novas perspectivas para a contemplação do parque e das obras. O espaço abrigará pelo menos 30 esculturas de madeira do artista, pertencentes a seu acervo, intermediadas pelo Museu de Arte Moderna (MAM), que administra suas obras. Além disso, o projeto prevê a instalação de uma minibiblioteca e um espaço didático. O orçamento previsto é de R$ 5,5 milhões.

"A cultura não é distante da pauta ambiental e Krajcberg é a encarnação dessa idéia de que a arte pode ser uma alerta sobre a destruição da natureza. O Pavilhão não terá as características de um museu convencional, mas sim de um local de contemplação", completou o secretário municipal de Cultura, sobre o Pavilhão, que também tem apoio da Secretaria do Verde e Meio do Ambiente.

Projetado pelos arquitetos José Rollemberg Filho e Lara Melo Souza, da Secretaria Municipal de Cultura, o Pavilhão Krajcberg será dividido em dois blocos: um dedicado a abrigar exposições e outro, ao apoio. O primeiro será construído em uma estrutura metálica e possui um fechamento leve e transparente em brise (estrutura que possibilita a entrada de luz solar), pois a intenção é integrá-lo ao parque. Serão 550 m² de área com pé direito suficiente para abrigar obras que chegam a mais de 5 metros de altura no andar superior. Uma área será reservada para receber uma exposição de fotografias de Frans Krajcberg, registrando a destruição da natureza, e um espaço de sensibilização com cheiros e sons da mata.

No bloco de apoio - um volume circular mais fechado - ficarão equipamentos complementares da exposição, como biblioteca e sala de projeções, além de áreas de manutenção, setor administrativo e banheiros. A laje desse bloco servirá como um espaço de estar com uma espécie de mirante de observação do parque. O edifício será totalmente acessível a pessoas com mobilidade reduzida, com um elevador e sistema de rampas.

O Pavilhão Krajcberg contará ainda com ações educativas com ênfase na sensibilização ambiental, agregando ao projeto conceitos e dispositivos capazes de evidenciar a relação entre arte e meio ambiente. Serão organizados workshops e palestras que cumpram esse papel, construindo uma proposta de educação por meio da arte, expandindo a noção de aprendizado.

O artista

Nascido na cidade de Kozienice (Polônia), em 12 de abril de 1921, e naturalizado brasileiro, Frans Krajcberg é pintor, escultor, gravador e fotógrafo. O artista é uma referência por sua consciência ambiental, principalmente por sua relação com a Amazônia, num período que pouca gente se dedicava a explorar esse tema. Sua obra reflete a paisagem brasileira, em particular a floresta amazônica, e sua constante preocupação com a preservação do meio ambiente. Atualmente, o artista tem se dedicado à fotografia.

"O planeta está doente. Precisamos nos conscientizar para preservá-lo. Tudo o que faço é para fazer as pessoas acordarem para a situação", declarou Krajcberg durante o evento.
*
Com informações de Juliana Carlos/ SECOM Prefeitura SP
*
*
*
PUBLICIDADE:
RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS!
www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0