Nossos Vídeos

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Fundação Lemann e Preal lançam o primeiro Boletim da Educação no Brasil

Inspirado nos boletins escolares, documento dá notas ao ensino no país. Na maior parte dos quesitos, resultados foram classificados como "regular" ou "insatisfatório"


São Paulo, dezembro de 2009 - A Fundação Lemann e o Programa de Promoção da Reforma Educacional na América Latina e no Caribe (Preal) apresentaram nesta terça-feira o "Boletim da Educação no Brasil: Saindo da Inércia?".

Inspirado nos documentos utilizados nas escolas para avaliar os alunos, o Boletim dá notas a nove temas considerados cruciais para o desenvolvimento da educação no país. Em sete destes quesitos, o país recebeu nota "regular" ou "insatisfatório". A avaliação foi feita por quinze especialistas do setor, com base em documento preparado pela Fundação Lemann.

O Boletim também mostrou que não há consenso sobre a pergunta feita no título do documento - "Saindo da inércia?". Ao apontar as tendências em cada quesito, os especialistas consideraram que, na maioria deles, não há indícios de que o Brasil esteja melhorando.

A íntegra do Boletim da Educação no Brasil: Saindo da Inércia?, incluindo as notas em todos os quesitos, pode ser encontrada no site www.fundacaolemann.org.br. A versão disponível ainda sofrerá pequenos ajustes, uma vez que na reunião para atribuição das notas, o texto recebeu sugestões valiosas dos especialistas presentes. As contribuições serão incorporadas na versão que será impressa e distribuída a todos os interessados.


Os boletins da educação
Os boletins da educação são uma iniciativa do Preal e já foram publicados em vários países da América Latina e Central. O objetivo é apresentar a um público leigo informações atualizadas e confiáveis sobre a situação da educação nos países, com a convicção de que o monitoramento sistemático e permanente dos indicadores educacionais é vital para melhorar a qualidade do ensino.

Em cada país, uma organização não governamental nacional fica responsável por fazer o boletim. Após a elaboração do relatório, um grupo de especialistas em educação, de diversos setores sociais, reúne-se para dar as notas aos quesitos. No Brasil, este primeiro boletim faz parte da estratégia da Fundação Lemann de contribuir com o debate sobre os temas abordados no relatório e, assim, acelerar transformações no setor de educação.

A principal característica do boletim preparado pela Fundação Lemann é acompanhar não apenas os indicadores de diagnóstico (como matrícula e desempenho), mas também o estágio de desenvolvimento das políticas públicas reconhecidas como pilares para educação de qualidade. Assim, o documento avalia: implementação de padrões educacionais, sistemas de avaliação, autoridade e responsabilidade no nível da escola, carreira docente e investimento em educação básica. Estes cinco temas têm sido estudados em profundidade pela Fundação Lemann e divulgados em vários seminários nos últimos anos.


Sobre a Fundação Lemann - Criada em 2002, a Fundação Lemann é uma organização sem fins lucrativos, que escolheu como foco de atuação a melhoria da educação no Brasil. Seu Conselho acredita que promover a qualidade da educação e oferecer oportunidades excepcionais para jovens talentos é um bom caminho para construir um país economicamente mais produtivo e socialmente mais justo.

Sobre o PREAL - O Preal é um projeto conjunto do Diálogo Interamericano, com sede em Washington, DC (EUA), e da Corporação de Pesquisas para o Desenvolvimento (CINDE), com sede em Santiago (Chile). Desde sua criação, em 1995, tem como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade e para a igualdade da educação, mediante a promoção de debates informados sobre temas de política e reforma educacionais, a identificação e difusão de boas práticas e a avaliação e monitoramento do progresso na educação. É a principal voz não governamental para a educação na América Latina e uma forte defensora do envolvimento de líderes da sociedade civil na reforma educacional. A maior parte das atividades são implementadas por uma rede regional de centros especializados em políticas públicas e pesquisa que trabalham para promover a reforma educacional. As atividades do PREAL são possíveis através do generoso apoio da United States Agency for International Development (USAID), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a GE Foundation, a International Association for the Evaluation of Educational Achievement (IEA), o Banco Mundial e outros.

*
*
*
Publicidade:
Preços e produtos sujeitos à alteração mediante disposição em estoque:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0