Nossos Vídeos

segunda-feira, 15 de março de 2010

BOTOX PARA SEQUELAS DE AVC

TOXINA BOTULÍNICA MELHORA A QUALIDADE DE VIDA DE VÍTIMAS DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Considerada a 2ª maior causa de morte no mundo, o AVC deixa sequelas motoras, como a espasticidade, na maioria dos pacientes que sobrevivem

A recente internação de um técnico de futebol, em São Paulo, chamou a atenção para uma doença neurológica que acomete milhares de pessoas a cada ano: o AVC (Acidente Vascular Cerebral). Infelizmente, nem todos que passam por esse incidente têm a mesma sorte do treinador que, além de ter sobrevivido, não apresentou nenhuma sequela. Na maioria dos casos, as vítimas de AVC acabam evoluindo com espasticidade - rigidez muscular que provoca dificuldade no movimento, principalmente nos braços e pernas.

Nos Estados Unidos são registrados cerca de 750 mil casos novos todos os anos, segundo National Stroke Association. O AVC hemorrágico é a forma mais fatal da doença, e a mortalidade, em até 30 dias, pode exceder 50%, sendo que dos restantes 20% permanecerão vivos. Destes, cerca de 50% evoluem com sequelas motoras e cognitivas graves, que prejudicam consideravelmente a qualidade de vida, muitas vezes tornando essas pessoas dependentes de ajuda para suas atividades diárias (www.stroke.org).

Os atuais tratamentos de reabilitação, no entanto, permitem que boa parte destes pacientes se recuperem total ou parcialmente readquirindo qualidade de vida. “Cerca de 10% dos pacientes que sobrevivem a um episódio de AVC, apresentam uma recuperação espontânea completa, outros 10% não respondem a qualquer forma de tratamento e evoluem com sequelas definitivas graves irreversíveis e 80% se beneficiam com a reabilitação”, comenta a fisiatra Profa.Dra. Maria Matilde de Mello Sposito, mestre e doutora em medicina pela Escola Paulista de Medicina e membro do Grupo de Bloqueios Químicos do Instituto de Medicina de Reabilitação da USP – Hospital Lucy Montoro.

A especialista ressalta ainda a importância do acompanhamento doa pacientes por uma equipe multiprofissional de reabilitação, composta por médico fisiatra, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, enfermeiro de reabilitação, psicólogo e assistente social; além da intervenção de outros especialistas como neurologista, urologista, ortopedista, etc. “Intervenções medicamentosas como os relaxantes musculares orais, os bloqueios neuromusculares com a Toxina Botulínica Tipo A além do uso de órteses de posicionamento também promovem importantes benefícios”, explica a médica.

A seguir, confira informações sobre os sintomas e os principais impactos provocados pelo AVC.

O que é O AVC?
O Acidente Vascular Cerebral é a interrupção do fluxo sanguíneo normal em direção ao cérebro que provoca uma alteração circulatória em determinada área, levando à morte do tecido cerebral. Também conhecido por derrame (hemorrágico-derramamento de sangue ou isquêmico - falta de sangue), ele pode ser causado por hipertensão arterial, colesterol alto, tabagismo, estresse, ingestão de álcool, vida sedentária e obesidade principalmente em pessoas com histórico familiar. Portanto, a melhor forma de evitar o AVC é levar uma vida saudável, com alimentação balanceada, exercícios e atividades físicas incluindo e atividades relaxantes e de lazer.

Que sequelas o AVC pode causar?
O paciente pode perder força muscular e capacidade de coordenação motora, além de desenvolver contraturas articulares bastante doloridas e anormalidades do tônus muscular. Podem ocorrer também paralisia total ou parcial (de um lado do corpo), alteração da fala, alterações visuais e alterações de memória.

A espasticidade é uma das sequelas mais comuns do AVC e se caracteriza pelo aumento do tônus muscular e pela excessiva contração dos músculos. Os sintomas variam desde uma leve contração até uma deformidade severa, que afeta a mobilidade, tornando os pacientes dependentes de ajuda para atividades rotineiras, como andar, comer e vestir-se.

Como o Botox® contribui para a reabilitação?
A Toxina Botulínica ou Botox®, muito popular por suas indicações cosméticas no tratamento das rugas de expressão, é uma alternativa eficaz para a reabilitação destes pacientes. Aplicado diretamente nos músculos comprometidos, o medicamento provoca um relaxamento da musculatura tratada e bloqueio parcialmente a atividade motora involuntária.

“É importante destacar que a aplicação da toxina botulínica é parte de um tratamento multidisciplinar que envolve profissionais das diferentes áreas da medicina e da saúde, além de uma série de terapias complementares”, destaca a Profa Dra. Maria Matilde de Mello Sposito.

Para o paciente, os benefícios são muitos e especialmente relacionados à recuperação da qualidade de vida. O tratamento de reabilitação melhora as atividades funcionais, a movimentação voluntária e assim permite que o paciente retome suas atividades diárias de forma o mais independente possível, com ou sem adaptações.

2 comentários:

  1. há um ano fui acometido de um AVC. Tratando as sequelas, já me comsulktei com, ortopedista, traumo, neurologista, acupunturista etc.
    Alem das sequelas, continuo com um dor terrivel no ombro.

    Uma fisiatra aplicou botox no pé e no ombro. Já se passaram 20 dias e não percebi nenuma melhora.
    Indago - será que não foi bem aplicado? dosagem, local. Esse resultado seria considerado normal?

    Fernando Almeida fernandoalmeidas@bol.com.br
    Fortaleza

    ResponderExcluir

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.