Nossos Vídeos

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

CDHU realiza plantões para atender inadimplentes na Capital‏

CDHU realiza plantões para atender inadimplentes na Capital Expectativa é retomar a arrecadação de 120 mil contratos em todo o Estado;Companhia dará condições especiais para negociação dos débitos

 Neste fim de semana, dias 9 e 10 de outubro, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) realiza quatro plantões em São Paulo para renegociar dívidas de mutuários inadimplentes e regularizar contratos. O atendimento no sábado será para os mutuários dos conjuntos Jova Rural, no CIC Jaçanã, Rua Ari da Rocha Miranda, nº 36.

Para aqueles que residem nos condomínios AE Carvalho, Águia de Haia, São Miguel Paulista e Limoeiro, o plantão será no Posto Artur Alvim, Avenida Águia de Haia, nº 280. O atendimento será das 9 às 15 horas.

 No domingo, das 9h30 às 13h, os atendimentos serão para os moradores do Jardim São Carlos, também no Posto Artur Alvim, Avenida Águia de Haia, nº 280, e para os mutuários dos conjuntos Belém, Braz, Mooca, Pari e Santa Cecília, na Alameda Glete, no Posto Santa Cecília, Travessa da Rua das Palmeiras.

A CDHU oferecerá alternativas aos devedores para a regularização dos débitos, como o parcelamento da dívida mediante amortização mínima de 10% e a ampliação do prazo de financiamento, que resultaria na diminuição do valor das prestações. Os mutuários poderão, ainda, utilizar até 80% do FGTS como parte do pagamento das prestações a vencer. Pessoas que adquiriram imóveis de mutuários originais por meio de "contratos de gaveta" também poderão resolver essa situação irregular. Para isso, é necessário que o morador se enquadre no perfil de atendimento da CDHU. Se for o caso, o imóvel poderá ser transferido para o seu nome. Os mutuários convocados devem comparecer ao plantão munidos de RG, CPF e a última prestação paga ou comprovante de propriedade do imóvel.

Até o final do ano, serão promovidos, aproximadamente, 670 plantões de atendimento na Região Metropolitana de São Paulo, incluindo a Capital, e nas regiões de Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté. Para facilitar o deslocamento das pessoas, o atendimento será realizado em locais próximos aos conjuntos habitacionais.

A CDHU prevê regularizar 120 mil contratos, aumentar a receita em 10% e receber mensalmente R$ 6 milhões. Pela Internet (http://www.habitacao.sp.gov.br/ ou http://www.cdhu.sp.gov.br/), o mutuário pode se informar sobre o financiamento e emitir boletos de pagamento, calcular o débito, parcelar dívida, fazer propostas de renegociação, entre outros serviços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0