Nossos Vídeos

domingo, 21 de novembro de 2010

Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil

ABRALE mantém projeto para assegurar crianças em tratamento de linfoma e leucemia

A próxima terça-feira(23) é o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer é a segunda maior causa de mortalidade infantil e acomete cerca de 9 mil crianças anualmente no Brasil.

A leucemia é a doença maligna mais comum na infância, correspondendo aproximadamente a 33% dos casos de câncer da criança. O linfoma é a segunda doença mais comum, correspondendo a cerca de 12% dos casos.

Oitenta e cinco por cento das leucemias em crianças são da forma linfóide aguda (LLA), 10% mielóide aguda (LMA) e 5% mielóide crônica (LMC). As leucemias linfóides crônicas (LLC) não se manifestam na faixa pediátrica.

A Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, em parceria com o Instituto Cultural Maurício de Souza, criou o Projeto Dodói, com o objetivo de dar suporte às crianças em tratamento de câncer, assegurando melhores condições de convívio com a doença e possibilidades efetivas de cura.

O Projeto Dodói também visa humanizar o atendimento às crianças de 2 a 12 anos de idade, portadores do câncer infantil.

Além das crianças, o Projeto Dodói é voltado também à equipe de enfermagem e o corpo médico, pois esses profissionais são capazes de influenciar favoravelmente a maneira como os pacientes infantis encararam o mundo durante e após o tratamento.

“Os tratamentos do câncer infantil está em constante avanço, o que faz com que 70% das crianças diagnosticadas com a doença possam ser curadas. O Projeto Dodói é uma importante ferramenta para que a criança em tratamento, o qual muitas vezes exige etapas prolongadas de internação, possa recuperar capacidades, desenvolver senso de controle, reparar frustrações e exercitar mecanismos de adaptação”, disse a Dra. Ana Lúcia Cornacchinoni, médica onco-hematologista do Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (ITACI) e coordenadora do Comitê Médico Científico da ABRALE.

Fonte: Daniela Sobreira - Activa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0