Nossos Vídeos

terça-feira, 2 de junho de 2009

Criadora da grife DASPU fala sobre prostituição

Há muita hipocrisia quando se fala em prostituição, diz criadora da grife Daspu
Gabriela Leite, que briga para regulamentar a profissão, lamenta ter ouvido do deputado Paulo Maluf que essa conquista seria uma imoralidade

Prostituta, acima de tudo é uma mulher. Tem o direito de fazer as suas opções, inclusive as sexuais. A avaliação foi feita por Gabriela Leite, prostituta aposentada, criadora da grife Daspu e fundadora da ONG Davida, durante o programa Roda Viva que foi ao ar dia 01/06.

“Acho uma bobagem, uma pretensão imensa, essa história de querer salvar as pessoas. Salvar do que?”, questiona Gabriela. “As pessoas têm o direito de fazer suas escolhas. Elas podem entrar ou sair livremente da prostituição. Até porque, só existe a oferta desse trabalho porque há demanda.”

Para a criadora da grife Daspu, existe uma hipocrisia muito grande quando o assunto é a prostituição, que tem se acentuado muito nos últimos anos. “Estamos vivendo uma onda muito conservadora. As pessoas ainda hoje têm muito preconceito”, lamenta. “Dia desses, fui obrigada a ouvir do deputado Paulo Maluf que regulamentar a profissão é uma imoralidade.”

A única saída para Gabriela é “sair debaixo do tapete, ir à luta. A gente nunca aparecia com medo de ser estigmatizada. Agora, com um projeto de lei tramitando na Câmara dos Deputados, de Fernando Gabeira, temos que nos organizar e fazer lobby. Só temos cinco deputados em nosso favor e a bancada religiosa faz muita pressão”.

A fundadora da ONG Davida é totalmente contra a prostituição infantil. “É importante deixar bem claro que o que defendemos é a prostituição adulta, consentida.” Para ela, a criança tem que brincar e estudar. “As pessoas ficam ai meu Deus está na prostituição... só que uma criança trabalhando na roça, cortando cana com sete, oito anos, é a mesma coisa. Fala-se muito de prostituição infantil, mas ninguém faz nada.”
*
Assessoria de Imprensa da TV Cultura
*
*
*
Opinião do Jornal PortaLeste:
A prostituição adulta ou consentida como diz a Sra. Gabriela Leite, incentiva cada vez mais a prostituição infantil, pois os "consumidores" desta antiga modalidade de vida, insatisfeitos com as fornecedoras mais velhas, sentem a necessidade de "consumir" jovens inocentes com seus corpinhos frágeis e "durinhos", a preços mórbidos e que muitas vezes são vendidos pelos próprios familiares encéfalos, transformando-as em “estagiárias do sexo”, termo aqui ironicamente definido, porque se a prostituição é uma "profissão que deve ser reconhecida" aos olhos de alguns, não devemos nos espantar quando resolverem nomear meninas menores de idade, vítimas da situação, como "prostitutas estagiárias”.
Algumas pessoas justificam a prostituição como a profissão mais antiga do mundo esquecendo-se que antigamente, as mulheres não tinham poder de decisão ou opções de trabalho.
A mulher era simplesmente objeto de uso matrimonial (reprodutora, dona de casa e empregada da familia). Era chamada de "esposa" ou Senhora quando seu relacionamento era aceito pela Igreja Católica ou Sociedade; quando tinha uma família que a defendesse ou marido que a amasse e respeitasse de verdade.
Se fosse separada ou sozinha, não possuía mercado para trabalho, não tinha uma família ou um emprego, acabava se submetendo ao sexo em troca de comida, moradia ou na esperança da adoção de um homem de boa vontade, pois deitar e abrir as pernas não exigia capacitação, inteligência nem tão pouco habilidade, apenas um comando cerebral. Dependendo do local em que residia, a prostituição salvava a mulher de se tornar mendiga e da degradação violenta das ruas sob o comando da ordem machista, transformando-se assim numa opção de sobrevivência.
Há algumas décadas atrás, uma mulher independente, separada ou ligada ao meio artístico era erroneamente comparada a uma "prostituta consentida”, por mais talento que tivesse.
As atuais e diplomadas ex-prostitutas esquecem que hoje em dia a mulher tem espaço em todas as fatias de mercado, algumas surpreendem os homens com a sua capacidade de pensar, agir e exercer todos os tipos de profissão, independente da genitália, que sempre foi um instrumento de prazer estimulado pelo cérebro.
Se pessoas precisam pagar por sexo, infelizmente é porque não possuem a capacidade de relacionar-se com o outro. Se prostituição é uma profissão, será que não está na hora do "Sindicato da Categoria" se manifestar para evitar o "trabalho desqualificado e informal" de menores iniciantes?
Ex-prostitutas ou famosas prostitutas aposentadas me fazem lembrar de uma declaração da popstar Madonna no auge de sua carreira. Quando um jornalista perguntou o que ela faria quando não pudesse mais usar o corpo como apelo de marketing, ela respondeu: Aí vou começar a usar a cabeça.
A maioria das "prostitutas profissionais" condenam o termo "vida fácil" dizendo: Não é nada fácil ser prostituta... é necessário muita experiência na arte do sexo e estômago para aguentar cada coisa...
Acredito que está na hora das prostitutas que se consideram profissionais descobrirem por que tem tanta gente procurando o trabalho "amador" de jovens que ainda não se "qualificaram" para o sexo e ajudar a combater a prostituição "induzida e inconsentida" da futura "profissional".
Seres "desumanos" degradam crianças que por não conhecerem outras opções se transformam em futuras “profissionais da prostituição consentida" defendida por Gabriela Leite.
Talvez pela incapacidade de satisfazer uma mulher de verdade, os usuários crápulas se aproveitam de corpos inexperientes que não podem ainda avaliar seu desempenho.
O homem só compra o que não tem a capacidade de fazer ou construir verdadeiramente. (Claudia Souza - Jornal Portaleste).
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

ANTONIO, JOÃO e PEDRO: exemplos de santidade

*Diácono Nelsinho Corrêa

O mês de junho é um daqueles em que a devoção católica aos santos se torna mais evidente. Temporada de Festas Juninas, neste mês grandes exemplos de santidade são comemorados: Santo Antônio (13), São João (24) e São Pedro (29).

A diversidade de brincadeiras e comidas típicas dessas festas “caipiras” completa um cenário que quase sempre nos remete à infância – quando a ingenuidade e as tradições interioranas ainda tinham algum espaço, mesmo nas cidades grandes.

A fogueira é outro ponto alto das atrações. Reza a tradição que ela tem origem na história bíblica do nascimento de São João Batista. Sua mãe, Isabel, teria feito uma fogueira para avisar Maria, Mãe de Jesus, que havia dado à luz. Nesse sentido, as fogueiras se constituem numa espécie de louvor ao santo conhecido por profetizar a vinda do Salvador e por ser exemplo de retidão de caráter, humildade e ética.

Com tantas e importantes qualidades, muitos confundiam João Batista com o próprio Messias, ao que ele respondia: “Eu não sou o Cristo” (Jo 3, 28) e “não sou digno de desatar a correia de sua sandália” (Jo 1,27).

Antônio foi outro ser que se destacou pela humildade, entre outras virtudes. Nascido em uma família de fidalgos, resolveu, assim como São Francisco, levar uma vida de doação e de pregações. Antes de ser conhecido pelo dom da oratória e pela inteligência privilegiada, não se negava a realizar as tarefas domésticas com grande empenho no convento onde viveu, próximo à cidade de Bolonha. Sua simplicidade e humildade eram tão genuínas que os demais frades jamais suspeitaram dos seus profundos conhecimentos teológicos.

Quanto às qualidades de São Pedro, basta dizer que foi o escolhido por Cristo para ser a pedra que edificaria a sua Igreja. O Evangelho de São Mateus (16,15-23) diz que Jesus teria perguntado aos seus discípulos: “E vós, quem pensais que sou eu?” – ao que Pedro respondeu: “És o Cristo, Filho de Deus vivo”. E, então, disse Jesus: “Simão, filho de Jonas, és um homem abençoado! Pois isso não te foi revelado por nenhum homem, mas pelo meu Pai, que está no céu. Por isso, te digo: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e o poder da morte não poderá mais vencê-la. Dar-te-ei as chaves do Reino do Céu, e o que ligares na terra será ligado no céu, e o que desligares na terra será desligado no céu”.

Neste mês de junho, devemos todos nos lembrar desses exemplos de fé, determinação, humildade e coragem. Vamos nos divertir nas Festas Juninas ao lado de quem amamos, resgatando nossa infância, e permitindo que ela permaneça conosco por mais tempo. Que nesse período ainda possamos refletir sobre a vida de Antônio, João e Pedro. Homens divinizados justamente porque fizeram de suas vidas um caminho no qual predominaram a verdade e a fé.
* Diácono Nelsinho Corrêa é missionário da Comunidade Canção Nova (http://www.cancaonova.com/).
*
*
*
Para conhecer um pouco mais sobre a Festa Junina, reveja o Programa Balada da Fada /2008:
Se não estiver visualizando o player, clique aqui


Festa junina, balões e Biomas - Programa Balada da Fada 10

Mural:


Classificados Gratis (brasil)

Zoo Noturno, passeios e trilhas marcam a Semana do Meio Ambiente em Guarulhos

As inscrições estão abertas para todas as atividades, que são gratuitas e têm vagas limitadas. Até domingo, a cidade também receberá palestras, exposições e teatro

 
Até o próximo domingo (7/6), a cidade de Guarulhos (São Paulo) oferece atividades abertas ao público como parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, que é celebrado no dia 5 de junho. Durante a “Semana do Meio Ambiente”, haverá exposições, palestras, teatro, e passeios. A participação é gratuita e as inscrições estão abertas, com vagas limitadas.
Na noite de terça-feira (2) e quinta-feira (4), a partir das 18h, tem o Zoo Noturno – um passeio em que monitores levam os adultos e crianças para conhecerem os hábitos noturnos dos animais. O telefone para inscrição é 2455-6497.
Também na terça-feira (2), a partir das 13h, um ônibus vai levar os participantes para um passeio turístico no Zoológico e nos parques City Las Vegas e Transgurulhense. O passeio será repetido na quinta-feira (4) e no sábado (6). A saída é do Bosque Maia.
Mais tarde, das 14h às 17h, será realizada no parque Chico Mendes uma trilha ecológica para quem gosta de caminhar e ter contato com a natureza. Os telefones para inscrição nestas atividades são 2441-4696 e 2458-1666.
Em paralelo às atividades da Semana, dois eventos serão realizados durante todo o mês de junho. No Centro de Educação Ambiental (CEA) do Bosque Maia, haverá a exposição “Do lixo ao luxo, dengue nunca mais”, para a qual pneus, vidros e jornais foram transformados em objetos de utilidade. No CEA do Jardim City, a exposição é fotográfica. Com obras do artista João Machado, as imagens mostram a memória da cidade de Guarulhos. Nos dois locais o horário de visitação é das 9h às 17h.


Serviço:
Passeio turístico
Saída do Bosque Maia (Av. Papa João XXIII, 219, Jardim Maia)
Telefones para inscrição: 2441-4696 / 2458-1666

Trilha ecológica
Parque Chico Mendes (Av. José Miguel Ackel, 1.100, no Pimentas)
Telefones para inscrição: 2441-4696 / 2458-1666

Zoo noturno
Zoológico de Guarulhos (R. Dona Glória Pagnocelli, 344, Jardim Rosa de França)
Telefone para inscrição: 2455-6497

Exposições
Do Lixo ao Luxo, Dengue Nunca Mais!
CEA do Bosque Maia (Av. Papa João XXIII, 219, Jardim Maia).
Do barro sem forma sai a forma dos sonhos... Dos sonhos que se desfazem em pó
CEA do Parque Jardim City (R. Reinaldo Cesar de Oliveira, s/nº, Jardim City).

UMA NOITE EM BUENOS AIRES NO DIA DOS NAMORADOS

BUENOS AIRES EM SÃO PAULO NO DIA DOS NAMORADOS


Há dez anos, todas as noites de sábado muitos brasileiros e alguns argentinos se encontram para animadas Milongas, que acontecem das 21h30 às 3h na Tango B’Aires, a única Academia Brasil dedicada exclusivamente ao ensino do Tango. A escola fica em um pequeno prédio de dois andares: o primeiro com um amplo Salão Dourado, de 150 metros quadros, com várias mesas e um bar; e o segundo o Salão Vermelho, também de 150 metros, com mesas e um bar. A noite é aberta para alunos e não alunos da Academia. Por isso o nome “La Milonga de Todos”.
Em homenagem ao Dia dos Namorados, haverá uma milonga especial na sexta-feira, 12 de junho, a partir das 21h30, com muitas atrações, como as apresentações de Tango dos casais Osmar Odone & Sol Viviano (vindos diretamente desde Buenos Aires) e Sirley Paplewski & Fabio Martins (de São Paulo) e o show do grupo Che Bandonión, comandado pelo músico Negrito Uruguaio. O evento acontece no Salão Vermelho da Tango B’ Aires, um ambiente simples e charmoso que remete às milongas portenhas. Haverá ainda um jantar, à luz de velas, com uma taça de vinho, mesa de frios e um prato quente (massa) por pessoa. O preço para toda a noite é de R$ 45,00 por pessoa.
“O Salão Dourado é uma homenagem ao belo cenário do Rio da Prata com os reflexos do raio do sol. Já o Salão Vermelho é uma referência à intensidade, a emoção e à paixão que são características do Tango”, explica Omar Forte, professor e diretor da Academia. “Aqui você encontra novos amigos e conversas interessantes, enquanto degusta uma taça de um bom vinho argentino e escuta uma bela melodia de tango”, diz.
Segundo ele, as milongas atraem não apenas os alunos da escola, mas apaixonados pelo tango ou mesmo pessoas interessadas em apenas observar e curtir ambiente. “Decidimos reproduzir o clima da noite portenha para fazer uma noite especial e bem romântica para o Dia dos Namorados”, afirma Omar Forte.

Sobre os casais de tango que vão se apresentar no Dia dos Namorados

Sol Viviano & Osmar Odone
Os argentinos Sol Viviano e Osmar Odone percorrem juntos países de todos os continentes dançando e ensinando. Foram convidados como diretores e coreógrafos para atuar em diversas casas de tango, como "Gala Tango" e “Complejo Tango". Trabalharam com a Orquestra de Walter Rios e, também, com o cantor Daniel Cortez. Participam do elenco estável da Orquestra da Cidade de Buenos Aires, dirigida por Raul Garello e Carlos Garcia.

Sirley Paplewski & Fabio Martins
Bailarinos, coreógrafos e professores de Tango, Sirley Paplewsky e Fabio Martins são respeitados por grandes maestros argentinos por sua elegância. Expressam todo o sentimento do tango em movimentos fortes, inovadores, mas suaves. Fazem parte do time de professores da Academia Tango B’Aires, além de trabalhar em São Paulo com shows em sete casas argentinas. Recentemente representaram o Brasil no Primeiro Congresso de Tango de São Paulo.



Data: dia 12 de junho, sexta-feira, das 21h30 às 3h.
Direção: Omar Forte e Sirley Paplewski
Ingresso*: R$ 45,00 por pessoa (reservas antecipadas)
Onde: Rua Amâncio de Carvalho, 23 – Vila Mariana –
Informações e reservas: tels. 11-5575-6646 e 9258-7320
Capacidade: 200 pessoas.
Idade: 18 anos.
Preço da água: R$ 2,50 (300ml).
Preço dos vinhos argentinos: diversos a partir de R$ 30,00.
Preço da taça de vinhos argentinos: diversos a partir de R$ 7,00.
Cerveja: R$ 3,00 long neck. Caipirinha: R$ 6,00. Caipiroska: R$ 7,00.
Cheques: sim; Cartões: não. Fumantes: sim (nas mesas próximas às janelas).
Ar-condicionado: sim. Vigilância: não.
Acesso para deficientes: não. Banheiro para deficientes: não.
Estacionamento: sim (conveniado à Tango B’ Aires - à rua Dr. Amâncio de Carvalho, 72). Ao preço de R$ 5,00 de segunda à sexta-feira. Aos sábados e feriados o preço é de R$ 10,00.
Não serão vendidos ingressos na hora.
*
*
*
PUBLICIDADE:
RESTAURAÇÃO E RETOQUE DE FOTOS!
www.kidbrinde.webnode.com.pt

PROPAGANDA DE PRESERVATIVOS

Recebemos um e-mail com a propaganda da Jontex para a Campanha do Carnaval 2009.
Nunca é demais relembrar que as doenças sexualmente transmissíveis, HPV, Sífilis, Aids, gravidez indesejada, podem ser evitadas usando a famosa "camisinha".
Em qualquer lugar e com a marca preferida, não esqueça dela!

http://www.youtube.com/watch?v=Jfr-RKVk71g