Nossos Vídeos

quarta-feira, 10 de junho de 2009

A montagem Bartleby reestreia na Funarte SP

O espetáculo Bartleby - com Cácia Goulart e Rodrigo Gaion - reestreia dia 12 de junho, sexta-feira, na Sala Carlos Miranda da Funarte São Paulo, onde segue em temporada até 2 de agosto.

Sob a direção de Joaquim Goulart e co-direção de Daniela Carmona, a montagem é uma adaptação do clássico conto de Herman Melville pelo espanhol José Sanchis Sinisterra. Personagem enigmático, Bartleby é um jovem escriturário judicial representante da rotina burocrática e cartorial do mundo do trabalho.
Com duas indicações ao Prêmio Shell 2008 (melhor atriz para Cácia Goulart e melhor cenário para André Cortez), a peça, que estreou em 2008, aborda uma irônica análise da natureza humana. A obra foi publicada originalmente de forma anônima, em 1853. Bartleby é um homem que não tem particularidade nenhuma, é o homem qualquer, o homem sem essência, o homem que se recusa a se fixar em alguma personalidade estável. É o homem das grandes cidades, da impessoalidade e que, no entanto, pretende descobrir uma moral nova para um novo homem. Começa recusando tudo e qualquer coisa, para justamente começar alguma outra.
Bartleby não se opõe às amáveis investidas de seu chefe, o Advogado, mas com sua célebre frase “prefiro não”, resiste às ordens e desperta uma sucessão tragicômica de acontecimentos. A cada resposta evasiva de Bartleby, abre-se a fresta para a entrada do insólito nas atitudes e sentimentos despertados no advogado. Contra essa cortês e inexplicável resistência pacífica do escriturário estilhaça-se todo o sistema de normas, valores e referências de seu superior. A concepção do espetáculo é minimalista, no que se refere ao espaço cênico e à linguagem interpretativa. O espaço cênico intimista possibilita a interação ator-público, composto por dois ambientes: o escritório e a prisão. A iluminação supõe um mundo áspero, seco, árido, que não represente um caminho de possibilidades, mas um encontro entre dois seres que se centrifugam sob uma clarabóia sem luz.

Espetáculo: Bartleby
Baseado no Conto de Herman Melville
Adaptação: José Sanchis Sinisterra (Espanha)
Tradução: Vadim Nikitin
Direção: Joaquim Goulart
Co-direção: Daniela Carmona
Atores: Cácia Goulart (Bartleby) e Rodrigo Gaion (Advogado)
Preparação de ator: Inês Aranha
Cenografia: André Cortez
Figurinos, adereços e maquiagem: Marina Reis
Música original: Amílcar Farina
Desenho de luz: Joyce Drummond
Realização: Núcleo Caixa Preta, da Cooperativa Paulista de Teatro
Reestreia: 12 de junho – sexta-feira - às 21 horas
Funarte SP - Sala Carlos Miranda – Capacidade: 80 lugares
Al. Nothmann, 1.058, Campos Elíseos/SP - Tel: (11) 3662-5177
Temporada: sexta, sábado e domingo – às 21 horas – Até 26/07/09
Duração: 75 minutos – Classificação etária: 14 anos – Gênero: Drama
 
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0