Nossos Vídeos

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Cirurgia plástica nos seios: a evolução das próteses de silicone - por Alexandre Barbosa

A cirurgia de implante mamário consiste na colocação de uma prótese de silicone na região da glândula mamária, com objetivo de se corrigir alterações estéticas ou melhorar os aspectos dos seios. Atualmente, o implante mamário representa 21% de todos os procedimentos de natureza estética realizados no Brasil, de acordo com dados da pesquisa realizada recentemente.
“Este tipo de procedimento é, atualmente, junto com a lipoaspiração, um dos mais realizados no âmbito da cirurgia plástica. Existem pesquisas que mostram que nos últimos anos houve um aumento na procura da cirurgia de prótese de mama no Brasil”, conta Alexandre Barbosa, cirurgião plástico da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo.
A maior procura pela plástica nos seios pelas mulheres foi acompanhada pelo aprimoramento da técnica e a evolução tecnológica das próteses. “Atualmente, existem várias próteses novas no mercado e que diferem das antigas quanto ao formato e a constituição. Para se ter uma idéia geral da evolução nos últimos 50 anos, podemos dizer que existem cinco gerações distintas de próteses mamárias. Hoje, as pacientes contam com as próteses de 5ª geração, mais seguras e que fornecem resultados mais duradouros e naturais”, esclarece Alexandre.
A cronologia abaixo esclarece e mostra a evolução tecnológica das próteses de mama:
1ª. GERAÇÃO - década de 60: primeiras próteses utilizadas para aumento de mama. Eram feitas de silicone líquido e material sintético (Dacron) e todas eram redondas. Eram mais duras e consistentes devido ao Dacron presente na cápsula da prótese (camada mais externa).
2ª. GERAÇÃO - década de 70-80: primeiras próteses introduzidas em larga escala no mercado e amplamente utilizadas nos EUA. Ao invés da cápsula de Dacron, passou-se a utilizar a de silicone mais fino, que ajudou a deixar as próteses mais macias. Além do formato redondo, começou também a se ver no mercado o formato anatômico (gota), porém de forma única. Como o silicone interno era líquido (igual ao da 1ª. Geração) começam a aparecer as primeiras complicações: após 8 a 10 anos de uso, verifica-se o rompimento e espalhamento do silicone. Devido as complicações com essas próteses, o governo dos EUA (FDA- Food and Drug Administration) proibiu o uso da prótese de silicone no final da década de 80 no País.

3ª. GERAÇÃO - década de 90: alteraram-se totalmente a cápsula e a consistência do silicone interno. Assim, a cápsula passou a apresentar mais camadas, com menor risco de rompimento, e o silicone ficou menos líquido e com consistência mais gelatinosa. Assim, no caso de rompimento da prótese, o risco do gel se espalhar era menor. Começou nesta fase, o desenvolvimento de novos formatos, como o anatômico de alturas diferentes (alto e baixo).
4ª. GERAÇÃO - final da década de 90 até 2003-2004: aumenta-se mais ainda o número de camadas da cápsula, com risco mínimo de rompimento, e começou a ser fabricado o silicone coesivo ou de alta coesividade, semelhante a uma gelatina que não se espalha e tem consistência macia. Houve o desenvolvimento também de novos formatos anatômicos e o conceito da abordagem “individualizada” na escolha da prótese. Desta forma, escolhe-se a prótese ideal de acordo com o volume da mama, largura, altura e projeção para cada tipo de tórax, pele e formato de mama, entre outros fatores. Com este novo sistema, abre-se a possibilidade de se escolher 12 formatos diferentes de prótese. Logo, existem mais opções e alternativas para diferentes tipos de mamas, com resultados cada vez mais naturais.

5ª. GERAÇÃO - a partir de 2005/06: foram realizadas significativas mudanças no envelope (camada externa das próteses) associadas com o desenvolvimento de um silicone coesivo mais macio, mais natural, porém, ainda com coesividade. Entre as duas maiores marcas estão a McGhan (Allergan), que desenvolveu a camada chamada de BIOCELL, e a Mentor (Ethicon), que desenvolveu a camada chamada de SILTEX. A camada BIOCELL é um tipo especial de revestimento texturizado já usado nas outras gerações, mas que funciona como um “velcro”, promovendo maior aderência da prótese nos tecidos internos (glândula, gordura e músculo) e, desta forma, evitando o deslocamento da prótese e inibindo o fenômeno de contratura capsular (endurecimento). Além disto, nesta última geração existe uma camada intermediária no revestimento da prótese que evita vazamentos. Por isso, as gerações atuais são as mais modernas e seguras que existem, porque a superfície é texturizada e com BIOCELL (maior aderência, menor deslocamento e menor contratura), há o INTRASHIEL (não deixa vazar) e o silicone é coesivo (não escorre), além de uma infinidade de modelos e tamanhos para uma abordagem individualizada.

Serviço:
Alexandre Barbosa – Cirurgião Plástico
Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo
Tel: (11) 3882 0100
www.ccpsp.com.br

CONSEG SAPOPEMBA VAI COMEMORAR ANIVERSÁRIO

O CONSEG - Conselho Comunitário de Segurança da região de Sapopemba, realizará no próximo dia 29 de Junho uma comemoração em homenagem ao seu aniversário. A solenidade terá a participação de autoridades policiais, Representantes governamentais e líderes comunitários.
O Conselho possui um site (http://www.consegsapopemba.com.br/) aonde a comunidade pode ter acesso a todas as informações sobre suas reuniões e deliberações. Além disso, no portal tem artigos importantes sobre segurança de um modo geral (como proteger seu carro de roubo, como evitar assaltos, etc).

O que é o Conseg?

Os CONSEGs são grupos de pessoas do mesmo bairro ou município que se reúnem para discutir e analisar, planejar e acompanhar a solução de seus problemas comunitários de segurança, desenvolver campanhas educativas e estreitar laços de entendimento e cooperação entre as várias lideranças locais. Eles foram criados através Decreto Estadual n.º 23.455, de 10 de maio de 1985, e regulamentado pela Resolução SSP-37, de 10 de maio de 1985, sendo a função de Coordenador Estadual para Assuntos dos CONSEGs, criada pelo Decreto Estadual n.º 25.366, de 11 de junho de 1986.
Cada Conselho é uma entidade de apoio à Polícia Estadual nas relações comunitárias, e se vinculam, por adesão, às diretrizes emanadas da Secretaria de Segurança Pública, por intermédio do Coordenador Estadual para Assuntos dos Conselhos Comunitários de Segurança.

As reuniões ordinárias de cada Conselho são mensais, realizadas normalmente no período noturno, em imóveis de uso comunitário, segundo uma agenda definida por período anual.

A Secretaria de Segurança Pública tem como representantes, em cada CONSEG, o Comandante da Polícia Militar da área e o Delegado de Polícia Titular do correspondente Distrito Policial.

Sua legitimidade tem sido reconhecida pelas várias esferas de Governo e por institutos independentes, o que permite afirmar que os CONSEGs representam, hoje, a mais ampla, sólida, duradoura e bem sucedida iniciativa de Polícia orientada para a comunidade em curso no Brasil.

Mais informações: http://www.consegsapopemba.com.br/ - conseg.sapopemba@uol.com.br

Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão realiza mapeamento e vistoria em áreas de risco

A Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão, através de sua Coordenadoria de Defesa Civil, realizou, na última terça-feira (25/05), reunião para identificação e seleção das áreas a serem mapeadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). No mesmo dia, foi realizada vistoria de campo para aquisição das coordenadas em GPS (Sistema de Posicionamento Global).
As áreas de risco da região foram avaliadas em 2003 e 2004 e, desde então, algumas delas sofreram as intervenções necessárias. Na reunião deste ano, elas foram reavaliadas.
O objetivo deste mapeamento é iniciar o processo para implementação de políticas públicas e estudo das possibilidades de intervenções em ações futuras.
As áreas detectadas pela vistoria de campo compreendem: Favela da Colina, Favela Santo Eduardo, Favela Haia do Carrão, Córrego Tapera, Córrego Rapadura e Coronel Marques.

Ovo com janela

Uma nova ferramenta para acompanhamento do desenvolvimento embrionário de tubarões

Desde a abertura, o Acqua Mundo, o aquário do Guarujá, mantém um grupo de Tubarões bambu (Chiloscillium punctatum) e a partir de 2006, com a maturidade sexual de um macho e duas fêmeas, acompanha a postura dos ovos e o desenvolvimento da espécie. Na temporada reprodutiva de 2009/2010, quando ocorreu a postura de aproximadamente 50 ovos viáveis, tiveram início estratégias que permitissem aos técnicos e visitantes do aquário o acompanhamento visual do desenvolvimento dos embriões de tubarão.
Houve a seleção de três ovos, que foram datados e identificados. Em um desses ovos foi recortado uma janela na casca exterior, que foi recoberta por uma folha de PVC transparente, que permitia a visualização parcial do vitelo e do pequeno embrião. Nos dias que se seguiram à modificação, não foi possível observar qualquer tipo de incomodo para o animal ou mesmo algum problema no desenvolvimento.

Com o resultado positivo da primeira análise, ocorreu à substituição do ovo por uma estrutura totalmente artificial e transparente. Inicialmente, em uma pequena embalagem de plástico PET, com dois tubarões e depois, em uma caixa de acrílico transparente, com o dobro do volume do ovo original e com apenas um tubarão. Os primeiros tubarões que tiveram seus ovos modificados completaram o seu desenvolvimento, com a total reabsorção do saco vitelino, sendo então soltos no recinto, com os demais tubarões jovens.
Foram realizadas diversas observações, o processo de desenvolvimento dos embriões foi todo documentado. Acreditamos que estudos deste tipo possibilitam uma maior compreensão da biologia reprodutiva dos Elasmobrânquios podendo, por exemplo, colaborar na elaboração de estratégias visando à reprodução de espécies criticamente ameaçadas de extinção.

O endereço do Acqua Mundo é Avenida Miguel Estéfno, 2001, Praia da Enseada - Guarujá. Telefones (13) 3398.3000. Confira a promoção do mês. Horário de funcionamento em junho: De segunda a sexta das 10h às 18h. Sábados das 10h às 21h. Domingos das 10h às 20h. Exceção: Dia 3, 4 e 5 das 10 às 22h. Bilheteria: Preços no site. Visite: http://www.acquamundo.com.br/.

EXPOMUNDIAL 2020 PODERÁ SER SEDIADA EM SÃO PAULO

Fotos: Fabio Arantes / Secom

O prefeito Gilberto Kassab assinou na manhã desta quinta-feira (27) um termo de cooperação técnica para estudos de viabilidade da candidatura de São Paulo para sediar a Exposição Mundial (Expo) em 2020. O acordo foi firmado com a Associação Brasileira de Infra-Estrutura e Indústria de Base (Abdib), na sede da entidade, no bairro do Butantã, na Capital.

O pacto assinado pelo prefeito e pelo presidente da Abdib, Paulo Roberto Godoy, servirá para que a associação prepare estudos sobre impacto econômico, ambiental, físico e planejamento estratégico no sentido de fortalecer a campanha paulistana. "Hoje foi dado o primeiro passo para a candidatura. E foi dado com muita consistência. A parceria com a Abdib dá uma musculatura para esse projeto", afirmou Kassab.

A candidatura oficial de São Paulo deverá ser enviada ao Bureau Mundial, órgão que elege a cidade-sede da Expo, em 2011. "Nós estamos em fase de pedido de formalização ao Governo Federal, para que a cidade de São Paulo represente o Brasil nessa reivindicação. Estamos bastante otimistas e acredito que possamos juntos, Prefeitura e Abdib, trazer novos parceiros para essa missão", declarou o prefeito.

A definição da sede do evento acontecerá em 2013. De acordo com o secretário municipal de Relações Internacionais, Alfredo Cotait Neto, além de São Paulo, a cidade de Nova Iorque demonstra interesse em receber a Expo em 2020.

A concorrência não intimida a Prefeitura. "Os eventos são importantes para qualquer país. E a cidade de São Paulo, no Brasil, é a que melhor se prepara para receber grandes espetáculos. Além disso, os eventos são importantes para São Paulo na geração de empregos. Essa é a razão de estarmos pleiteando a Expo", salientou Kassab.

Além da transformação urbana, o prefeito pensa no legado que a Expo deixará para a cidade. "Está é uma das razões pela qual estamos em fase final da formatação do projeto para construir o maior centro de feiras, exposições e convenções do mundo, em Pirituba. Também é a razão para o projeto de reforma do centro de convenções do Anhembi e da busca de um destino para um uso adequado do Pacaembu", comentou.

Segundo o presidente da Abdib, a pretensão de receber um dos maiores eventos do mundo na Capital teria importância fundamental para o País. "Nós achamos que a vinda da Expo Mundial para o Brasil representaria a conquista da tríplice coroa em termos de eventos internacionais. Pela ordem, os maiores são Copa do Mundo de Futebol, Jogos Olímpicos e a Expo. O Brasil está à procura dessa tríplice coroa", contou Paulo Roberto Godoy

São Paulo na Expo Xangai
A cidade de São Paulo está participando da Expo Xangai 2010, cujo tema é "Better City, Better Life" (Cidade Melhor, Vida Melhor). Esta é a primeira vez que cidades participam de uma Exposição Mundial. Das 188 cidades candidatas à concessão de um espaço, São Paulo, com o projeto Cidade Limpa, ficou em quarto lugar.

A presença de São Paulo na Expo 2010 faz parte da estratégia de posicionamento de São Paulo no contexto internacional. Mais de 190 países e dezenas de instituições internacionais e organizações não-governamentais participam do evento, que é palco da troca de experiência e intercâmbio de boas práticas, além de ser uma oportunidade única de apresentar ao mundo o impacto e benefícios das ações e projetos desenvolvidos na capital paulista.

O evento na cidade chinesa começou neste mês e vai até 31 de outubro. Até o momento, ao todo, mais de três milhões de pessoas já passaram pelo evento - a expectativa é que atraia mais de 70 milhões de visitantes.

A Expo Mundial, também conhecida como Exposição Universal ou Feira Mundial, é o terceiro maior evento em termos de impacto cultural e econômico - logo após a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos - e tem sido realizada nos últimos 150 anos.
A principal atração de uma Expo Mundial são os pavilhões nacionais, criados pelos países participantes. Na Expo 2000, realizada em Hannover, na Alemanha, cada delegação criou sua própria arquitetura, e o gasto médio por pavilhão foi de 13 milhões de euros (por volta de R$ 33 milhões).

DR. HENRINQUE OTI SHINOMATA MINISTRA PALESTRA NA ADH’2010

O Superintendente da Seguros Unimed e blogueiro do portal “Saúde Busines”, Henrique Oti Shinomata, abriu hoje (27.05) a primeira mesa redonda, do terceiro dia da Feira-Fórum Hospitalar 2010. Organizada pela Adh’2010, o evento falou sobre Gestão de Casos e Promoção da Saúde: Existe Retorno sobre o Investimento?.

O Dr. Henrique participou da banca ao lado de Neusa Pellizzer, da Abet (Associação Beneficente dos Empregados em Telecomunicações), sob a coordenação de Marília Cristina Prado Lousion, Secretária de Estado da Saúde de São Paulo. Durante a discussão, Dr. Henrique falou sobre a mudança na promoção da saúde.

Sobre a ADH:
O Centro Universitário São Camilo, mantido pela União Social Camiliana, realizador do ADH’2010 – São Camilo, junto com a Sociedade Beneficente São Camilo, o IBCC – Instituto Brasileiro de Controle do Câncer, a Cruzada Bandeirante São Camilo de Assistência Médico – Social, a Beneficência Camiliana do Sul, a Federação Brasileira de Administradores Hospitalares, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo e o CQH – Compromisso com a Qualidade Hospitalar, concretiza, há 34 anos, eventos científicos nas áreas hospitalar e da saúde. www.saocamilo-sp.br/adh2010

HENRIQUE OTI SHINOMATA
Formado em Medicina pela Universidade Santa Casa de São Paulo, Henrique Shinomata é médico ginecologista e obstetra. O especialista também é vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Seguro. Possui MBA Executivo Internacional em Ohio (EUA) e é mestre em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Sua tese baseou-se no tema “Retorno sobre o investimento de um programa de atenção domiciliar em uma seguradora especializada em saúde”.