Nossos Vídeos

quinta-feira, 13 de maio de 2010

No país dos desdentados, sobram dentistas

No País de desdentados, há um dentista para cada mil pessoas

O número de dentistas no Brasil é maior que o recomendado pela OMS e ainda assim cerca de 20% da população não tem acesso a tratamentos odontológicos
De acordo com dados do Ministério da Saúde, atualmente existem cerca de 220 mil cirurgiões-dentistas no Brasil, o que significa, em média, um dentista para cada 863 brasileiros. O número é maior que o estipulado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para países em desenvolvimento e equivale a quantidade de registros de profissionais dos Estados Unidos e Canadá, juntos. Além disso, o Brasil é responsável pela formação de 11% dos dentistas atuantes no mundo todo e o percentual de novos profissionais que o mercado brasileiro absorve anualmente é três vezes maior que o crescimento da população.
Ainda assim, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 20% da população nacional nunca teve acesso a qualquer tipo de tratamento odontológico. Os problemas mais comuns no que tange à saúde bucal dos brasileiros são as cáries e doenças periodontais. "São problemas simples, que podem ser resolvidos em uma sessão com o dentista e um acompanhamento junto a um profissional, com visitas regulares", explica Dra. Carla Renata Sarni, cirurgiã-dentista e fundadora da rede de clínicas odontológicas Sorridents, com 110 unidades em todo o Brasil.
Ao final da última década, a saúde bucal dos brasileiros passou a receber mais atenção dos órgãos responsáveis e algumas medidas foram tomadas como, por exemplo, a criação do projeto Brasil Sorridente pelo Ministério da Saúde. Além disso, a OMS propôs para o ano de 2010 algumas metas em relação à saúde bucal que incluem: ausência de cáries em 90% das crianças com idade entre 5 e 6 anos; diminuição de problemas como obturações, cáries e perda de dentes em jovens até 12 anos de idade; ausência do índice de perda dental em decorrência de cárie ou doença periodontal; menos que 2% da população entre 35 e 44 anos com ausência total de dentição e, por fim, 96% da população total com, no mínimo, 20 dentes funcionais.
Especialistas e profissionais da rede de Clínicas Odontológicas Sorridents concordam que a soma de todos os dados alavancados nas pesquisas mostra que o principal motivo da má qualidade da saúde bucal dos brasileiros é resultado da falta de cuidados básicos de higiene.

Uma das principais justificativas quanto ao tratamento odontológico é o alto custo, mas a Dra. Carla Renata Sarni explica "os tratamentos acabam se tornando caros, pois as pessoas postergam cada vez mais o início do processo e quando chegam de fato à cadeira do dentista, o que era uma simples cárie se transformou em um canal ou até mesmo em um caso de implante de um novo dente, quando não é possível a recuperação do antigo".

A periodontista da rede Sorridents, Dra. Eliene da Silva Santos, afirma que estas doenças bucais mais comuns como cáries, placa bacteriana e doenças nas gengivas podem acarretar problemas e complicações à saúde geral dos pacientes. "Há estudos que comprovam que doenças periodontais e cáries são portas de entrada de bactérias na corrente sanguínea. Quando isso acontece, o paciente fica vulnerável a doenças pulmonares e cardíacas, complicações dos quadros de diabetes e aumento da incidência de nascimento de bebês prematuros ou com sobrepeso", alerta. "Tais bactérias apresentam alto grau de atividade e a probabilidade de que causem outros danos à saúde é considerável", completa a especialista.

Como forma de contribuir positivamente para a melhoria do quadro nacional, a rede Sorridents criou o Instituto Sorridents, que pretende promover a saúde bucal preventiva e corretiva por meio de ações sustentáveis, educativas, informativas e sociais. Dos investimentos da rede em responsabilidade social, cerca de R$ 150 mil foram destinados à implementação do Consultório Móvel, uma van adaptada para prestar o primeiro atendimento odontológico a pacientes de regiões mais afastadas e carentes da cidade. Com esta ação a Sorridents prevê atender cerca de três mil pessoas ao mês, onde o acesso a tratamentos em clínicas convencionais é mais difícil.

Assim, a rede de clínicas odontológicas Sorridents afirma o seu principal compromisso com a saúde bucal dos brasileiros: democratizar o sorriso e proporcionar o acesso de toda a população a tratamentos odontológicos de qualidade.

Mais sobre
www.sorridents.com.br
A Sorridents foi fundada em 1995 no bairro de Vila Císper, zona leste da capital paulista, pela dentista Carla Renata Sarni. Hoje, a Sorridents é considerada uma das maiores redes de clínicas odontológicas do País.

O foco voltado para ações sociais é uma das marcas da rede de franquias. Crianças são atendidas por equipes de dentistas voluntários do projeto "Adote uma criança Sorridents", realizado especialmente em bairros mais carentes das cidades em que a rede possui clínicas em operação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0