Nossos Vídeos

sábado, 1 de maio de 2010

Lançamento regional da publicação "São Paulo em Indicadores e Metas"

Lançamento regional da publicação "São Paulo em Indicadores e Metas" na Zona Sul será no dia 7/5
Uma das ações previstas no planejamento do Movimento Nossa São Paulo para 2010, o processo de formação política começa a ganhar forma. Desde o ano passado, o colegiado de apoio do MNSP e movimentos sociais de algumas regiões da cidade – em especial o Fórum em Defesa da Vida, na Zona Sul, e o Movimento Nossa Zona Leste, liderados pelo Padre Jaime e pelo Padre Ticão – vinham se organizando para trocar experiências e formular propostas de enraizamento do Movimento Nossa São Paulo nas diferentes regiões da cidade.

Nossa São Paulo e Câmara Municipal realizam debates sobre mobilidade e transporte na cidade
O Movimento Nossa São Paulo e a Câmara Municipal de São Paulo promovem, a partir de maio, a série de seminários sobre “Mobilidade e Transporte Sustentáveis”. A iniciativa é do Grupo de Trabalho de Mobilidade Urbana do Movimento e da Comissão de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia da Câmara.

GT Educação convida a todos para discutir o Plano de Educação da Cidade de São Paulo
Após um processo de quase dois anos de discussão entre a sociedade civil organizada e a Secretaria Municipal de Educação (SME), o Plano de Educação da Cidade de São Paulo deve ser construído e finalizado entre março e junho deste ano, por meio de um processo participativo. Neste sentido, o GT Educação do Movimento Nossa São Paulo convida os fóruns e movimentos de Educação para que promovam plenárias livres e participem das plenárias que serão realizadas nas subprefeituras.


NOSSA SÃO PAULO NA CÂMARA

Veto do prefeito à limitação do horário de jogos de futebol será votado dia 1/6
Pela primeira vez, a Câmara Municipal de São Paulo marcou com antecedência a data de votação de um veto do Executivo. Por decisão do colégio de líderes (reunião de lideranças de partidos representados na Casa), ficou acertado que o veto do prefeito, Gilberto Kassab (DEM), ao projeto de lei que estabelece o limite de 23h15 para o término das partidas de futebol na cidade irá a voto no próximo dia 1º de junho.

Metas da Agenda 2012, da Prefeitura de São Paulo, serão revistas em maio
Em reunião realizada nesta quarta-feira (28/4), na Câmara Municipal de São Paulo, o secretário municipal de Planejamento, Rubens Chammas, afirmou aos vereadores, representantes da sociedade civil e cidadãos presentes que algumas metas da Agenda 2012 deverão ser revistas no mês de maio. Ele, porém, não antecipou quais os itens sujeitos à alteração

Urbanista defende implantação de pedágio no centro expandido da cidade de São Paulo
Para o arquiteto e urbanista Cândido Malta Campos Filho o trânsito de São Paulo não comporta a quantidade de automóveis que todo ano são licenciados e ingressam no sistema viário da cidade. Uma das alternativas que poderiam minimizar o problema, segundo ele, é a implantação do pedágio urbano na região do centro expandido.

Apresentação do substitutivo ao Plano Diretor de São Paulo foi adiada para 25 de maio
A proposta de substitutivo ao projeto de lei de revisão do Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo (PL 671/07) não será mais apresentada no próximo dia 4 de maio, como inicialmente previsto. De acordo com decisão tomada nesta segunda-feira (26/4) pela comissão de vereadores encarregada de elaborar a nova redação, o texto final será entregue ao conjunto dos integrantes da Câmara Municipal somente no dia 25 de maio.

Horário dos jogos de futebol: vereadores paulistanos “catimbam” na decisão
“Catimbar” é um verbo muito utilizado no mundo do futebol para dizer que um determinado time ou jogador está “fazendo cera”, “enrolando”, “encenando contusão” ou, simplesmente, “ganhando tempo”. Os significados da palavra expressam a percepção de representantes da sociedade civil em relação ao que ocorreu na reunião conjunta das comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Educação, Cultura e Esportes, da Câmara Municipal de São Paulo. O evento, convocado para debater e votar um parecer sobre o veto do prefeito ao projeto de lei que determinava o horário das 23h15 como limite para o término das partidas de futebol na cidade, foi marcado por tentativas de protelar a votação e terminou sem nenhuma decisão conclusiva.


SAIU NA MÍDIA

"Prefeitura lança plano para adensar regiões de São Paulo ainda vazias" - O Estado de S.Paulo
Hoje uma espécie de cicatriz urbana, a linha de trem que corta São Paulo desde os tempos do café será o novo fio condutor do desenvolvimento da capital. A Prefeitura tirou do papel ontem três operações urbanas, instrumento para adensar áreas e incentivar o mercado imobiliário. Ao longo da orla ferroviária, a ideia é que bairros tomados por galpões e cortiços ganhem investimentos públicos e, claro, novos espigões residenciais.

"Um Check-up de São Paulo – A Saúde Precária de uma Velha Senhora" - Revista Scentific American
Clique aqui e veja o artigo publicado na Revista Scentific American, assinado por Paulo Saldiva e Evangelista Vormittag, ambos do Instituto Saúde e Sustentabilidade. Com o título "Um Check-up de São Paulo – A Saúde Precária de uma Velha Senhora", o texto revela uma cidade doente

"Justiça define futuro de bairros planejados" - Folha de S.Paulo
Está nas mãos do STJ (Superior Tribunal de Justiça) uma decisão que pode mudar o futuro dos bairros e loteamentos planejados em todo o país.

"Campanha do Conade incentiva a acessibilidade para os deficientes" - Portal EcoDesenvolvimento.org
Segundo o Censo 2000 do IBGE, no Brasil existem cerca de 24,6 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência ou incapacidade, ou seja 14,5% da população. Por lei, o direito a acesso deve ser igual para todos os cidadãos brasileiros, sem importar questões físicas, de gênero, credo e outros.

"ONGs se mobilizam contra revisão do plano diretor em São Paulo" - SPTV 2ª Edição
Organizações não governamentais estão se posicionando contra a revisão do Plano Diretor em discussão na Câmara Municipal de São Paulo. O Plano Diretor é um documento que define a ocupação do solo e o efeito disso na qualidade de vida das pessoas. "Um Plano Diretor é um espelho do futuro que garante não só para o setor público onde fazer obras e onde prestar serviços mas para toda a sociedade e para todas as empresas garante como a cidade vai ser", diz o arquiteto Jorge Wilheim.

"MP e polícia vão investigar vereadores paulistanos" - O Estado de S.Paulo
A gastança com a verba de gabinete dos vereadores de São Paulo está na mira da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual (MPE). O Departamento de Polícia de Proteção da Cidadania (DPPC) abriu ontem inquérito para apurar a suposta formação de quadrilha para o desvio do dinheiro público. A Promotoria do Patrimônio Público e Social da capital também vai investigar o caso a partir de hoje.

"Poluição do ar é a mais baixa em 15 meses; Pinheiros tem maior redução" - O Estado de S.Paulo
A poluição na cidade de São Paulo diminuiu nas duas primeiras semanas de abril, segundo medição da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Desde janeiro do ano passado, o ar na capital não registrava poluição por emissão veicular num nível tão baixo. Em março de 2009, o nível de monóxido de carbono atingiu registro médio de 1,2 parte por milhão (ppm), ante a média de 1,4 das duas semanas iniciais de abril.

"Sem controle, vereadores contratam empresas que só existem no papel" - O Estado de S.Paulo
Os 55 vereadores paulistanos gastaram R$ 7,5 milhões com despesas de gabinete em 2009 - de R$ 8,9 milhões disponíveis. Por se tratar de dinheiro público, os pagamentos têm de ser comprovados por nota fiscal. Mas a lei não estabelece critérios claros de contratação e a fiscalização é ineficiente. Resultado: a verba tem sido usada em alguns casos para pagar empresas que até existem no papel, mas não têm sede, telefone, site ou registro de trabalhos fora da Câmara.

"'Publicação de notas mostra transparência', diz relator da lei" - O Estado de S.Paulo
Relator da lei que restituiu a verba indenizatória na Câmara Municipal de São Paulo, o vereador José Américo, líder do PT, defende os gastos. No ano passado, a liderança do PT, comandada à época pelo vereador João Antonio e com 11 parlamentares, foi a recordista de gastos entre as 15 lideranças partidárias. Foram reembolsados R$ 133 mil em gastos que variaram da confecção de site à produção de parecer para a Comissão de Trânsito.



Visite o portal: www.nossasaopaulo.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0