Nossos Vídeos

terça-feira, 9 de março de 2010

Obesidade Infantil Pode Ser Causada Por Fatores Psicológicos

Doença pode ser causada por stress, ansiedade, angústia e depressão, além de problemas endocrinológicos.

A obesidade infantil normalmente é relacionada a hábitos alimentares incorretos. Entretanto, o costume adquirido pelas crianças de se alimentar em excesso pode estar relacionado a fatores psicológicos, como stress, ansiedade, angústia e depressão. A Beneficência Portuguesa de São Paulo (www.bpsp.org.br) alerta para a importância do tema durante a Semana Estadual de Combate à Obesidade Infantil.
A tentativa de compensar frustrações com o prazer de comer é comum em todas as faixas etárias. Como essa sensação dura um período curto e a criança não têm noção de limite totalmente estabelecida, é provável que comece a ingerir um alimento logo após o outro para se distrair de sentimentos ruins. “Esse quadro pode ser resultado de falta de afeto dos pais ou outros familiares, algum tipo rejeição dos colegas da escola ou o fato da criança não se sentir emocionalmente preparada para lidar com o que lhe exigem”, explica a psicóloga da equipe de endocrinologia da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Silvana Martani.
A mudança de cultura dos brasileiros está diretamente relacionada à obesidade infantil. Hoje, muitas crianças têm uma programação semanal cheia de atividades e pouco tempo de intervalo entre cada uma delas. A psicóloga lembra que vários jovens saem da escola e vão direto para o curso de inglês, de lá vão para o judô e assim por diante. “É possível que a criança se sinta pressionada por essa rotina atribulada, que pode gerar stress, ansiedade ou angústia”, descreve Silvana.
A rotina oposta também é nociva. Uma criança que passa a maior parte do seu dia na frente da televisão, vídeo game ou computador não desempenha atividades físicas, como um passeio de bicicleta ou caminhada. Além do sedentarismo, a criança pode ser tomada por um sentimento de solidão, já que não tem contato com colegas da mesma idade.
Em ambos os casos a criança sentirá falta do vínculo familiar, que pode gerar desequilíbrios psicológicos que causem a obesidade infantil. Esse fator é amplificado com o aumento do consumo de alimentos gordurosos e calóricos pelas crianças – influenciadas pelos hábitos dos pais. Os familiares muitas vezes utilizam esses alimentos, principalmente os doces, que simbolizam o afeto, como uma forma de compensar o pouco tempo que dispõem para ficar com a criança.
Para tratar este mal, os pais devem procurar um endocrinologista para verificar se existem aspectos físicos que justifiquem o desenvolvimento da doença. Caso estes aspectos sejam descartados ou haja dificuldade na diminuição de peso após o controle hormonal, é importante buscar o acompanhamento de um psicólogo, já que existem causas emocionais ligados a este quadro clínico. “No tratamento, serão dadas orientações à criança e aos pais”, esclarece a especialista da Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Consequência físicas e psicológicas
A obesidade infantil é a principal responsável por casos de Diabetes tipo 2 em adolescentes, enfermidade que antes era pouco observada nessa faixa etária. A doença também pode prejudicar o crescimento, trazendo má formação do esqueleto e causando males como joelho valgo (conhecido como “joelho em X”) e desvios na coluna, sobretudo escolioses e lordoses. Modificações endócrinas podem ser observadas como causa e consequência da doença.
Psicologicamente, a obesidade na infância pode ser muito danosa, pois esta fase da vida é muito importante para o desenvolvimento emocional. “Ao se enxergar de forma inadequada, a criança pode comprometer sua autoestima, seus relacionamentos e aprendizagem o que irão gerar comprometimentos futuros”, afirma a psicóloga.

Karina Bacchi foi a grande estrela do Dia Internacional da Mulher da Koleston


Koleston preparou uma homenagem especial para as mulheres nesse dia 8 de março. O evento foi realizado na tarde dessa segunda-feira, no atrium do shopping Eldorado, em São Paulo, e contou com a participação da estrela da segunda edição do programa A Fazenda, Karina Bacchi. Linda e super simpática, a atriz distribuiu sorrisos e emocionou quem passou pelo local. Karina fez uma homenagem a sua mãe, que também estava presente na comemoração, dando a ela um arranjo especial de flores. Além disso, a modelo convidou as pessoas que passavam pelo shopping a pegar um dos 5 mil arranjos, preparados especialmente para as mulheres.

Karina fez questão de ressaltar o quanto estava honrada em participar da homenagem às mulheres. “Me sinto muito feliz em estar neste evento junto com a minha mãe, porque ela é uma grande mulher, um exemplo de determinação, doação, generosidade, e é merecedora da minha homenagem e do meu amor. Sei das batalhas femininas ao longo dos anos e de minhas próprias batalhas. Manter-se adquirindo vitórias, experiência, aprendizado, respeito e admiração das pessoas que acompanham meu trabalho é um grande presente e incentivo”.

Durante o evento, a atriz contou também seus segredos para deixar o cabelo sempre bonito e radiante, mesmo no verão, época em que os fios ficam mais expostos aos efeitos nocivos do sol. “Usar bons produtos é essencial, principalmente produtos específicos para meu tipo de cabelo”. Além desses cuidados, a loira dá atenção especial à cor dos cabelos e a cada quatro meses vai ao salão para colorir os fios. Para deixar a cor sempre bonita e radiante, a atriz escurece a parte de baixo dos cabelos e clareia o resto com mechas finas, o que dá luminosidade ao loiro naturalmente acinzentado. “O cabelo é a moldura do rosto e assim como a moda, é uma forma de expressar nossa personalidade”, afirma a atriz.

Devido à profissão, Karina já mudou algumas vezes de visual. “Já tive cabelo preto, castanho, avermelhado. Mas hoje, como meu foco não é a atuação e sim ser apresentadora, só mudaria meu cabelo se fosse um desejo pessoal”. Para encarar as mudanças, a atriz não abre mão de máscara hidratante intensa e reparador de pontas, receita infalível para deixar os cabelos sempre hidratados e brilhantes.

Portaria despreparada contribui para assaltos a condomínios

De acordo com dados da Polícia Civil, em 2009 foram registrados 51 roubos a condomínios, sendo 36 deles ocorridos na capital paulista. Desde o início deste ano, já foram registradas 14 ocorrências. Por esse motivo, muitos condomínios estão buscando, cada vez mais, utilizar o serviço de empresas de segurança.

"A vantagem de se ter um profissional de segurança, que atua de forma regular, é que ele já sabe qual conduta tomar diante de algumas situações, pois foi treinado para isso. Não é bom, por exemplo, haver certa intimidade entre morador e porteiro, pois a 'amizade' pode facilitar o acesso à informações privilegiadas. Tudo depende, porém, de quanto o condomínio, bem como os condôminos, estão dispostos a investir em um esquema de segurança de boa qualidade", explica o vice-presidente do Sesvesp (Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado de São Paulo) Victor Saeta.

As empresas que prestam o serviço de segurança precisam ter autorização do Ministério da Justiça, além do Certificado de Segurança, que é um documento emitido pela Polícia Federal e que constata que a empresa foi fiscalizada e está em condições técnicas de prestar serviços. "Uma das principais preocupações atuais é coibir a prestação de serviços por empresas informais no setor de segurança privada, pois elas contribuem para a expansão da insegurança", conclui o vice-presidente do Sesvesp.


SESVESP – O Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Serviços de Escolta e Cursos de Formação do Estado de São Paulo, fundado em 1988, foi o primeiro a obter o Certificado ISO 9002, pela SGS-ICS, e, em 2002, a recertificação para ISO 9001:2000. É também o pioneiro em lançar cursos para as empresas do segmento com linguagem específica e totalmente voltada à realidade do setor.

Porto Alegre e mais seis cidades brasileiras aderem à Hora do Planeta 2010

Evento bate recorde de adesões no mundo: 92 países e regiões confirmaram sua participação.

Depois de superar o recorde de adesões no mundo, a Hora do Planeta 2010 no Brasil também está crescendo em ritmo acelerado. Cinco dias após o lançamento oficial no país, a cidade de Porto Alegre confirma sua participação na campanha e é a segunda capital brasileira, depois do Rio de Janeiro, a aderir ao evento mundial.

"Este é um ato simbólico, para demonstrar nossa preocupação com as mudanças climáticas, chamando a atenção de todos e trazendo à discussão assuntos como a preservação do meio ambiente e o futuro da terra", destaca o secretário do Meio Ambiente de Porto Alegre, Professor Garcia.

Oito monumentos de Porto Alegre terão suas luzes apagadas das 20h30 às 21h30, do dia 27 de março: Largo dos Açorianos; Julio de Castilhos, na Praça da Matriz; Monumento ao Expedicionário, no Parque Farroupilha; Fonte Talavera, na Prefeitura Municipal; Viaduto Otávio Rocha; Estátua do Laçador – Sitio do Laçador; Estátua de Bento Gonçalves, na Praça Piratini e Praça da Alfândega.

Além da capital do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, mais seis municípios anunciaram a participação no evento: Wenceslau Braz (PR), Barueri (SP), Osasco (SP), Porto Ferreira (SP), Rio das Ostras (RJ) e Castro Alves (BA). Com essas confirmações, o total de participantes na Hora do Planeta 2010 chegou a 3.606 pessoas, 277 empresas e 72 organizações.

A secretária-executiva do WWF-Brasil, Denise Hamú, comemora as adesões. “De diferentes formas, com diferentes responsabilidades e de diversas maneiras, estamos todos atrelados a este paradigma da sociedade moderna: o aquecimento do planeta. Por isso é tão importante que as pessoas se engajem na Hora do Planeta, uma campanha que mostra ao mundo uma preocupação latente com esse problema”, afirma Hamú.

O WWF-Brasil, organizador do evento no país, chama a atenção para a necessidade de proteção e recuperação dos ecossistemas terrestres e aquáticos como uma maneira de defendermos a vida em nosso planeta. Para isso são urgentes ações que tenham por objetivo reduzir nossas emissões de gases de efeito estufa causadas pelo desmatamento, enfrentar situações climáticas mais severas e seus impactos como, por exemplo, erosão, assoreamento de corpos d'água e aumento das enxurradas e enchentes, que já mataram dezenas de pessoas só este ano no Brasil.

Nesse cenário, a Hora do Planeta é um ato simbólico no qual, governos, empresas e cidadãos são convidados a partir da reação à ação, e apagar as luzes como um sinal de engajamento em defesa da vida.


“Incentivo a todos a participarem deste importante momento histórico. Organizem-se, mobilizem seus amigos, familiares, vizinhos e colegas de trabalho para apagar as luzes e dar esse voto pelo planeta”, declara Hamú.

Hora do Planeta no mundo

Falta pouco mais de duas semanas para a Hora do Planeta 2010 e o número de países e regiões que participam desse evento global já ultrapassou o recorde do ano passado.
Esse ano serão 92 países, em comparação com 88 países em 2009, comprometidos com a Hora do Planeta e mobilizados para mostrar ao mundo o que se pode fazer para combater as mudanças climáticas. Honduras foi a última nação a obter o registro oficial na Hora do Planeta em 2010.
Desses países, 18 participam pela primeira vez da Hora do Planeta, entre eles, Nepal, Kosovo, Mongólia, Madagascar, República Tcheca, Paraguai, Camboja, Panamá, Arábia Saudita, Tanzânia e as ilhas Mariana do Norte (que integram um arquipélago do Pacífico Norte e são um estado associado aos Estados Unidos).
Além disso, com a confirmação de que a Torre de Tóquio (em Tóquio) e o Portão de Brandenburgo (em Berlim) terão suas luzes desligadas na Hora do Planeta, todos os países membros do G-20 passam a fazer parte do evento este ano.
Para o diretor-executivo e co-fundador da Hora do Planeta, Andy Ridley, “a Hora do Planeta é uma oportunidade para a comunidade mundial se expressar numa só voz sobre a questão das mudanças climáticas” e por isso, ele convoca a todos para se unirem nessa celebração única.

Para se cadastrar na Hora do Planeta 2010, acesse o site www.horadoplaneta.org.br , organize um jeito especial para participar e ajude a divulgar o evento pela internet. O filme da Hora do Planeta 2010 já está disponível:



Patrocinadores da Hora do Planeta no Brasil
Neste ano, o WWF-Brasil conseguiu o apoio de quatro grandes empresas como patrocinadores do evento. Coca-Cola Brasil, HSBC, Tim e Walmart Brasil, se comprometeram com a promoção da Hora do Planeta, realizando eventos, campanhas de conscientização e ações de comunicação para diferentes públicos.
No dia 27 de março, a Coca-Cola Brasil irá realizar o evento nacional na cidade do Rio de Janeiro. Em Curitiba, o edifício sede do HSBC, um prédio histórico que já se transformou em ícone de natal será apagado, enquanto os meninos do Coral do HSBC entoam canções populares relacionadas ao meio ambiente. A TIM colocará sua infra-estrutura de comunicação a serviço da Hora do Planeta a partir de uma campanha de mobilização que compreende três ondas de mensagens de textos (SMS) convidando 14 milhões de seus clientes a aderirem ao movimento. O Walmart Brasil vai apagar os letreiros, fachadas e áreas administrativas de suas 436 lojas no Brasil durante a Hora do Planeta, reduzirá a iluminação da área de venda das unidades em 30% e vai estimular seus 80.000 funcionários a apagarem as lâmpadas de suas residências no período.

Sobre o WWF-Brasil
O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

Sobre a Hora do Planeta
A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas. No sábado, dia 27 de março de 2010, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global. Na primeira edição, realizada em 2007 na Austrália, 2 milhões de pessoas desligaram suas luzes. Em 2008, mais de 50 milhões de pessoas de todas as partes do mundo aderiram à ação. Em 2009, quando o WWF-Brasil realizou pela primeira vez a Hora do Planeta no Brasil, quase 1 bilhão de pessoas em todo o mundo apagaram suas luzes.

CDHU e Caixa assinam primeiro contrato para construção de imóveis pelo 'MINHA CASA MINHA VIDA'

Conjunto habitacional em Mogi Guaçu terá 195 apartamentos e prazo para conclusão de 18 meses; Pirassununga, Itapetininga e Caraguatatuba deverão ser os próximos municípios beneficiados


Legenda: O secretário de Estado da Habitação e presidente da CDHU, Lair Krähenbühl, (centro) assina primeiro contrato de parceria com a Caixa Econômica Federaç para viabilização de moradias pelo Programa "Minha Casa, Minha Vida" (foto JMPereira)

O secretário de Estado da Habitação e presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Lair Krähenbühl, assinou hoje, 8 de março, o primeiro contrato para a construção de moradias estinadas às famílias com renda de até três salários mínimos pelo Programa  "Minha Casa, Minha Vida" no Estado. O empreendimento, com 195 apartamentos, será construído no bairro Horto, no município de Mogi Guaçu.
A parceria com a Caixa Econômica Federal, no âmbito do Programa "Minha  Casa, Minha Vida", começou em abril de 2009, com a adesão do Estado ao programa. Em setembro do mesmo ano, a Secretaria da Habitação assinou um acordo para a construção de 13 mil moradias. "A parceria com a Caixa é exemplar. Habitação tem que ser uma questão de princípios, acima de qualquer outro interesse. A Caixa, assim como a CDHU, tem a habitação de interesse social como uma das prioridades para o desenvolvimento do país",
disse o secretário Lair Krähenbühl.
O superintendente nacional da Caixa, Maurício Quarezemin, também destacou a parceria entre CDHU e instituição financeira. "A parceria com a CDHU é muito importante, não só no Programa 'Minha Casa, Minha Vida', mas em todas as ações que envolvem a habitação", disse. CDHU e Caixa estão entre as principais promotoras de habitações populares do Brasil.
O documento assinado hoje cede à Caixa o contrato de construção de 195 unidades habitacionais em Mogi Guaçu. O terreno que receberá as moradias foi regularizado pela CDHU e a obra já foi licitada, o que deu mais rapidez ao processo. A empresa contratada deverá iniciar os trabalhos nos próximos dias com prazo de 18 meses para conclusão. A Caixa será a responsável pelo pagamento e pela fiscalização do andamento das obras.
A participação do Governo do Estado no "Minha Casa, Minha Vida" trouxe para o programa federal algumas condições inéditas e que beneficiaram diretamente a população de baixa renda. Os imóveis construídos pelo convênio entre CDHU e Caixa são exclusivamente para famílias com rendimentos de até três salários mínimos, faixa não atendida pela iniciativa privada.
O Governo do Estado priorizou também quem mora nas cidades com mais de 50 mil habitantes e em regiões metropolitanas. Outra novidade incluída no acordo assinado em setembro de 2009 foi a adoção das melhorias do novo padrão construtivo da CDHU, como o terceiro dormitório e o aquecedor solar, em todas as moradias da parceria com a Caixa. Para viabilizar tantas mudanças, o Governo do Estado resolveu complementar o valor disponibilizado pelo Programa "Minha Casa, Minha Vida". O aporte inicial foi de R$ 50 milhões.
O empreendimento de Mogi Guaçu será composto por seis prédios com quatro andares. Cada apartamento terá 44,73 m² de área construída, distribuídos em dois dormitórios, sala, cozinha e área de serviço. O condomínio terá ainda playgroud, centro comunitário e uma quadra poliesportiva. "Essas moradias vão ajudar a reduzir o déficit habitacional do município. Os apartamentos ficarão em uma área nobre da cidade, moradia popular tem que ser inclusiva", disse o prefeito de Mogi Guaçu, Paulo Eduardo de Barros.
Os municípios de Pirassununga, Itapetininga e Caraguatatuba deverão ser os próximos à receber moradias da parceria entre CDHU e Caixa. Além deles, as cidades de São Paulo, Marília, Jaboticabal e Presidente Prudente, entre outros, já tiveram empreendimentos indicados pela CDHU à Caixa. No total, para a construção das 13 mil moradias da parceria o governo paulista investirá mais de R$ 200 milhões.

COMO MINIMIZAR OS EFEITOS DA CELULITE

Por Dra. Glaucia Zeferino

A "celulite" atinge até 95% das mulheres, principalmente nas fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais, sendo uma das queixas mais freqüentes em relação à estética. O aspecto de "casca de laranja" causa incômodo e insatisfação com o próprio corpo, levando à procura de uma solução para o problema.
As causas que dão origem à celulite não são totalmente conhecidas. Além de uma predisposição hereditária, alterações enzimáticas e hormonais parecem estar envolvidas, diminuindo a quebra das células gordurosas ou aumentando o seu volume.
As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas onde as mulheres costumam acumular mais gordura: abdomem, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas.
No nosso organismo, algumas células têm a função de acumular energia, sob a forma de gordura, para ser usada quando necessário. São os adipócitos (celulas gordurosas). Estas células se localizam na hipoderme, a camada mais profunda da pele. Nas mulheres, esta camada apresenta fibras ligando a superfície ao tecido mais profundo, como se fosse um colchão de molas. Estas pontes fibrosas repuxam a pele para baixo, dando o aspecto de "furinhos", que é característico da celulite.
Além disso, fatores como a hereditariedade, as alterações hormonais e enzimáticas, em conjunto, levam a uma alteração circulatória com acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura, provocando uma modificação da textura do tecido subcutâneo e, posteriormente, uma irregularidade da superfície da pele, que leva ao aspecto visual de "casca de laranja".
A celulite pode estar, ou não, associada à obesidade. No entanto, com o aumento do peso, ela aparece mais, pois o aumento das células gordurosas acentua o repuxamento das fibras. Quando o acúmulo de gordura ocorre de forma excessiva, pode comprimir vasos sanguíneos e linfáticos levando à formação de edema (inchaço) e fibrose. Nesta situação, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares. Em alguns casos, ocorre inflamação e dor local.
Lipodistrofia Ginóide é o nome técnico e correto da "celulite". O sufixo "ite" significa a presença de inflamação. Celulite é uma doença infecciosa, que causa febre, dores, vermelhidão e inchaço na pele.
Para tratar não tem milagre. Podemos melhorar o aspecto da pele e principalmente preveni-la, criando um estilo de vida saudável: consumir determinados alimentos e evitar outros, praticar atividade física regularmente, não fumar e se possível, fazer massagens do tipo drenagem ou recorrer a outros tratamentos estéticos já disponíveis no mercado, mostrando ótimos resultados.

Fatores hereditários e hormonais são muitos importantes na gênese do pro¬blema, sendo também os distúrbios alimentares e sedentarismo fatores agra¬vantes do problema. Seu tratamento inclui múltiplas modalidades, variando conforme a gravidade do caso1-3. Um conjunto de medidas é necessário para efetiva abordagem do problema. Medidas isoladas não resultam em tratamento eficaz, por isso a paciente precisa de motivação e forte adesão à terapêutica.

As principais modalidades terapêuticas para o tratamento da LDG são: medidas dietéticas, atividades físicas, tratamento medicamentoso, cirurgia, eletrostética e recursos de estética corporal. Outro tratamento importante é o ultra-som, introduzido há mais de sete anos no mundo da estética. Ele baseia-se na produção de uma vibração mecânica de característica igual à da vibração sonora, porém com freqüências muito mais elevadas.

Métodos mecânicos de vibração, rolamento e compressão como endermologia® e cellutec® auxiliam a remodelação do tecido conectivo e dos liquidos corporais. Recentemente a radiofreqüência é o avanço tecnológico capaz de produzir melhores resultados, pois atua no sistema linfático, gorduroso e cutâneo (colágeno), tratando celulites com graus mais severos.


Dra. Gláucia Zeferino
Médica formada pela Universidade Federal de Pernambuco.
Formação Cirúrgica pela Faculdade de Medicina da USP – FMUSP
Especialização em Cirurgia Órbito Palpebral e Medicina Estética.
Doutorado em Cirurgia – HC – FMUSP
Diretora técnica da Clínica Stelle – SP
site: clinicastelle.com.br

COMO EVITAR A GRIPE SUÍNA

Por Dr. Marcio Bontempo, Médico Sanitarista

Press release: O médico Marcio Bontempo (CRM-DF 15458), especialista em Saúde Pública e naturopata, alerta como as pessoas adquirem a gripe suína (Influenza A – H1N1) e mostra como preveni-la através da alimentação, de produtos naturais e biológicos e dá outras dicas, além dos procedimentos de praxe.
Além das recomendações das autoridades sanitárias, como lavar as mãos com frequência, etc., existem providências que devem ser lembradas, ou conhecidas que, infelizmente, não fazem parte dos cuidados necessários, sendo que, muitos deles, são mais importantes do que as orientações oficiais.Primeiramente, tanto profissionais de saúde quanto pessoas comuns, devem saber que é necessário atuar no sentido de se possuir um sistema imunológico bem forte. Percebo que absolutamente nada está se fazendo nessa direção, de uma forma que se espalha o terror de uma nova doença, mas não se tomam as providências necessárias para reforçar o mecanismo de defesa do organismo da população, permitindo assim que todos estejam expostos à virose em questão.

Por que as pessoas adquirem mesmo a gripe comum e o que fazer para fortalecer as defesas?

Para começar, é necessário saber O QUE ENFRAQUECE o nosso sistema imunológico, e isso não é divulgado (ou sabido?) pelas autoridades sanitárias. Sabe-se, cientificamente, que todos os vírus se beneficiam e se desenvolvem mais facilmente em ambientes orgânicos mais ácidos e, obviamente, quando o sistema imunológico está enfraquecido.

E o que faz com que nosso ambiente sanguíneo fique mais ácido e o que diminui a força das nossas defesas?

São os alimentos industrializados que tendem a criar e a manter um ambiente sanguíneo mais ácido.

Os principais são:

Açúcar branco – produz ácido carbônico em quantidade proporcional à quantidade ingerida, seja ele puro ou presente em doces, refrigerantes, bolos, tortas, guloseimas, etc. O uso regular de grandes quantidades de açúcar branco produz perda de cálcio e magnésio (e muitos microminerais), o que afeta sobremaneira de modo crônico e constante o nosso sistema imunológico. Deve ser substituido pelo açúcar mascavo orgânico, mel, etc.

Carnes vermelhas e embutidos – Produz diversos ácidos e reações ácidas, como ácido oxálico, ácido úrico, além de toxinas redutoras da imunidade como cadaverina, putrescina, indol, escatol, fenol, etc. Como fonte de proteínas, dar preferência a peixes e proteínas vegetais, frutas oleaginosas, leguminosas, subprodutos da soja, etc.

Leite e derivados – Principalmente o leite de vaca, rico em caseína (indigesto), produz incremento do ácido lático e gera mucosidades em excesso, enfraquecimento das defesas orgânicas, expondo os seus consumidores, não só à gripe, mas a muitos outros problemas. Substituir por leite de soja pronto ou caseiro (evitar o leite de soja instantâneo, em pó). Como fonte de cálcio, preferir as verduras e os feijões.

Farinhas brancas – O pão branco e as farinhas de trigo brancas, não integrais, são fermentativas e produzem mucosidades, além de serem pobres em proteínas, vitaminas e minerais essenciais. Seu uso constante enfraquece o organismo.

Frituras, comidas em saquinhos (chips), guloseimas, fast food – Hoje consumidos em grande quantidade por crianças e adolescentes, responsáveis por grandes desequilíbrios orgânicos e muitas doenças, como diabetes, obesidade, pressão alta, etc. O seu consumo regular, associado ao açúcar branco, determina um constante estado de acidificação do sangue e depósito de compostos prejudiciais.

Álcool – Em pequenas quantidades (vinho, etc.) pode até ajudar, mas em excesso produz reações ácidas.

Recomenda-se, portanto, evitar estes alimentos substituindo-os, sendo que esta abstenção já significa um grande passo para a prevenção de qualquer gripe e de muitas doenças.

Alimentos recomendados para aumentar as defesas orgânicas:

Há alimentos particularmente úteis para reforçar a nossa imunidade, tais como o arroz integral, os subprodutos da soja (tofu, leite de soja líquido, misso), a aveia (rica em beta-glucana, um grande estimulador do mecanismo de defesa), o inhame, as verduras em geral, frutas frescas, a semente de linhaça, o gengibre, o alho, a cebola e outros.

Outros fatores que reduzem a imunidade

Estresse – um dos piores inimigos, pois reduz a ação das células de defesa, principalmente os linfócitos que combatem os vírus, elevando os níveis de adrenalina e cortisol, um imunodepressor. O estresse é provocado pela vida agitada, os problemas diários, as preocupações excessivas, o excesso de trabalho ou estudos, etc.

Vida sedentária – Com ela os radicais ácidos se acumulam nos músculos e nos demais tecidos, reduzindo o pH do corpo e favorecendo as doenças virais e bacterianas.

Ar condicionado – Deve ser evitado a todo custo, pois desidrata o ar, ressecando as mucosas e produzindo desequilíbrio térmico no organismo. Faz muito mal.

Hábitos perniciosos – Tabagismo, alcoolismo, drogas, excesso de remédios farmacológicos, etc., são, decididamente, fatores que reduzem a capacidade de defesa do organismo.

Certamente que muitas mudanças propostas são sacrificantes, mas tudo é uma questão de ajuste e adaptação, sendo que, os resultados são altamente benéficos, não só em relação à gripe suina, mas à saúde em geral.

Dicas da medicina natural, ortmolecular e homeopatia para a prevenção (e tratamento) da gripe suína.
Além das medidas anteriores, cientificamente sugere-se o seguinte:

Alho - O alho é rico em alicina, uma substância ativa que possui ação antiviral reconhecida, além de mais de uma dezena de outros componentes imunoentimulantes. Basta ingerir diariamente 3 a 5 dentes de alho cru picado, com os alimentos ou engolidos com água ou suco. Há o inconveniente do hálito, mas é passageiro, e mais vale a boa saúde do que o comentário alheio. Existem também suplementos à base de alho que não exalam odor, mas são caros. O óleo de alho em cápsula ou o alho em comprimidos não produzem o mesmo efeito do alho cru. O alho também é útil para evitar ou tratar uma grande quantidade de doenças. O problema do alho para crianças é a dificuldade para ingerir, mas com habilidade tudo é possível.

Própolis - A própolis é reconhecida cientificamente como um antibiótico naturalm incluindo uma forte ação antiviral, tanto em situações de infecção quanto como para prevenção. Foram reconhecidos mais de 100 principios medicinais ativos da própolis. Deve-se usar o extrato alcoólico de própolis a 30%, na quantidade de 30 gotas, 3 a 4 vezes ao dia, em meio copo de água. Para crianças pequenas, metade da dose (lactentes e bebês, seguir orientação do pediatra). Pode-se colocar um pouco de mel para adoçar e reduzir o sabor e efeito da própolis na boca.

Chá de gengibre - O gengibre é um alimento funcional reconhecido hoje cientificamente por seus poderosos princípios ativos. Foram isolados cerca de 25 substâncias, entre elas as famosas gengiberáceas, de grande ação estimulante do sistema de defesa do organismo e ação antiviral. Basta beber chá de gengibre fresco, forte, uma xícara 3 vezes ao dia, morno ou quente e sem adoçar.

Equilíbrio nervoso neurovegetativo - O organismo e as células de defesa são regidos pela ação do sistema nervoso autônomo, representado pelos sistemas simpático e parassimpático; o primeiro é responsável pela produção granulócitos (de pouca ação viral e mais bactericida) e o segundo de linfócitos (de ação antiviral direta). Devido à agitação da vida moderna e ao estresse, as pessoas apresentam um excesso de atividade do sistema simpático (que produz adrenalina, cortisol, etc., todos imunodepressores), com maior quantidade de granulócitos do que linfócitos, o que abre o caminho para viroses. É devido a isso que muitas pessoas adquirem uma gripe depois de um impacto emocional, notícia ruim, desavenças, tristezas, etc. É necessário proceder à redução da atividade simpática (redução do estresse,etc.) e promover maior estímulo parassimpático. Isso se consegue com mais repouso, menos agitação e preocupações, atividade física moderada, respiração profunda, alimentação natural integral, massagens terapêuticas, saunas, banhos quentes (tipo ofurô, banheiras, etc). Importante é evitar a friagem e manter o corpo aquecido, principalmente as extremidades.

Saquinho com cânfora – uma grande dica. Durante a gripe espanhola no começo do século passado, milhões de pessoas morreram, mas aqueles que lidavam com os doentes raramente contraiam o vírus. É que havia uma orientação para que o pessoal de serviço, médicos, enfermeiros, etc. usasse um saquinho de gaze com pedras de cânfora pendurados no pescoço. As emanações voláteis da cânfora esterilizam o ar em sua volta e protegem as mucosas. Então, aconselha-se a fazer o mesmo. Basta adquirir a cânfora na farmácia comum (algumas pedrinhas bastam), confeccionar uma bolsinha de gaze e pendurar no pescoço, podendo inclusive manter por dentro do vestiário, sem necessidade de deixar à mostra (se bem que o ideal é manter do lado de fora). Deve ser usado constantemente durante o contato com as pessoas. É uma boa dica para quem lida com pessoas ou trabalha em ambiente de aglomeração, etc.

Fórmula homeopática - A homeopatia, diferentemente da medicina farmacológica, atua estimulando a capacidade orgânica. Há uma fórmula homeopática para a preveção, tando da Influenza A (H1N1), quanto de qualquer outro tipo de gripe. É a seguinte:

Para a prevenção, tanto para adultos quanto para crianças:
Aviarium 200 CH……………………..30 ml
Influenzinum 200 CH……………….30 ml
Álcool a 20%
Tomar 10 gotas, de preferência diretamente na boca, uma vez por semana, cada semana um, alternados. Para crianças muito pequenas, dar apenas 5 gotas em um pouco de água numa colher.
Para tratamento em caso de gripe (qualquer que seja):
Aconitum napellus 3 CH
Antimonium tartaricum 3CH
Allium cepa 3 CH
Bryonia alba 3 CH
Belladonna 5 CH
Gelsemium 5 CH
Fazer 30 ml, em partes iguais (pedir : ãã)
Álcool a 20%.
Tomar 10 gotas (direto na boca ou em água para crianças) a cada meia hora em caso de sintomas de qualquer gripe, até melhorar bem.
Estes remédios podem ser adquiridos nas boas farmácias homeopáticas, e não fazem mal algum ou produzem efeitos colaterais. Se necessário, procurar um médico homeopata para a confecção de uma receita.

Atividade física, sol e ar livre - Sempre importante em qualquer aspecto para uma saúde melhor.

Suplementos
A medicina ortomolecular e a fototerapia preconizam o uso de dois suplementos:

Vitamina C – Recomenda-se o uso de 500 mg de vitamina C (ácido l-ascórbico) orgânica de uma a duas vezes ao dia, para reforçar as defesas. Crianças pequenas, metade da dose ou sob orientação pediátrica.

Cogumelo do Sol – Eleva a imunidade por ser rico em substâncias imunomoduladoras, como a beta-glucana. Adultos devem tomar 2 cápsulas de 500 mg 2 a 3 vezes ao dia, tanto como preventivo quanto para tratamento. Crianças pequenas, tomar metade da dose. No caso de dificuldade de encontrar o cogumelo do sol, procurar comer cogumelos, tipo champignon, shitake, shimeji, funghi, etc.

Minerais e microminerais – Com a acidificação constante do sangue devido á alimentação industrializada moderna, aliada ao estresse, perdem-se muitos minerais e microminerais que não são repostos pela dieta, haja vista o o fato de que os alimentos modernos estão empobrecidos em termos de minerais (solo naturalmente pobre, uso de adubos, agrotóxicos, manipulação industrial, congelamento, microondas, etc.). Certamente que essa condição afeta a imunidade. É necessário atualmente repor estes nutrientes de modo a manter as defesas orgânicas, mas não é qualquer suplemento que serve. Recomenda-se utilizar os concentrados biominerais marinhos, principalmente aqueles extraidos da poderosa alga Lithothâmnium, que possui acima de 50 minerais e microminerais orgânicos, de alta assimilação pelas células.

Frutas em geral – As frutas, principalmente as cítricas, ajudam a alcalinizar o sangue e são ricas em minerais e vitaminas, favorecendo a saúde e protegendo o organismo. Pessoas que consomem poucas frutas estão muito mais sujeitas, não só às viroses, quanto a qualquer outra enfermidade.
Estas orientações servem tanto para a prevenção quanto para serem utilizadas em casos de pessoas que contraíram qualquer tipo de gripe. Além do mais, estes procedimentos nos deixam seguros e tranqüilos em relação ao grande terror de se contrair, tanto a Influenza A quanto quaisquer outras doenças virais.

Agrotóxicos: 800 mil litros interditados na fábrica da Basf

Mais de 800 mil litros de agrotóxicos interditados. Esse é o resultado da fiscalização realizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na última sexta-feira (5), na fábrica da empresa Basf, em Guaratinguetá (SP). Dentre os produtos interditados está o agrotóxico Opera, produto mais vendido pela empresa.

Durante os três dias em que os ficais da Anvisa estiveram dentro da indústria, foram encontradas inúmeras irregularidades como uso componentes e produtos técnicos (ingredientes utilizados na formulação de agrotóxicos) com prazo de validade vencidos e sem data de fabricação ou validade. A empresa alemã também não conseguiu comprovar o controle de qualidade e nem a rastreabilidade das pré-misturas dos componentes utilizados para a formulação dos agrotóxicos.

“Verificamos que a data de fabricação das pré-misturas, utilizadas na elaboração do produto acabado, eram mais recentes que as do produto final”, afirma o diretor da Anvisa, José Agenor Álvares. Além disso, os fiscais da Agência identificaram que cada lote de agrotóxico possuía mais de dois mil litros de substâncias desconhecidas que não podiam ser identificadas e nem rastreadas.

Os dados do sistema da Basf também não conferiam com os da linha de produção. “Agrotóxicos são produtos com alto risco para saúde e meio ambiente, por isso, problemas na produção desses produtos aumentam significativamente as chances do desenvolvimento de diversos agravos a saúde como câncer e toxicidade reprodutiva em trabalhadores rurais e consumidores”, explica Álvares.

O diretor da Anvisa destacou, ainda, as dificuldades que os técnicos passaram durante a fiscalização na Basf. “Com os nossos fiscais dentro da fábrica, as luzes foram apagadas, máquinas paradas e os responsáveis se negaram a assinar alguns documentos”, finaliza.

A operação contou com o apoio da Polícia Federal de Cruzeiro e com a Vigilância Sanitária do Município de Guaratinguetá.


Interdição

A interdição é válida por 90 dias, prazo em que os produtos não poderão ser comercializados. O fabricante terá cinco dias úteis para apresentar a contraprova.

As infrações encontradas podem ser penalizadas com a aplicação de multas de até R$1,5 milhão e com o cancelamento dos informes de avaliação toxicológica dos agrotóxicos em que foram identificadas as irregularidades.

Caso haja a verificação de crime ou de outras irregularidades, além das administrativas, os procedimentos são encaminhados para a Polícia Federal e para o Ministério Público Federal.

Box: Produtos agrotóxicos interditados

A mulher atleta necessita de atenção especial

Por ter uma fisiologia diferente, a mulher necessita de acompanhamento médico especial para a prescrição de seu treinamento físico. Dessa forma, pode evitar sobrecargas, lesões musculoesqueléticas, distúrbios hormonais e sintomas indesejáveis como a incontinência urinária
Fatos relevantes:

- O número de mulheres atletas aumentou 600% nos últimos 20 anos abrangendo um total de mais de 1,9 milhão de mulheres. Esse número é estimulado pela quantidade de eventos como as corridas, por exemplo;

- A Medicina do Esporte possui profissionais especializados em educação para a saúde da mulher, diagnóstico, tratamento clínico e procedimentos pós-cirúrgicos de recuperação de lesões. O objetivo é o retorno ao esporte, sempre respeitando os limites do organismo;

- A incidência de incontinência urinária na mulher aumenta com a idade, atingindo 25% após a menopausa. Estima-se que existam mais de 30 milhões de mulheres incontinentes só nos EUA por diversos motivos, entre os quais a sobrecarga de treino;

- A atividade física estimula o corpo a melhorar seu tecido ósseo ajudando na prevenção e tratamento da osteoporose.


São Paulo, março de 2010 - A paisagem da metrópole já não é mais tão cinza porque junto com carros, ônibus e prédios, há pessoas se movimentando. E cada vez mais! Estima-se que, atualmente, pelo menos 100 corridas de ruas sejam organizadas por ano no Brasil. Só em São Paulo, em 2010 estão previstas mais de 30 até o fim do ano.
Tal número reflete o crescimento do número de inscritos nestes eventos: para se ter uma idéia, em 2003, o Troféu Cidade de São Paulo reuniu 6.200 competidores, enquanto que, em 2005, esse número subiu para 9.000 inscritos (um crescimento de 50%).

Assim como o número de inscritos, o número de mulheres atletas também aumentou consideravelmente. Segundo o IGBE (1996), em 20 anos, esse aumento é de cerca de 600%, abrangendo um total de mais de 1,9 milhão de mulheres. Em função disso, muitos problemas específicos ao sexo têm aparecido, entre eles está a tríade da mulher atleta: distúrbios alimentares, distúrbios hormonais e osteoporose.

De acordo com o médico do Esporte e coordenador do Centro de Medicina do Esporte do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, Dr. Páblius Staduto Braga, as expectativas e resultados podem ser excelentes, se a mulher respeitar os seus limites. "É preciso ter uma preocupação maior com as técnicas de treinamento, nutrição adequada, gerenciamento de estresse, qualidade do sono e metas de condicionamento físico", explica o médico. Isso tudo para evitar os problemas como sobrecarga excessiva de treinamento aeróbico (quando a corrida causa diminuição excessiva de percentual de gordura, acima do saudável), possibilidade de distúrbios hormonais, lesões musculoesqueléticas como ruptura muscular, fraturas de estresse e predisposição à osteoporose.

Aliás, a atividade física pode ser usada na prevenção e tratamento da osteoporose, doença que acomete mais a mulher na pós-menopausa, desde que as cargas de esforço sejam adequadas e o ritmo de treinamento personalizado. Outra especificidade é que a mulher atleta também pode ser mãe. "Durante a gestação, os limites dos exercícios físicos devem ser rigorosamente monitorados, mas sempre com estímulo da movimentação física", comenta.
Um estudo com quase 10 mil mulheres revela que os fatores em conjunto fazem com que o desempenho desportivo seja 6% a 15% menor nas mulheres em comparação com os homens, embora a capacidade de adaptação ao treinamento seja semelhante. Em suma, a mulher atleta, ou a que pratica exercícios físicos regularmente, deve contar com acompanhamento médico para obter orientação para a prática saudável e personalizada da atividade, orientação para consciência corporal e dos limites físicos para o treinamento. Outro aspecto muito importante é a prevenção de lesões relacionadas ao esporte e à prática de exercícios físicos, já que cerca de 80% das lesões relacionadas ao esporte ocorrem por sobrecarga ou erros de estratégia.

Além da educação para a saúde, a Medicina Esportiva atua no diagnóstico, tratamento clínico e reabilitação de lesões. Também pode realizar procedimentos pós-cirúrgicos de recuperação de lesões para o retorno ao esporte ou atividade física. "Orientar o tratamento da lesão não é o mais complicado. O importante é criar mecanismos e estratégias para que o atleta não se lesione novamente. Queremos a mulher atleta com saúde, máximo desempenho, sem comprometer sua estrutura corporal", afirma do Dr. Páblius.

Sobrecarga de treinos pode ocasionar incontinência urinária - Bastante complexo e polêmico, um dos problemas causados pela sobrecarga de treinos, compondo a tríade da mulher atleta, é a incontinência urinária. Trata-se da perda de urina involuntária que pode ocorrer na mulher atleta. Para se ter uma idéia da gravidade do problema, estudos revelam que mais da metade das mulheres apresenta o episódio de incontinência em algum momento de suas vidas e que 50% a 70% delas não procuram médicos porque acreditam que não haja cura para o problema. Para completar o quadro, 12% das pacientes apresentam dor pélvica recorrente.
Existem alguns fatores relacionados como causadores desta patologia: distúrbios alimentares, diminuição de hormônios femininos pela sobrecarga de exercícios, e, até mesmo, pelo aumento da pressão intra-abdominal no impacto excessivo de alguns esportes (saltadora de trampolim, por exemplo). Para o tratamento, é necessária a diminuição da sobrecarga e exercícios localizados para a região pélvica, musculatura envolvida nesse sintoma e prevenção.

Sobre o Hospital 9 de Julho - Fundado em 1955, em São Paulo, o Hospital Nove de Julho tornou-se referência em medicina de alta complexidade e tem focado seus investimentos no atendimento de traumas e na criação de Centros de Especialidades (Oncologia, Dor e Neurocirurgia Funcional, Gastroenterologia, Coluna, Rim e Medicina do Exercício e do Esporte).
Com cerca de 1,5 mil colaboradores e 3,8 mil médicos cadastrados, o complexo hospitalar possui 285 leitos, sendo 60 leitos nas Unidades de Terapia Intensiva, especialistas em procedimentos de alta complexidade, além de um Centro Cirúrgico com capacidade para até 14 cirurgias simultâneas.

WEBSITE http://www.hospital9dejulho.com.br/
BLOG http://www.pordentrodo9dejulho.com.br/

Imagens do livro "Clarice fotobiografia" em exposição na Livraria da Vila

IMAGENS DO LIVRO “CLARICE FOTOBIOGRAFIA” GANHAM EXPOSIÇÃO ESPECIAL NA LIVRARIA DA VILA

Livraria da Vila realiza durante o mês de março exposição com as imagens do livro “Clarice Fotobiografia”, lançado pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e Edusp. A exposição ficará aberta ao público até o dia 31. Abertura, nesta quarta-feira (10), terá palestra de Nádia Battella Gotlib, autora da obra.


Doze imagens que integram o livro “Clarice Fotobiografia”, lançado pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e pela Edusp, estarão expostas durante o mês de março na Livraria da Vila (Rua Fradique Coutinho, 915), como parte da programação dedicada ao Dia Internacional da Mulher. Na abertura da exposição a autora da obra, Nádia Battella Gotlib, fará uma palestra sobre a sensibilidade e perspicácia com que Clarice Lispector soube traduzir a vida 'íntima' da mulher, com seus desejos, projetos e frustrações. O evento acontece nesta quarta-feira, 10 de março, às 19 horas.

“A palestra propõe discutir aspectos referentes à personalidade artística de Clarice Lispector, mediante projeção e análise de algumas imagens, selecionadas entre as que figuram no livro”, explica a autora. A exposição ficará aberta ao público até o dia 31 de março. As 12 fotos estão impressas no formato 30x40 cm e retratam vários momentos da vida de Clarice. Além das imagens, a mostra exibe reproduções de manuscritos e de sua certidão de nascimento.

Lançada em 2008, a obra refaz a trajetória da escritora por meio de 800 imagens – a maioria inédita – e reúne anotações, trechos manuscritos de obras, documentos pessoais, cartas que Clarice escreveu e recebeu, capas de seus livros, de livros que leu e traduziu, depoimentos de parentes e amigos, reproduções fac similares de entrevistas que fez e concedeu, pinturas de sua autoria, retratos dela feitos por pintores como Giorgio de Chirico, Carlos Scliar e Dimitri Ismailovitch – e até o fac símile de seu primeiro conto publicado, O triunfo, que saiu na revista “Pan”, em 1940.

Nádia Battella Gotlib é professora da Universidade de São Paulo e considerada uma das maiores especialistas em Clarice Lispector. Ela foi responsável pela reunião das mais de 800 fotos – algumas delas inéditas - de Clarice Fotobiografia. Esta vasta documentação, proveniente do Arquivo Clarice Lispector da Fundação Casa de Rui Barbosa, e de outros acervos públicos e particulares, contextualiza cada momento da trajetória da escritora. A relação com as irmãs, Elisa e Tania; com amigos, como Lucio Cardoso, Rubem Braga, Antonio Callado, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Raul Bopp, Ribeiro Couto, Érico Veríssimo; com escritores, como Giuseppe Ungaretti; o nascimento dos dois filhos no exterior; a separação do marido; a volta definitiva ao Brasil; a produção jornalística, a oposição à ditadura – tudo isso vai sendo tecido aos poucos, à medida que o leitor vira as páginas.

Transporte escolar de alunos

A Constituição Federal prevê como dever do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à educação (artigo 227). Ao mesmo tempo, em seu artigo 205, assegura que a educação é um direito de todos e dever do Estado, garantindo o princípio de igualdade de condições para acesso e permanência na escola; e, complementa, em seu artigo 208, inciso VII: “VII – atendimento ao educando, no ensino fundamental, através de programas suplementares de material didático, transporte, alimentação e assistência à saúde.”

Vale destacar que o artigo 53 do Estatuto da Criança e do Adolescente é enfático ao asseverar que a criança e o adolescente têm direito à educação, devendo ser garantida a igualdade de condições para o acesso e permanência em escola pública e gratuita próxima de sua residência.

A jurisprudência contemporânea vem discutindo esta matéria com bastante ênfase, principalmente quando se trata de transporte escolar para estudantes da zona rural.

Atualmente, o Ministério da Educação executa dois programas direcionados ao transporte de alunos. O primeiro é o “Caminho da Escola”, que consiste na concessão, pelo BNDES, de linha de crédito especial para a aquisição, pelos Estados e municípios, de ônibus, miniônibus e micro-ônibus zero quilômetro e embarcações novas. O segundo é o “Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar” (Pnate), que tem o objetivo de garantir o acesso e a permanência nos estabelecimentos escolares dos alunos do ensino fundamental público residentes em área rural que utilizem transporte escolar, por meio de assistência financeira, em caráter suplementar, aos Estados, Distrito Federal e municípios.

Assim, a ofensa ao direito ao acesso de crianças e adolescentes ao ensino, quando transgredido, merece guarida jurídica. Muito embora existam muitos casos nos quais esses jovens são cercados deste direito, em função do não atendimento desse dever por parte dos entes públicos, não se pode negar que é preciso lutar para sua efetivação, seja pela iniciativa individual ou por ações tuteladas pelo Ministério Público.


Fonte: M. Biasioli Advogados

METALÚRGICA SULPAR LANÇA PAINEL CLP AUTOCLAVE NA PNEUSHOW-RECAUFAIR 2010

Os visitantes do evento também encontrarão em exposição no estande da empresa torno raspa e roletadora.

O lançamento da Metalúrgica Sulpar, o painel CLP autoclave, é computadorizado, de marca própria e é indicado para trazer maior perfeição ao pneu.
Outros produtos que estarão no estande da empresa são o torno raspa, indicado para tornear pneu. e a roletadora, que serve para a aplicação de borracha.
Em 2010, a Metalúrgica Sulpar fará sua primeira participação na PneuShow – Recaufair 2010 – Feira e Convenção Internacional da Indústria de Pneus - Reforma, Reciclagem, Comércio e Serviços. “Nossas expectativas são as melhores possíveis e temos o objetivo de conquistar novos clientes e fazer diversos negócios”, afirma o técnico da empresa Renato Rodrigues. O evento acontece de 13 a 16 de Abril, no Expo Center Norte-SP
Com 40 anos de mercado, a Metalúrgica Sulpar trabalha na fabricação de máquinas para a recauchutagem de pneus, como raspadoras, roletadeiras, cavaletes, autoclaves, envelopadeira e mesa de montagem.

Serviço

PNEUSHOW-RECAUFAIR 2010 – 9a Feira e Convenção Internacional da Indústria de Pneus - Reforma, Reciclagem, Comércio e Serviços

Local: Expo Center Norte – Pavilhão Vermelho
São Paulo – Brasil
Data: 13 a 16 de abril de 2010
Horário: das 14h às 21h
Promoção: Francal Feiras - (11). 2226.3100
Realização: ARESP – Associação das Empresas Reformadoras de Pneus do Estado de São Paulo, ABR – Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus e AREBOP - Associação Nacional das Empresas de Reciclagem de Pneus e Artefatos de Borrachas.
Apoio: FETCESP – Federação das Empresas de Transporte do Estado de S.Paulo; ANIP – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos; ABRAPNEUS – Associação Brasileira dos Revendedores de Pneus; INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial; SETCEPAR - das Empresas de Transportes de Cargas no Estado do Paraná; SETPESP – Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de São Paulo; e SETRERJ – Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro.
Apoio Internacional: TIA – Tyre Industry Association, Federación Argentina del Neumático, e ARAN - Asociación de Reconstrutores Argentinos de Neumáticos.
Visite o site – www.pneushow.com.br

TRANSAMÉRICA - PROMOÇÃO DÁ INGRESSOS PARA SHOW DO GUNS

A Transamérica POP e a cerveja Antártica Sub Zero vão dar ingressos para o show dos Guns N’ Roses.

Para participar da promoção basta ficar ligado na programação da Transamérica (100,1 MHz). Toda vez que tocar uma música do grupo, o primeiro ouvinte que ligar para 3025-1001 e responder "Qual a cerveja mais refrescante do mercado?" vai levar para casa um par de ingressos.

Os premiados vão assistir ao show do Guns N’ Roses, no estádio do Parque Antártica, sábado, dia 13 de março. A banda norte-americana vem ao Brasil divulgar o seu último disco, “Chinese Democracy”.

Sobre a Rede Transamérica de Comunicação:

A Transamérica é a maior rede de rádios FM do país e a única que possui três formatos diferentes de programação (POP, HITS E LIGHT). A POP é dirigida ao público jovem, das classes socioeconômicas A, B e C, de 20 a 34 anos, e está presente nas principais cidades brasileiras. A HITS, com uma programação eclética, é voltada ao segmento popular, atingindo uma faixa etária (dos 15 aos 39) mais abrangente. Já a programação da LIGHT é dirigida ao público adulto qualificado, com mais de 30 anos, das classes socioeconômicas A e B. Outro destaque da Rede Transamérica de Comunicação é a programação esportiva com o comando de Eder Luiz, disponível nas três redes (POP/HITS/LIGHT).

Com emissoras nas principais cidades do Brasil e também do Japão, a audiência da Transamérica passa dos oito milhões de ouvintes/mês. Além das emissoras de Rádio, a Rede Transamérica de Comunicação conta com outros produtos, como os portais de Internet Transhopping (www.transhopping.com.br): comparativo de preços de produtos entre lojas Mercado da Música (www.mercadodamusica.com.br): o maior e mais variado catálogo de músicas para download e Transmobile (www.transmobile.com.br): produtos e promoções interativas para celulares.


Site oficial: Transanet (www.transanet.com.br).

Estácio UniRadial oferece serviço gratuito de apoio à comunidade na elaboração das declarações do Imposto de Renda

Os interessados devem se inscrever pelo telefone 0800 282 3231 e levar um quilo de alimento, que será doado para organizações sociais


Durante três sábados de abril, dias 10, 17 e 24, alunos e professores dos cursos de Ciências Contábeis e Gestão Financeira da Estácio UniRadial atenderão gratuitamente a comunidade nos campi Jabaquara, Vila Formosa, Santo André, Brooklin, Santo Amaro, Interlagos, Marajoara e Europan (somente no dia 24) com o intuito de auxiliar na elaboração das declarações do Imposto de Renda (IR). O atendimento, das 9h às 13h, será voltado para Pessoa Física com rendimento anual de até R$ 40 mil e bens patrimoniais até o limite de R$ 250 mil, que não seja sócia de empresa. Os interessados devem se inscrever pelo telefone 0800 282 3231, de 10/03 a 20/04, e levar um quilo de alimento (menos sal).

O objetivo da instituição é estimular a participação de alunos e professores, como voluntários, em projetos de responsabilidade social voltados à população e auxiliar as pessoas que têm dificuldade no acesso à internet para o envio da declaração à Receita Federal. Os alimentos serão entregues para oito instituições definidas pelas unidades.

Os interessados no serviço podem escolher uma das unidades mais próximas. Os endereços são: campus Jabaquara (Avenida Jabaquara, 1810), campus Vila Formosa (Rua Angá, 395), campus Santo André (Rua das Esmeraldas, 67), campus Brooklin (Avenida Morumbi, 8714), campus Santo Amaro (Rua Gabriel Netuzzi Perez, nº 108), campus Interlagos (Av. Jangadeiro, nº 111), campus Marajoara (Avenida Nossa Senhora do Sabará, 1300) e campus Europan (Rua Howard Archibal Acheson Junior, 393 - Cotia).

A expectativa é que, no mínimo, 300 pessoas sejam atendidas nos três dias.

Sobre a Estácio
Um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, a Estácio é controlada pelos sócios fundadores e por fundos administrados pela GP Investments. Com atuação no setor de ensino superior desde 1970, a empresa possui, hoje, cerca de 4 mil funcionários administrativos, um corpo docente de 8 mil professores e mais de 200 mil alunos matriculados. Formada por Universidades, Centros Universitários e Faculdades - entre eles a Estácio/UniRadial - , a instituição está presente em 32 cidades de 16 estados do país e na América Latina. Com um total de 76 unidades, a Estácio oferece diversos cursos presenciais e à distância de Graduação Tradicional e Graduação Tecnológica nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas; cursos de Pós-graduação Lato Sensu; cinco cursos de Mestrado e três cursos de Doutorado (Direito, Educação e Odontologia), além de vários cursos de especialização.

SERVIÇO
Elaboração de Imposto de Renda
Prazo para inscrição: 10/03 a 20/04
Atendimento: 10, 17 e 24 de abril (sábados) – 9h às 13h (levar um quilo da alimento)
Inscrições e informações: pelo telefone 0800 282 3231.

ATACADO AUXILIA CLIENTES A ADMINISTRAR SUA LOJA

ATACADO DE COSMÉTICOS AUXILIA CLIENTES A TORNAR SEU NEGÓCIO MAIS COMPETITIVO

• A EBC Atacado de Cosméticos possui um programa de orientação de negócios para que seus clientes administrem sua loja de forma profissional com base em conceitos de gestão
• Programa tem duração de três meses e inclui palestras ministradas por especialistas em varejo e atividades práticas no ponto de venda
• Além deste serviço, o atacadista lançou no ano passado o Programa Beauty Point – lojas conveniadas com apoio de marketing e promoções

Março de 2010 – Todo bom comerciante sabe que é preciso criar diferenciais para se manter competitivo. Investir no visual da loja, oferecer treinamentos para a equipe e rever o modelo de gestão são ações que devem ser realizadas com freqüência, já que a disputa para fidelizar clientes é constante. No entanto, vários empresários iniciaram seus negócios de forma corajosa e intuitiva, não tendo conhecimento acadêmico de como administrar sua loja.
E para auxiliar os proprietários de perfumarias a dar o primeiro passo, na transição da gestão tradicional de suas perfumarias para um modelo de negócio mais estruturado, atrair mais consumidores e proporcionar a eles uma excelente experiência de compra, a EBC Atacado de Cosméticos dentro de sua estrutura do Centro de Apoio ao Lojista (CAL), criou um programa especialmente para seus clientes. Quem compra na empresa atacadista recebe um convite para participar de um ciclo de treinamentos e orientações para que possam alavancar e incrementar seus negócios. Desde 2007, mais de 300 lojistas já passaram por este ciclo.
Estrutura do programa -O programa, que em 2010 iniciou-se em fevereiro, tem duração de três meses e inclui palestras ministradas por especialistas em varejo e atividades práticas no ponto de venda. Os temas abordados são divididos em: plano de negócio (planejamento), gestão administrativa (custos, formação de preço, mix de margem, ponto de equilíbrio e até apuração de resultados), gestão de estoque ( giro, ponto de pedido, nível de serviço e curva ABC) e marketing, merchandising (ações promocionais no PDV) e layout. Depois da teoria, a prática fica por conta de atividades no próprio PDV. Como incentivo par a os participantes, o programa contempla um processo de pontuação que ao final dá direito a participar de sorteios de prêmios e produtos.
“A ideia principal é promover o desenvolvimento profissional e o crescimento do setor de beleza. Assim todos ganham e os consumidores ficam satisfeitos”, comenta Murilo Marcacini, gerente de projeto da EBC.
Outros serviços – A EBC mostra que agregar serviços aos negócios é uma grande tática para diferenciar-se e, consequentemente, satisfazer e conquistar seus clientes. Atualmente a empresa tem uma equipe especializada no autosserviço que auxilia os varejistas na escolha dos produtos (mais de 15 mil), principalmente para os que estão em processo de montar a loja e precisam um pouco mais de orientação quanto ao abastecimento inicial. Além disso, a EBC atende seus clientes por meio do Televendas e do Pedido Eletrônico e ainda promove workshops durante o ano todo para que os varejistas conheçam novidades do mercado e saibam como melhor aplic&aa cute;-las.
Projeto Beauty Point – Mas a “menina dos olhos” da empresa atacadista é o projeto Beauty Point (www.perfumariabeautypoint.com.br). Criado em abril de 2009 para fortalecer o mercado de beleza, o programa auxilia pequenos comerciantes na reestruturação da loja. Os interessados firmam uma parceria com a EBC e passam a fazer parte da marca como conveniados. Hoje são 52 lojas na Grande São Paulo e interior, todas independentes, com proprietários e gestão próprios, que têm como benefício inform ações, orientações e treinamentos, padronização visual e do layout do ponto-de-venda, bem como preços e promoções mais competitivos.
“São proprietários de perfumarias que já tinham o ponto comercial estabelecido há mais de um ano e estavam interessados em melhorar a loja, mas sozinhos não conseguiriam”, diz Murilo. “Hoje o varejista que quiser se destacar tem de entender que os serviços são muito importantes na hora da venda. Oferecer praticidade, comodidade e conhecimento fazem a diferença”.

SOBRE A EBC ATACADO DE COSMÉTICOS
Fundada em 1997, a EBC Atacado de Cosméticos, por meio de sua loja de Autosserviço na capital paulista, Televendas e do Pedido Eletrônico, oferece a mais completa variedade de produtos para pequenos e médios varejistas (perfumarias, farmácias, drogarias, mercearias e bazares). São cerca de 15 mil itens, de itens de higiene e beleza a aparelhos elétricos e acessórios, além de serviços e treinamentos.

Senhor Dodói, dos Doutores da Alegria, grátis no Sesc Consolação

Vencedor dos prêmios APCA (melhor direção musical – Fernando Escrich) e Coca-Cola FEMSA (melhor roteiro adaptado – Angelo Brandini), o espetáculo infantil “Senhor Dodói”, dos Doutores da Alegria, cumpre temporada no Sesc Consolação (Rua Dr. Vila Nova, 245) até o dia 27 de março.

A temporada no Sesc terá apresentações aos sábados e a entrada é grátis. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.

A livre adaptação de Ângelo Brandini para a comédia O Doente Imaginário – última peça de Molière, escrita em 1673 – é entremeada por canções que caracterizam os personagens e apresentam a narrativa com irreverência e lirismo. E recorre também aos arquétipos criados pela chamada Commedia dell'Arte, que se baseia em um repertório de personagens pré-estabelecidos e um roteiro descritivo das cenas.

“Gosto de adaptar textos para este tipo de comédia utilizando a linguagem do palhaço, que é um descendente dessa comédia popular”, comenta Ângelo Brandini, que também assina a direção do espetáculo. Para ele, a temática de “Senhor Dodói” está presente no universo dos Doutores da Alegria. “O texto fala basicamente sobre a relação médico-paciente e, principalmente, na dependência do segundo em relação ao primeiro e a maneira como colocamos nosso destino nas mãos do médico”, explica.

O elenco é formado por Thaïs Ferrara (Senhor Dodói), Raul Figueiredo (Doutor Ganâncius), Nereu Afonso da Silva (Quase Doutor Tapadus), Claudia Zucheratto (Angélica), Sueli Andrade (Giselda), Roberta Calza (Amado) e Sandro Fontes (Jovêncius).

Sinopse – Dodói, certo de estar terrivelmente doente, se submete aos cuidados e desmandos do Doutor Ganâncius. Ardiloso e interesseiro, Ganâncius não hesita em prescrever muito extrato de gambá e pílulas de jiló com letra bem garranchuda para “curar” seu doente predileto.

Quando percebe que poderia economizar consideravelmente em honorários médicos se tivesse um médico na família, Dodói decide casar sua filha Angélica com o sobrinho de Ganâncius, o “quase doutor” Tapadus, apesar da bela jovem estar apaixonada por Amado.

Doutores da Alegria – Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil cuja missão é promover e experiência da alegria junto a crianças hospitalizadas, seus pais e profissionais da saúde. A organização também conta com um núcleo de pesquisa dedicado à arte do palhaço, com foco na produção de conhecimento e criações artísticas, e com a Escola de Palhaços dos Doutores da Alegria, com cursos voltados a públicos diversos.

Com um elenco de cerca de 45 palhaços profissionais que atuam em hospitais públicos de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte, os Doutores da Alegria são reconhecidos em todo o país por seu profissionalismo e atuação inovadora. A organização recebeu o Prêmio Criança 1997 da Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança, foi incluída três vezes na lista das 100 melhores práticas globais da divisão Habitat da Organização das Nações Unidas e recebeu também o Prêmio Cultura e Saúde, concedido em junho de 2009 pelo Programa Cultura Viva, iniciativa conjunta dos Ministérios da Cultura e Saúde.



DOUTORES DA ALEGRIA
www.doutoresdaalegria.org.br

DOUTORES DA ALEGRIA – SESC CONSOLAÇÃO
“SENHOR DODÓI” – FICHA TÉCNICA
Estréia: 06 de março
Temporada: até 27 de março
Dias e horários: 06/03, 13/03, 20/03, 27/03. Sábados, às 11h.

Texto e direção: Ângelo Brandini
Direção musical: Fernando Escrich
Elenco: Thais Ferrara (Senhor Dodói), Raul Figueiredo (Doutor Ganâncius), Nereu Afonso da Silva (Quase Doutor Tapadus), Claudia Zucheratto (Angélica), Sueli Andrade (Giselda), Roberta Calza (Amado) e Sandro Fontes (Jovêncius).
Duração: 60 minutos
Classificação etária: indicado para crianças a partir de quatro anos

Serviço

Local: Sesc Consolação
Endereço: Rua Dr. Vila Nova, 245 (Vila Buarque)
Telefone: (11) 3234-3000
Ingresso: Grátis. Retirar os convites com uma hora de antecedência.
Capacidade: 320 lugares
Duração: 60 minutos

Ar condicionado e acesso para deficientes físicos

Jeanswear é tema da quarta edição do glossário de moda

Com foco nos jornalistas, guia destaca verbetes, universo jeans, modelagens e lavagens
A indústria do denim cresceu e evoluiu nos últimos tempos. Além do crescimento de volume em metros produzidos, ocorreu também uma evolução tecnológica no processo produtivo em toda cadeia relacionada ao universo jeanswear. Os grandes fabricantes trabalham hoje com equipamentos modernos e tecnológicos e também, com matérias-primas (fios) inovadoras que acompanham a necessidade de produção dos tecidos mais leves, com toques suaves, lavagens diferenciadas e principalmente conforto.
"Em função do segmento ser repleto de particularidades e detalhes, a marca do fio LYCRA® desenvolveu um glossário para proporcionar, aos jornalistas de moda e aos admiradores do denim, um pouco mais de conhecimento e, é claro, que fiquem cada vez mais fãs do nosso querido e companheiro jeans", declara Célia Pinho, gerente de moda da marca LYCRA® no Brasil.
O glossário oferece, principalmente a você jornalista, um guia prático e portátil onde pode consultar de forma rápida os principais verbetes e inovações da marca, como a patente do tecido LYCRA® XFIT. Tecnologia já encontrada no Brasil, que permite mobilidade de 360 graus as peças confeccionadas com este tecido, pois apresenta fio LYCRA® nas duas direções. "Desde sua introdução no segmento, o fio LYCRA® proporciona conforto as criações e foi um dos principais responsáveis pela revolução no comportamento do uso das peças de jeanswear, hoje encontradas nas principais coleções de moda do mundo", analisa Célia.
O glossário foi desenvolvido na versão impressa e virtual com o intuito de promover maior conhecimento e informação têxtil. A coleção de guias reúne outros temas como moda, activewear e moda praia.


O que é o fio LYCRA® ?
O fio LYCRA® é marca registrada da INVISTA para seu fio elastano e hoje está entre as mais conhecidas em todo o mundo, tendo conquistado ao longo das últimas 5 décadas a confiança dos consumidores pela qualidade, liberdade de movimento e caimento perfeito que o fio proporciona.
A INVISTA é um dos maiores produtores integrados de polímeros e fibras, principalmente para aplicações de nylon, spandex e poliéster, de todo o mundo. Com presença atuante em mais de 20 países, a INVISTA, com sua estrutura global de negócios, agrega valor excepcional aos seus clientes através de inovações tecnológicas e conhecimento de mercado combinados a um prestigioso portifólio de marcas para vestuário: fio LYCRA®, fio COOLMAX®, tecido e enchimento THERMOLITE®, tecido freshFX®, fio SUPPLEX® e fio TACTEL®. Para sinalizar "LYCRA®" como uma marca, a palavra "LYCRA®" precisa ser escrita em maiúscula e com o símbolo ®, e sempre usado com o termo genérico apropriado. Para mais informações sobre a marca do fio LYCRA® , visite http://www.lycra.com/.