Nossos Vídeos

sexta-feira, 19 de março de 2010

Chocolate meio-amargo na dose certa pode trazer benefícios à saúde

É comum, nesta época do ano, as pessoas perderem o controle diante de tantas opções de sabores e marcas de ovos de Páscoa. Chocolate branco, ao leite, meio-amargo, trufado, com frutas. Quem pode resistir?

Buscando sempre orientar as usuárias de qual é a melhor maneira de se alimentar e ponderar as guloseimas, Roberta Silva, nutricionista do CyberDiet, preparou 10 dicas para que você participe da Páscoa, sem comprometer a saúde e causar excessos.

Dicas:

1 – No tradicional almoço de Páscoa, prepare pratos saudáveis. Use e abuse das saladas, com verduras e legumes, crus, cozidos ou refogados. Utilize temperos benéficos, como: cebola, alho, ervas aromáticas, limão, azeite de oliva, molhos à base de iogurte;

2 – Na hora de escolher o tipo de carne, não pense duas vezes e prefira o peixe. Além de ser muito nutritivo, possui poucas calorias e contém substâncias funcionais em sua composição que combatem as doenças cardiovasculares. Opte por prepará-lo assado, grelhado ou cozido;

3 – Os acompanhamentos podem ser variados, dependendo do tipo de carne. Sugestões: arroz, cuscuz, suflês, legumes gratinados, purês, etc. Mas sempre busque refogar, grelhar, assar ou cozinhar. Evite frituras! Não exagere na quantidade, lembre-se de que ainda terá a sobremesa;

4 – Na escolha do ovo, opte pelo chocolate ao leite, com recheio de frutas, com flocos de arroz, com soja, ao invés do chocolate branco, dos recheados com amendoim, castanha de caju e outros tipos muito calóricos. Se consumido em quantidade moderada, o chocolate pode trazer benefícios à saúde, pois possui substâncias antioxidantes, como, por exemplo, os flavonóides presentes no cacau. São fontes de energia! Liberam glicose para o sangue rapidamente, mas se consumidos em excesso, podem ser prejudicial, pois fornecem muitas calorias e gorduras;

5 – O chocolate amargo ou meio amargo ainda são mais saudáveis do que os outros, mencionados acima. Possuem maior quantidade de antioxidantes que colaboram com a diminuição dos radicais livres do organismo, devido à maior quantidade de cacau em sua composição;

6 – É muito importante saber que o chocolate diet não favorece o emagrecimento. Muitas pessoas se enganam acreditando que esta opção possui menos calorias e acabam substituindo o tradicional por este tipo de produto. O chocolate diet é isento de açúcar, mas possui grande quantidade de gordura para compensar e por isso não ajuda a eliminar peso;

7 – O segredo está na quantidade! Não exagere! Consuma um pedaço pequeno, de no máximo 50 gramas. E o chocolate que sobrar guarde para consumi-lo aos poucos;

8 – Para que a qualidade do chocolate seja preservada, alguns cuidados devem ser tomados em seu armazenamento. É indicado que os ovos permaneçam em local seco, ventilado e protegido de fontes de calor;

9 – Faça uma boa ação: divida o chocolate com os seus amigos, distribua para as crianças. Desta forma você estará dividindo as calorias, poupando-se de consumi-las sozinho e evitando assim a tentação de querer comê-lo a todo o momento.

10 – Se você está em processo de emagrecimento e se sentir tentado a comer mais chocolate do que o indicado, faça a seguinte pergunta: “Se eu me exceder no consumo atingirei o meu objetivo?”. Caso a resposta seja não, mantenha a disciplina e não desvie do seu caminho a essa altura do campeonato.

Veja a matéria de Páscoa em http://cyberdiet.terra.com.br/cyberdiet/colunas/050328_nut_pos_pascoa.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0