Nossos Vídeos

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

RESUMO DO CARNAVAL 2010 EM SÃO PAULO


Com seis títulos anteriores, depois de 15 anos sem ganhar o Carnaval, a escola de samba vencedora em São Paulo foi a Rosas de Ouro, com um enredo sobre o chocolate, alcançando 270 pontos na votação de cinco jurados.

A Mocidade Alegre, com 269,75 pontos ficou em segundo lugar, numa disputa acirrada, só definida após a contagem dos votos para Comissão de Frente, último quesito a ter os votos revelados.

Em terceiro lugar ficou a Escola Acadêmicos do Tucuruvi.


A Rosas contou a história do cacau desde povos antes de Cristo até a fábula de Willy Wonka, retratado no filme "A Fantástica Fábrica de Chocolates" (Mel Stuart, 1971). Os ritmistas, por sinal, usavam fantasias inspiradas no personagem, e a modelo e atriz Ellen Rocche, madrinha de bateria, fazia o papel de rainha da fábrica. Essência de chocolate no ar foi uma das novidades com que a escola da Freguesia do Ó, zona norte da capital paulista, contagiou o público na avenida.

Na contagem dos votos, as escolas de samba Leandro de Itaquera e Imperador do Ipiranga ficaram com os piores resultados e foram rebaixadas para o Grupo de Acesso.

Sinopse do Desfile da Rosas de Ouro no Carnaval 2010:

CACAU: UM GRÃO PRECIOSO QUE VIROU CHOCOLATE E SEM DÚVIDA, SE TRANSFORMOU NO MELHOR PRESENTE!
Carnavalesco: Jorge Freitas
Abertura: Kakawa, a Dádiva Celeste

Cerca de mil anos antes de Cristo, os olmecas, uma das primeiras e mais misteriosas civilizações do continente americano, já se regalavam com a bebida dos deuses derivada do fruto do cacaueiro. Eles foram os inventores da palavra kakawa, que teria dado origem a cacau.

A planta era um dos pilares daquelas civilizações extraordinárias e enigmáticas. Ela selava casamentos, batizava crianças e era cultuada como dádiva celeste.

1º Setor: “Cortez e os grãos preciosos”

Mais tarde maias e astecas mantiveram com o cacau uma relação de intimidade, sabor e devoção.

Batizado como “coisa preciosa” por seu altíssimo valor, as sementes de cacau também eram usadas como moeda corrente. Alguns punhados dela seriam suficientes para comprar um escravo. Para os astecas, o dinheiro brotava do chão.

O crédito por descobrir o cacaueiro para o mundo europeu cabe a outro viajante espanhol, o conquistador do México – Hernando Cortez. Ele chegou ao México em 1519, supostamente com intenções pacíficas de desenvolver o comércio, e foi recebido com honras pelo Imperador Montezuma dos astecas (os índios locais). O imperador era grande apreciador de uma bebida especial, que ele bebia em copos de ouro, sempre novos. A cada vez que esvaziava um copo, ele o jogava fora, para mostrar que valorizava mais a bebida que o ouro.

O Imperador ofereceu esta bebida ao visitante espanhol. Este relatou que tinha um sabor forte, agridoce, que ele apreciou muito. Hernando Cortez mais tarde aprisionou o Imperador e, gradualmente, conquistou o México para o rei da Espanha. Quando voltou à Espanha em 1528, Cortez levou grãos de cacau para o Rei, apresentando-o no maravilhoso chocolate líquido.

2º Setor: “O chocolate ganha a Europa”

A Espanha foi o primeiro país na Europa onde o chocolate quente tornou-se uma bebida favorita. Durante cerca de 100 anos a Espanha teve o monopólio do comércio de grãos de cacau, graças às plantações de Cortez.

O preparo dos espanhóis diferia em um ponto crucial em relação à bebida amarga e original dos astecas: após torrar e moer as sementes de cacau vindas do outro lado do Atlântico, eles as misturavam com especiarias das mais variadas procedências, incluindo a baunilha, o cravo e a canela. Também chegaram a usar nozes e avelãs na mistura. Mas, principalmente, adicionavam bastante açúcar.

Também nesta época o cacau começou a ser feito em tabletes, que depois eram mais facilmente transformados em bebida.

Ao longo dos próximos 150 anos, a novidade foi se espalhando pelo resto da Europa, e seu uso foi sendo difundido na França, Inglaterra, Alemanha, Itália, etc.

A verdadeira revolução do chocolate aconteceu cerca de 30 anos depois, quando os holandeses desenvolverem uma prensa hidráulica que pela primeira vez permitia a extração, de um lado, da manteiga de cacau, e do outro a torta, ou massa, de cacau. Esta última era pulverizada para se transformar em pó de cacau, que quando acrescido de sais alcalinos se tornava facilmente dissolúvel em água. Daí ao desenvolvimento de bebidas achocolatadas foi um passo rápido, em seqüência a mistura com manteiga de cacau fez aparecer os primeiros tabletes de chocolate mais ou menos como os conhecemos hoje.

3º Setor: “Sem dúvida, chocolate é o melhor presente”
O que no passado era considerado uma “droga do sertão”, hoje no Brasil se transforma no melhor presente que alguém recebe.

O chocolate faz a diferença na vida do ser humano: desperta desejos, prazer e provoca sedução.


O cacau é show!

Bombons finos, chocolates artesanais e trufas apaixonantes transformam esse show na maior rede de lojas de chocolates finos do mundo.

Veja: Olhe bem para seu chocolate antes de levá-lo à boca. Repare no brilho e nas texturas.

Cheire: Aproxime o chocolate do nariz e sinta os aromas do cacau.

Ouça: Repare no barulhinho – crect – que um bom chocolate faz quando é quebrado ou mordido.

Sinta: Deixe o chocolate derreter por alguns segundos sobre a língua. Perceba a textura, a consistência, e procure identificar todas as nuances de aroma e sabor.

Saboreie: Espere alguns segundos antes de uma segunda mordida, para sentir o chamado after taste, como um bom vinho.

Das entranhas indígenas das Américas, o chocolate “civilizou-se” na Europa, onde freqüentou rodas aristocráticas e animou discussões filosóficas, antes de fazer a viagem de volta e virar presente de Páscoa.

4º Setor: “Coelho bota ovo? Como surgiu o símbolo da Páscoa”

Na tradição judaica e cristã, a Páscoa significa a ressurreição, possibilidade de um recomeço, de uma vida nova. Foram os colonos alemães que trouxeram a simbologia do coelho para o continente americano, associando-a a esta festa que simboliza a vida e a fertilidade. E, convenhamos, de fertilidade os simpáticos orelhudos entendem muito bem. Por causa da capacidade de se reproduzir em grandes ninhadas e numa velocidade desconcertante, desde a Antiguidade o animalzinho era cultuado como símbolo da fecundidade.

Do mesmo modo, o ovo também representa o início da vida e, por isso, tornou-se outra referência da Páscoa. No início, porém, não existiam os famosos ovos de chocolate. As pessoas se presenteavam com ovos de verdade, pintados e decorados. Na Rússia, há um antigo costume de oferecer ovos de madeira em cerimônias pagãs, algo que depois foi incorporado pelo cristianismo. Quando os confeiteiros franceses começaram a fabricá-los em chocolate, as gostosuras correram fronteiras e ganharam o mundo.

Embora todos saibam que coelhos não põem ovos, os dois símbolos se tornaram indissociáveis durante as comemorações da festa que celebra a vida.

CLASSIFICAÇÃO DAS ESCOLAS EM SÃO PAULO - NOTAS:


1º Rosas de Ouro - 270,00
2º Mocidade Alegre - 269,75
3º Vai-Vai - 269,25
4º Mancha Verde - 269,00
5º Gaviões da Fiel - 268,75
6º Unidos de Vila Maria - 268,75
7º Império de Casa Verde - 268,50
8º Acadêmicos do Tucuruvi - 268,25
9º X-9 Paulistana - 268,00
10º Pérola Negra - 268,00
11º Águia de Ouro - 265,00
12º Tom Maior - 259,50
13º Imperador do Ipiranga - 258,25
14º Leandro de Itaquera - 257,5

Exames gratuitos para a população no Itaim Paulista

Hospitais CEMA e Villa-Lobos promovem Semana da Saúde na Casa da Cultura do Itaim Paulista

Alterações de visão, pressão arterial e glicemia podem ser analisadas de 22 a 27 de fevereiro, durante a Semana da Saúde realizada em parceria com a Subprefeitura do Itaim Paulista

Moradores da zona leste e munícipes em geral podem fazer avaliação ocular completa e testes de pressão arterial e glicemia de 22 a 27 de fevereiro, na Casa da Cultura do Itaim Paulista. Os exames de visão serão realizados pelo Instituto CEMA – braço social do Hospital CEMA -, e incluem avaliação para a detecção de doenças como miopia, astigmatismo, hipermetropia, glaucoma e catarata. Os exames de pressão arterial e glicemia serão realizados pela equipe do Hospital Villa-Lobos, em parceria com o laboratório Lavoisier. A campanha ocorre das 9 às 16h, na Casa da Cultura do Itaim Paulista (Rua Barão de Alagoas, 340), com apoio da Subprefeitura local.
O check-up ocular irá utilizar aparelhos como a lâmpada de fenda (para diagnóstico da catarata), autorrefrator (examina a miopia, astigmatismo e hipermetropia) e tonômetro (para medir a pressão intraocular). Caso a pessoa precise de tratamento, será encaminhada ao Instituto CEMA, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
A equipe do Hospital Villa-Lobos e do laboratório Lavoisier realizará testes de glicemia, para verificação da diabete, e de pressão arterial, que controla órgãos importantes, como o coração.

Os hospitais CEMA e Villa-Lobos, ambos localizados na Mooca, zona leste de São Paulo, oferecem à população todas as especialidades médicas, exceto maternidade, inclusive no pronto-socorro, que funciona todos os dias da semana, durante as 24 horas.

SERVIÇO:

Semana da Saúde no Itaim Paulista
De 22 a 27 de fevereiro, das 9 às 16 h
Casa da Cultura do Itaim Paulista
Rua Barão de Alagoas, 340, ao lado da Subprefeitura do Itaim Paulista

A gestação consciente, descontraída e feliz

Técnicas da Naturologia unificam as partes física, mental, emocional e espiritual da mulher grávida

A gravidez é uma condição muito especial, na qual a mulher passa por mudanças físicas e emocionais que podem gerar desconforto e insegurança. A gestante precisa saber lidar com seu corpo, mente e espírito para ter uma gestação saudável, consciente e harmoniosa, e uma ajuda externa pode ser bem-vinda.
Complementando os cuidados médicos, a Naturologia oferece várias terapias que são embasadas numa abordagem holística e poderão trazer segurança, aumentar a auto-confiança e preparar física e emocionalmente a futura mamãe, através de suporte emocional com os florais; de técnicas de relaxamento com a aromaterapia, a calatonia, a cromoterapia; do fortalecimento e alongamento da coluna com asanas (posturas de yoga); de pranayama conhecido como bhastrika (respiração abdominal), fortalecendo toda a musculatura interna do abdômen, além de outras técnicas de respiração para manter a concentração e o controle emocional muito utilizadas para aumentar a coragem e a tranqüilidade nos momentos que antecedem o parto; de meditação, que acalma a mente; de práticas de massagem, que afetam o organismo inteiro promovendo uma ótima saúde para o corpo e a mente.
"Essas técnicas unificam as partes física, mental, emocional e espiritual da mulher grávida, produzindo um ambiente interno, químico, que favorece melhor crescimento e desenvolvimento do bebê durante a gestação, auxiliam também no auto-conhecimento e na responsabilidade de manter a melhor forma para preservar a saúde, além de despertar o instinto maternal e de possibilitar uma melhor recuperação pós-parto", explica Rosana Batestusso, diretora do Instituto Brasileiro de Naturologia.

Para um resultado mais eficiente, o Naturólogo considera o tempo de gestação para definir as técnicas mais adequadas para cada fase da gestação sem perder o foco do parto e pós-parto.

TERAPIAS DA NATUROLOGIA

Aromaterapia - É a ciência que utiliza óleos essenciais obtidos das plantas aromáticas para fins terapêuticos. Os óleos essenciais afetam a mente e as emoções tanto quanto afetam o corpo físico. Pode alterar a avaliação afetiva da experiência dolorosa. O sentido do olfato pode influenciar áreas do cérebro inacessíveis ao controle mental, bem como as emoções e as reações hormonais.

Cromoterapia - A cromoterapia através dos diferentes comprimentos de ondas e vibrações apropriadas pode aumentar, diminuir ou neutralizar os níveis de energia na medida em que são necessários em partes específicas do corpo, estimulando o processo de cura. As vibrações das cores geram impulsos elétricos e correntes magnéticas, ou campos energéticos, que são excelentes ativadores dos processos bioquímico e hormonal do corpo humano, os estimulantes ou sedativos para equilibrar o organismo e seus orgãos.

Terapia Floral - As essências florais são obtidas através do armazenamento da energia vibracional das flores. Essa energia sutil age por ressonância corrigindo os padrões emocionais negativos da personalidade que podem ser um dos precursores das doenças físicas. Atuam, portanto, no equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual.

Fitoterapia - Tratamentos realizados com plantas medicinais de eficácia conhecida em forma de chás, tinturas, xaropes, sucos, extratos, pomadas, e outros fitoterápicos.

Massoterapia - Consiste na manipulação dos tecidos moles do corpo, executada com as mãos com o propósito de produzir efeitos benéficos sobre os sistemas vascular, muscular e nervoso. A massoterapia apresenta inúmeras técnicas de massagem, acupressão, ou toques sutis que promovem estímulos diferenciados de acordo com o objetivo que se queira alcançar. Dentre as técnicas podemos citar algumas mais utilizadas como o Shiatsu, a Abyanga,a Garshana, a Anma, a Massagem ocidental anti estresse e a Calatonia.

Hidroterapia - A terapia pela água cria circulação e supera a inércia; desbloqueia também barreiras energéticas, para que o corpo possa funcionar de modo mais livre e mais normal. Fortalece os mecanismos naturais de defesa do corpo. Pode ser associada a aromaterapia ou a fitoterapia para potencializar os efeitos.

Meditação - A meditação é um procedimento que se utiliza de alguma técnica específica (pré definida), envolvendo estado alterado de consciência com relaxamento muscular em algum tempo do processo e relaxamento da lógica; é um estado necessariamente auto-induzido, utilizando um artifício de auto-focalização e valorizando a auto-percepção não sensorial.

Yoga - Consiste na prática das ásanas (posturas) com o objetivo de atingir um estado de reintegração pessoal consagrado por um vínculo entre o corpo, a respiração e a mente.

Chi Kung  - Técnica que utiliza exercícios, posturas e meditações baseados na respiração tendo como objetivo desenvolver a consciência e o equilíbrio do Chi (fluxo de energia natural)

O que é Naturologia?

É uma Ciência que abrange técnicas milenares e contemporâneas somadas a conceitos científicos com o propósito de melhorar a qualidade de vida através da melhoria da qualidade de saúde das pessoas.

O que é o Naturológo?

É o profissional com graduação em Naturologia capaz de aplicar, de forma segura, os recursos e terapias naturais na manutenção e restabelecimento da saúde.

Instituto Brasileiro de Naturologia

É uma entidade voltada para a implantação e divulgação das ações do naturólogo e tem como missão: “Ser um centro de referência na promoção e manutenção de saúde e bem-estar da comunidade, atuando com excelência de qualidade em programas educacionais, clínicos e institucionais através das terapias naturais e complementares".

Ela fez uma laqueadura, mas deseja ter mais um bebê...

A laqueadura só é recomendada sem restrições para mulheres com problemas de saúde, tais como diabetes descompensada, histórico de eclampsia e pressão alta.

É preciso muito diálogo entre o casal e o profissional de saúde para que a decisão de fazer uma laqueadura seja consciente e autônoma. A cirurgia é um procedimento que apresenta apenas 50% de chances de sucesso em sua reversão. Em alguns casos, se realizada com cuidados microcirúrgicos, a laqueadura pode chegar a uma taxa de reversão com 70-80% de incidência de gravidez. Mas são poucos os centros de saúde que contam com tecnologia e profissionais capacitados para realizar a reversão deste procedimento, o que dificulta o acesso a este tipo de tratamento. “Antes de pensar em fazer a laqueadura é preciso buscar outros meios contraceptivos, como a pílula, o DIU ou os anticoncepcionais injetáveis”, aconselha o ginecologista Aléssio Calil Mathias, diretor da Clínica Genesis.
A experiência clínica ensinou ao médico que a paciente que busca a reversão da laqueadura, na época da cirurgia, tinha pouca idade e pouca experiência de vida. “Geralmente, elas não imaginam que poderiam se casar novamente e que desejariam ter filhos com o novo parceiro. Outras não contavam que o crescimento dos filhos fosse tão rápido e logo o lar estaria vazio. E há também as mães cujos filhos faleceram. E além das razões particulares, há também imposição do marido, dificuldades financeiras e outros problemas de saúde, que podem levar a mulher a optar pela laqueadura”, diz Mathias.
O Brasil tem um dos maiores índices de laqueaduras do mundo, com 40% das mulheres em idade reprodutiva -de dez a 49 anos- esterilizadas, ao lado da Índia e China, segundo a Organização Mundial da Saúde, (OMS). Nos Estados Unidos, esse índice é de 20% e na França, de 6 %. “É preciso explicar à mulher que, tecnicamente, a laqueadura é um método definitivo de contracepção, realizado pela obstrução da tuba, que liga os ovários ao útero. Só é recomendada sem restrições para mulheres com problemas de saúde, tais como diabetes descompensada, histórico de eclampsia e pressão alta. Métodos definitivos devem ser usados como último recurso, quando a gravidez implica em risco de vida”, informa o ginecologista Aléssio Calil Mathias.
É possível reverter?
A reversão da laqueadura, a salpingoplastia, é um procedimento complexo e poucos serviços do SUS o oferecem. Pode ser realizada por anastomose tubária microcirúrgica, via laparotomia ou via laparoscopia. “Quanto mais jovem a mulher esterilizada procurar pela reversão, maior é a probabilidade de que ela venha a engravidar no futuro. Quanto menor o tempo de esterilidade, maior é a chance dela engravidar novamente”, explica o ginecologista.
O grau de reversibilidade varia de acordo com a lesão que a técnica cirúrgica causou. Assim, laqueaduras feitas com anel plástico ou clipes de titânio são mais fáceis de reverter. Para as pacientes que foram submetidas à salpingectomia (retirada das trompas), a reversão é impossível.

Uma nova gravidez

“Após a reversão tubária, em média, as mulheres demoram de seis meses a um ano para conseguir engravidar, se a recanalização for bem sucedida”, informa Aléssio Calil Mathias. Mas o sucesso da cirurgia, observa o médico, relaciona-se com vários outros fatores, tais como:
• o comprimento e a vitalidade dos segmentos de trompas a serem unidos;
• a habilidade do microcirurgião;
• a idade da mulher no momento da cirurgia para reversão;
• o método utilizado para laqueadura tubária;
• a quantidade de tecido de cicatrização na região da cirurgia;
• a qualidade do espermograma do parceiro;
• a presença de outros fatores de infertilidade.
Quando as trompas reconstituídas não recuperam sua função reprodutiva é possível recorrer ainda à fertilização in vitro ou à transferência de embriões. “A reversão da laqueadura tubária deve ser considerada como uma opção adequada na busca de novas gestações para mulheres mais jovens (<35 anos), sem qualquer outro fator de infertilidade além da laqueadura. As pacientes com mau prognóstico ou com idade mais avançada devem ser encaminhadas aos programas de fertilização in vitro. Tal posição é compartilhada por grandes centros de reprodução humana mundiais, onde ambos os procedimentos são igualmente oferecidos”, defende o ginecologista.

CONTATO:
http://www.clinicagenesis.com.br/
http://twitter.com/dralessio
http://gestacaosaudavel.wordpress.com/

Acabe com o incômodo "tchauzinho"

Por: Alexandre Barbosa

Se você é o tipo de pessoa que tem vergonha de levantar os braços para dar tchau para seus amigos saiba que esse medo agora pode ter seu final feliz. O cirurgião plástico Alexandre Barbosa fala sobre os benefícios de se fazer uma cirurgia plástica para a dar um fim ao incomodo “tchauzinho”.

Localizado na parte superior do braço, entre a axila e o cotovelo, o tríceps é um músculo que entrega a idade, os quilos a mais e a preguiça... “A região balança ao menor movimento pela falta natural de tonicidade, propensão ao acúmulo de gordura localizada e também pela ação da própria gravidade”, explica o cirurgião plástico Alexandre Barbosa, sócio-proprietário da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo.

Para manter os braços firmes, o ideal é tonificar o músculo com exercícios, pois a região ganha volume e a flacidez diminui. Mas quando apenas estas medidas não são mais eficazes é preciso recorrer à cirurgia plástica para retirar o excesso de pele. “Há algumas maneiras de se corrigir está imperfeição, como a lipoaspiração (um dos métodos que mais ajuda a eliminar a gordura localizada), a prótese de silicone (indicada para quem tem flacidez, mas não tem muita gordura) e o lifting de braços”, diz Alexandre. Porém, antes da intervenção cirúrgica é recomendado fazer pelo menos três meses de exercícios para garantir melhores resultados e corrigir apenas o que não foi possível eliminar naturalmente.

Segundo o médico, para eliminar grande quantidade de gordura localizada e obter resultados mais duradouros, a lipoaspiração é uma opção eficaz. “A não ser que haja aumento excessivo de peso, a gordura removida pelo método não volta mais”, explica Alexandre.

Com anestesia local, são feitos pequenas incisões na axila, por onde passa a cânula que irá aspirar a gordura. O procedimento leva cerca de 20 minutos de cada lado e o paciente pode voltar para casa no mesmo dia. “Para eliminar riscos de infecção e lesões graves, a lipoaspiração deve ser feita em ambiente cirúrgico e por um cirurgião plástico credenciado junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pois a região das axilas tem nervos e vasos importantes que não podem ser afetados", recomenda o médico. No pós-operatório, a região é comprimida com esparadrapo elástico por cinco a sete dias para evitar inchaços e equimoses.

Com a colocação da prótese de silicone, corrige a flacidez leve dando um tom de braço modelado em academia. Mas somente os casos menos severos podem ser corrigidos com essa técnica. Se a flacidez estiver avançada a aplicação da prótese pode piorar a situação. Ela só é indicada para pessoas que querem dar forma e definir os músculos da região do braço.

O bom dessa cirurgia plástica é que tanto homens quanto mulheres podem realizar. Mas como em toda cirurgia os riscos devem ser evitados. “Exames pré-cirúrgicos devem ser solicitados pelo cirurgião como hemograma completo, raio-x de várias partes do corpo e o famoso risco-cirúrgico”, salienta Alexandre.

A maior parte das pessoas que procuram por essa técnica são os praticantes de esportes que buscam uma definição do corpo querendo dar um acabamento daquilo que é iniciado na academia. A prática é realizada por meio de uma pequena incisão próximo à axila por onde a prótese será inserida por debaixo do músculo do braço. Em alguns casos pode-se realizar a cirurgia somente com anestesia local, em outros o cirurgião solicitará uma anestesia geral.

Os implantes são feitos de silicones, parecidos com os colocados nas mamas. Mas no caso dessa região a metragem é diferenciada, não sendo feita por mililitros e sim por tamanho. De acordo com o molde que o paciente quiser dar ele tem a opção de escolher entre o pequeno, o médio ou o grande. O resultado final fica bastante natural, a região fica valorizada ganhando contornos definidos deixando a maior parte dos pacientes feliz com a implementação da prótese de tríceps. A cicatriz que fica é bem pequena e o repouso pós-operatório leva em torno de 45 dias. Os 15 primeiros são os mais difíceis, pois a adaptação ao "novo braço" pode dificultar os movimentos.

Depois desse período o processo de inchaço melhora e com mais ou menos 180 dias já é possível ver o resultado final. Como em toda cirurgia plástica é proibido ficar exposto ao sol, dirigir, realizar movimentos bruscos ou levantar objetos pesados até a recuperação total.

A parte posterior dos braços é uma região normalmente pouco exercitada, daí a tendência a acumular gordura, associada com flacidez e perda muscular. A flacidez desta região ocorre principalmente por envelhecimento e emagrecimento, afetando mais as mulheres a partir dos 45 anos.

A prática de exercícios regulares e direcionados aos músculos desta região melhoram bastante o aspecto estético dos braços, porém, se a flacidez já estiver em um grau muito elevado, os exercícios não irão resolver, sendo a plástica dos braços a única alternativa para melhorar a aparência estética deste local que tanto incomoda a maioria das pessoas.

A plástica de braço recebe o nome de dermolipectomia braquial ou braquioplastia. “É uma cirurgia na qual deve-se avaliar a relação custo-benefício. Ou seja, se a pessoa está incomodada com o aspecto antiestético dos braços, deve decidir se faz a cirurgia, sabendo que está trocando a flacidez por uma cicatriz em uma região relativamente aparente. Embora a cicatriz seja demarcada para ficar na face interna, sempre irá aparecer ao levantar os braços”, alerta Alexandre.

Para quem tem braço gordo, sem flacidez e ainda é jovem, a melhor indicação é a lipoaspiração, já que a retração da pele na juventude é boa. A lipoaspiração porém não é indicada em pessoas de mais idade, pois a retirada da gordura irá aumentar a flacidez da pele. Nesta cirurgia, em situações mais simples, a remoção da pele pode ser feita por meio de uma incisão somente na axila. Quando há um maior excesso de flacidez, a cicatriz vai da axila até o cotovelo, sendo feita pelo lado interno do braço.

Tanto a lipoaspiração como a braquioplastia podem ser realizadas com anestesia local e sedação ou então com anestesia geral. O período de internação é de 24 horas. Em alguns casos, pode-se sair no mesmo dia, a critério do cirurgião. O tempo cirúrgico é de 1 a 2 horas.

Serviço:
Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo
Tel: (11) 3887 0100

Sobre o Dr. Alexandre Barbosa:
Dr. Alexandre Barbosa formou-se em Medicina pela PUC Campinas, em 1991. Fez residência em cirurgia geral e plástica no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, e se tornou especialista em cirurgia plástica em 1996. Atualmente, é sócio-proprietário da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo.

Síndrome dos Ovários Policísticos

Sintonia entre ginecologista e endocrinologista facilita diagnóstico e tratamento

Para muitas pacientes, não é nada esclarecedor quando elas são informadas que tem a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP). A começar pelo nome, pois a Síndrome dos Ovários Policísticos pode ocorrer sem que o exame de ultra-sonografia revele cistos nos ovários. Além disso, 20% das mulheres normais podem apresentar ovários policísticos, sem nenhuma manifestação clínica ou alteração hormonal, não sendo classificadas como portadoras da Síndrome dos Ovários Policísticos. O diagnóstico da SOP é feito quando pelo menos 2, dos 3 critérios abaixo forem positivos em uma adolescente ou mulher adulta:

(1) infertilidade devido a falta de ovulação;
(2) evidências clínicas (acne, excesso de pelos corporais, seborréia, queda de cabelos) e/ou laboratoriais de excesso de hormônios masculinos;
(3) múltiplos pequenos cistos ovarianos vistos através da ultra-sonografia pélvica.

Sinais de alerta

Alterações menstruais constantes constituem-se num sinal de alerta para as mulheres, pois podem indicar a presença da Síndrome dos Ovários Policísticos ou de endometriose. “A mulher que apresenta a Síndrome dos Ovários Policísticos menstrua a cada dois ou três meses e, freqüentemente, tem apenas dois ou três episódios de menstruação por ano. Outros sintomas da doença são o hirsutismo (aumento de pelos no rosto, nos seios e na região do abdômen); a acne; a obesidade e uma dificuldade para engravidar”, explica o ginecologista Aléssio Calil Mathias, diretor da Clínica Genesis.

A Síndrome dos Ovários Policísticos surge, normalmente, na puberdade e vai até a menopausa. Geralmente, tudo começa por volta dos 10 ou 12 anos, quando os ovários da menina, até então inativos, passam a produzir hormônios em grande quantidade, desencadeando a puberdade e com ela a menarca, nome dado a primeira menstruação. "Nessa época, já se nota uma maior tendência ao ganho de peso. No rosto, os efeitos dos hormônios sob a forma de acne e seborréia, características que dão à pele da adolescente aquela aparência oleosa, se fazem notar. Tudo isso pode ser normal e desaparecer lentamente, assim que a turbulência hormonal dá lugar às secreções hormonais cíclicas e regulares da mulher adulta", explica Silvia Mizue, endocrinologista da Clínica Genesis.

Mas em alguns casos, estes sintomas não desaparecem... Por isso, é comum a mulher com ovários policísticos procurar vários especialistas, ao longo da vida, em busca de tratamento apropriado. Nos consultórios dos endocrinologistas e ginecologistas, elas se queixam de grande dificuldade de perder peso e das alterações clínicas secundárias ao excesso de hormônios masculinos que seus ovários fabricam.

Distúrbios hormonais

É importante dizer que todas as mulheres produzem fisiologicamente hormônios masculinos. Na mulher, uma importante função dos andrógenos é aumentar a libido. Mas, o principal problema que a Síndrome dos Ovários Policísticos provoca está relacionado com a ovulação. “A testosterona interfere nesse mecanismo e, ao mesmo tempo, aumenta a possibilidade da incidência de cistos. Os cistos representam a parada do desenvolvimento dos folículos para ovular. Nesta situação, a mulher não ovula porque lhe faltam condições endócrinas para tanto”, explica Silvia Mizue.

As queixas ginecológicas mais importantes das mulheres com SOP são a irregularidade menstrual e a infertilidade. "Além disso, várias complicações podem ocorrer com essas mulheres, quando elas conseguem engravidar, como maior índice de abortamentos, diabetes gestacional, hipertensão arterial na gestação e pré-eclâmpsia. Para todas estas complicações, o tratamento adequado reduz a incidência dessas complicações e quase as igualam às mulheres normais”, diz o ginecologista Aléssio Calil Mathias.

Possibilidades terapêuticas

O tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos depende essencialmente da fase de vida da mulher. O que é mais importante em determinado momento e qual o sintoma que mais incomoda esta mulher são perguntas que os especialistas que assistem esta paciente devem se fazer. Como se trata de uma doença crônica, não há cura da síndrome, e sim, tratamento dos sintomas. “Uma adolescente de 15/16 anos, obesa, com pelos, acne e perturbações menstruais, precisa tentar emagrecer. Às vezes, perder peso já pode ser suficiente para reverter o quadro, porque a obesidade gera resistência à insulina e essa resistência produz o aumento de andrógenos, os hormônios masculinos”, explica a endocrinologista da Clínica Genesis.

“Se ela não for obesa, torna-se necessário diminuir a produção dos hormônios masculinos e uma das maneiras mais simples de fazê-lo é por meio da pílula. O anticoncepcional atua também na unidade pilossebácea, reduzindo o crescimento dos pelos e a produção de sebo. Dessa forma, melhoram os quadros de hirsutismo, acne e as alterações menstruais, uma vez que a pílula regulariza os ciclos”, explica o ginecologista Aléssio Calil Mathias.

Infertilidade e SOP

Até os 23 anos de idade, mais ou menos, mulheres com a Síndrome podem ovular esporadicamente. Sabe-se que nem todas as menstruações que ocorrem espaçadamente são ovulatórias, mas algumas são, e a mulher consegue engravidar. “É muito comum a referência de que antes dos 23 anos, elas tiveram um ou dois filhos. Depois, não conseguiram mais engravidar. Essa é uma das patologias mais simples de serem tratadas porque as mulheres, em geral, respondem ao indutor da ovulação. Ele é administrado por via oral, cinco dias por ciclo, a partir do primeiro dia, e é capaz de corrigir as anomalias endócrinas e provocar ovulação. Grande parte das mulheres responde bem ao tratamento e engravida”, diz Mathias. Para as que não conseguem engravidar com o indutor de ovulação, resta, ainda, o estímulo dos ovários com gonadotrofinas, o que se faz normalmente na fertilização in vitro.

Obesidade x SOP

Apesar da obesidade não entrar nos critérios diagnósticos da SOP, ela é muito frequente. A grande maioria das pacientes tem sobrepeso, obesidade ou uma grande dificuldade de manter o peso ideal. "Além disso, a SOP se associa a um tipo especial de obesidade, aquela que se acumula no tronco, principalmente no abdômen. É a obesidade visceral, que traduz o excesso de insulina que acompanha essas pacientes e, muitas vezes, dificulta a perda de peso", destaca Silvia Mizue, endocrinologista da Clínica Genesis.

O excesso de insulina no sangue é a marca de uma obesidade mais resistente à perda de peso. A insulina é um hormônio anabolizante e favorece o estoque de calorias, em detrimento da queima. "Logo, todas as formas de se reduzir o excesso de insulina são válidas, mas a mais importante é a melhora da sensibilidade à ação do hormônio. Assim que possibilitamos uma maior eficácia do hormônio, ele passa a ser produzido em menor quantidade e seus níveis sangüíneos caem. Isso pode ser conseguido com atividade física, dieta adequada, perda de peso e alguns medicamentos", defende Silvia Mizue.

CONTATO:
http://www.clinicagenesis.com.br/
http://twitter.com/dralessio
http://gestacaosaudavel.wordpress.com/

ExpoBelta: Conheça programas de trabalho voluntário no exterior

Fazer intercâmbio como voluntário é uma chance de ajudar o próximo e o planeta e crescer profissionalmente

Fazer um intercâmbio no exterior pode envolver muito mais do que o crescimento estritamente pessoal: pode ser uma oportunidade única de usar um pouco do tempo disponível em prol de um bem maior, ajudando o próximo e o planeta. Escolher sair da badalação e do aprendizado individual que a viagem no exterior proporciona para se dedicar, voluntariamente, a uma causa, pode trazer muito retorno, como especialização em projetos sócio-ambientais. "Os voluntários oferecem apoio e sustentabilidade, uma vez que contribuem com mão de obra e recursos. Se são estrangeiros, como são de diferentes culturas, inserem uma visão diferenciada, colocando em prática ideias que melhoram as condições dos projetos que participam", explica Maria Barreto, representante da EduSA (associação de escolas de idiomas sul-africanas) no Brasil.
O crescimento da procura por este tipo de programas vem aumentando gradativamente. Uma das escolas sul-africanas registrou um número três vezes maior no começo de 2010 de estudantes destes programas, comparado ao mesmo período de 2009. A CI, uma das operadoras de intercâmbio que oferece este programa, registrou um aumento de 120% nas vendas desses programas no ano passado.
A justificativa é que quem opta pelo trabalho voluntário tem todas as vantagens de um intercâmbio internacional comum - como adquirir fluência em um idioma estrangeiro, conhecer e ter contato com pessoas de diferentes culturas, etc. - e um grande crescimento pessoal. "É uma oportunidade de se sentir útil, ajudar o próximo e ter contato com a comunidade e cultura local. Com isso, é possível acrescentar uma experiência pessoal que conta muitos pontos no currículo uma vez que as empresas brasileiras estão muito engajadas com a responsabilidade social", explica Maria Barreto. Angela Lucena, do Centro de Turismo Espanhol, compartilha da mesma opinião: "viajar como voluntário é uma forma de aprender a língua local, estar em contato profundo com a cultura e vivenciar um crescimento como ser humano", diz ela.
A África do Sul é o país que mais recebe estudantes brasileiros que trabalham como voluntários. São várias as possibilidades de programas, nas mais variadas áreas: trabalhos com a comunidade, adolescentes, orfanatos, hospital infantil, meio ambiente, reservas ambientais, proteção animal e animais selvagens. A Espanha também disponibiliza aos estrangeiros diversas possibilidades: trabalhos de acompanhamento de idosos e pessoas com dificuldade de mobilidade, de preservação do meio ambiente e animais; programa junto a Organização das Nações Unidas; e muitos outros. Austrália, Índia, Namíbia, Peru e Paraguai também são países que oferecem vagas.
Para conhecer detalhes dos mais diferentes programas que existem no mundo, que unem curso de idiomas e programas de voluntariado, o lugar ideal é a ExpoBelta - principal feira de educação internacional e a única que tem apoio dos órgãos oficiais de vários países. O evento conta com a presença de instituições governamentais e estudantis. Além disso, as principais operadoras de intercâmbios brasileiras estarão presentes e poderão tirar dúvidas e apresentar todos os programas do tipo no mundo. Todo ano, a ExpoBelta tem um país convidado. Em 2010, a posição de destaque é dos Estados Unidos.
A ExpoBelta 2010 acontecerá em 20 e 21 de março, das 14h às 19h, no Centro de Convenções Frei Caneca. O endereço é Rua Frei Caneca, 589, 5º andar - Bela Vista. A entrada é gratuita.

Sobre a Belta
Criada há 18 anos, a Belta - Brazilian Educational & Language Travel Association - é a primeira associação latino-americana do segmento de educação internacional. Com o objetivo de ampliar o mercado de educação internacional no Brasil, a Belta investiu na promoção do segmento e na qualidade e confiabilidade dos programas internacionais oferecidos por suas associadas. A Belta avalia e credencia operadoras de intercâmbio. Possui mais de 70 empresas-membro entre operadoras no Brasil e organizações internacionais. A qualidade destas empresas é atestada pelo selo Belta, que faz com que sejam consideradas as melhores do País, dando credibilidade tanto no Brasil quanto no Exterior.
A ExpoBelta 2010 é organizada pela Belta e feito em parceria com as seguintes organizações internacionais: ALPHE Workshops, Australian Education International / Study in Australia, Consulado Geral da Austrália / Austrade, British Council, Education UK, Consulado Britânico, UK Border Agency, Consulado Geral do Canadá, CampusFrance / CenDoTec, Atout France, Consulado da Nova Zelândia, Education New Zealand, FAUBAI - Fórum de Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais, ICEF - International Consultants for Education and Fairs, IIE - Institute of International Education, Departamento do Comércio dos EUA, Serviço Comercial dos EUA, Education USA, EduSA - Education South Africa, Enterprise Ireland, Instituto Brasil Irlanda, Nuffic - Netherlands Organisation for International Cooperation in Higher Education, Centro Oficial de Turismo Espanhol / Turespaña São Paulo.
O evento é patrocinado pela Brastel Telecom, empresa de telefonia que, durante a ExpoBelta, divulgará o cartão telefônico pré-pago para chamadas de longa distância, "Brastel Card".
"ExpoBelta: Por um mundo sem fronteiras" . http://www.expobelta.org.br/

Novos Cursos de Pós Graduação da Faculdade Cantareira

A Faculdade Cantareira abre as inscrições para seus cursos de Pós-Graduação e MBA. A instituição oferece cursos nas áreas de Gestão Ambiental, Gestão em Finanças, Gestão em Comunicação Integrada, Gestão de Logística Empresarial, Especialização em Segurança Pública, Especialização em Educação Musical e Especialização em Marketing em Agribusiness.

Os interessados podem obter mais informações no site www.cantareira.br ou pelo telefone (11) 2790-5900.

Informações:
Faculdade Cantareira
Tel.(11) 2790-5900
posgraduacao@cantareira.br
www.posgraduacaonacantareira.com.br

Brascan Open Mall recebe a exposição Cowparede

O Brascan Open Mall também participa da exposição Cowparede e está abrigando duas vaquinhas do rebanho que se espalhou pela cidade de São Paulo. A “Cowçada”, do artista Victor Britto, é inspirada em desenhos das calçadas paulistanas e foi pintada e estilizada com tinta acrílica em spray. Já a artista Clara Back preferiu dar um tom mais fofo para a sua criação, a “Mumu Dada”, que recebeu na sua composição roupinhas de bebê e uma chupeta gigante pendurada no pescoço.
As vacas ficarão expostas no Brascan Open Mall, em São Paulo, até o dia 21 de março. Depois, as mesmas serão leiloadas e a renda revertida para entidades beneficentes.

Endereço: R. Joaquim Floriano, 466 - São Paulo
http://www.brascanopenmall.com.br/

FIM DO HORÁRIO DE VERÃO

A partir da zero hora do próximo domingo, dia 21 de fevereiro, milhões de brasileiros que moram nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste terão de atrasar em uma hora seus relógios. O motivo é o fim do horário de verão.
Embora a adaptação do organismo seja mais fácil do que no início deste horário especial, muitas pessoas necessitam de, ao menos, uma semana para que isso ocorra. O motivo é que, diferentemente de um relógio mecânico, o relógio biológico não é tão simples como dar uma volta no ponteiro.
O atrasar ou adiantar uma hora influencia diretamente, por exemplo, na produção e na curva dos hormônios e da melatonina, além de outros fatores.