Nossos Vídeos

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

A dor no nervo ciático pode ter várias causas

Hérnia de disco pode ser responsável por uma delas

O nervo ciático conecta-se com a medula espinhal através dos forames sacras posteriores e também por meio da L5 (quinta vértebra lombar) e a dor irradiada dele pode ser causada por várias disfunções como: hérnia de disco lombar, espasmo do músculo Piriforme ou trauma direto sobre nervo. Por atravessar vários músculos, fascias, e tendões inervando alguns deles como: o Músculo adutor magno e o Músculo Piriforme, a dor no nervo ciático pode esconder até uma hérnia de disco.
“As dores dos nervos ou citalgias podem parecer como choques, agulhadas ou formigamentos, ocorrendo no local da lesão ou em uma região que esse nervo percorre. Como cerca de 85% da população vai viver ao menos um episódio de dor nas costas ao longo da vida, muitas pessoas não procuram saber o que causa o incômodo, achando que se trata apenas de um ‘mau jeito’”, explica o fisioterapeuta osteopata Helder Montenegro, fundador do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral.
Como o nervo ciático vai até o pé, a dor causada por ele pode se estender pela perna e deixar a pessoa de cama até a inflamação melhorar. ”O que muitos não sabem é que esta dor pode indicar a existência de uma hérnia de disco, que pode trazer complicações ainda maiores”, completa Helder Montenegro.
Se o diagnóstico for uma hérnia de disco, o paciente poderá seguir alguns tratamentos: medicamentoso – com prescrição de um médico; fisioterapia ou cirurgia; além da prática de exercícios físicos bem orientados.
“Atualmente, muitas pesquisas têm mostrado a eficácia de tratamentos convencionais combinados com exercícios – como pilates e musculação – e, em alguns casos, medicamentos, como a maneira mais eficaz para tratar a hérnia de disco. Isso porque cerca de 90% das hérnias não precisam ser tratadas cirurgicamente”, afirma o fundador do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral. “No Instituto, aplicamos sempre a técnica da Reconstrução Músculo-Articular da Coluna Vertebral, que une técnicas já usadas na fisioterapia em um único protocolo.”
Tratamento convencional combinado com exercícios
A Reconstrução Músculo-Articular da Coluna Vertebral une o trabalho da fisioterapia manual com a tecnologia das mesas americanas de tração e descompressão e do Stabilizer - equipamento australiano que condiciona o paciente a usar o músculo transverso do abdômen, e exercícios de musculação ou pilates. A união de todos esses fatores permite que o paciente não tenha mais dor e inicie um trabalho focado no fortalecimento dos músculos posturais.

“Em Fortaleza, onde começamos, temos mais de mil pacientes atendidos por meio da Reconstrução Músculo-Articular da Coluna Vertebral - RMA Vertebral e temos resultados equivalentes a 87% dos casos resolvidos por meio”, explica o fisioterapeuta osteopata Helder Montenegro, fundador do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral. “Hoje, estamos presentes também em Sorocaba, São Paulo, Manaus, Santos, Rio de Janeiro, Natal, Vitória e São Luís.”
INIMIGOS DA COLUNA
Obesidade.
Postura inadequada durante as atividades físicas.
Movimentos repetitivos ou posturas que se mantêm por longos períodos;
Sobrecarga da região lombar.
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0