Nossos Vídeos

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Exposição com obras de operários da construção civil - Grátis > até 28/2

A mostra coletiva Da Terra ao Povo, do grupo Mestres da Obra, segue em cartaz na Funarte São Paulo, até 28 de fevereiro, integrando a exposição Entorno de - Nos Limites da Arte - 2ª Edição, que ocupa as duas galerias e o centro de convivência do Complexo Cultural.

A exposição - que tem entrada franca - na Funarte tem ainda dois outros trabalhos expostos: Cabana Arte Extemporânea do Atelier do Centro e a intervenção Café Vacance da artista plástica Laura Huzak Andreato.

A organização Mestres da Obra (www.mestresdaobra.org.br) promove a inclusão de cultura nos canteiros de obra junto aos trabalhadores da construção civil. A exposição Da Terra ao Povo apresenta obras variadas, incluindo fotografias de Gabriel Boieras, e poemas do operário Antônio Hermino do Nascimento.

Logo na entrada da galeria o visitante encontra um Tapume em forma de câmara que introduz o visitante no ambiente dos canteiros de obra e lhe apresenta todo o universo dos operários envolvidos no projeto.

A parede ao fundo da sala e coberta por poemas de Antônio Hermíno, operário responsável por testes de concreto, que passou pela vivência com o Mestres da Obra. Os materiais usados para escrever os poemas são relacionados ao seu ofício: ferro, concreto e terra. Distribuídas pela galeria ficam 30 obras de operários (esculturas, painéis, luminárias, mobiliário, instalações, xilogravuras em sacos de cimento e fotografias, além de uma vídeo-instalação).

O projeto Nos Limites da Arte oferece condições físicas e conceituais para aproximar o público da produção artística que desafia os limites entre as artes. Esta mostra reúne artistas e grupos cujas atividades são desenvolvidas nos arredores da Funarte São Paulo, selecionados após pesquisa e identificação daqueles com maior expressividade dentro do conceito do projeto. Desta forma, as diversas linguagens, os meios expressivos e as variadas técnicas da arte contemporânea desenham um campo plural de experimentação.


Exposição: Nos Limites da Arte: Entorno de – 2ª Edição
Cabana Arte Extemporânea - Atelier do Centro
Da Terra ao Povo - Mestres da Obra
Café Vacance - Laura Huzak Andreato
Local: Funarte São Paulo - www.funarte.com.br
Espaços: Centro de Convivência Waly Salomão, Galeria Flávio de Carvalho e Galeria Mário Schenberg
Alameda Nothmann, 1058 - Campos Elíseos - São Paulo/SP - Tel: (11) 3662-5177
Visitação: segunda a domingo - das 10h às 18h (ou até o início dos espetáculos em cartaz)
Entrada Franca – Classificação etária: Livre - Data final da exposição: 28/02/2010.
A Funarte estará fechada no Carnaval, de 12 a 17 de fevereiro.


Outras duas obras na exposição Nos Limites da Arte

•Cabana Arte Extemporânea
Atelier do Centro - www.atelierdocentro.com
Galeria Mário Schenberg

A Galeria Mário Schenberg abrigará a Cabana Arte Extemporânea, do Atelier do Centro, que prevê ocupação permanente (24 horas por dia), durante toda a temporada. A obra coletiva e interativa, coordenada por Rubens Espírito Santo, reúne 24 artistas, que se revezam nas mais diversas atividades e segmentos artísticos e culturais: música, teatro, dança, performance, projeção de filmes, shows de música eletrônica, exposições de pintura e instalações, atividades plásticas e seminários de teoria da arte e filosofia, onde o aspecto pedagógico e de formação em arte contemporânea será o tema.

Artista e artes que representam: Amanda Mendes, André Albuquerque, André Falacho Torres, André Sztutman, Ângela Castelo Branco, Ani Rocco, Bhagavan David, Bruno Pastore, Bruno Shintate, Elisa Pires Fonseca, Fabiola Chiminazzo, Fernanda Zerbini, Flávia Tavares, Gustavo Cedroni, Iza Figueiredo, Jan Nehring, Julio César Adum, Lílian Soarez, Lucas Rehnman, Luisa Doria, Paula Barsotti, Paula Borghi, Pedro Maia, Rafael Aboud Piovani, Rubens Espírito Santo, Silvia Mharques, Thiago Nassif e Victor Sandenberg.


•Intervenção Café Vacance
Por Laura Huzak Andreato-laurahuzakandreato.wordpress.com
Centro de Convivência Waly Salamão

Café Vacance é uma intervenção decorrente do projeto Nome Fantasia que a artista plástica Laura Andreato vem desenvolvendo, desde o começo de 2009, no qual trabalha com nomes de estabelecimentos comerciais e sua relação com a aparência e a expectativa que projetam. A intervenção – que ocupa o Centro de Convivência Waly Salomão, onde se localiza o Café da Funarte - é composta por um luminoso, um toldo confeccionado sob medida para o local e duas mesas com cadeiras e guarda-sóis. O luminoso, com aproximadamente 140 x 30 cm, traz escrita a palavra “vacance”. O toldo, feito de lona listrada vermelha e branca, desce em direção ao chão, avançando sobre o balcão do café e seguindo até a porta de entrada do espaço, como um tapete. A palavra Vacance é de origem francesa; significa vaga, vago ou férias, sendo muito associada à indústria do turismo, dando nome a agências de viagens e hotéis. Neste contexto, o lazer e o ócio são produtos à disposição do cliente: a possibilidade de estar livre, sem ocupação. Para representar essa ideia, a obra se apropria de uma imagem-símbolo desse universo: guarda-sóis listrados que são imagens recorrentes para as palavras férias, holiday e vacance.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0