Nossos Vídeos

domingo, 11 de abril de 2010

FALTA DE EDUCAÇÃO DA POPULAÇÃO DIFICULTA A MELHORIA NOS BAIRROS

Antigamente, quando os pontos de ônibus eram somente compostos de pilares com uma cobertura e os ônibus demoravam uma eternidade para passar, todos ficavam sonhando com um cantinho para se encostar.
Finalmente, quando foram colocados os pontos de ônibus com coberturas e bancos, algumas pessoas fazem questão de utilizá-los assim:
Esta foto foi tirada no começo a Avenida Pires do Rio em Itaquera.
Adultos sentam-se no suporte que segura o banco, sujam e riscam os bancos com os pés. E são adultos!
Dias depois, na Avenida Águia de Haia, em frente ao Conjunto de Prédios, outro ponto de ônibus foi retirado por ter sido destruído por vândalos e a prefeitura, mandou colocar um novo ponto, dessa vez de concreto e sem bancos.

Conclusão: A falta de educação limita os moradores de terem melhorias no bairro.

Associação de Moradores da ZL - http://www.saopaulo-zonaleste.ning.com/

Parceria entre Governo de São Paulo e Grupo Multi oferecerá aulas gratuitas de inglês para alunos do ensino médio

Redes Wizard, Skill, Alps e People atenderão 200 mil alunos do 2º e 3º anos em 83 cidades com mais de 50 mil habitantes

O Grupo Multi – detentor das redes de ensino e cursos profissionalizantes Wizard, Skill, Alps, People e SOS Educação Profissional – acaba de ser credenciado pela Secretaria da Educação do Governo do Estado de São Paulo para oferecer cursos de idiomas gratuitos para os alunos dos 2º e 3º anos das escolas públicas. Ao todo, serão disponibilizadas 200 mil vagas em 83 municípios paulistas com população acima de 50 mil habitantes. As aulas têm início no mês de abril e serão ministradas nas escolas da Wizard, Skill, People e Alps nas cidades participantes.

De acordo com o projeto, o Governo do Estado de São Paulo disponibilizará uma verba de R$ 455,00 por aluno, valor que será revertido em forma de voucher, para que o estudante apresente em qualquer escola de idiomas do Grupo Multi em sua cidade. Cada aluno terá direito a 80 horas/aula em 2010, para que possa aperfeiçoar seu conhecimento em uma das três línguas disponibilizadas pelo projeto: inglês, espanhol e francês.

De acordo com Charles Martins, vice-presidente do Grupo Multi, a ideia tem tudo para ser um sucesso e difundir ainda mais o ensino de idiomas no Estado. “Estamos em um momento de grande crescimento em nosso país, e dominar um segundo ou terceiro idioma nunca foi tão importante. O Grupo Multi acredita muito neste projeto”, afirma.

Ele ressalta que o credenciamento vale inicialmente por dois anos, e a expectativa é de que o projeto tome dimensões ainda maiores em 2011. “Com o crescimento das redes pertencentes ao Grupo Multi, acreditamos que teremos capacidade para oferecer 250 mil vagas em 2011. Também já estão em negociação parcerias semelhantes nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de cidades como Cuiabá, que serão sedes da Copa do Mundo de 2014”, completa.

O credenciamento no projeto desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo deverá resultar em um acréscimo de R$ 90 milhões no faturamento global do Grupo Multi, que em 2009 foi de R$ 1,2 bilhão. Caso haja a ampliação esperada para o próximo ano, a expectativa é de que esse valor alcance cerca de R$ 114 milhões em 2011.

Sobre o Grupo Multi
O Grupo Multi é uma multinacional brasileira, líder mundial no mercado de ensino de idiomas, informática e profissionalizante com mais de 2 mil escolas no Brasil, Estados Unidos, Japão, Europa e América Latina. O grupo é detentor das marcas Wizard, Skill, Alps, People e SOS e gera 20 mil empregos em todo País. Fundada em 1987, a empresa oferece serviços de implantação das escolas, material didático altamente qualificado e treinamentos específicos para os departamentos Pedagógicos, de Marketing, Administrativo e Comercial. Com isso, mantém a padronização dos trabalhos em todas as unidades, no Brasil e exterior.

Hospitais CEMA e Villa-Lobos levam Semana da Saúde a Ermelino Matarazzo

A partir de segunda-feira, 12, até sábado, 17, moradores de Ermelino Matarazzo e região podem fazer exames de visão, pressão arterial e glicemia, na Praça Benedito Ramos. Evento tem apoio da Subprefeitura de Ermelino Matarazzo

Moradores da zona leste e munícipes em geral podem fazer avaliação ocular completa e testes de pressão arterial e glicemia de 12 a 17 de abril, na Praça Benedito Ramos, em Ermelino Matarazzo. Os exames de visão serão realizados por médicos do Instituto CEMA – braço social do Hospital CEMA -, e incluem avaliação para a detecção de doenças como miopia, astigmatismo, hipermetropia, glaucoma e catarata. Os exames de pressão arterial e glicemia serão realizados pela equipe do Hospital Villa-Lobos, em parceria com o Laboratório Lavoisier. A campanha ocorre das 9 às 15h30, com apoio da subprefeitura local.

O check-up ocular irá utilizar aparelhos como a lâmpada de fenda (para diagnóstico da catarata), autorrefrator (examina a miopia, astigmatismo e hipermetropia) e tonômetro (para medir a pressão intraocular). Caso a pessoa precise de tratamento, será encaminhada ao Instituto CEMA, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A equipe do Hospital Villa-Lobos e do Laboratório Lavoisier realizará testes de glicemia, para verificação da diabete, e de pressão arterial, que controla órgãos importantes, como o coração.

Os hospitais CEMA e Villa-Lobos, ambos localizados na Mooca, oferecem à população todas as especialidades médicas, exceto maternidade, inclusive nos pronto-socorros, que funcionam todos os dias da semana, durante 24 horas.

SERVIÇO:
Semana da Saúde em Ermelino Matarazzo
De 12 a 17 de abril, das 9 às 15h30.
Praça Benedito Ramos
(Avenida Boturussu com Rua Antonio de Castro Lopes)

Doentes crônicos foram as principais vítimas da Gripe A em 2009

O número representa 56% dos óbitos ocorridos no ano passado; SP já vacinou 2 milhões de pessoas

Levantamento realizado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado da Saúde, aponta que 56% dos óbitos ocorridos no Estado de São Paulo em 2009 por Influenza A H1N1 foram de pessoas portadoras de doenças crônicas, como obesidade, pneumopatias e cardiopatias. Os portadores de doenças crônicas fazem parte de um dos grupos prioritários e devem se vacinar até 23 de abril, juntamente com gestantes e crianças com idade entre seis meses e menores de dois anos.
O dado demonstra a importância da vacinação para os grupos preferenciais, que devem acompanhar o calendário de vacinação. Atualmente, na terceira etapa da campanha, também devem tomar a vacina adultos saudáveis entre 20 e 29 anos. São 7,3 milhões de paulistas nesta faixa etária em todo o Estado.

Números
Balanço preliminar da Secretaria de Estado da Saúde aponta que, até 1º de abril, 2 milhões de pessoas já foram imunizadas contra a gripe A em todo o Estado. Só na Capital, mais de 600 mil pessoas receberam a vacina. Foram vacinados 577,2 mil trabalhadores da saúde, 659,3 mil doentes crônicos, 526,2 mil crianças com mais de seis meses e menores de 2 anos, 228,2 mil gestantes e 4,8 mil índios.
Durante a campanha as pessoas terão à disposição 3.800 pontos de vacinação em todo o Estado, localizados nas Unidades Básicas de Saúde, que funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Excepcionalmente, no próximo sábado, dia 10, os postos ficarão abertos no mesmo horário para que a população conte com mais uma data para a imunização. A recomendação é que as pessoas levem a caderneta de vacinação.
“É importante que as pessoas fiquem atentas às datas correspondentes ao seu grupo de vacinação, em especial os portadores de doenças crônicas, cujos estudos apontam como as principais vítimas no ano passado. A vacinação é indispensável”, alerta o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.
De 24 de abril a 7 de maio, quarta etapa da vacinação, receberão a vacina contra a gripe A H1N1 os idosos com 60 anos ou mais portadores de doenças crônicas. Os demais idosos irão tomar a vacina contra a gripe comum (sazonal). Na última etapa, de 10 a 21 de maio, a população-alvo será os adultos com idades entre 30 e 39 anos.
A campanha segue orientações da Organização Mundial da Saúde. A vacina é segura e eficaz. A única contra-indicação é para quem tem alergia a ovo de galinha.

Região Cobertura
São Paulo 602.725
Grande ABC 137.855
Alto Tietê e Guarulhos 114.042
Franco da Rocha 24.123
Osasco 122.422
Araçatuba 20.912
Araraquara 40.764
Assis 23.099
Barretos 20.370
Bauru 47.008
Botucatu 32.116
Campinas 189.541
Franca 32.312
Marilia 29.323
Piracicaba 61.529
Presidente Prudente 37.100
Vale do Ribeira 13.597
Ribeirão Preto 61.839
Baixada Santista 78.685
São João da Boa Vista 30.789
São José do Rio Preto 71.725
Sorocaba 104.410
Vale do Paraíba 103.124
Estado 1.999.410

Hospitais CEMA e Villa-Lobos levam Semana da Saúde a Ermelino Matarazzo

A partir de segunda-feira, 12, até sábado, 17, moradores de Ermelino Matarazzo e região podem fazer exames de visão, pressão arterial e glicemia, na Praça Benedito Ramos. Evento tem apoio da Subprefeitura de Ermelino Matarazzo

Moradores da zona leste e munícipes em geral podem fazer avaliação ocular completa e testes de pressão arterial e glicemia de 12 a 17 de abril, na Praça Benedito Ramos, em Ermelino Matarazzo. Os exames de visão serão realizados por médicos do Instituto CEMA – braço social do Hospital CEMA -, e incluem avaliação para a detecção de doenças como miopia, astigmatismo, hipermetropia, glaucoma e catarata. Os exames de pressão arterial e glicemia serão realizados pela equipe do Hospital Villa-Lobos, em parceria com o Laboratório Lavoisier. A campanha ocorre das 9 às 15h30, com apoio da subprefeitura local.

O check-up ocular irá utilizar aparelhos como a lâmpada de fenda (para diagnóstico da catarata), autorrefrator (examina a miopia, astigmatismo e hipermetropia) e tonômetro (para medir a pressão intraocular). Caso a pessoa precise de tratamento, será encaminhada ao Instituto CEMA, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A equipe do Hospital Villa-Lobos e do Laboratório Lavoisier realizará testes de glicemia, para verificação da diabete, e de pressão arterial, que controla órgãos importantes, como o coração.

Os hospitais CEMA e Villa-Lobos, ambos localizados na Móoca, oferecem à população todas as especialidades médicas, exceto maternidade, inclusive nos pronto-socorros, que funcionam todos os dias da semana, durante 24 horas.

SERVIÇO:

Semana da Saúde em Ermelino Matarazzo
De 12 a 17 de abril, das 9 às 15h30.
Praça Benedito Ramos
(Avenida Boturussu com Rua Antonio de Castro Lopes)

Curso de Hidráulica no CEU Azul da Cor do Mar

CEU da Zona Leste oferece curso gratuito de hidráulica

Estão abertas as inscrições para o curso gratuito de hidráulica no CEU Azul da Cor do Mar, na Zona Leste da Cidade. Serão oito horas de curso, com aulas nos dias 10 e 17 de abril, das 8h às 12h. Os alunos, que devem ter mais de 16 anos, serão treinados no Módulo Básico de Instalação Hidráulica, que abrange planejamento hidráulico, instalações prediais básicas, instalações para água quente, água fria e esgoto.
A inscrição e o material didático são gratuitos. Para participar, o interessado deve ir até a secretaria do CEU Azul da Cor do Mar, das 8h às 21h, e apresentar o RG. A turma será formada por 30 alunos. Mais informações pelo telefone 3397-9026.

Serviço:
Curso de Hidráulica no CEU Azul da Cor do Mar
Carga horária: 8 horas
Data: dias 10 e 17 de abril
Horário: das 8h às 12h
Endereço: Rua Ernesto de Souza Cruz, 2.171
Cidade A E Carvalho

Mais de 9.300 pessoas já solicitaram o Cartão de Estacionamento para Idoso

Desde o último dia 18 de março, a Secretaria Municipal de Transportes, por meio do Departamento de Operações do Sistema Viário (DSV), já cadastrou 9.390 pessoas interessadas em utilizar as vagas reservadas para idosos. A Lei Federal prevê esse direito ao cidadão com mais de 65 anos, mas a secretaria resolveu ampliar o benefício e concedê-lo às pessoas a partir dos 60 anos.
Em São Paulo, foram demarcadas 1.750 vagas para uso exclusivo dos idosos. Até a última terça-feira, 5.173 cartões foram emitidos. O cartão de estacionamento tem validade de cinco anos, podendo ser renovado seguindo os mesmos procedimentos.
O cadastramento é simples e pode ser feito via internet na página de Transportes (http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/transportes/) no link Cartão de Estacionamento para Idoso, conforme as instruções. Após a impressão do requerimento, o interessado deverá assinar, juntar cópias simples do CPF, RG e comprovante de residência - do mês anterior ao cadastramento - e enviar pelo correio para o DSV-AE, na rua Sumidouro, 740 - Pinheiros, CEP 05428-010.
Após dez dias da postagem dos documentos, o munícipe deverá comparecer ao DSV-AE, na rua Sumidouro, 740, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, para retirar o cartão.
O cartão é uma autorização especial para o estacionamento de veículos conduzidos por idosos ou que os transportem, nas vias públicas, em vagas especiais sinalizadas. Ao usar a vaga especial, o motorista deve deixar o cartão sobre o painel de forma visível e com a frente voltada para cima. Ele não vale para as vagas de Zona Azul.

Bilhete Único Idoso

O cartão Bilhete Único Idoso - emitido pela SPTrans para ser usado no transporte coletivo - é fornecido para mulheres com 60 anos ou mais e homens a partir dos 65 anos de idade.

Conversando com Jovens Consultores com mais de 50...

A globalização trouxe para o País a competitividade e instabilidade no mercado. As organizações buscaram vantagens competitivas para assegurarem, no mínimo, a própria sobrevivência. Assim, reestruturaram processos e tomaram outras medidas para enfrentar a nova situação.

Rapidamente, as organizações chegaram a quadros de pessoal muito reduzidos, tornando a rotina de trabalho muito desgastante. Isso obrigou os gestores e empresários à contratarem consultores para realizarem tarefas que os funcionários fixos não conseguiam executar. Assim, o Brasil entrou na era do não emprego, mas com muito trabalho.

A tendência global de reduzir efetivos trouxe novas alternativas para diversos setores da economia, pois se percebeu que era mais vantajoso contratar uma consultoria do que ter funcionários fixos com todos os encargos trabalhistas.

Trata-se de uma situação que reforça o trabalho e não o emprego. Na prática, o que ocorre é que o trabalho a ser feito é cada vez maior, mas os empregos nas estruturas convencionais estão desaparecendo rapidamente. Dessa forma, o trabalho a ser feito, cada dia mais, é realizado por profissionais sem emprego, mas não desempregados, que estejam em condições de oferecer o conhecimento e as habilidades necessárias, pelo tempo em que estas forem requeridas pelas empresas. Esse tipo de vínculo temporário e parcial inclui consultores, antigos funcionários, terceirizados etc.

Dessa forma, pode-se afirmar que a era do não emprego ajudou a revitalização da atividade de consultoria, particularmente no Brasil onde as pequenas empresas do ramo passaram a disputar o mercado com as grandes e tradicionais já estabelecidas, face aos incentivos e leis federais.

Em síntese, o vínculo no século 21 deverá ser com o trabalho que cada um sabe fazer e não mais com o emprego ou com um empregador.

Nesse momento de crescimento da consultoria no Brasil, o primeiro impasse que surge é a falta de recursos humanos capacitados. Isto ocorre em função dos poucos programas de treinamento para profissionais independentes e consultores. Aqui merece destaque os cursos de “Capacitação e Desenvolvimento em Consultoria realizados", desde de 2007, na gestão do Prof. consultor Luiz Affonso Romano, pelo Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização (IBCO). Todavia, esses cursos não possuem vinculação com nenhum estabelecimento de ensino superior, que permitiria classificá-los como extensão livre universitária, Pós- Graduação ou MBA, dependendo da carga horária. Tal fato consolidaria definitivamente a consultoria como uma especialização reconhecida pelo MEC e abriria novas oportunidades para a atividade.

Outro aspecto que dificulta um maior crescimento da consultoria no Brasil é a falta de uma bibliografia farta, atualizada e com qualidade. Constata-se que são muito raros os livros escritos por brasileiros e os demais são traduções de livros estrangeiros que têm os seus méritos, mas refletem a realidade da atividade em seus países de origem que nem sempre condizem com nossas práticas.

Cabe aqui lembrar que o IBCO é a única Associação sem fins lucrativos vocacionada a difundir, promover, capacitar, estabelecer parcerias de interesse, congregar e zelar pela ética da atividade.

Por outro lado, o IBCO, se constitui no único Instituto Nacional, na América do Sul, que é filiado ao International Council of Management Consulting Institutes (ICMCI).

O ICMCI é a associação global dos Institutos Nacionais de Consultoria de Gestão ou seja, o órgão máximo em todo mundo. Ser filiado ao ICMCI significa que o IBCO adota padrões e critérios de classe mundial. A vantagem advinda para os consultores filiados ao IBCO está na possibilidade de receber, mediante determinados critérios, o certificado de CMC (CERTIFIED MANEGEMENT CONSULTANT), que é considerado no mundo como “a marca de excelência entre os consultores de gestão”.

Isto posto, pode-se afirmar que apesar das dificuldades e lacunas ainda existentes, a consultoria é e será cada vez mais a opção mais interessante para uma segunda carreira no Brasil. Essa afirmação está respaldada pelos seguintes argumentos:
• A consultoria possibilita levar todos os conhecimentos e experiências adquiridas, pois todos escolhem o que querem fazer;
• O crescimento da atividade econômica nos próximos dez anos estará em torno de 3,5% aa. Isto é um fato, não um sonho, que ampliará o espectro e o volume de atuação da consultoria;
• As empresas já estabelecidas e as do futuro serão “sem- emprego”, pois se trata de uma tendência mundial e o Brasil não fará diferente.Assim, maiores e melhores oportunidades surgirão para a consultoria;
• As empresas procurarão terceirizar tudo que for possível, mantendo o controle nos processos que se constituem no cerne dos produtos/serviços. A terceirização será, cada vez mais, uma importante aliada do crescimento da atividade de consultoria;
• O mercado interno brasileiro representa 80% da riqueza que circula no País.Fato que confirma a solidez da economia brasileira e proporciona excelentes oportunidades para quem tem condições de oferecer imediatamente o conhecimento e as habilidades necessárias, no tempo requerido;
• Nos próximos 15/20 anos assistiremos uma profunda transformação no Brasil e, particularmente no Estado do Rio de Janeiro. Desconsiderando os aspectos políticos, pode-se citar alguns megaprojetos, tais como o Pré- Sal,a modernização dos portos, a construção de siderúrgicas, a Copa do Mundo, as Olimpíadas, os Pólos Petroquímicos e outros grandes empreendimentos que se constituem em fatos portadores de futuro (FPF), pelas dimensões econômica, política e psicossocial que atingem e transformam a vida dos cidadãos e a dinâmica de desenvolvimento do Estado. Não há dúvida de que a consultoria já está presente e crescerá na medida em que os projetos forem se desenvolvendo.
Por fim, falaremos sobre a transição de carreira. Ainda que saibamos que um dia todos serão aposentados, reconhece-se que iniciar uma nova carreira, na casa dos 50 anos, não é uma tarefa fácil. O viver essa experiência normalmente não é prazerosa, principalmente para quem viveu intensamente e se realizou na profissão que escolheu aos vinte anos. A falta dos velhos amigos e da antiga rotina exige de nós a criação de um novo personagem para enfrentar novos desafios. O passado de nossas vidas faz parte das nossas histórias e nada poderá ser mudado. Assim, devemos seguir em frente, levando nossas experiências e entusiasmo, pois quem ama o que faz, inflama o espírito e transmite a chama. O ontem não existe mais, a não ser na memória, portanto deixemos a história em seu lugar e encaremos o amanhã com entusiasmo de vencedores renascidos. Com determinação e entusiasmo os sonhos se transformam em faróis acessos que iluminam o caminho para novas e grandes realizações. Afinal, “tudo o que puder fazer ou sonhar inicie, pois a ousadia contém genialidade, energia e magia” ( GOETHE ).


O artigo “Conversando com Jovens Consultores com mais de 50...” foi escrito por José Barreto Jr., Consultor associado ao IBCO.
IBCO – Instituto Brasileiro de Consultores de Organização e site www.ibco.org.br.

Viva a Mata 2010 abre inscrições para visitas monitoradas

A Fundação SOS Mata Atlântica está com inscrições abertas para as visitas monitoradas de escolas públicas, privadas ou grupo de instituições interessados em levar seus alunos para o Viva a Mata - mostra de iniciativas e projetos em prol da Mata Atlântica-, que acontece entre os dias 21 e 23 de maio, das 09h às 18h, na Marquise e Arena de Eventos do Parque Ibirapuera, em São Paulo.
Já em sua sexta edição, o Viva a Mata é uma oportunidade de professores e estudantes aprofundarem seu conhecimento, de maneira interativa, sobre a floresta mais ameaçada do País. Com isso, poderão se conscientizar sobre a importância e necessidade da preservação ambiental e como a destruição das florestas impacta na vida de todos. Durante a visita o grupo é acompanhado por monitores da Fundação, que além de apresentarem a mostra desenvolvem uma atividade prática ao final da visita com as crianças.
As visitas monitoradas acontecem nos três dias de evento, das 9 às 17h. Com duração de uma hora é aberta para estudantes acima de 6 anos de idade, para grupos de no máximo 42 alunos com 2 acompanhantes responsáveis. Escolas e grupos interessados podem agendar pelo e-mail comunicacao.apoio@sosma.org.br ou pelo telefone (11)3055-7888. As vagas são limitadas.

Sobre o Viva a Mata
Aberto ao público em geral, o evento tem patrocínio do banco Bradesco e conta com uma ampla programação gratuita para marcar o Ano Internacional da Biodiversidade: palestras, debates, exposições de ONGs que atuam em diversas regiões com projetos pela conservação da Mata Atlântica, estandes temáticos, oficinas, peças de teatro, maquetes interativas, atividades com voluntários, entre outras manifestações. Confira!
Com mais de 80 mil participantes em sua edição anterior, o Viva a Mata tem como objetivos comemorar o Dia Nacional da Mata Atlântica (27 de maio), promover a troca de informações e experiências entre os que lutam pela conservação deste Bioma, realimentar o movimento ambientalista, sensibilizar, informar e conscientizar a sociedade.

Previna o câncer com alimentos naturais - Mundo Verde

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, Mundo Verde indica alimentos com propriedades protetoras contra o câncer

O câncer é uma doença multicausal crônica. Deve-se ao crescimento excessivo e desordenado das células que, devido a este crescimento, adquirem progressivamente características que lhe permitem invadir os tecidos do organismo.
Principal causa de mortalidade no mundo, seus principais fatores de risco estão relacionados ao estilo de vida: tabagismo, uso de entorpecentes e de bebidas alcoólicas em excesso, sedentarismo, obesidade e maus hábitos alimentares. Fatores ambientais e a exposição a tipos específicos de vírus, bactérias e parasitas, além do contato frequente com algumas substâncias carcinogênicas, como produtos de carvão e amianto, também são fatores de risco para o desenvolvimento do câncer.

Invista em alimentos fontes de antioxidantes
Muitos alimentos contêm compostos benéficos com propriedades protetoras contra o câncer. Os vegetais, por exemplo, contêm, além de vitaminas e minerais, diversos compostos fitoquímicos que possuem propriedades contra a má formação das células. Uma alimentação baseada no consumo regular de alimentos ricos nestes compostos representa a melhor arma para a prevenção do câncer.
Vegetais como brócolis, couve-flor ou repolho contêm sulfarofanos, substâncias capazes de eliminar substâncias químicas responsáveis por mutações cancerígenas. Seu consumo é associado a um risco menor de câncer de mama, útero, próstata, intestino, bexiga, pulmão e laringe.
A soja e seus derivados, fontes de isoflavona (substância que apresenta semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos), protegem contra vários tipos da doença, destacando-se o de mama e o de próstata. A linhaça também tem suas propriedades protetoras, pois é fonte de lignana, um fitoestrógeno de ação relacionada à prevenção de câncer de mama, próstata e colo do útero.
Frutas e temperos
Frutas como tomate, goiaba e melancia contêm licopeno, substância antioxidante responsável pela coloração vermelha destes alimentos. O licopeno age na prevenção do câncer de próstata. Frutas cítricas (laranjas, limas, limões e tangerinas) são fontes de vitamina C e limonóides, substâncias antioxidantes que também apresentam efeito preventivo contra o câncer.
A uva, do tipo vermelha, assim como seu suco e o vinho tinto, contém altas concentrações de antioxidantes fenólicos (catequina, epicatequina, resveratrol) que são potentes agentes preventivos do câncer. Bebidas como o chá verde e o chá branco são ricos em compostos polifenóicos de efeito anticancerígeno. As catequinas dos chás verde e branco atuam inibindo a iniciação e o desenvolvimento de tumores como os de pulmão, esôfago, duodeno, pâncreas, fígado, mama e cólon.

O tempero mais usado nas refeições, o alho, é fonte de alicina, que inibe a formação de nitrosaminas, associadas ao câncer do aparelho digestivo. O azeite de oliva extravirgem traz antioxidantes fenólicos, que reduzem o risco de câncer de mama e de pulmão. Outro tempero, a cúrcuma – popularmente conhecida como açafrão –, é fonte de curcumina, que é um potente antioxidante que atua na prevenção do câncer, pois induz a morte das células malignas.
Os organismos vivos
Os probióticos são organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, trazem benefício à saúde da pessoa, e podem ser componentes de alimentos industrializados, como leites fermentados e iogurtes, ou podem ser encontrados na forma de pó ou cápsulas. Eles reduzem o risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer.
Uma alimentação variada, rica em hortaliças, frutas e cereais integrais, associada ao controle das calorias e a prática de atividades físicas com o objetivo de evitar o excesso de peso, constituem um meio simples e eficaz para a prevenção do câncer.
Nas lojas Mundo Verde, você encontra diversos alimentos protetores contra o câncer, como soja e derivados, cápsulas de licopeno (tomate), linhaça, chás verde e branco, suco de uva, cápsulas de óleo de alho, probióticos e azeite de oliva extravirgem.

Fonte: Bruna Murta - Nutricionista da rede Mundo Verde

CNPq já está autorizando o acesso ao Patrimônio Genético

Os pesquisadores já podem solicitar autorização de acesso ao patrimônio genético. Após a fase de testes, o CNPq colocou no ar o formulário online próprio. O formulário é parte integrante do Sistema de Autorização de Acesso ao Patrimônio Genético, desenvolvido especificamente para esta finalidade.
A autorização do CNPq será concedida às instituições que realizam pesquisas nas áreas biológicas e afins mediante a apresentação de projeto de pesquisa que descreva as atividades de acesso e de remessa às amostras de componentes do patrimônio genético. O projeto deverá ser coordenado por pesquisador com experiência no assunto.
As orientações para solicitar a autorização e preenchimento do formulário online estão na página do CNPq, em http://www.cnpq.br/patrimonio_gen/index.htm.
Para gerenciar a nova atribuição, o CNPq criou a Coordenação do Sistema de Autorização de Acesso ao Patrimônio Genético, vinculada à Diretoria de Programas Temáticos e Setoriais.
Outras informações podem ser obtidas no endereço apg@cnpq.br ou pelo telefone (61)2108-4024.

UMC auxilia comunidade a desenvolver declaração do IR

Prestar auxílio à comunidade na elaboração da declaração do Imposto de Renda é o objetivo do Projeto de Preenchimento do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), uma iniciativa do curso de graduação em Ciências Contábeis da Universidade de Mogi das Cruzes. A partir do próximo sábado (27/3), alunos dos Campi Mogi e Villa-Lobos/Lapa atenderão gratuitamente os interessados no serviço. O projeto é voltado para os cidadãos com difícil acesso à internet, cuja declaração do imposto de renda seja o modelo simplificado. O atendimento acontece das 8 às 11 horas. O projeto também será realizado nos dias 10, 14 e 24 de abril.
“O atendimento será muito produtivo, pois os alunos estarão disponíveis para tirar dúvidas, auxiliar na utilização da plataforma, esclarecer os processos, entre outros, não simplesmente para preencher a declaração para as pessoas. O que o curso propõe é facilitar as condições para que eles mesmos possam desenvolvê-la”, explicou o coordenador do curso em Mogi, professor José Castilho. “Todas as pessoas atendidas sairão do local com a declaração preenchida, transmitida e com o comprovante de entrega”, finalizou.
Para ser atendido, é preciso comparecer ao local (Mogi: Rua Cândido Xavier de Almeida Souza, 200, prédio I, sala 1T01, ou São Paulo: Av. Imperatriz Leopoldina, 550. Vila Leopoldina – SP, laboratório de informática 118, 1º andar), portando a última declaração realizada do Imposto de Renda e o comprovante de entrega, além dos rendimentos referentes à declaração atual e os comprovantes. Na ocasião, os alunos do 2º ao 4º anos do curso, sob orientação de professores especialistas, esclarecerão dúvidas quanto ao preenchimento do modelo simplificado da declaração – indicado para pessoas com soma de despesas a ser abatidas inferior a 20% do rendimento.
A ação é uma iniciativa diferencial do curso, que assumirá o caráter de continuidade a partir desta primeira edição. “O projeto beneficiará tanto comunidade quanto alunos. Além de ser um serviço público pouco visto na região, os alunos também exercitarão a vivência profissional na contabilidade – terão contato com todos os tipos de pessoas e dúvidas e precisarão administrar os conhecimentos adquiridos na formação”, disse Castilho.

"Também é uma oportunidade para os graduandos explorarem uma das áreas de atuação do mercado e considerar se é uma atividade que interessa. A participação valerá como créditos de atividades complementares nos dois campi", completou o professor Sebastião Luque, coordenador do curso no Campus Villa-Lobos/Lapa.

Mais informações pelos telefones 4798-7065 (Mogi) e 3648-5075 (São Paulo).

O Desafio de Aprender com o Não

Por Mariliz Vargas

Conseguir dizer não para o que está nos incomodando, para o filho que precisa de limite, para o colega que pede o que está alem do nosso alcance, é difícil e exige força. Para receber o não que a vida nos dá, na forma de uma rejeição, de uma recusa no trabalho, da frustração de um sonho, exige mais força ainda. Força para resistir e não sucumbir e transformar este não em revolta e justificativa para nossa amargura. Força para transformar este não em combustível de aprimoramento, possibilitando que, além da conquista do que desejamos, o desenvolvimento interior seja atingido.

Esta é a função dos nãos que recebemos no decorrer da vida. Pois eles têm o poder da lapidação, que vai eliminando os excessos e os vícios com o objetivo de revelar o melhor da nossa natureza para este mundo. Mas para isto é preciso que se tenha consciência deste processo, pois caso contrário, corre-se o risco de se deixar abater ou mesmo dominar pela revolta diante dos nãos que recebemos. Precisamos de força e consciência para não transformarmos o não em trauma. Como, por exemplo, no caso do rapaz que recebe um não da namorada e decide nunca mais se relacionar. Por isso é importante uma educação para o não, que seria o correspondente a uma educação para o fortalecimento interior. Esta pedagogia do não está embasada na confiança plena no potencial humano, pois somente com esta base poderemos ter a tranquilidade necessária para exigir destes seres, sempre mais do que eles têm manifestado até agora.

É importante ressaltar também que existe um caminho natural de reações humanas cada vez que a vida nos apresenta uma negativa. Cada etapa varia de intensidade dependendo da força deste não que recebemos. Primeiramente é natural que haja revolta, é a reação emocional a frustração. Pode desencadear tristeza, raiva, sentimento de rejeição ou de estar sendo injustiçado. Num segundo momento tentaremos forçar uma mudança deste não para sim buscando, através dos meios que dispomos, que a realidade acate os nossos desejos.

Este processo é importante, pois aqui nosso potencial humano já é exigido, visto que é preciso se mobilizar e angariar recursos internos para tentar reverter a situação. Quando esgota seus recursos, sentindo-se exausto diante do limite que a vida lhe impôs, outro importante aspecto humano é solicitado. A aceitação, que é um sentimento análogo à fé. A aceitação promove a humildade perante a vida, que é diferente do conformismo, pois não advém da preguiça e sim da redenção. Mas o último momento neste processo pode levar algum tempo para acontecer. Seria este o entendimento, a compreensão do por que o não precisou ocorrer neste determinado ponto da trajetória de vida.

Esta é a hora onde o verdadeiro amadurecimento ocorre, e junto a ele o fortalecimento de toda estrutura emocional que se torna mais equipada para enfrentar a realidade. Terá no final do processo a sua autoconfiança reforçada, e a sua capacidade de entrega, de resistência e de luta, sofrerão um significativo acréscimo de energia.

Sobre a autora:

Mariliz Vargas é psicóloga, formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Trabalha com Psicoterapia há mais de 20 anos. Ministra cursos e palestras sobre temas relacionados ao aprimoramento humano na busca por uma vida mais rica e feliz. Autora de inúmeros artigos publicados no jornal paranaense Gazeta do Povo, suplemento Viver Bem, e atualmente veiculados através da internet. Recentemente, Mariliz lançou o livro 'A Sabedoria do Não', pela editora Rósea Nigrea. A obra apresenta um panorama do poder construtivo do ´não´ e seu papel na conquista da felicidade.

Sexualidade, HIV/aids e deficiência: o que sua entidade está fazendo?- Inscrições Gratuitas

Sexualidade, HIV/aids e deficiência: o que sua entidade está fazendo?

Convite
Dia 14 de abril – 13h00 às 17h00
O Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas, em parceria com a Cultura do Itaim Paulista da Prefeitura de São Paulo e a Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) têm o prazer de convidar você para uma conversa sobre as ações que sua entidade, associação ou o conselho de direitos da sua região estão desenvolvendo nas áreas da sexualidade, HIV/aids e deficiência.
Data: 14 de abril de 2010
Horário: 13h00 às 17h00
Local: Casa de Cultura do Itaim Paulista – Rua Barão de Alagoas, 340
Vagas: 40 vagas
Inscrições gratuitas
Haverá intérprete de Libras

Essa reunião faz parte do projeto “Ações e reflexões sobre aids e deficiência: diferentes vozes”, desenvolvido pelo Amankay, com o apoio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids (Coordenação Estadual DST/Aids) da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.
Vamos envolver serviços especializados do Estado e do Município de São Paulo, os conselhos de Saúde, de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, os conselhos Tutelares, de Defesa da Criança e do Adolescente, as secretarias da Educação e Promoção Social, além de universidades, meios de comunicação e outros formadores de opinião.
Participe da formação de um processo participativo na cidade de São Paulo. Venha construir um ambiente acolhedor no qual pessoas soropositivas, pessoas com deficiência e interessados em geral troquem informações, experiências e vivências que contribuam para a prevenção e a assistência.
Os resultados dessa reunião serão apresentados e discutidos num grande seminário previsto para maio, ao qual você não pode faltar.
Faça sua inscrição apenas pelo e-mail aidsdeficiencia@gmail.com
As inscrições serão aceitas por ordem de chegada.

Disléxicos têm chance no vestibular?

* Maria Inez Ocanã De Luca é Mestre em Psicologia da Saúde, especializada em Neuropsicologia e Membro do Centro de Avaliação e encaminhamento e Centro de Triagem de Atendimento Social da Associação Brasileira de Dislexia - ABD

Entre as características dos disléxicos podemos citar a lentificação do processamento de informações, principalmente relacionadas à leitura, escrita e interpretação de textos.
Isto se dá devido ao processo de leitura utilizado pelo disléxico, que ativa áreas do cérebro não especializadas para esta função, fazendo a tarefa ser um processo de decodificação não automatizado, o que leva à lentificação da resposta e ao cansaço excessivo relatado por alunos com dificuldades de aprendizagem em tarefas de leitura e escrita, principalmente as mais demoradas como, por exemplo, as provas de vestibular.
Sendo assim como proceder em relação ao processo de seleção utilizado pelas faculdades e universidades?
Já existe um consenso entre as principais instituições de ensino do Brasil de que se deve dar ao disléxico condições diferenciadas por ocasião do vestibular.
E quais são estas condições?
A principal delas é um maior tempo para a realização da prova (cerca de uma hora e trinta minutos a mais).
Esta condição é fundamental se levarmos em conta a diferença apresentada pelos disléxicos em relação à velocidade de trabalho (na leitura e escrita).
Além desta condição é oferecido ao disléxico o direito de ter um ledor à sua disposição. Este ledor, de preferência uma pessoa que tenha bom conhecimento do distúrbio, realiza a leitura da prova para o aluno e este, com este recurso, processa a informação mais rapidamente e registra sua resposta. O ledor não interfere nesta escolha.
Este assistente de prova pode ainda revisar as anotações na folha de resposta, pois o aluno poderia marcar a resposta certa no caderno e transcrever de forma errada para a folha de respostas (que é a que realmente conta para a apuração). O assistente faria então a conferência da transcrição.
O ledor pode ainda ser auxiliar na redação (um dos maiores obstáculos para o disléxico numa prova de vestibular). Umas das formas de auxiliar neste momento é o aluno elaborar a redação e ditar para o ledor escrever. A nota ponderada também pode ter critério diferenciado.
Há universidades que disponibilizam ainda o uso de calculadoras. Vamos explicar...
Uma vez que os disléxicos encontram dificuldade em decorar, são mais lentos em realizar operações matemáticas, pois fazem o roteiro completo das tabuadas para cada conta que fazem (o que é claro leva muito mais tempo). E ainda existe a questão da interpretação do enunciado, que pode levar tempo (lembre-se que o texto precisa ser decodificado).
Estas condições diferenciadas não colocam os disléxicos em melhores condições do que os demais alunos ao acesso à universidade, mas os colocam em condições de igualdade, considerando suas (dos disléxicos) necessidades diferenciadas para expressarem os conhecimentos adquiridos.
Pode-se observar que estas condições e possibilidades têm feito muita diferença em relação à auto-estima das pessoas com dificuldades de aprendizagem, colocando-os em condições de galgarem posições que de outra forma talvez não pudessem alcançar.
O valor do profissional disléxico já tem despertado o interesse inclusive de grandes empresas que também estão oferecendo estas mesmas condições diferenciadas aos disléxicos que participarem de concurso público para ingresso nos quadros de funcionários.
A ABD - Associação Brasileira de Dislexia tem profissionais capacitados que têm exercido esta função de ledores ou assistentes nas provas de vestibular e concurso público ou orientado as instituições de ensino e empresas interessadas.
É importante citar que estas condições diferenciadas devem ser solicitadas pelos interessados por ocasião de inscrição para o vestibular ou concurso público, além de apresentarem laudo conclusivo constando o diagnóstico de dislexia realizado por equipe multidisciplinar especializada.

Maria Inez Ocanã De Luca
Psicóloga
Pós-graduada em Aprendizagem com foco em saúde
Mestre em Psicologia da Saúde
Especializanda em Neuropsicologia
inez.deluca@dislexia.org.br
inezpsi@hotmail.com

DIA MUNDIAL DA VOZ: USE A FALA COMO ALIADA NO AMBIENTE PROFISSIONAL

O Clube da Voz dá dicas de como transformar sua voz em um poderoso instrumento de trabalho, transmitindo credibilidade e segurança em reuniões, entrevistas e palestras

Quem nunca reparou no poder de persuasão de algumas pessoas? Na forma como certos profissionais conseguem falar de maneira objetiva e pausada? A confiança, a clareza e o convencimento são elementos que não dependem apenas de conhecimento do conteúdo, mas também da entonação de quem fala. Para comemorar o Dia Mundial da Voz, celebrado em 16 de abril, o Clube da Voz - associação que reúne profissionais de locução publicitária - destaca algumas dicas para auxiliar no sucesso em relações profissionais.
Em um mundo cada vez mais frenético e competitivo, a primeira impressão é a que fica. Segundo os profissionais do Clube, uma boa postura, aliada à voz pausada, confiante e clara, pode ajudar a conquistar o interlocutor logo no início da conversa. As entrevistas de emprego servem como exemplo de situação na qual estes itens são levados muito em conta. O entrevistado tem poucos minutos para demonstrar confiança, credibilidade, responsabilidade, entre outros atributos valorizados pela empresa.
“Melhorar o padrão de comunicação é essencial para o desenvolvimento de uma carreira profissional de sucesso. Falar com clareza e objetividade não é sinônimo de falar alto ou gritar, significa passar firmeza, com calma, sem atropelar as palavras. Uma boa respiração é imprescindível nestes casos”, afirma Edson Mazieiro, presidente do Clube da Voz.
Em reuniões de negócios, apresentações e prospects, o profissional com uma dicção limpa, objetiva e firme consegue passar a informação de forma mais clara, fazendo-se compreender com mais facilidade. Desta maneira, é muito mais fácil conquistar a simpatia de quem está ouvindo e, consequentemente, vender serviços, produtos e ideias.
“Assim como nos relacionamentos, é necessário conquistar. Falar com convicção e de forma envolvente é um caminho para ganhar a preferência do público-alvo, seja ele qual for”, explica Edson Mazieiro.

COMO EXERCITAR A VOZ

Para treinar a voz e melhorar a entonação, falando corretamente cada sílaba, coloque um lápis entre os lábios e fale palavras que contenham as letras R e L. Isso garantirá melhor fluidez na fala.
Outra dica para tornar o discurso mais harmônico é repetir diversas vezes as sílabas SI-FU-XI-PA, de forma pausada e respirando corretamente, ou emitir o som HUMMMM... até vibrar os lábios. Estes treinos auxiliam o locutor a manter sempre o mesmo tom durante a fala, melhorando a dicção.
As pessoas que possuem a voz presa na garganta devem fazer o exercício de bocejar e suspirar repetidamente antes de falar em público. Este movimento abre o espaço entre a língua e a faringe, facilitando a saída da voz.
Para aprimorar a flexibilidade dos órgãos da fala, estale a língua, rode-a na boca de um lado para o outro e eleve e abaixe a ponta da língua ou, com o objetivo de melhorar a articulação, emita com clareza as seguintes sílabas BA – BÉ – BÊ – BI – BÓ – BÔ – BU, e assim por diante, passando por todas as vogais e consoantes.
A respiração também é essencial e deve ser exercitada. Portanto, encha os pulmões de ar, respirando sempre pelo nariz, até estender o diafragma – como se a barriga enchesse de ar. Com este movimento, a parte superior do tórax, onde estão localizados os pulmões, também inflará. Quando a respiração estiver em sua capacidade máxima, solte o ar calmamente, relaxando todo o corpo.
“Enganam-se as pessoas que consideram a voz primordial em apenas algumas profissões, como radialista, operador de telemarketing e professor. Todos precisam entender e se fazer entendidos, logo, uma boa comunicação interpessoal pode trazer muitos ganhos para todas as áreas, seja dentro das empresas, em reuniões, entrevistas, palestras ou no dia-a-dia”, completa Mazieiro.

Brinquedoteca da UnG tem inscrições abertas para visitas e oficinas

Atividades são voltadas a alunos e professores das redes pública e particular de ensino. Saiba como participar

Localizada em Guarulhos, na Grande São Paulo, a Brinquedoteca da Universidade Guarulhos (UnG), a BrinquEducar, está com as inscrições abertas para visitação, oficinas e minicursos, todos gratuitos.

Reinaugurada em março, após reforma, o espaço foi adaptado à rotina das crianças. Foram criados 15 ambientes que integram o contexto sociocultural delas: farmácia, mercado, escola, banca de jornal, biblioteca, lan house, agência de turismo e restaurante são alguns deles. Na visão da coordenadora da Brinquedoteca, a pedagoga Cláudia Fittipaldi, essa proposta tende a possibilitar resultados positivos, uma vez que irá gerar situações já vivenciadas pelas crianças no dia a dia.

A meta do projeto é que cada vez mais crianças da comunidade , estudantes e professores de escolas públicas e particulares frequentem o espaço. Para estimular, a coordenação da brinquedoteca ministrará periodicamente minicursos e oficinas, além de realizar visita monitorada para grupos de alunos ou mesmo individualmente (com a presença de um responsável).

Atualmente, estão abertas as inscrições para o minicurso “Gêneros na literatura infantil: a fábula”; e para as oficinas “Jogos teatrais” e “Resgate de brinquedos e brincadeiras para reaprender a brincar”. Os interessados devem se inscrever pelo site da UnG (www.ung.br). Através do portal, também é possível fazer o pré-agendamento para a visitação e o desenvolvimento de atividades na Brinquedoteca.

Serviço
Brinquedoteca BrinquEducar – UnG
Unidade Guarulhos-Dutra: Av. Anton Philips, 01, Vila Hermínia, Guarulhos
Informações: (11) 2423-7617

Laert de Lima Teixeira passa o cargo publicamente a Roberto Tamura

Subprefeito de Itaquera por cinco anos, Laert de Lima Teixeira recebeu uma grande homenagem ontem realizada na noite da última quarta-feira, 7/4, na sede da Obra Social Dom Bosco. Na cerimônia, passou publicamente o cargo para o novo subprefeito, Roberto Tamura, que já esteve por 14 meses à frente da regional de Aricanduva/Formosa/Carrão.

A cerimônia contou com a presença de mais de 250 pessoas, entre autoridades, líderes comunitários e membros da sociedade civil. Foi um encontro para lembrar os trabalhos realizados nos últimos cinco anos da gestão de Laert, que parte para ajudar o ex-governador José Serra em seu projeto político, e também para apresentar à população de Itaquera seu mais novo subprefeito.

"Sair da minha cidade no interior, do conforto da família para vir para essa metrópole foi difícil, mas valeu muito a pena. Gostaria de agradecer a todos que contribuíram de alguma forma para minha administração", afirmou Laert. Ele ainda reiterou sua estratégia e desejo a longo prazo. "Poder contribuir com Itaquera do jeito que eu sonhei: como centro da região metropolitana", declarou emocionado.

Uma apresentação exibia no fundo do auditório os números da gestão em que 36 praças foram revitalizadas e construídas, 4 viadutos erguidos, 1700 novos pontos de iluminação instalados em 356 logradouros. Nas ruas, o que mais se viu foi asfalto novo, com 58 pavimentações de ruas, 28 vielas e mais de 29km de extensão de asfaltamento e recapeamentos concluídos no total. Os mais de 68 mil buracos tapados é um número que impressiona, mas o que o antigo subprefeito mais diz se orgulhar é das pessoas. "A ETEC que trouxemos para o José Bonifácio é para mim um símbolo do que buscamos nessa gestão: criar oportunidades para a população. Foram mais de 1000 jovens formados por ano, que já saem praticamente empregados e bem remunerados no mercado. Isso é transformar", conclui Laert.

Por sua vez, o novo subprefeito, Roberto Tamura, recebeu as boas vindas de toda a comunidade e garantiu que planeja seguir o caminho traçado pelo antecessor. "Gostaria de pedir a vocês que me ajudem a dar continuidade ao lindo trabalho do Laert. Quero honrar o poder que o prefeito Gilberto Kassab me delegou", afirmou. "Dentro da cultura nipônica temos a honra como guia, a virtude de não fazer coisas erradas", disse ele, comentando como a ascendência japonesa o influencia. Traçou ainda um paralelo sobre sua experiência em Aricanduva com sua origem interiorana (viveu a vida toda e foi prefeito por dois mandatos em Capão Bonito, município a 223 km da capital). "O paulistano da Zona Leste é parecido com o do interior pela simplicidade, amizade e confiança", observou.

O vereador Paulo Frange trouxe uma saudação do prefeito Gilberto Kassab e fez um discurso que emocionou a todos. "É impossível não reconhecer o tanto que foi realizado nesta gestão. Laert demarcou território, conquistou corações e conseguiu agregar a Zona Leste inteira. Veio para o lugar certo no momento certo" declarou. Já o Padre Rosalvino Viñayo, que ofereceu o espaço para a cerimônia, fez uma síntese da trajetória do antigo subprefeito. "Laert chegou tímido, sozinho, só que hoje tem Itaquera com ele", disse, arrancando aplausos do público. Ao final, o antigo subprefeito se despediu e ainda recebeu uma faixa preta de taekwondo benemérita, oferecida pelo mestre Carlos Mariano.

Nova linha AKAKIA Cosméticos é inspirada no Pop Art

Nova linha é inspirada no movimento artístico Pop Art e marca uma nova era da marca de cosméticos

A AKAKIA Cosméticos preparou uma novidade para presentear neste dias das mães. A nova linha é composta por quatro fragrâncias diferenciadas e exóticas e itens que atendem as necessidades diárias das mulheres na higiene, renovação, hidratação e perfume, como sabonete líquido, esfoliante, loção hidratante e body splash.

Pensando em atender as mulheres contemporâneas, que exigem novidades, e estão sempre antenadas aos conceitos, artes e estilos, a linha foi criada com inspiração no movimento Pop Art. O lançamento desta nova linha, que chega ao mercado para o dia das mães, marca uma nova era para a franquia AKAKIA Cosméticos, que este ano completa 5 anos de atuação. A parceria firmada com o designer francês Thierry Mabboux, que já trabalhou em marcas como Channel e L'Oreal, foi o primeiro passo para esse novo rumo em buscar de uma nova cara, mais glamorosa e moderna para os produtos.

Conheça as novas Fragrâncias

Erva Doce e Anis Fresco - Aroma quente, mas ao mesmo tempo refrescante e doce, lembrando a hortelã.
Lavanda de Provence - Aroma doce e suave característico da planta.
Flor de Gardênia com toque de Alecrim - Com aroma marcante e sensual da rainha das flores tropicais e a refrescância do alecrim.
Flor de Lótus e Maçã Vermelha - Possui aroma doce e muito envolvente.

Conheça os Produtos

Sabonete Líquido - contém em sua fórmula ingredientes que previnem o ressecamento da pele deixando-a mais macia e com toque sedoso.
Esfoliante hidratante corporal - as partículas esfoliantes e as esferas de cera ajudam a massagear e remover as impurezas e células mortas da pele. Contém óleo de amêndoa doce e vitamina E que possuem propriedades hidratantes, nutritivas e condicionantes.
Loção hidratante corporal - Com Vitamina E que hidrata a pele, o produto de textura leve promove a manutenção de uma pele macia e aveludada, sem deixá-la oleosa.
Body Splash - bastante utilizado quando as mulheres precisam sentir-se renovadas, o produto ajuda a manter a sensação de frescor e bem estar por todo o dia.

Valores:
Sabonete líquido - R$ 22,90
Esfoliante Corporal - R$ 24,90
Hidratante Corporal - R$ 27,90
Body Splash - R$ 29,90
Kit composto pelos 4 itens: R$ 99,00

SAC: (48) 3283.6000
www.akakia.com.br
www.twitter.com/akakia

Prefeito inaugura exposição e o Pavilhão das Culturas Brasileiras no Ibirapuera

Representantes da cultura hip hop se apresentam na mostra - Foto: Luiz Guadagnoli/Secom

O prefeito Gilberto Kassab abriu neste domingo (11) a exposição "Puras Misturas", que é a atração de estréia do Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque Ibirapuera. A instituição ocupa o Pavilhão Engenheiro Armando Arruda Pereira, um edifício de 11 mil metros quadrados projetado por Oscar Niemeyer nos anos 50 e tombado pelos órgãos de patrimônio histórico municipal, estadual e federal.

Após ser cenário da Bienal de Artes de São Paulo (1953) e do Pavilhão dos Estados durante o IV Centenário de São Paulo (1954), o prédio deixou de ser utilizado como espaço cultural para abrigar, por quase quatro décadas, a Prodam (Companhia de Processamento de Dados do Município de São Paulo). Agora, o espaço volta a oferecer eventos culturais para a cidade

Para o prefeito Kassab é muito importante que o prédio volte às suas origens. "Fico feliz não apenas pela exposição em si, mas pela nova utilização do equipamento que há décadas estava à disposição da administração pública. O correto é o que está acontecendo agora, que o local seja aberto para a cidade com exposições, mostrando a nossa cultura".

Na mostra de estréia do Pavilhão das Culturas Brasileiras podem ser vistas peças de arte erudita, popular e indígena adquiridas recentemente pela Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Departamento do Patrimônio Histórico, ou vindas de outras coleções públicas, com destaque para o acervo do antigo Museu do Folclore Rossini Tavares de Lima. A exposição reúne a riqueza e a diversidade da cultura brasileira, apresentando um diálogo entre variadas formas de criações artísticas produzidas em diferentes tempos e lugares.

Segundo Kassab, essa exposição ratifica São Paulo como centro principal da cultura brasileira. "São Paulo proporciona cada vez mais diversas oportunidades de cultura, como apresentação de exposições seja da cidade, do Estado ou do país. São Paulo já é um centro de serviços e procura oferecer esta mesma diversidade na área cultural".

A exposição "Puras misturas" ficará aberta de 13 de abril a 12 de setembro, das 9h às 18horas, na Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº, Portão 10 - Parque do Ibirapuera, São Paulo, SP.