Nossos Vídeos

sábado, 17 de abril de 2010

NOVO ESTÁDIO DO MORUMBI

COPA 2014: Comitê Paulista entrega a FIFA projeto reformulado do Morumbi

Novo plano soluciona problemas e atende às exigências da entidade

O Comitê Executivo Paulista para a Copa do Mundo de 2014 enviou nesta quinta-feira (15) para a FIFA uma nova revisão do projeto do Estádio do Morumbi. O plano, idealizado pela GMP - empresa alemã especialista em estádios contratada pelo São Paulo Futebol Clube - atende a todas as exigências técnicas apontadas pela entidade e visa resolver as necessidades para abrigar jogos importantes, como semifinais e a abertura. As revisões do projeto do Morumbi, assim como dos estádios das outras sedes, vêm acontecendo desde a escolha das 12 cidades, em maio do ano passado.

O novo projeto inclui várias mudanças com relação ao anteriormente enviado. "Acreditamos que o projeto atual esteja bem completo, qualificando tecnicamente o estádio para a abertura, que deve ser definida pela FIFA apenas em dezembro", afirma Caio Luiz de Carvalho, presidente da São Paulo Turismo (SPTuris) e coordenador do Comitê Paulista.

Entre as principais novidades estão:

- a requalificação dos anéis intermediário e inferior, com eliminação total dos chamados "pontos-cegos" e o consequente avanço das arquibancadas, que ficarão mais próximas ao gramado;
- o rebaixamento do campo em três metros, que também ajuda a melhorar a visibilidade e foi possibilitado graças à previsão de canalização do córrego do Antonico juntamente à construção de três piscinões que resolverão os problemas de alagamentos de toda a região - um grande ganho para os moradores;
- e o acréscimo de 82 novos camarotes.

"Esse é um processo dinâmico e aconteceu em todas as Copas do Mundo. Faz parte do procedimento a constante alteração do plano conforme as análises feitas pela FIFA e os relatórios que apontam o que deve ser melhorado", explica Ralf Amann, da GMP, que também foi responsável por projetos de estádios para a Copa da Alemanha. Segundo ele, no total, o Morumbi ficará com 67.450 assentos, sendo 60 mil pagos e o restante para imprensa e parceiros.

O projeto ainda prevê um túnel técnico subterrâneo para ser usado pela imprensa para o cabeamento da TV Compound até o estádio. A estrutura destinada às unidades móveis das emissoras estará localizada no piso superior da nova Praça Roberto Gomes Pedrosa, ao lado da área destinada ao Comercial Display (área funcional exigida pela FIFA para comercialização de produtos oficiais e ações dos patrocinadores). A nova formatação do entorno também inclui, além de praça com mais de 20 mil m², uma estação do monotrilho (parte do projeto da nova Linha 17 - Ouro da CPTM), que ficará a poucos metros do estádio, cuja operação especial durante a Copa está sendo estudada pelo Metrô e CET para diminuir a demanda de estacionamento destinado à imprensa e freqüentadores das vilas de hospitalidade da FIFA.

Ainda não há um prazo para a resposta da FIFA, mas os relatórios com as análises dos projetos anteriores foram enviados em menos de um mês. "Vamos aguardar, mas a expectativa é muito positiva", completou Caio Carvalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0