Nossos Vídeos

sexta-feira, 23 de abril de 2010

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DE MAIO

TEATRO
espetáculos

ALBERTINHO, O MENINO VOADOR
Cia Luzes e Lendas. Dois mecânicos trabalham em um novo projeto para o Sr. Alberto (Santos Dumont) e passam a comentar o que já ouviram falar da vida do"‘chefe", desda infância, os estudos, a viagem à França, e as experiências na construção de balões. Nesta conversa, os mecânicos ilustram a trajetória da vida do pai da aviação com objetos e bonecos de sombras. 50 min. Cineteatro.
02/05. Domingo, às 13h.

MÚSICA
shows
TODOS OS SONS
Difusão de todos os gêneros da cultura musical.

Rita Ribeiro
Com o show “Tecnomacumba– A Tempo e ao vivo.” O trabalho é uma celebração ao componente negro e ameríndio da identidade nacional; uma ode ao que a música popular brasileira e a eletrônica herdaram destes povos. No repertório, destacam-se as fusões, sobretudo entre MPB, sons eletrônicos, pontos e rezas das religiões afro-brasileiras. Rita Ribeiro disseca a base da MPB e da música eletrônica, ressaltando a musicalidade ancestral dos terreiros e batuques, espalhados pelo país. Acompanham a cantora os músicos banda Cavaleiros de Aruanda: Israel Dantas (guitarra), Lúcio Vieira (bateria e programação eletrônica) e Alexandre do Rosário (baixo). Palco da Orquestra Mágica.
01/05. Sábado, às 15h.

Duo Claro
Com Daniel Oliveira (clarinete) e Diogo Maia (clarinete). O Duo tem por objetivo a pesquisa e a divulgação de obras para clarinete. No repertório músicas de compositores variados, tais como: J. Rameau, Pixinguinha, Sttephen Sondheim, Jacob do Bandolin e Mozart. Café Aricanduva.
02/05. Domingo, às 15h.

SERVIÇO: SESC Itaquera
Endereço: Av. Fernando do E.S. Alves de Mattos, 1000.
Entrada: R$ 1,50 a R$ 7,00 (acesso à unidade de Quarta a Domingo)
Estacionamento: R$ 7,00
Informações: 11 2523-9200
ou acesse: www.sescsp.org.br/sescitaquera

Cursos gratuitos na Subprefeitura Vila Prudente

A Subprefeitura Vila Prudente/Sapopemba, por meio de sua Supervisão de Cultura, abriu inscrições para cursos gratuitos de artesanato em cartonagem, história da arte e origami.
Este ano, estão sendo oferecidos 14 cursos em diversos dias da semana - todos dentro da subprefeitura -, entre eles teatro, dança, canto, espanhol e ioga.
Mais informações podem ser obtidas e inscrições feitas pelo telefone 3397-0896 (falar com Elias ou Alessandra) ou pessoalmente na subprefeitura, na Avenida do Oratório, 172.
Os cursos oferecidos são todos gratuitos e de alta qualidade, pois os professores voluntários são especialistas em suas áreas de atuação. Em 2009, os cursos e eventos na subprefeitura atenderam mais de 6 mil pessoas.

CATs selecionam profissionais para trabalho noturno

São Paulo é uma cidade que não para, nem mesmo à noite. Por isso, a partir da próxima segunda-feira, dia 26, as unidades de atendimento do CAT, Centro de Apoio ao Trabalho, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, selecionam profissionais para o preenchimento de 402 vagas de trabalho no período noturno em funções do segmento de prestação de serviços.
O maior número de ofertas é para os cargos de pizzaiolo, operador de caixa, oficial de serviços diversos, monitor de recreação, garçom, balconista de padaria e atendente de lanchonete. Os salários variam R$ 510 a R$ 1000, conforme atribuição e empresa contratante. Além disso, também é oferecido o adicional noturno, vale transporte e alimentação. Cerca de 60% das oportunidades é para trabalhar nas regiões sul e norte, mas há vagas nas outras partes da cidade.
Para participar do processo seletivo, o profissional deve comparecer a unidade do CAT mais próxima de sua residência e apresentar RG, CPF e Carteira Profissional.


Serviço:

- Zona Sul Interlagos
Av. Interlagos, 6.122.
Horário de atendimento das 7h às 18h.

*CAT Avançado -Zona Sul / Jabaquara
Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 2314
Horário de atendimento das 8h às 17h.

- Zona Leste / Itaquera
Rua Gregório Ramalho, 12.
Horário de atendimento das 7h às 18h.

*CAT Avançado -Zona - Zona Leste / Itaim Paulista
Av. Marechal Tito, 3012
Horário de atendimento das 8h às 17h

- Zona Oeste / Lapa
Rua Monteiro de Melo, 342
Horário de atendimento das 7h às 18h.

- Zona Norte / Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1553.
Horário de atendimento das 7h às 18h.

*CAT Avançado Casa Verde
Av. Ordem e Progresso, nº 1001
Horário de atendimento das 8h às 17h.

-Zona Central / Luz
Av. Prestes Maia, 913.
Horário de atendimento das 7h às 18h

MÚSICA DO IMPROVISO TODA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA DE CADA MÊS

FACULDADE CANTAREIRA TRAZ MÚSICA DO IMPROVISO TODA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA DE CADA MÊS


O Curso Superior de Música da Faculdade Cantareira dedica a última sexta-feira de cada mês para grupos que têm em suas criações musicais a improvisação e a espontaneidade. O projeto, intitulado “Sexta do Improviso”, foi idealizado pelo Coordenador de Prática de Conjunto da faculdade, professor Bob Wyatt, e apresenta grupos consagrados que seguem a tradição dos grandes improvisadores de jazz e da MPB instrumental.

A apresentação do mês de abril, será por conta de Guilherme Ribeiro, Gilberto de Syllos e Carlos Ezequie. Os três músicos levam para o Estúdio Cantareira as músicas que criaram para a Série Play Along de Música Brasileira - projeto lançado pela Editora Souza Lima –, resultado de uma extensa pesquisa com o objetivo de levar aos estudantes de música um material completo de ensino focado na música instrumental brasileira. O repertório do show inclui composições dos três, como Samba ProMaceió (Guilherme Ribeiro), Treze Letras (Carlos Ezequiel) e Forró do Gorducho (Gilberto de Syllos) e outras.

Serviços:
Faculdade Cantareira
Rua Marcos Arruda, 729 – Bairro do Belém
Tel. (11) 2790-5900
Data: 30/04
Horário:12h30
Entrada: Franca

51 PALESTRAS GRATUITAS NA EXPO CIEE

Entre os palestrantes confirmados estão o ator Paulo Goulart e o gerente acadêmico da Microsoft

O programa das palestras que serão ministradas durante a 13ª Feira do Estudante - Expo CIEE 2010, promovida pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), tem tudo para agradar os interesses mais variados dos jovens. Nos dias 14, 15 e 16 de maio, das 10 às 20 horas, no Pavilhão da Bienal do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, os visitantes poderão assistir a 51 apresentações sobre carreiras, mercado de trabalho, comportamento e cultura. Entre os destaques da edição, está o ator Paulo Goulart, que dará uma oficina no primeiro dia do evento, às 15h30, sobre Técnicas de comunicação.

Há ainda opções para os estudantes mais ligados a assuntos relacionados ao mercado de trabalho, como a palestra de Walter Dias, gerente acadêmico da Microsoft, em que abordará o tema Oportunidades de carreira em tecnologia da informação (16/05, às 12h30). Como uma das novidades da Expo CIEE 2010 é o reforço das atrações culturais, a feira também contará com palestras sobre cinema, teatro, fotografia, mídias sociais e, até mesmo, histórias em quadrinhos.

Entre os convidados da área cultural estão: Reinaldo Cardenuto Filho, professor de Cinema na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap); Oswaldo Mendes, dramaturgo, ator e escritor; Lucille Kanzawa, fotógrafa; Alexandre Inagaki, criador do blog Pensar enlouquece; e Sidney Gusman, responsável pelo planejamento editorial da Maurício de Souza Produções. A agenda completa dos palestrantes está disponível no site www.feiradoestudante.ciee.com.br, pelo qual também é possível fazer a inscrição antecipada, agilizando assim a entrada na feira.

No ano passado, as palestras contatam com público de quase 14 mil pessoas.

Sobre o CIEE
Fundado há 46 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE é uma organização não governamental (ONG), filantrópica e sem fins lucrativos, que tem como finalidade principal a inclusão profissional de jovens estudantes no mercado de trabalho, por meio de programas estágio e de aprendizagem, contando com a parceria de 250 mil empresas e órgãos públicos de todo o País. Mantido pelo empresariado, sua atuação se pauta pela legislação específica: a Lei 11.788/2008 para o estágio e a Lei 10.097/2000 para a aprendizagem.

4ª Feira de Profissões e Mercado

Saber exatamente se o melhor é seguir a profissão do pai ou partir para outra área, ou quem sabe até mesmo fazer um curso superior ou primeiro um curso técnico, são dúvidas pertinentes de alguns estudantes brasileiros. Por conta disso, pelo 4º ano consecutivo, Ribeirão Preto (SP) sediará a maior feira de profissões do interior paulista, que acontecerá nos dias 19 e 20 de maio, no Centro de Eventos do Taiwan. A “4ª Feira de Profissões e Mercado – Profissão Sucesso” trará atividades culturais, palestras, debates com profissionais renomados das mais variadas áreas, gincana, além de oportunidade para tirar carteira de trabalho e outros documentos pelo Poupatempo.
O evento é destinado aos alunos de ensino médio, graduação, pré-vestibulandos, de pós-graduação, de cursos profissionalizantes, professores, pais e gestores educacionais. A feira já está com inscrições abertas para caravanas escolares. O cadastro das escolas pode ser feito gratuitamente no site www.profissaosucesso.com.br.
“A cada ano que passa o evento cresce. Conseguimos aumentar o número de participantes e a qualidade do que é mostrado para eles. Queremos com isso construir oportunidades para que jovens façam escolhas sólidas com garantia de um futuro promissor”, diz a jornalista Silvana Resende, idealizadora da Feira. Todas as mudanças na estrutura e formatação do evento são baseadas nas solicitações dos expositores, parceiros, palestrantes, visitantes e pelo Comitê Científico Colaborador. A coleta dessas informações é feita pela tabulação da ficha de avaliação preenchida no evento.
Personagens de Sucesso
Beto Batuta e Guida, a Margarida, são personagens que fizeram sucesso no ano passado e neste ano não ficarão de fora do evento. Os dois levam até à comunidade estudantil informações importantes sobre carreira, estudos, dicas culturais e notícias sobre educação. Quem quiser ficar por dentro das informações da dupla pode encontrá-los no Orkut, Twitter (BetoeGuida), Facebook e no blog http://betoeguidanafeiraprofissa.blogspot.com/
A Feira de Profissões ocupará 1,2 mil metros quadrados do Centro de Eventos Taiwan, que fica no quilômetro 310 da rodovia Ribeirão Preto/Bonfim Paulista. Em um palco de 180 metros quadrados serão apresentados esquetes teatrais, grupos musicais e outras manifestações artísticas. Outras atrações são a gincana entre as escolas, que agitou os estudantes em 2009 e promete muitas e a sessão “Histórias de Sucesso”, quando profissionais vão contar suas historias.

Previdência Social não reconhece tempo de contribuição de trabalhadores anistiados

O descumprimento da Lei de Anistia impede que trabalhadores, perseguidos políticos durante o regime da ditadura militar, recebam benefícios previstos pela Previdência Social. Segundo a Lei nº 10.559/2002, a contagem por tempo de contribuição é direito de todo trabalhador anistiado político, sendo vedada a exigência de qualquer contribuição previdenciária durante o período em que foi concedida a anistia. Contudo, na prática, o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) não reconhece este direito.

A advogada previdenciária, Marcelise Azevedo, que representa clientes que se enquadram nesta situação, explica que mesmo após a publicação da Portaria, expedida pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, e com toda a documentação em mãos, os trabalhadores não conseguem averbar o período anistiado para fins previdenciários.

"Estes trabalhadores possuem o direito de restauração de sua situação previdenciária como se estivessem efetivamente vinculados ao Regime Geral de Previdência, outrora segurado. Afinal, se não fosse o 'tempo de perseguição' de que o anistiado político foi vítima, este teria vertido normalmente contribuições ao seu Regime de Previdência Social", explica.

Para a advogada, a situação atual enfrentada por estas pessoas também traz à tona a dívida moral do Estado, acumulada por erros ocorridos durante a ditadura militar, principalmente na década de 1970. Como o INSS não reconhece, administrativamente, o período de anistia política para efeitos previdenciários, é preciso tomar alguns cuidados, como explica a advogada previdenciária, Wéllida Brito.

“Temos ajuizado ações neste sentido junto à Justiça Federal. Os trabalhadores que se encontram nestas condições devem buscar uma assessoria jurídica, munidos da cópia da Portaria do Ministério da Justiça, que determinou a sua anistia, e de documentos pessoais”, alerta Wéllida, que incentiva a busca pelo reconhecimento legal dos direitos usurpados nos tempos de repressão.

“Ignorar este direito, além de ser uma afronta à legislação pátria, é desconsiderar o sentido maior da anistia: devolver o status quo ante ao anistiado, inclusive a sua contagem de tempo de contribuição. Esta é uma medida de interesse público editada para assegurar a paz social, devendo ser-lhe direcionada a interpretação mais ampla possível. Assim, estaremos fazendo justiça ao trabalhador, anistiado político que, por razões de perseguições políticas, deixou de verter as suas contribuições à Previdência Social”, diz.

Atualmente existem 66 mil processos protocolados na Comissão de Anistia do Ministério da Justiça Deste total, aproximadamente 54 mil já foram apreciados, o que possibilita a garantia de contagem de tempo de contribuição dos anistiados políticos, junto à Previdência Social.

BAIXA OFERTA DE IMÓVEIS FAZ O PREÇO DO ALUGUEL DISPARAR

Nos últimos 12 meses, o aumento acumulado foi de 10,02%


Devido a escassez de oferta de imóveis, o preço do aluguel tem sofrido sucessivas altas este ano. O valor do aluguel dos contratos novos residenciais subiu 10,02% no acumulado dos últimos 12 meses na capital paulista. O percentual é quatro vezes maior do que a variação de 1,94% do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) no período, utilizado como base de reajuste de 90% dos contratos antigos.

Com o aumento, um imóvel que podia ser alugado por R$ 1.000 há um ano, passou a ser oferecido no mercado por R$ 1.100 em março. Já os contratos de inquilinos com aniversário em março e com correção pelo IGP-M passaram para R$ 1.019,40, diferença de R$ 80,60. O levantamento do Secovi (Sindicato da Habitação) de São Paulo foi obtido pela Folha.

Na comparação mensal, houve variação de 2% ante fevereiro, a maior desde julho de 2008. O vice-presidente de gestão patrimonial e locação do Secovi, Francisco Crestana, destaca que a recuperação da renda com aluguéis vem ocorrendo nos últimos anos após uma década de estagnação. "Um dos principais fatores para o aumento dos preços é a baixa oferta de imóveis. Por muitos anos, os proprietários foram desestimulados a colocar as unidades no mercado e muitos preferiram deixar eles fechados".

Segundo a Administradora e Imobiliária ORG, com as recentes mudanças na Lei do Inquilinato, espera-se que os donos de imóveis voltem a alugar, o que poderá fazer com que esses aumentos desacelerem. "Além disso, há unidades que estão em construção e que também poderão ser oferecidas para locação", afirma João Carlos Jimenez, dirigente da ORG.



No mês passado, o fiador foi a garantia utilizada em metade dos contratos de imóveis analisados na capital, seguido pelo depósito em dinheiro ou caução (30%) e pelo seguro-fiança (20%). A pesquisa do Secovi mostrou também que casas e sobrados demoraram entre 10 e 27 dias para serem alugados, enquanto os apartamentos, de 16 a 34.

Embora o momento econômico seja favorável ao setor, com o aumento da renda da população e do consumo, esse cenário está ocorrendo, porque o mercado de locação, ao contrário do de vendas, passa por um período em que as unidades disponíveis não são capazes de atender a demanda.

Pode-se observar o reflexo do aumento da renda na demanda por locação. Nas áreas periféricas houve redução de preços, enquanto que nas áreas centrais notou-se um aumento.

"Há quatro ou cinco anos atrás havia imóveis sobrando, hoje há dinheiro e demanda, mas o mercado não expande por falta de unidades. Essa situação é devido a fatores, como a migração de pessoas das regiões periféricas para as áreas centrais e famílias que moravam em uma só residência e agora estão conseguindo separar os lares", justifica João Carlos.

A escassez de oferta de imóveis não está relacionada apenas ao aumento da procura, mas também a baixa produção de imóveis para o perfil de renda baixa. Nos últimos anos, a oferta de imóveis novos de um ou dois dormitórios, a mais procurada por essa fatia da população foi muito tímida.

Outro ponto importante para Horta é que não falta habitação para quem tem milhões para gastar, mas a queda na procura fez com que as construtoras desacelerassem o ritmo de projetos para a classe A e se voltassem para os imóveis de dois dormitórios. "Por mais que o boom imobiliário esteja se recuperando, o grosso das vendas de imóveis é de unidades ainda em construção, o que poderá levar algum tempo até ficarem prontas", conclui o diretor da ORG.

Mais Informações:

Administradora e Imobiliária ORG
Endereço: Rua Monte D'Ouro, 48 - Tucuruvi - SP.
Tel.: (11) 2832 5454
Site: www.imobiliariaorg.com.br
Email: 50anos@imobiliariaorg.com.br

Itaquera recebe viaturas da Polícia Ambiental no Parque do Carmo

Em 19/04, o subprefeito de Itaquera Roberto Kazushi Tamura acompanhado da chefe de gabinete, Alice Coutinho Magro, participaram da cerimônia de entrega de novas viaturas destinadas para a Guarda Civil Ambiental. Foram entregues à região de Itaquera três novas viaturas que serão usadas no Programa de Proteção ambiental. Estiveram presentes também o chefe superintendente de operações da Guarda Civil Metropolitana, Dalmo Luiz Coelho Álamo, o inspetor chefe regional de Itaquera, Marcos dos Santos Queiroz e o diretor do Parque do Carmo, José Augusto Guedes Candeloro.

As novas viaturas irão reforçar o trabalho e tornar mais efetiva a preservação ao Meio Ambiente, ao mesmo tempo em que proporcionará velocidade nas ações mais difíceis e também contribuirá para o trabalho da Operação Defesa das Águas. Os novos veículos são equipados com sinalizador acústico e visual, GPS, rádio transceptor móvel, grafismo e tração nas quatro rodas para obter mais velocidade nas ações difíceis, aonde uma viatura comum não entraria. Os crimes ambientais serão combatidos de forma mais eficaz. "Agradeço ao prefeito Gilberto Kassab que vem demonstrando compromisso com a proteção ambiental. E ressalto a importância de Itaquera para o desenvolvimento da Zona Leste, precisamos ter preocupação ambiental para prevenir", disse o subprefeito Tamura.

Fotos: Renata J. Silva

A guarda Ambiental de Itaquera conta com 29 Guardas Municipais que atuam no policiamento preventivo nas áreas de maior incidência de vegetação, tais como a Colônia Japonesa I e II, APA do Iguatemi, APA do Carmo, Gleba do Pêssego. Além da prevenção contra ocupações irregulares em áreas de risco. "Atuamos na proteção escolar, na proteção ao meio ambiente, na proteção aos agentes públicos e patrimônio, na preservação do espaço público e na proteção às pessoas em situação de risco, de forma a aumentar a sensação de segurança e melhorar a qualidade de vida da nossa população", declarou o Inspetor Chefe Regional de Itaquera, Marcos dos Santos Queiroz.

As trinta novas viaturas são o resultado do investimento da parceria entre os governos Federal e Municipal, foram aplicados R$3.952.152 pelo Pronasci e R$ 907.848 mil foram investidos pela administração municipal. Além do contrato de vigência por 24 meses, que incluem a manutenção e prestação de serviços, garantindo a reposição automática de peças e manutenção.

CISA alerta para os perigos do consumo do álcool durante a gestação

O CISA - Centro de Informações sobre Saúde e Álcool, organização não governamental que se destaca como uma das principais fontes no País sobre o tema, alerta para os problemas para a saúde do feto e da própria mãe ocasionados pelo consumo de álcool durante a gravidez. Estudo* realizado com 4.088 mulheres grávidas norte-americanas indicou que cerca de 30% das entrevistadas beberam em algum momento da gravidez. O comportamento, além de prejudicar a saúde do feto, também pode levar a mãe a óbito precoce. De acordo com pesquisa realizada nos EUA, em 2008, **, houve um aumento da mortalidade geral entre mulheres que beberam no período de gestação.
Entre as consequências relacionadas ao consumo de álcool durante a gravidez, a mais grave e comum é a Síndrome Fetal Alcoólica (SFA), apontada como a maior causa evitável de retardo mental em crianças. A gravidade dos sinais e sintomas do problema sofre influência da quantidade, frequência e tempo de consumo de álcool pela mãe durante a gravidez. No entanto, evidências científicas sugerem que mesmo doses pequenas de álcool podem levar à síndrome.
A criança com SFA apresenta baixo peso ao nascer, alterações faciais, déficit neurocognitivos e comportamentais. As alterações neurológicas mais comuns são hiperatividade, impulsividade, déficit de atenção, aprendizado e memória, problemas com a visão espacial e dificuldades em compreender as consequências dos seus atos.
Portanto, para ter uma gravidez com saúde para mãe e bebê, a principal recomendação do CISA é evitar totalmente o álcool durante a gravidez.



*Fonte: Ethen MK, Ramadhani TA, Scheuerle AE, Canfield MA, Wyszynski DF, Druschel CM, Romitti PA.Alcohol consumption by women before and during pregnancy. Matern Child Health J. 2009 Mar;13(2):274-85.

**Fonte: Berg JP, Lynch ME, Coles CD. Increased mortality among women who drank alcohol during pregnancy. Alcohol. 2008 Nov;42(7):603-10.



Sobre o CISA
O Centro de Informações sobre Saúde e Álcool - CISA, organização não governamental lançada em 2004 pelo psiquiatra e especialista em dependência química Arthur Guerra de Andrade, é hoje a maior fonte de informações no País sobre o binômio álcool e saúde. Por meio de seu website (www.cisa.org.br), o CISA dispõe de um banco de dados com mais de 1.600 títulos, desde publicações científicas reconhecidas nacional e internacionalmente, dados oficiais, até notícias publicadas em jornais e revistas destinados ao público em geral. Além de estar comprometido com o avanço do conhecimento na área de saúde e álcool, o Ce ntro também atua na prevenção do abuso e nos problemas do uso indevido da substância, por meio de parcerias e elaboração de materiais de apoio a pais e educadores.

Prefeitura entrega mais de 300 escrituras de imóveis regularizados em Cidade Tiradentes

A Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab) celebrou os 26 anos de Cidade Tiradentes, dia 21, com a entrega de 330 títulos de imóveis regularizados a mutuários que estavam inadimplentes.
Considerado o maior complexo habitacional da América Latina, o distrito bateu recorde de adesões ao Programa de Recuperação de Crédito 1000. Cerca de metade dos 19 mil devedores da região já aderiu ao programa para renegociar suas dívidas.
Criado em maio de 2008, o Programa 1000 foi aperfeiçoado para se adaptar à realidade financeira dos mutuários e atender mais devedores. Por causa do longo período de inadimplência, sobre o qual recai multa e juros - existem pessoas em Cidade Tiradentes que nunca pagaram sequer uma parcela -, o saldo devedor desses apartamentos chegava a ser cinco vezes o valor do imóvel, o que tornava inviável o pagamento. A solução encontrada pelos técnicos da Cohab foi substituir o contrato original por novo.
O prazo de parcelamento da dívida continua sendo até 300 meses, mas foram criadas duas faixas de avaliação para os imóveis, possibilitando aos inadimplentes se enquadrar de acordo com sua renda familiar. Para a faixa de R$ 25 mil, as parcelas mensais são fixas, de R$ 97; na de R$ 42 mil, as prestações variam, são de R$ 139 (até o 100º mês), de R$ 168 (do 101º ao 200º mês) e de R$ 186 (do 201º ao 300º mês). Nos dois casos, há desconto de 15% para quitação à vista.
A simplificação do processo de adesão possibilita ainda que o devedor renegocie sua dívida pela internet. Os moradores devedores que não sejam os mutuários originais (a maioria, 75%) nem têm documento de propriedade podem, além de saldar as dívidas, regularizar sua situação e ter o imóvel em seu nome. "Com o ajuste do valor das prestações, a possibilidade de regularização jurídica e a facilidade de adesão pela internet, o Programa 1000 resultou em 118% de aumento dos adimplentes em Cidade Tiradentes. Um sucesso inquestionável", comemora o presidente da Cohab.
Cerca de 20 mil pessoas participaram das festividades de aniversário de Cidade Tiradentes promovidas pela Prefeitura na avenida dos Metalúrgicos, com música, desfile militar e shows a cargo da Rádio Tropical FM. Para muitas famílias presentes que adquiriram suas moradias pela Cohab, o evento mais importante foi o recebimento do título de seu imóvel regularizado.

Secretaria de Assistência Social inaugura Centro para Criança e Adolescente no bairro

Como parte das comemorações do 26º aniversário de Cidade Tiradentes, aproximadamente 200 pessoas, entre autoridades e moradores da região, estiveram presentes à inauguração do Centro para Criança e Adolescente (CCA).
"Unimos força para criar esta obra que olha para o futuro. Quando você educa e cuida da criança e do adolescente, forma um cidadão. É com grande satisfação que oferecemos este espaço", disse a vice-prefeita e secretária municipal de Assistência Social.
A alegria estava estampada nos rostinhos das 60 crianças e adolescentes beneficiados pelo projeto. Um conjunto de atividades socioculturais e esportivas será oferecido aos inscritos na rede socioassistencial que tenham idade entre 6 e 14 anos. E, melhor ainda, sempre no horário oposto ao escolar, o chamado contraturno.
A fundadora da Ação Comunitária de Cidade Tiradentes, Maria da Graça dos Reis, também conhecida como dona Graça, afirmou que esta é uma ação forte que existe entre a Assistência Social e o trabalho com a comunidade. "É muito mais que uma parceria", disse.
Nesta unidade de Cidade Tiradentes, situada na Avenida dos Metalúrgicos, são oferecidas 60 vagas, divididas nos períodos da manhã (8h às 12h) e da tarde (13h às 17h). São 120 m2 de área construída, com brinquedoteca, cozinha e banheiro para deficiente. A sala de múltiplo uso é destinada para aulas, oficinas de arte, palestras e adaptada para refeições. A primeira turma receberá o café da manhã e a segunda, o almoço. A parte esportiva será desenvolvida em parceria com o Clube André Vital, situado na mesma área do projeto.
"As crianças são multiplicadoras. Repassam às outras tudo o que aprendem. No CCA, elas terão oportunidade de serem instruídas e melhor preparadas para a sociedade", diz Shirley Cristina Carrilho, mãe de duas crianças inscritas no projeto.
Com 375 unidades distribuídas no município de São Paulo, o processo de encaminhamento dos usuários é realizado pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) responsável pela área.

SHOPPING PENHA TERÁ VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE H1N1

Pessoas de 20 a 29 anos, idosos com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas poderão se vacinar


O Shopping Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, e o Shopping Penha, na zona leste, participarão da campanha de imunização contra o vírus da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína. O Campo Limpo abrigará um posto de vacinação entre os dias 24 e 30 de abril, no Fraldário, localizado no Piso Campo Limpo, enquanto o Penha terá um posto na entrada do Piso Antonio Lobo, apenas neste sábado, dia 24.

No Campo Limpo serão vacinados idosos com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas, como por exemplo, imunodepressão (organismo debilitado), pacientes transplantados, com câncer ou em tratamento para AIDS. Também entram nesse grupo pessoas que fazem uso de medicação imunossupressora, portadores de hemoglobinopatias (doenças genéticas do sangue), cardiopatias, pneumopatias, doenças renais crônicas e doenças metabólicas (diabetes mellitus e obesidade mórbida). No Penha, além dessas pessoas, também poderão ser vacinados adultos com idade de 20 a 29 anos.

O posto estará sob a responsabilidade de profissionais de saúde da UBS Jardim Germânia, no Campo Limpo e do Ambulatório de Especialidades Maurice Patê Penha, no Penha. Pessoas com histórico de alergia às proteínas do ovo de galinha devem consultar um médico antes de utilizar a vacina.
Vale ressaltar que a vacina é segura e já está em uso em outros países, não tendo sido observada nenhuma relação entre seu uso e a ocorrência de eventos adversos graves. Há possibilidade apenas de reações leves, como dor local, febre baixa, dores musculares, mas que desaparecem em torno de 48 horas.

SERVIÇO - Vacinação contra gripe Influenza A (H1N1)
Shopping Campo Limpo (idosos com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas)
Data: 24 a 30 de abril
Horário: 24 e 25 de abril, das 14h às 22h
26 a 30 de abril, das 11h às 14h
Local: Estrada do Campo Limpo, 459
Informações: 11 2144-3500

Shopping Penha (adultos de 20 a 29 anos, idosos com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas)
Data: 24 de abril
Horário: 10 às 17h
Local: Shopping Penha - Rua Dr. João Ribeiro, 304, no bairro da Penha (Entrada do Piso Antônio Lobo)
Informações: 4003-7210

Artrite reumatóide: doença afeta, principalmente, a capacidade laboral e a qualidade de vida

Se a pessoa já tem artrite reumatóide, encontrará certa dificuldade para digitar porque a mão vai se deformando com a doença. Mas, se ela consegue trabalhar, não precisa afastar-se do computador, porque ele não interfere na evolução da doença

Segundo o estudo português Artrite Reumatóide em Portugal - Viver ou Sobreviver?, divulgado no início de abril, em Portugal, um em cada dez doentes com artrite reumatóide, naquele País, foi "obrigado" a pedir a aposentadoria antecipada devido ao impacto da doença. A pesquisa, realizada, em 2009, pela Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide, Andar, revelou também que os pacientes que se aposentaram antecipadamente devido à artrite reumatóide continuam se queixando do seu estado de saúde, mesmo depois de abandonar as atividades laborais. De acordo com a associação, em Portugal, a artrite reumatóide atinge mais de 40 mil pessoas, e as mulheres, entre os 30 e os 50 anos, são as grandes vítimas desta doença que atinge principalmente as articulações.
“ A doença é a segunda patologia reumática que mais acomete a população no Brasil, só sendo superada pela osteoartrose. Especialmente, nas pessoas com mais idade, essa doença provoca deformidades nas articulações e as mãos adquirem características típicas do reumatismo. No Brasil, as doenças reumáticas representam o segundo maior gasto do país relativo às faltas ao trabalho e à aposentadoria por invalidez. Como a artrite reumatóide é uma doença grave, progressiva e incapacitante, para requerer o benefício por incapacidade é preciso marcar uma perícia médica no INSS”, explica o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).

Atualmente, tramita no Senado Federal, o Projeto de Lei N °467/03 que pretende estender aos servidores portadores de lúpus, epilepsia ou artrite o direito à aposentadoria com proventos integrais. Em sua justificativa, o senador autor da proposta ressalta as características das três doenças, suas consequências para o ser humano, o fato de serem incuráveis e como esses males acabam por incapacitar o trabalhador para as suas tarefas diárias.
Manifestações do reumatismo
O reumatismo é uma doença que acomete crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, e existem tipos preferenciais de acordo com a idade. A febre reumática, por exemplo, acomete principalmente crianças. O lúpus eritematoso sistêmico, uma doença auto-imune, em geral, se manifesta no sexo feminino, durante a puberdade, quando ocorrem alterações hormonais em virtude da transformação do sistema endócrino. “Já nas pessoas de mais idade, os tipos predominantes são, sem dúvida, a artrose e a artrite reumatóide”, diz o reumatologista.
Em geral, quando falamos em artrite, estamos nos referindo à artrite reumatóide, doença que envolve alterações de genes ligadas a um fator externo que não se conhece exatamente qual seja, mas que desencadeia o processo. “Comumente, é fácil encontrar pessoas que fazem confusão entre artrose e artrite. Basicamente, a diferença entre osteoartrite, nome correto da artrose, e artrite reumatóide é que a primeira acomete pessoas de idade mais avançada, enquanto a segunda pode ocorrer em todas as idades e sua incidência é maior no sexo feminino”, afirma o diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).
Em relação ao tipo de articulação atingida, há também algumas diferenças. “Embora ambas acometam as mãos, na artrite reumatóide, as articulações envolvidas são as mais proximais, ou seja, as mais próximas do punho e o próprio punho”, diz Lanzotti. Na osteoartrite, são mais atingidas as articulações distais, especialmente a interfalangiana distal, localizada mais perto das unhas e há a formação de pequenos nódulos, chamados nódulos de Heberben.
Praticamente todas as pessoas com mais de 60 anos têm artrose. “Por isto, é preciso proteger tudo o que está em volta das articulações: ligamentos, tendões, músculos. A atividade física correta ajuda a manter e a desenvolver adequadamente as estruturas que cercam a articulação a fim de garantir a movimentação”, explica Sergio Lanzotti.
Se a pessoa tem uma dor no joelho e fica sentada o dia todo assistindo à televisão, os músculos acabam se atrofiando e, um dia, ela não se levantará mais. “O paciente acha que a artrose destruiu seu joelho. Grande parte das vezes, a doença é discreta, mas não há mais músculos para andar. Por isso, os cuidados com os idosos estão mais ligados à preservação dessas estruturas do que propriamente ao tratamento direto da articulação”, alerta o médico. Atualmente, existem medicamentos anti-artrósicos, que bloqueiam ou diminuem a ação da osteoartrose. “O transplante de cartilagem já existe, porém ainda é considerado um método com limitações e que não apresenta a efetividade que se esperava do método, no início de seu emprego”, observa o diretor do Iredo.
Já quem sofre com artrite reumatóide apresenta alterações na articulação metacarpofalangiana, que se localiza entre os ossos da mão e a primeira articulação dos dedos. Estes desvios são chamados de desvios cubitais. “Normalmente, os tendões flexores e extensores dos dedos precisam ficar bastante equilibrados. Quando as articulações metacarpofalangianas inflamam, eles se deslocam para o lado cubital. Disso decorre outra alteração importante, o zigue-zague da articulação interfalangiana proximal. Essa deformidade é chamada de pescoço de cisne, por causa da conformação que o dedo assume se visto de perfil”, explica Sergio Lanzotti.
Muitas dores...
Quem tem artrite reumatóide se queixa de uma dor constante, que vai deixando o paciente irritado e, posteriormente, deprimido. “No começo, dor e rigidez se manifestam só pela manhã. O paciente acorda e se ‘sente enferrujado’. Suas mãos estão duras e doloridas e só depois de uma hora voltam ao normal. Daí em diante, os sintomas desaparecem para reaparecer na manhã seguinte. Isso acontece porque o processo inflamatório está começando a estabelecer-se e, durante o repouso, a pessoa acumula líquido dentro das articulações. Quando acorda, enquanto não se movimenta o bastante para reduzir a quantidade de líquido dentro da cápsula, a dor não desaparece”, esclarece o médico.
Um dos problemas dos quadros de artrite reumatóide é que os pacientes se acostumam com estes sintomas matinais e deixam de procurar o médico quando eles aparecem. “Os que procuram um médico especialista no estágio inicial do quadro, terão um melhor prognóstico da doença, pois o reumatologista pode indicar a medicação mais adequada para cada caso, o que proporcionará ao paciente uma evolução muito melhor. Como para estabelecer um quadro completo da doença, registrando alterações clínicas e laboratoriais, é necessário tempo, no caso de suspeita de artrite reumatóide, é possível ir tratando a doença para evitar os sintomas desagradáveis dela decorrentes”, conta Lanzotti.
Tratamento apropriado
No passado, esperávamos que os sintomas da artrite reumatóide ficassem realmente incômodos para iniciar o tratamento porque os efeitos colaterais dos remédios eram problemáticos. “Hoje, há uma tendência entre os reumatologistas de iniciar precocemente o tratamento para que as deformidades - motivo pela qual a doença se torna incapacitante - não surjam. No entanto, o tratamento de doenças com conotação genética visa tirar o paciente da crise e fazer com que ele volte ao seu estado normal, porque houve uma remissão da doença. Isso acontece com inúmeras patologias: diabetes, hipertensão, bronquite asmática, enxaqueca. O reumatismo se encaixa neste quadro também. É uma doença incurável, que demanda tratamento contínuo, mas que permite que o paciente leve uma vida normal”, explica o reumatologista.
Sergio Lanzotti explica que, nos últimos anos, os avanços no tratamento da artrite reumatóide foram muitos. “Há 50 anos, quando surgiu a cortisona, ela era utilizada amplamente nos pacientes que sofriam de artrite com excelentes resultados no combate à dor. Achávamos que tínhamos encontrado a cura para a artrite reumatóide. Pouco tempo depois, porém, verificou-se que os efeitos colaterais dos corticóides, especialmente em doses altas, eram piores do que a própria doença e o uso de cortisona foi cada vez menos indicado. Hoje, sabemos que doses pequenas de corticóides, aplicadas por períodos curtos, desempenham papel importante no tratamento da artrite reumatóide”, diz o médico.
A descoberta de novos antiinflamatórios foi mais uma arma para fazer com que a doença regrida. “Os medicamentos produzidos por engenharia genética são opções terapêuticas, mas por serem extremamente caros impedem a utilização ampla pela população afetada pela doença. Estamos confiantes nas novas pesquisas, pois, cada vez mais, estamos chegando mais perto dos genes responsáveis pelo aparecimento da doença. Na hora em que conseguirmos manipulá-los para impedir sua manifestação, terá sido dado o passo definitivo para o controle dessa enfermidade”, explica o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).

CONTATO:
http://www.iredo.com.br
contato@iredo.com.br
http://vivendosemdor.wordpress.com
http://twitter.com/sergiolanzotti

Reprodução humana na tv: o debate gira agora, em torno, da criopreservação de sêmen

A exemplo do novo Código de Ética Médica,as resoluções éticas de temas específicos, como a que dispõe sobre reprodução assistida, precisam ser aprimoradas à luz da prática médica mais atual e dos anseios da população


Após ler um artigo sobre reprodução humana e os aspectos éticos ligados aos avanços da ciência genética, Elizabeth Jhin, autora brasileira da telenovela Escrito nas Estrelas começou a pensar em como seria uma mulher gerar um filho com o sêmen de um homem já falecido e a questionar as implicações desse ato na esfera espiritual. Segundo a autora de novelas, não demorou muito para ela percebesse que tinha em mãos um tema interessante, que podia servir como pano de fundo para contar uma bela história de amor. Será?
As telenovelas brasileiras usualmente têm enfocado aspectos da reprodução humana assistida. Vale lembrar Barriga de Aluguel, Laços de Família, O Clone, Caminho das Índias, dentre outras menções na teledramaturgia. Temas como a gestação substituta (barriga de aluguel), a perspectiva de alguém ter um filho para possibilitar transplante de medula óssea para outro filho com leucemia, testes de paternidade, clonagem reprodutiva e congelamento de óvulos já foram tratados. O mote atual é a criopreservação de sêmen e a vontade do pai de ter um neto do filho morto.
O problema de infertilidade humana abriga, sem dúvida, os maiores dilemas éticos da Medicina na atualidade. “Os avanços da ciência colocam em debate preceitos éticos. Não podemos criar obstáculos às pesquisas científicas, mas não podemos esquecer preceitos éticos tão importantes na prática médica. As implicações dos modernos procedimentos da reprodução assistida nas relações humanas exigem profunda reflexão e não se exaurem no âmbito dos profissionais da área, dos pesquisadores, dos legisladores e dos juristas”, observa o Prof° Dr. Joji Ueno, ginecologista, diretor da Clínica GERA.
Desde o nascimento da inglesa Louise Brown, conhecida como o primeiro bebê de proveta do mundo, muitas questões éticas, com grande impacto na mídia e na opinião pública, têm sido colocadas à prova, seja em relação às mais simples e precursoras técnicas de inseminação artificial até as técnicas modernas de fertilização in vitro, passando pelas situações complementares como doação de óvulos, sêmen, embriões, sexagem, assim como o congelamento de material biológico reprodutivo e de embriões.
“Nesta seara, novas questões éticas têm sido colocadas e velhos dilemas têm sido revisitados, seja em função do exercício da Medicina, da cultura em transformação, da ética em pesquisa, ou da implementação de novas políticas de saúde. O pano de fundo dessa discussão abriga a falta de consenso entre os conceitos de maternidade e paternidade biológica e afetiva, o direito dos filhos de conhecerem suas origens biológicas, as repercussões jurídicas em relação à herança e patrimônio, o funcionamento de bancos de óvulos e esperma, a gestação de substituição, o destino de embriões congelados e a clonagem terapêutica de células embrionárias, dentre outros entraves”, destaca Joji Ueno.

Sobre a criopreservação de sêmen
“Doutor, é correto ou não o que o personagem da novela deseja fazer?”, esta é a pergunta mais ouvida nas clínicas de reprodução humana nos últimos dias.
“Sem entrar no julgamento ético do personagem ou dos autores da novela, optamos por esclarecer a população sobre os procedimentos usuais realizados com o sêmen congelado, para que conclusões e decisões no campo reprodutivo possam ser tomadas de maneira mais consciente”, diz Joji Ueno, que também dirige o Instituto de Ensino e Pesquisa em Medicina Reprodutiva de São Paulo.
Normalmente, os especialistas em reprodução humana indicam a criopreservação de sêmen para pacientes que tem alguma doença que induza à infertilidade ou iniba a espermatogênese. “O candidatos usuais são indivíduos em idade reprodutiva e com qualquer tipo de câncer, que serão submetidos à radioterapia e/ou quimioterapia ou a cirurgias que possam com¬prometer o seu potencial fértil. Recomenda-se a criopreservação, antes do início do tratamento específico”, explica Joji Ueno.

Além da preservação da fertilidade do paciente com câncer, há indicações para a manutenção de um banco de sêmen terapêutico para uso em técnicas de reprodução assistida, tais como:

• Inseminação com sêmen do parceiro: nos casos de ausência temporária ou definitiva do mesmo, baixa freqüência sexual e disfunção erétil;
• Programas de fertilização in vitro e micromanipulação de gametas: possibilita inseminações programadas em um mesmo ciclo de tratamento. Também permite a coleta fora do dia do procedimento de reprodução assistida, permitindo maior liberdade do paciente sem o estresse da coleta;
• Criopreservação de sêmen para indivíduos que desejam ser submetidos à vasectomia, objetivando preservar a fertilidade futura;
• Criopreservação dos espermatozóides obtidos durante microcirurgias para reconstrução do sistema reprodutivo, como a reversão da vasectomia;
• Também se aplica a criopreservação dos espermatozóides obtidos por técnicas cirúrgicas do epidídimo ou do parênquima testicular para utilização em micromanipulação de gametas: ICSI - injeção intracitoplasmática de espermatozóides;
• Criopreservação de sêmen de indivíduos que trabalham em profissões de alto risco, como por exemplo: mergulhadores de elevada profundidade, indústrias químicas, exposição a agrotóxicos e pesticidas e exposição a radiações ionizantes.

Outras considerações importantes

A grande controvérsia acerca da inseminação artificial homóloga post mortem vem se caracterizando pela capacidade sucessória da criança concebida nesta técnica de reprodução assistida. “A reprodução medicamente assistida, tida como um avanço para a comunidade científica, carrega controvérsias jurídicas, que com certeza trarão debates acalorados ainda”, diz o Prof° Dr. Joji Ueno.

Com relação ao biodireito, a legislação brasileira ainda engatinha. Os novos dispositivos acrescentados ao art. 1.597 do Novo Código Civil se mostram insatisfatórios, uma vez que não regulam, e muito menos autorizam a reprodução assistida, apenas a constatam. Em relação ao tema, a literatura no que se refere a livros é pouco abrangente, poucos juristas abordam o assunto em profundidade e outros tantos sequer o abordam. Porém, o número de artigos jurídicos, inseridos na rede mundial de computadores, vem crescendo a partir da entrada em vigor do Novo Código Civil, o que mostra a preocupação do setor jurídico, na busca de melhor assimilar os conceitos e buscar entendimentos em relação aos vários questionamentos produzidos sobre a reprodução assistida.

“Muito embora o Conselho Federal de Medicina tenha previsto na resolução N° 1.358/92, que no momento da criopreservação, os cônjuges ou companheiros devem expressar sua vontade, por escrito, quanto ao destino que será dado aos pré-embriões criopreservados, trata-se de norma ética de conduta médica para utilização das técnicas de reprodução assistida, não de norma jurídica, o que certamente pode disseminar opiniões divergentes”, destaca o diretor da Clínica GERA.
CONTATO:
www.clinicagera.com.br
http://medicinareprodutiva.wordpress.com
http://twitter.com/jojiueno

Nutrição e Enfermagem da UnG promovem atendimento gratuito

Neste sábado, dia 24, das 9h às 17h, o curso de Nutrição da Universidade Guarulhos (UnG) atenderá gratuitamente a população. A iniciativa é uma das atrações da 3.ª edição da ação social promovida pela Associação Beneficente da Assembléia de Deus de Guarulhos.

Alunos e professores do curso irão orientar os visitantes do evento sobre hábitos alimentares saudáveis.

A ação acontecerá na Escola Municipal Faustino Ramalho (Av. Palmira Rossi, s/n.º, Recreio São Jorge, Guarulhos).

Enfermagem

Na segunda-feira (26) é a vez do curso de Enfermagem da UnG oferecer serviços gratuitos. Das 10h às 16h, em três lojas do Hipermercado Extra, estudantes e professores irão aferir a pressão arterial e fazer testes de glicemia gratuitamente, em alusão ao Dia do Hipertenso. A iniciativa é fruto da parceria entre diversas entidades. Universidade Guarulhos, Grupo Pão de Açúcar e Diário Regional são algumas delas.

Os atendimentos da UnG serão nos seguintes endereços:

Drogaria Extra Guarulhos – Av. Antonio de Souza , 300, Jd. Sta. Francisca

Drogaria Extra Bosque Maia – Av. Salgado Filhos, 1301, Jd. Santa Mena, Guarulhos

Drogaria Extra Freguesia do Ó – Av. Nossa Sra. do Ó, 1759, Limão, São Paulo

Secretaria de Subprefeituras realiza maior operação de zeladoria da cidade

Mega-mutirão reunirá as 31 subprefeituras com 3 mil trabalhadores e 200 caminhões para operações cata-bagulho, tapa-buraco e limpeza de bocas de lobo


A Secretaria de Coordenação de Subprefeituras realiza neste sábado (24/04) e domingo (25/04) a maior operação conjunta de zeladoria já executada na cidade de São Paulo. Chamado de Zelando pela Cidade, o programa reunirá as 31 Subprefeituras paulistanas com cerca de 3 mil trabalhadores e 200 caminhões para um mutirão de cata-bagulho, tapa-buraco e limpeza de bocas de lobo.

É a primeira vez que São Paulo organiza em todas as regiões do município um final de semana inteiro dedicado a estas três operações, a serem realizadas simultaneamente. Todas as Subprefeituras estarão concentradas e com suas equipes reunidas em torno da operação.

O objetivo deste trabalho é ampliar os cuidados de zeladoria em relação ao município. A operação tapa-buracos dará mais comodidade e segurança a ruas e avenidas. O cata-bagulho, além de uma ação educativa, impedirá que objetos descartados em vias públicas possam causar enchentes. Serão recolhidos materiais como móveis e eletrodomésticos quebrados, restos de madeiras, pneus e demais objetos inservíveis. Já a limpeza de bueiros irá evitar obstrução do sistema de drenagem (galerias e ramais), facilitando o escoamento das águas das chuvas e evitando possíveis pontos de alagamento.

"Vamos colocar as equipes de zeladoria da Prefeitura nas ruas da cidade. Será um serviço importante, que complementará o que a Secretaria já realiza. Fundamental será a participação da população, especialmente do recolhimento dos chamados 'bagulhos'", afirma o secretário de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo.

Cada Subprefeitura determinará o roteiro das operações de suas equipes (veja abaixo) e cada subprefeito acompanhará o andamento dos trabalhos em suas regiões. Nos dois dias a operação terá início simultâneo às 8h, em todas as subprefeituras. No sábado os trabalhos se encerrarão às 17h. Já no domingo o término será às 16h. As vias que não forem visitadas no sábado serão visitadas no domingo.

"É um esforço conjunto de todas as Subprefeituras. É o primeiro evento de uma série que iremos realizar, levando em conta as operações rotineiras já realizadas", conclui o secretário Ronaldo Camargo.


Confira os locais do mega Cata-Bagulho

Subprefeitura Vias

Aricanduva: Ruas Taubaté, Vênus, Aracê, Pretoria, Guaxupé, Antônio de Barros, Vale Formoso, Santa Eufêmia, Antônio Preto, Dentista Barreto e as avenidas Dedo de Deus e Conselheiro Carrão

Butantã: Ruas João Sbarai, Francisco dos Santos, Armando Shibata, Francisco Pugliese, Maria Bonilha Jordão, Henrique Botticini, Profª Gioconda Mussolini, João de Souza, Armando D'Almeida, Edgar Machado Santana, Maria José Monteiro Romano, Dr. Edmur de C. Conti, John Wesley de Camargo, Ângelo Cristóforo, Nobre Vieira, Júlia Della Nina, Emília Maria Ramalho Torres, Prof. Vicente Peixoto, Maria Burgueta Marcondes Pestana e Conceição Russomano Pugliese

Campo Limpo: Ruas Carlos Blum, Brás Albanese, Paulo Guastini, Silvia de Faria Marcondes, Niltom Machado de Barros, Masatake Matsumoto e avenida Doutor Salvador Rocco
Capela do Socorro Ruas Guaiuba, São Guilherme, Padre José Garzoti, Mataripe, Cambuci do Vale, José Benedito Rocha, Icanhema, Mangaratiba e Aníbal dos Anjos Carvalho e vias vizinhas

Casa Verde: Avenidas Inajar de Souza, Edmungo Krug, Deputado Emílio Carlos, Celestino Bourroul e Otaviano Alves de Lima

Cidade Ademar: Ruas Americanópolis, Blenchi Marchesi, Correio Paulistano, Delfino Facchina, Jornal do Comércio, Folha da Noite, Miguel de Farias, Estado de São Paulo, Pedro Gonçalves Meira e Taquarandi

Cidade Tiradentes: Ruas Abelheira, Acerola, Baleia, Bricio de Abreu, Cereja do Rio Grande, da Ema, da Onça, da Visão, do Ar, do Carinho, do Musgo, do Pensamento, do Suspiro, Dom Marcos Barbosa, Dona Eloá do Valle Quadros, dos Cogumelos, Edson Danillo Dotto, Estrelizia, Fruta do Conde, Fruta Pão, Helicônia, Igarapé Água Azul, Igarapé Braço Forte, Igarapé Cajueiro, Igarapé da Missão, Igarapé das Estradas, Igarapé do Frade, Igarapé do Índio, Igarapé do Jabuti, Igarapé Laranja, Júca, Lobo Guará, Mexerica, Mico Leão Dourado, Nascer do Sol, Senador Nelson Carneiro, Pau Formiga, Pau Jacaré, Porco do Mato, Sálvia e Seriguela

Ermelino Matarazzo: Todas as vias do parque Botorussu e antiga Estrada Mogi das Cruzes (da avenida Águia de Haia até a Praça Frei Albino Aresi

Freguesia/Brasilândia: Todas as vias dos bairrosChácara Nossa Senhora Aparecida, Freguesia do Ó (parte da região), Jardim Monjolo, Vila Iório, Vila Ismênia, Vila São Francisco, Vila Dona Nêmia, Vila Bruna, Vila Cavatom, Vila Bracaia, Vila Piccinin, Vila Morro Verde, Vila Dona América e Moinho Velho

Guaianases: Ruas Heitor Fernandes, Leonilda Magrini, Inácio de Oliveira Campos, Francisco Nunes Cubas, Felipe Vilanueva, João Marques Baião, Freitas de Azevedo, João Carrasco, Luiz Cezar de Menezes, Maciço de Urucum, Luiz Álvares de Espinha, Manoel da Mota Coutinho e Serra das Araras

Ipiranga: Avenida Miguel Estefano (entre as ruas Doutor José Bento Ferreira e Barreto Muniz) e ruas Eduardo Ferreira França, Alexandre Aliperti, Antonio Cantarella e Rosa de Morais

Itaim-Paulista: Avenida Kemel Addas, Desembargador Isnard dos Reis e Desembargador Fausto Whitaker Machado Alvim. No domingo será realizado nas avenidas Árvore da Judea, do Córrego

Itaquera e Marechal Tito: Avenida Adriano Bertozzi e ruas Estrelas da Terra, Raiz do Sol, 1, 2, Giovanni Lanfranco, Carmen C. Bordini, Guilherme da Cruz, John Speers, Malmequer do Campo, Edmundo de Abreu, Gonçalo Brandão, Manuel Bacelar, Adelaide L. de Molina, João Barreros, Iososuke Okave, Quadrinhas de Amor, Cachoeira Buriti, Cinza dos Horas, Soveral, Rio das Arraias, Confissão, Demeler, Birigui, Cachoeira Balbina, Tapiz, Suíte de Natal, Rio Tafé, Punhado de Cores, Emburi, dos Maoris, do Seu Olhar, Sho Yoshioka e travessa Gonzalo Martines

Jabaquara: Avenidas Água Funda, Engenheiro Armando de Arruda Pereira, Leornado da Vinci e Miguel Stefano e ruas Antonio Armando Andrade, Borboetas Psicodélicas, Charruas e das Bicuibas

Jaçanã/Tremembé: Avenidas Maria Amália Lopes de Azevedo, Antonello de Messina, Ushikishi Kamiya e rua dos Filhos da Terra

Lapa: Avenidas das Nações Unidas, Queiroz Filho, Diógenes Ribeiro de Lima, Embaixador Macedo Soares e ruas Barbalha, Belmonte, além do viaduto Domingos de Moraes.

M'Boi Mirim: Avenidas Fim de Semana e Antonio Rosa e rua Arquiteto Patrão Assis, da Cordialidade e Frei Luis Beltrão

Mooca: Ruas Itapura, Serra de Bragança, Tuiuti, Azevedo Soares, Francisco MarengoTatuapé e no bairro do Pari

Parelheiros: No Jardim dos Álamos: ruas Filamon, José Vila Busquets, Gavanes, Manucaia, Miniades, das Barcaças, José Antônio D´Ávila, Orlando Pontes, Joana de Almeida Cintra, Mirice, José Mendes Neto, Maria Glasser Bueno, Américo Pongiluppi, Tarcísio Vieira do Nascimento, Luis Sebastião Moreira, Savério de Donato, Doutor Aquilles Silveira Guimarães, Jacob Roschel Christe e Henrique Roschel Christe. No Jardim Aladim: ruas José La Torre, Luis Pinelli, Tancredo Sansone, Luis Bueno, Antônio Marcondes Boeta, Romão Boeta e Sidney Boeta

Penha: Cerca de 80 vias no entorno do Córrego Franquinho, no eixo da Avenida Calim Eid, entre a rua dos Continentes e a avenida Amador Bueno.

Perus: Todas as vias do bairro Jardim Britânia

Pinheiros: Avenidas Rebouças, Doutor Arnaldo e ruas Teçainda, Fradique Coutinho, Heitor de Andrade, Cristóvão Burgos, Heitor Penteado.

Pirituba: Todas as vias dos bairros Vila Jaguari, Jardim Nardini, Jardim Jaraguá, Parque Anhanguera e Conjunto Habitacional Turística

Santana/Tucuruvi: Todas as vias dos bairros do Mandaqui e Lauzane Paulista.

Santo Amaro: Todas as vias dos bairros dos bairros Parque Residencial Julia, Jardim Marajoara, Jardim
Taquaral, Sitio Tapera, Vila Romano, Vila Santana,Vila São Pedro, Jardim da Campina e Jardim Ernestina

São Mateus: Avenidas Bassano Del Grappa, Hiran Leite de Abreu, Mariana de Souza Guerra e rua Manoel Luiz Drumond

São Miguel Paulista: Ruas Santa Davina, Paranacity, Muniz Falcão, Silveira Pires, Antonio Viana, Doutor José de Porciúncula, Sampaio Bueno, São Gonçalo do Rio das Pedras, Salvador Fernandes Machado, Camões, Itapora, Pedroso da Silva, Maria Francisca de Jesus, Santa Rosa de Lima, Gonçalves Ribeiro, José Nunes dos Santos, Doutor Francisco Tancredi, Doutor Pedro Mikail, Monsenhor Lourenço Teixeira, Ascenso Fernandes, Álvaro Coelho, Nitro Química, João Lopes Maciel, Oliveira Freire, Conceição de Almeida, Carlo Bibiena e avenida do Vale

Sé: Avenidas 23 de Maio, Prestes Maia, Duque de Caxias, São João, Largo do Arouche, ruas Mauá, Amaral Gurgel, João Guimarães Rosa, Ligação Leste-Oeste, Viaduto Júlio de Mesquita Filho, Praça Pérola Byington, Viaduto Jaceguai e Parque Anhangabaú

Vila Maria: Avenida Mário Hoberfeld e ruas Augusto Montenegro, Itamonte (até cruzamento com a rua Gustavo Adolfo), São Delfino (até a junção com avenida Conceição) e avenida Conceição até a Rua Soldado José Vivanco Solano até a Bandeirantes do Sul

Vila Mariana: Avenidas Jabaquara, Abraão de Moraes e ruas Pereira Stefano, Catulo da Paixão Cearense e dos Democratas, Vergueiro, Bernardino de Campos, Coronel Diogo, Ximbó, Paraíso e avenidas Noé de Azevedo e Lins de Vasconcelos.

Vila Prudente: Avenidas Francisco Falconi, José da Nóbrega Botelho, Zelina, Francisco Falconi e ruas Ibitirama, das Giestas, Paramu e Joaquim Moreira Dias

ARTESÃS DO TATUAPÉ EXPÕEM ÚLTIMAS NOVIDADES

O novo espaço de eventos do Tatuapé será prestigiado pelo "Bazar das Artesãs". No próximo final de semana, os visitantes e moradores do bairro, contarão com uma exposição de encher os olhos com cores e sabores vibrantes.
Artesanatos em geral, bijouterias, tricô, petwork, essências, lingerie, caixas, bolsas importadas, doces, chocolates, biscoitos, salgados, artigos de brechó e presentes originais para o dia das mães, estarão com preços ao alcance de todos.
Vale a pena conferir!

Serviço:
BAZAR DAS ARTESÃS
Dias: 24/04 (sábado)das 9hs às 18hs
e 25/04 (domingo)das 8hs às 17hs.
Endereço: Rua Maria Eleonora, 140 - (Próx. à igreja Cristo Rei)- Tatuapé
Mais informações no telefone 11 2296-6038 com Marjô