Nossos Vídeos

quarta-feira, 21 de abril de 2010

KITCHENS LANÇA COZINHA SOFISTICADA

A cada lançamento, a Kitchens surpreende ainda mais pela beleza, sofisticação e qualidade de seus armários. Agora, sua nova cozinha em estilo contemporâneo faz desse ambiente o grande destaque do lar.

A ilha apresenta bancada e laterais em Corian Concrete. Na sua parte inferior, os armários são em laminado, modelo Creta, e suas portas, o sistema Slider Size. É um sistema de portas deslizantes que suporta portas com grandes dimensões proporcionando um deslizamento suave e sem a necessidade de instalação de canal.

Há armários feitos em painéis de 40mm com acabamento em laminado modelo Creta. A porta superior revela o sistema Full Lift, um sistema de elevação onde a porta gira sobre o corpo do armário parando na posição desejada, facilitando assim sua abertura e fechamento.

Conta ainda com o sistema Blumotion, que permite um fechamento leve e silencioso. Além de oferecer ótimo acesso ao interior do armário, este sistema pode ser usado em portas de grandes larguras (até 2000mm) permitindo assim projetos com visual clean sem perder a funcionalidade. As portas inferiores apresentam também o Slider Size.

Há ainda elegantes nichos em BP Preto Duna que compõem com o painel iluminado em Corian Branco 6mm. Com iluminação vinda da parte de trás, o efeito é de uma luz difusa e agradável que oferece sensação de amplitude ao espaço.


KITCHENS
http://www.kitchens.com.br/





São Paulo
- Av. Brig. Faria Lima, 2015 Tel: (11) 3030-1900 Fax: (11) 3812-3882
- Av. República do Líbano, 1256 Tel: (11) 3889-3400
Central de Informações: Tel.: 0800 114 14

Fortaleza
Av. Padre Antonio Tomaz, 750
Tel.: (85) 3261-3911

Porto Alegre
Rua Coronel Bordini, 815
Tel: (51) 3332-8011

Brasília
SCLS 110 Bloco D, loja 35, Asa Sul
Tel: (61) 3225-0147

Recife
Av. Domingos Ferreira, 2279
Tel: (81) 3467-1445

Campinas
Av.Guilherme da Silva, 463
Tel: (19) 3254-1980

Salvador
Av. Almirante Marques de Leão, 60
Tel: (71) 3267-8888

Curitiba
Av. Presidente Getulio Vargas, 2.021
Tel: (41) 3342-7017

Santos
Av. Vicente de Carvalho, 75
Tel.:(13) 3234-1221

Belo Horizonte
Av. Agulhas Negras, 13
Tel.: (31) 3221-4411

Londrina
Av. Juscelino Kubitscheck, 2.136
Tel.: (43) 3345-1321

Manaus
Av. Djalma Batista, 1326
Tel.: (92) 2125-0990

Natal
Av. Prudente de Moraes, 1.130
Tel.: (84) 3201-0309

Ribeirão Preto
Av. Independência, 1.670
Tel.: (16) 3620-2460

Rio de Janeiro
Rua Visconde de Pirajá, 584, loja A
Tel.: (21) 2512-9989

São José do Rio Preto
Rua Dr. Raul Silva, 159
Tel.: (7) 3231-9033

MOSTRA DE TECNOLOGIAS SUSTENTÁVEIS TRAZ SOLUÇÕES PARA OS RESÍDUOS DE COURO

Evento paralelo ao da Conferência Internacional do Instituto Ethos, a Mostra acontece de 12 a 14 de maio, em São Paulo, no Hotel Transamérica. Entrada gratuita

A economia de baixo carbono que promove inclusão social, equilíbrio ambiental e resultado econômico com responsabilidade precisa de novas tecnologias para emergir. Estas tecnologias já estão sendo usadas em escala por muitos países.
No Brasil, estas ainda não são tão populares quanto deveriam. No entanto, muitos inventores estão criando soluções diferentes para enfrentar problemas novos. E algumas destas soluções já estão sendo aplicadas pelas empresas. Uma delas aproveita resíduos de couro para criar um negócio lucrativo e sustentável:

Couro vira tijolo – A CouroEcol é uma empresa localizada em Franca, interior paulista, considerado um dos maiores pólos da indústria calçadista do país. Verificando as montanhas de resíduos de couro encaminhadas a aterros sanitários, o custo deste envio para as empresas e o passivo ambiental para a sociedade, surgiu a ideia de criar um negócio lucrativo utilizando, justamente, este material descartado.
Hoje, a CouroEcol desenvolve uma linha completa de produtos derivados dos resíduos de couro, que vão de brindes comerciais, objetos de decoração até uma linha completa de materiais para a construção civil. Estes produtos que estarão expostos na Mostra de Tecnologias Sustentáveis. São blocos, lajotas e revestimentos fabricados a partir das aparas e resíduos de couro gerados pela produção de calçados. Estes resíduos são moídos e, depois, recebem a adição de um aglutinante à base de água (não poluente). Esta massa é transferida para moldes, prensada e encaminhada para secagem natural (ao ar livre), ao contrário dos tijolos tradicionais, cuja secagem é feita em fornos, a alta temperatura, com emissão de gás carbônico.

Os produtos apresentam vantagens sobre os tradicionais: o processo de fabricação não gera resíduos, os blocos têm maior capacidade de isolamento térmico, mais resistência e custo menor, barateando a obra. Para as empresas do setor calçadista, o bloco ecológico resolve o problema dos resíduos e aparas de couro. Em vez de pagar para levar e manter os resíduos em aterros especiais, impermeabilizados, as empresas encaminham este material à CouroEcol.

Mostra de Tecnologias Sustentáveis 2010 do Ethos

Data: dias 12 e 14 de maio
Horário: das 9h às 20h
Local: Hotel Transamérica
Endereço: Avenida das Nações Unidas 18.591 – São Paulo

Inscrições gratuitas no site: www.ethos.org.br/mostra2010

Paulistas são finalistas de reality show da Copa

Os dez finalistas do GO Brasil que estão na disputa por duas vagas para irem à África do Sul

FOTO: Divulgação

As paulistas, Tassiana Resende e Tarsila Janusonis, de São Paulo, estão entre os dez finalistas do "GO Brasil", o novo reality show do Esporte Interativo, primeiro canal esportivo que oferta, ao mesmo tempo, programação 24h por TV, internet e celular. As transmissões começam na quinta-feira, dia 22. O objetivo do programa é escolher dois torcedores que irão à África do sul com tudo pago para apoiar a seleção e mostrar para todo Brasil, diariamente, os bastidores da Copa do Mundo.

Os participantes vão permanecer em uma casa no Rio de Janeiro até o dia 23 de maio. Eles passarão por provas nas ruas e nos estádios da cidade para explicitar seu amor ao futebol e à Seleção Brasileira e suas qualidades como torcedor. As transmissões do programa serão diárias, às 21h40.

Os dez finalistas do "GO Brasil" são: Anderson Legal (Natal, RN), Guilherme do Carmo (Belo Horizonte, MG), Átila Noccholini (Guairaçá, PR), Tassiana Resende (São Paulo, SP), Mauricio Trilha (Porto Alegre, RS), Adriano Sidney (Itabirito, MG), Tarsila Janusonis (São Paulo, SP) Celso Vinicius (Terra Rica, PR), Felipe Magalhães (Rio de Janeiro, RJ) e Antonio Xavier Neto (Teresina, PI). A eliminação se dará por meio de votação no Portal do Esporte Interativo (www.esporteinterativo.com.br) e por celular.

ROTEIRISTAS QUE SURGIRAM NA MÁQUINA DE QUADRINHOS ESTREIAM NOS GIBIS DA TURMA DA MÔNICA‏

Site em que crianças e adultos podem criar histórias em quadrinhos com os personagens de Mauricio de Sousa já está revelando novos roteiristas

Desde setembro de 2009, muitos fãs da Turma da Mônica estão produzindo suas próprias histórias com os personagens de Mauricio de Sousa, graças ao site Máquina de Quadrinhos (www.maquinadequadrinhos.com.br).

Na verdade, um conjunto de ferramentas tecnológicas disponíveis no site possibilita ao internauta criar roteiros utilizando os personagens, cenários, objetos e onomatopeias da Mauricio de Sousa Produções.

A inscrição é gratuita e possibilita utilizar sem custos algumas imagens e ferramentas. A cada mês há novos pacotes de imagens para quem pagar uma pequena mensalidade.


Em pouco mais de seis meses no ar, a Máquina de Quadrinhos alcançou números expressivos – confira abaixo:


- 20 milhões de page viewes;
- 01milhão de visitas;
- 20 minutos de permanência;
- 250 mil histórias criadas


O resultado é que milhares de historinhas chegam à equipe de monitoramento, que seleciona as melhores. E é o próprio Mauricio de Sousa quem escolhe as mais criativas, que estão sendo publicadas nas revistas de linha da Turma da Mônica.


Já estão nas bancas as revistas com essas histórias da Máquina de Quadrinhos. Elas podem ser identificadas com o selo impresso nas capas. Mônica, Cascão, Magali e Cebolinha 40 já estão nas bancas.


Além de descobrir novos roteiristas, Mauricio pretende publicar uma revista virtual com outros trabalhos enviados ao site.


Serviço
Máquina de Quadrinhos
Ferramenta de internet da Mauricio de Sousa Produções para estimular a participação dos leitores da Turma da Mônica a criar suas próprias histórias com os personagens.
Site: www.maquinadequadrinhos.com.br
Já disponível na internet

Revistas Magali, Mônica, Cebolinha e Cascão 40
R$ 3,20

Jogos do SESI viram oportunidade de negócios

O gerente de Recursos Humanos da Marcopolo, Osmar Piola, acompanha os Jogos Nacionais do Serviço Social da Indústria (SESI), em Bento Gonçalves, de olho no desempenho dos atletas e atento às possibilidades de negócios para a companhia. “É uma oportunidade de nosso pessoal se integrar com representantes do setor. Já conhecemos pessoas e trocamos experiências. Com essas conversas, já chegamos a visitar outras empresas”.

Com sede em Caxias do Sul, a Marcopolo é uma das maiores fabricantes de carrocerias de ônibus do mundo. Ao longo de 61 anos, ampliou sua participação no mercado ao deixar de ser apenas uma fábrica e tornar-se um poderoso grupo com cinco empresas e sete instalações espalhadas em três continentes. No ano passado, produziu 19.384 ônibus e registrou uma receita líquida de R$ 2,3 bilhões.

Só no Brasil, a companhia tem dez mil funcionários. Para eles, a diretoria de recursos humanos oferece um programa de qualidade de vida por meio da Fundação Marcopolo.

Uma das ações mais importantes, em parceria com o SESI, é o projeto Vida, que disponibiliza para colaboradores e familiares tratamentos de combate ao alcoolismo e consumo de drogas. “Oferecemos até internação, temos grupos de auto-ajuda, que se reúnem semanalmente; há toda uma orientação com psicólogos e médicos. Muitas pessoas retomaram sua vida normal”, explica Piola. Representam a Marcopolo nos Jogos Nacionais do SESI 33 atletas, das modalidades vôlei masculino e feminino e futebol master, para jogadores acima de 35 anos.

Relacionamento

Essa e outras experiências administrativas e de negociações, a Marcopolo costuma dividir com empresas durante eventos esportivos promovidos pelo SESI. Nos jogos estaduais, representantes da companhia e do grupo Voges, fabricante de motores elétricos e de fundição também sediado em Caxias do Sul, aproveitaram para debater políticas de gestão de recursos humanos.

“Como nossos atletas foram juntos para o torneio do SESI, trocamos muitas informações. É um espaço para fomentar novas ideias de gestão e amadurecer oportunidades de negócios”, conta a diretora de relações do trabalho do grupo Voges, Eduviges Rossa.

O grupo foi constituído somente há dois anos, mas sua trajetória começou em 1992 com a fundação da Metalcorte Aços Planos. Atento à necessidade de oferecer aos seus trabalhadores benefícios e projetos de qualidade de vida, ele criou um departamento de esporte há seis anos.

“No mesmo período, começamos a participar dos jogos do SESI. Pensamos sempre na valorização das pessoas.”, diz Eduviges. Hoje, 130 trabalhadores-atletas de 17 modalidades levam as cores da companhia em eventos esportivos de classe. Nos Jogos Nacionais do SESI representarão o grupo as atletas Simone Ribeiro, que vai disputar a prova de 100 metros, e Dione das Chagas Varreira, nos 400 metros rasos.

Acompanhe a cobertura dos Jogos Nacionais no site: www.sesi.org.br/jogosdosesi

Pérola Byington recebe apresentação do programa Música nos Hospitais

Em concerto gratuito, Orquestra do Limiar apresentará peças de grandes nomes da música barroca, romântica e clássica
O programa Música nos Hospitais, promovido pela Associação Paulista de Medicina, estará pela quinta vez no Centro de Referência da Mulher – Pérola Byington, em São Paulo, em 28 de abril. A partir das 12h, músicos da Orquestra do Limiar, regidos pelo maestro e também médico dr. Samir Rahme, se apresentarão a pacientes, funcionários e visitantes, gratuitamente.
Já comprovado por estudos, a música instrumental proporciona momentos de conforto a pacientes, familiares, funcionários e população em geral, beneficiando o tratamento e até mesmo reduzindo o tempo de internação.
Para aqueles que não puderem se locomover ao local da apresentação por orientação médica, alguns músicos percorrerão as diversas dependências da instituição em duos, trios e quartetos.

O projeto Música nos Hospitais tem o objetivo de popularizar a música instrumental e valorizar jovens instrumentistas brasileiros, e conta com o patrocínio da sanofi-aventis e o incentivo da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura.

Já receberam a apresentação do grupo municípios como Ribeirão Preto, Sorocaba e Santo André, além de Rio de Janeiro, Salvador e Brasília.

“É uma contribuição para a humanização dos Hospitais, levando um momento de descontração e vivência musical, além de colaborar para o incremento da ação cultural em nosso país”, afirma o maestro Samir Rahme.

Apresentando cada peça de forma lúdica e interativa, o regente, que também é médico, propõe momentos de reflexão, por intermédio da harmonia e do bem-estar proporcionados por música de qualidade.

Até o momento, o Música nos Hospitais já beneficiou mais de 20 mil pessoas, entre médicos, pacientes, colaboradores e visitantes em concertos em grandes instituições, como Hospital São Paulo (Unifesp), Santa Casa de SP, Instituto do Coração da FMUSP (InCor), Hospital das Clínicas, Hospital Samaritano, Hospital A. C. Camargo, Hospital Geral de Itapecerica da Serra, AACD, Hospital do Coração, Hospital Santa Paula, Hospital 9 de Julho, Hospital do Servidor Público Estadual, Municipal, entre outros.

PROGRAMA

1- G. F. Handel (1685 - 1759)
Sarabande - adaptação para cordas: Samir Rahme

2- A.Vivaldi(1678 - 1741)
Outono das 4 Estações
Allegro
Adágio Molto
Allegro
Solistas da Orquestra do Limiar

3- W. A. Mozart (1756 - 1791)
Allegro di molto
Do Divertimento para Cordas em Si bemol

4- E. Nazareth (1863 - 1934)
Odeon - adaptação para cordas: Marcos Scheffel

5- A. Piazzola (1921 - 1992)
Melodia em Lá

6- A. Carlos Jobim (1927 - 1994)
Eu sei que vou te amar – arranjo: Marcos Scheffel

7- Thijs van Leer(1948)
Sylvia
Arranjo Samir Rahme

A Orquestra
A Orquestra do Limiar é composta por 14 jovens músicos que, com entusiasmo, contagiam a plateia com acordes familiares de obras de grandes nomes da música barroca, romântica ou clássica, sem esquecer de compositores contemporâneos brasileiros e internacionais.

Confira a atual composição da Orquestra:

Regência: Samir Rahme

Spalla: Marcos Scheffel
Violino I: Wassi Dias Carneiro, Paula Vazquez, Luiz Guilherme Nóbrega, Kleberson Buzo

Violino II: Marcela Venditti, Gustavo Cunha, Anderson Figueiredo, Jean Paulo Olivar Casimiro
Viola: Irina Matzen, Glaucia Faelis
Violoncelo: Leandro Tenório, Rafael Oliveira
Contrabaixo: Amílcar Roque

Sobre a Associação Paulista de Medicina

Fundada em 1930, a Associação Paulista de Medicina é uma entidade representativa dos médicos do Estado de São Paulo. Sem fins lucrativos e de utilidade pública, tem cerca de 30.000 associados e busca identificar e enfrentar os grandes desafios da medicina na atualidade.

Durante o ano, a APM apóia e promove diversos programas culturais abertos ao público e gratuitos. Além do Música nos Hospitais, realiza exposições de arte, programas musicais que vão do erudito ao jazz, cinema com debates, palestras sobre história da arte, cinema para terceira idade, e ainda oferece Escola de Artes, Biblioteca, Pinacoteca e Museu de História da Medicina.. Visite: www.apm.org.br

Sobre a sanofi-aventis

No Brasil desde o final dos anos 50, a sanofi-aventis é uma das maiores empresas farmacêuticas do país e emprega mais de 2.200 pessoas. No campo social, a sanofi-aventis Brasil se destaca como uma das farmacêuticas que mais investe em ações humanitárias. Desde 2004, a empresa beneficia, em média, dois milhões de pessoas anualmente, em cerca de quinze programas de longo prazo. Como empresa dedicada à saúde, suas ações priorizam a saúde e a infância, bem como populações desfavorecidas, em programas de prevenção, educação, humanização e acesso a medicamentos.Visite: www.sanofi-aventis.com.br

MÚSICA NOS HOSPITAIS: Centro de Referência da Mulher – Pérola Byington

Data: 28 de abril de 2010, quarta-feira
Horário: 12h
Av. Brigadeiro Luís Antonio, 683 - Bela Vista - São Paulo - SP
Saguão Principal - térreo


PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES

12/5/2010, (quarta-feira), 12h
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da UNESP – Campus de Botucatu
Distrito de Rubião Júnior, s/nº - Campus Universitário - Botucatu - SP
Boulevard – térreo

19/5/2010, (quarta-feira), 12h

Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros
Av. Celso Garcia, 2.477 - Belenzinho - São Paulo - SP
Estacionamento coberto do prédio administrativo

Vans, a chegada de uma marca ícone ao mercado brasileiro

O lançamento da VANS no país foi alavancado pela visita ao Brasil, entre os dias 14 e 17 de abril, do co-fundador e embaixador da marca, Steve Van Doren, filho do fundador, que realiza a “Van Doren & Legends Tour 2010”, acompanhado por dois dos mais importantes skatistas de todos os tempos: os legends Tony Alva e John Cardiel.

A VANS é hoje a marca líder em market share no segmento de action sports norte-americano. Ela acompanha e participa ativamente da história do skate desde seus primórdios e é admirada pelos amantes do esporte, sejam eles skatistas ou apenas simpatizantes do skate lifestyle, que engloba, além do esporte, música e arte urbanas.

Luiz Arthur Gouvêa de Oliveira declara: “Estamos confiantes no sucesso da VANS no mercado brasileiro porque a marca possui dois atributos essenciais: identidade e percepção de hegemonia de marca em seu segmento”. E continua: “Outro fator determinante para a nossa confiança é o fortalecimento da tendência de uso de calçados esportivos casuais, que se traduz em tênis com visual lifestyle; há alguns anos, era comum vemos as pessoas usando tênis de performance em situações casuais, o que é cada vez mais raro hoje em dia”. “A VANS valoriza o estilo individual de cada um, por isso não se prende às tendências, mas é incorporada pela moda, que valoriza cada vez mais seu atributo de identidade” completa o empresário.

O investimento para a entrada da marca no mercado brasileiro foi de R$ 20 milhões. Em ações que incluem a campanha publicitária institucional “This is”, que destaca a essência, originalidade e autenticidade da VANS, que lançou mundialmente os famosos – e amplamente copiados - tênis com solado waffle, em 1966; a visita de Steve Van Doren, filho do fundador da VANS, e dos skatistas legends Tony Alva e John Cardiel ao Brasil; festa com show de três bandas, no Inferno Club.

Durante a realização da etapa da “Van Doren & Legends Tour 2010” em São Paulo foi realizado também o anúncio do patrocínio ao jovem skatista brasileiro Pedro Barros, de apenas 15 anos e hoje uma das maiores promessas mundiais do esporte. Pedro venceu as duas edições já realizadas do Bowl-A-Rama em 2010: a etapa de abertura na Nova Zelândia e a etapa da Austrália. O “Bowl-A-Rama” é um dos maiores festivais de skate do mundo, que também inclui atividades de lazer e cultura. A etapa da Nova Zelândia, realizada na primeira quinzena de fevereiro, foi válida também como abertura da “World Cup Skateboarding 2010”.

A primeira coleção da VANS para o mercado brasileiro – outono/inverno 2010 - será lançada no dia 22 de abril, apenas com produtos masculinos (calçados e vestuário). A coleção verão 2011, com lançamento previsto para outubro/2010, já irá incorporar também produtos femininos e infantis. A distribuição da marca não será realizada em lojas convencionais de materiais esportivos e utilizará quatro canais: Core Shops (especializadas em skate), Action Board Shops (especializadas em surf e skate), sneaker stores (calçados esportivos casuais) e boutiques (lojas fechadas). Cada um desses canais irá comercializar uma linha específica da VANS. No total, serão 350 pontos-de-venda em todo o país.

“Esta distribuição segmentada é um dos ingredientes do sucesso da VANS e uma das estratégias mais importantes definidas para a marca pela VF Corporation, que detém hoje os direitos mundiais sobre a marca”, destaca Luiz Arthur Oliveira.

O skate no mercado brasileiro


O Brasil é o segundo maior mercado de skate do mundo e, segundo pesquisa realizada pela Datafolha em 2006, cerca de 3,2 milhões de domicílios brasileiros têm pelo menos um morador que possui um skate, o que corresponde a aproximadamente 6% do total de domicílios. O mercado brasileiro de skate faturou R$ 250 milhões segundo pesquisa realizada em 2005 e o Brasil é um dos poucos países que produzem equipamentos, vestuário e calçados para a prática de esporte.

VANS, skate e música

A ligação da VANS com o movimento do skate remonta aos primeiros anos da marca, na cidade de Anaheim, na Califórnia (EUA), quando lançou o primeiro tênis com solado vulcanizado para action sports (com o solado ‘waffle’), amplamente copiado por marcas de todo o mundo, inclusive no Brasil. Seu atributo de resistência logo agradou aos skatistas pioneiros, conhecidos mundialmente como “Z-Boys”, que destacavam nomes como os de Tony Alva, Jay Adams e Stacy Peralta. A VANS desenvolveu cores e detalhes diferenciados para os skatistas profissionais pioneiros, antecipando a valorização dos produtos customizados já na década de 60 e dividindo desde o início seus produtos nas linhas core (para profissionais do esporte e skatistas em geral) e board (para os simpatizantes).

O vínculo com os skatistas permanece ao longo dos anos, tanto por meio de patrocínio quanto com o lançamento de linhas desenvolvidas com a participação de vários deles e batizadas com seus nomes, como com Steve Caballero (umas das maiores lendas do esporte, cujo tênis comemorou 20 anos de vendas em 2009), Tony Trujillo e Geoff Rowley (que batizou a linha de tênis para skate mais vendida no mundo em todos os tempos).

Importante destacar também a ligação da VANS com a música, por meio do “VANS Warped Tour”, primeiro evento voltado à revelação de garage bands, promovido pela VANS nos Estados Unidos há 15 anos e que já revelou muitas bandas hoje reconhecidas mundialmente como Green Day, Blink e Suicidal Tendences, e a Social Distortion, que se apresentou no Brasil no mesmo período da visita de Van Doren. A edição 2010 do evento já conta com mais de 100 bandas inscritas.







http://www.vansdobrasil.com.br/

Prefeitura e CDHU firmam parceria de bolsa educativa para adolescentes

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social assinou com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) um termo de cooperação contínuo visando à reintegração, ao bem-estar e ao crescimento profissional de adolescentes que atualmente estão em liberdade assistida.
O programa já está em andamento. No momento, a CDHU oferece 30 bolsas educativas, com treinamento profissional de dois anos para adolescentes acompanhados pela secretaria. "A CDHU tem um trabalho realizado com adolescentes em liberdade assistida desde a década de 70.
Agora, através desse acordo com a Assistência Social, além de propiciar a reinserção social do adolescente e prepará-lo para sua iniciação ao mercado de trabalho, estaremos juntos cumprindo a nossa parte em relação às inúmeras demandas e questões sociais do Município", explica Waldir de Souza, do Núcleo de Atendimento Social, Segurança e Medicina do Trabalho, da CDHU.
A seleção dos 30 primeiros adolescentes coube à Coordenadoria de Assistência Social da região Sudeste. Os critérios básicos são idade na faixa etária entre 16 e 17 anos e ter vida letiva no período noturno. Pelo termo, os selecionados possuem conta corrente aberta pela CDHU e recebem R$ 360, nos três primeiros meses de inserção no projeto, e R$ 408, a partir do quarto mês. Além disso, terão direito a benefícios como vale-refeição, cesta básica, vale-transporte e seguro de vida. Durante o dia, freqüentam um programa de capacitação profissional, por 40 horas semanais dentro da empresa, ministrado na gestão administrativa. Uma série de atividades socioculturais será promovida, como visitas a museus e exposições artísticas, além de parques, com o propósito da valorização ecológica e da sustentabilidade.

Mooca apresenta balanço do ′Plantar a Vida′ no Belém

A Subprefeitura Mooca apresentou na quinta-feira, dia 8, na sede do Serviço Social do Comércio (Sesc) Belenzinho, o balanço da fase inicial do Projeto Plantar a Vida. A ação teve início no quadrilátero das ruas Catumbi, Marcos Arruda, avenida Celso Garcia e praça Humberto de Melo, no distrito do Belém. No total, 266 mudas de árvores foram plantadas nessas vias e, junto com as 34 já existentes, somam 300 árvores nesse espaço. Isso representa um aumento de 782% no índice de área verde do quadrilátero.
Neste novo plantio, realizado entre os meses de setembro de 2009 e março de 2010, foram privilegiadas espécies que reúnem mais condições de sobreviverem em áreas urbanas por mais tempo. A idéia inicial dos organizadores do projeto é que essas mudas sejam acompanhadas durante seu crescimento, proporcionando posteriormente um histórico detalhado de seu desenvolvimento às equipes que forem podá-las futuramente.
O projeto piloto, implantado no distrito do Belém, contou com a participação de um grupo de 75 pessoas da terceira idade do Serviço Social da Indústria (Sesi) Catumbi, responsáveis pelo mapeamento da quantidade de árvores existentes no quadrilátero. Em seguida, foi desenvolvido um estudo de área para planejar o plantio. Os moradores foram consultados sobre a atividade, houve a preparação dos pontos para o plantio e finalmente o depósito das mudas.
A subprefeitura planeja dar continuidade à iniciativa e a etapa seguinte do projeto deve ser realizada no próprio distrito do Belém, migrando em seguida para a Mooca e o Tatuapé. No evento de quinta-feira, os organizadores do projeto ministraram palestras sobre a importância da conscientização ambiental. Além das palestras, a Escola Municipal de Bailado apresentou três peças sobre o tema.

Subprefeitura Cidade Tiradentes faz parceria para cursos profissionalizantes

A Subprefeitura Cidade Tiradentes, por meio do Núcleo da Qualidade, estabeleceu uma parceria com o Senac-SP, unidade Itaquera, para formar quatro turmas do Programa Educação para o Trabalho - Novas Conexões.
O curso visa a contribuir na inclusão do jovem socialmente desfavorecido no mundo do trabalho. As premissas básicas estão voltadas à sociedade do conhecimento e à tecnologia e suas possibilidades de inserção profissional e social.
A parceria contou com o apoio da Coordenadoria Regional de Assistência Social de Cidade Tiradentes, Diretoria Regional da Educação, por meio dos CEUs Inácio Monteiro e Água Azul, da Escola Técnica de Saúde Pública Prof. Makiguti, além da Ação Comunitária Tiradentes.
Os jovens que quiserem se inscrever deverão obedecer aos seguintes requisitos:
- Idade entre 14 e 21 anos;
- Estar cursando a partir do 7º ano do Ensino Fundamental (antiga 6ª série);
- Estar matriculados ou egressos de instituições públicas de ensino e/ou de programas de Educação de Jovens e Adultos;
- Possuir uma renda familiar de até um salário mínimo e meio;
- Ter interesse por questões relacionadas ao trabalho.

LOCAIS ENDEREÇO HORÁRIO Observação
CEU INÁCIO MONTEIRO Rua Barão Barroso do Amazonas, s/nº 15:30 às 18:30 h (atenderá os jovens do Projovem Adolescente)

CEU ÁGUA AZUL Av. dos Metalúrgicos, 1300 14:00 às 18:00 h Filhos dos funcionários
ETEC PROF. MAKIGUTI Av. dos Metalúrgicos, 1945 14:00 às 18:00 h Indicação dos funcionários

AÇÃO COMUNITÁRIA TIRADENTES R. Francisco Jose Viana, 382 14:00 às 18:00 h (atenderá os jovens do CJ)



Inscrições
As inscrições deverão ser feitas até o dia 20 de abril, das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira, na Subprefeitura Cidade Tiradentes (Estrada do Iguatemi, 2.751), com Sanderli, no Núcleo da Qualidade.

Documentos necessários
Requerimento de matrícula que será fornecido pela subprefeitura;
Cédula de Identidade - RG (cópia simples);
Certidão de nascimento (cópia simples). Se mulher casada, apresentar Certidão de casamento (cópia simples);
Histórico escolar de conclusão do Ensino Fundamental (cópia simples) ou declaração da escola comprovando que o aluno está cursando a escolaridade mínima exigida (original);
Cópia do CPF ou do responsável (provisoriamente);
Cópia do comprovante de endereço;
Comprovante de renda;
Autodeclaração de renda;
Ficha de inscrição preenchida, com parecer do docente responsável pelo processo de entrevista.

Duração do curso
O curso terá duração de quatro meses e a data prevista para início das aulas é 26/4/10.

Prefeitura inicia o plantio de árvores em ruas da região central da Cidade

Nos próximos dias terá início no Centro da Cidade o plantio de centenas de árvores. A região da Sé será a primeira a receber as novas árvores, ganhando cerca de 400 ipês-roxos e amarelos, espalhados por 24 ruas. O plantio é parte da compensação ambiental da Marginal Tietê e incluirá também a região da Bela Vista e da Barra Funda.
Para determinar os locais de plantio, a Secretaria do Verde e a Subprefeitura Sé consideraram os pedidos da sociedade civil organizada nesses locais e promoveram um levantamento das ruas das proximidades do local de onde partiram as solicitações.
No caso do Centro, a demanda inicial foi do Espaço Matilha Cultural, localizado na rua Rego Freitas, e a partir disso foram mapeados outras 23 ruas para o plantio. Já no caso da Bela Vista, a solicitação inicial de plantio partiu da Rede Social Bela Vista. Lá serão plantadas cerca de 88 árvores em vias locais que estão sendo vistoriadas pelos técnicos. Na Barra Funda, o ponto de partida foi o Albergue Boracéia, e ainda estão sendo realizados os levantamentos para promover o plantio e determinar a quantidade de árvores.
Em 2009, a cidade de São Paulo recebeu 202.949 novas árvores no âmbito do Programa Municipal de Arborização Urbana. Estas árvores foram plantadas por equipes das secretarias do Verde e de Coordenação das Subprefeituras, por meio de parcerias ou originadas de compensações ambientais. Desde 2005, quando foi iniciado o programa, já são cerca de 800 mil árvores novas na Cidade.
A compensação ambiental pela obra da Marginal do Tietê inclui o plantio de 83 mil árvores nas subprefeituras que compõem o entorno da Marginal, contribuindo para reduzir as ilhas de calor e melhorar os índices de umidade relativa do ar com repercussões positivas para a saúde dos habitantes dos bairros. Outras 4.900 árvores serão plantadas na própria Marginal, que dobrará assim sua própria cobertura arbórea.
Mais 63 mil mudas deverão ser plantadas na região da Área de Proteção Ambiental do Tietê, no território da cidade de São Paulo. O início do plantio se dará na estrada parque e ciclovia do Parque Linear do Alto Tietê, que vai desde a Penha até suas nascentes em Salesópolis. Este será o maior parque linear urbano do mundo, que permitirá preservar e ampliar as áreas de várzeas protegidas para combater as enchentes na região metropolitana (grande ação de adaptação às mudanças climáticas) e reurbanizar toda uma região bastante empobrecida e carente de serviços, proporcionando opções culturais, ambientais, de lazer e econômicas, que possibilitarão maior integração dessa população.

Confira os locais de plantio na região da Sé
1. Rua Amaral Gurgel, do nº 145 ao 287
2. Largo do Arouche - canteiro central
3. Rua Bento Freitas
4. Rua Rego Freitas
5. Rua Santa Isabel
6. Rua General Jardim
7. Rua Cesário Mota Jr.
8. Rua Teodoro Baima
9. Rua Epitácio Pessoa
10. Rua do Triunfo
11. Rua Aurora
12. Rua dos Andradas
13. Rua Vitória
14. Rua General Couto de Magalhães
15. Rua Mauá
16. Estação da Luz
17. Rua Casper Líbero
18. Rua Timbiras
19. Rua Gusmões
20. Rua General Osório
21. Avenida Rio Branco (da avenida Duque de Caxias ao Largo Paissandu)
22. Largo Paissandu

51% dos brasileiros nunca ouviu falar sobre o quinto tipo de câncer mais frequente no mundo

Mais comum que a leucemia, os linfomas foram responsáveis por mais de oito mortes por dia em 2004, somente no Brasil

Uma pesquisa realizada pelo Instituto DataFolha, revela que cerca de metade da população brasileira ainda não ouviu falar do quinto tipo de câncer mais freqüente no mundo, o linfoma. Quando perguntados se já ouviram falar sobre a doença, somente 49% afirmaram que sim.

A mesma pesquisa havia sido realizada em 2008 e mostrava que 66% da população nunca tinha ouvido falar de linfoma. Isso mostra um aumento de 15% no número de pessoas que agora já conhecem a doença. Além disso, aumentou também o conhecimento da população sobre os sintomas da doença. Em 2008, 89% das pessoas que sabiam o que era linfoma, não conheciam os sintomas, e na pesquisa atual esse percentual baixou para 71%.

“Além de campanhas de conscientização realizadas por associações médicas, o fato da então Ministra da Casa Civil e atual candidata à presidência, Dilma Roussef, ter sido diagnosticada com a doença foi importante para que seus sintomas tenham sido disseminados pela mídia, gerando maior conhecimento”, afirma a Dra. Adriana Scheliga, médica do Serviço de Oncologia Clínica do Instituto Nacional de Câncer.

Outro dado importante da pesquisa é que, assim como em 2008, 66% dos entrevistados acreditam que a leucemia é um câncer mais freqüente do que os linfomas. “Essa percepção é equivocada, pois muitos estudos afirmam que os linfomas são até seis vezes mais freqüentes que a leucemia”, completa a Dra. Sheliga.
Os últimos dados sobre linfomas no Brasil foram publicados pelo Instituto Nacional do Câncer, INCa, em 2004, que mostram mais de 3 mil mortes por ano, o que corresponde a uma média de oito óbitos por dia.

Apesar do aumento no conhecimento sobre a doença, o público ainda sente falta de informações gerais sobre linfoma. Em 2008, 27% das pessoas queriam saber mais sobre a doença, enquanto que na pesquisa atual esse número sobe para 32%. A maioria (23%) quer saber qual é a causa e como se desenvolve, enquanto 21% querem saber mais sobre os sintomas da doença.

Sobre Linfoma
O linfoma é um tipo de câncer que se desenvolve principalmente nos linfonodos (gânglios) do sistema linfático. O sistema linfático é um dos responsáveis pela defesa natural do organismo contra infecções.

Tradicionalmente existem dois tipos de linfomas: linfomas de Hodgkin e linfomas não-Hodgkin, que correspondem respectivamente a 20% e 80% de todos os casos diagnosticados no Brasil e no mundo.

O sintoma inicial mais comum dos linfomas é um aumento indolor dos linfonodos, principalmente no pescoço, mediastino (região localizada entre os pulmões e o coração), axilas, abdômen ou virilha. Outros sintomas podem incluir febre, suor, principalmente à noite, perda de peso e coceira.

Atualmente o tratamento que oferece a maior chance de cura para os pacientes com linfoma é a combinação de quimioterapia associada a anticorpos monoclonais. “Os anticorpos monoclonais representam um dos maiores avanços contra o câncer nos últimos anos”, completa a Dra. Scheliga.

Sobre a Pesquisa
A pesquisa foi realizada em agosto, de forma quantitativa, com abordagem telefônica e mediante aplicação de questionário estruturado. O universo pesquisado foi de homens e mulheres entre 35 e 65 anos. A abrangência foi nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Manaus e Belém e contemplou 907 entrevistas.

A pesquisa teve como objetivo verificar o conhecimento dos brasileiros sobre os linfomas, um dos tipos de cânceres que mais cresce no mundo.

Nova tendência na cirurgia plástica: Homens maduros x Estabilidade no emprego

Aumenta a procura por procedimentos cirúrgicos de rejuvenescimento facial entre os homens para se manterem no mercado de trabalho

Entra e sai ano e os meses frios são sempre a porta de entrada pela busca do corpo perfeito. Não só porque as pessoas querem chegar nas estações mais quentes do ano com o visual em cima, mas também porque o clima frio é favorável à cicatrização e o incômodo é menor. “Neste começo de ano, podemos perceber uma mudança de comportamento, principalmente nos homens, cada vez mais vaidosos”, diz o cirurgião plástico Wagner Montenegro. Os homens procuram mais cirurgias e procedimentos de rejuvenescimento, em especial os faciais. Nos últimos anos essa preocupação vem crescendo, pois, a motivação para realizar cirurgias está muitas vezes ligada à atividade profissional, uma vez que o mercado de trabalho está valorizando homens com experiência, mas que tenham um aspecto mais jovial, aparentando vigor.

Para Montenegro, o objetivo dessa mudança de comportamento masculino é deixar o corpo de acordo com o estado de espírito e o estilo de vida. O conceito de bem-estar para uma existência correta, os exercícios, a prevenção de doenças e a ausência de vícios, o rejuvenescimento por meio de cirurgias plásticas.

Uma das cirurgias mais realizadas por este público é a blefaroplastia para correção das pálpebras que envelhecem a fisionomia. "A cirurgia das pálpebras é indicada quando estas estão flácidas e caídas, com excesso de pele ou bolsas de gorduras nas regiões inferiores ou superiores, que dão um aspecto cansado ao rosto", explica o cirurgião plástico Wagner Montenegro.

O cirurgião ressalta que talvez a aparência de fadiga é resultante de um conjunto de fatores, e não apenas das pálpebras caídas. Assim sendo, a blefaroplastia talvez não resolva o problema, sendo indicado um tratamento clínico contra rugas e olheiras, bem como peelings para rejuvenescer a pele e obter um resultado harmonioso. Há a possibilidade de realizar a cirurgia transconjutival na pálpebra inferior, retirando as bolsas gordurosas sem realizar incisões na pele, e, portanto, sem cicatrizes aparentes. "Quem está com a face cansada e caída devido à flacidez, a melhor indicação é o minilifting", afirma Dr. Montenegro.

Outro método é a mentoplastia, o mento é a parte do queixo que também é muito importante para a harmonia estética da face. A mentoplastia visa corrigir o posicionamento e isso pode ser feito por meio da inclusão de uma peça de silicone, geralmente pré-moldada."Não é raro que apresente alterações de posicionamento como o avanço ou a retração, e nesta última forma dá a impressão de um nariz muito maior do que realmente é", afirma o cirurgião.

Pelo conceito atual, a cirurgia de rejuvenescimento é feita o mais precocemente possível, tão logo comecem a aparecer rugas. Desta forma, a pessoa estará com o aspecto jovem desde o início, não dando chance para apresentar-se com a face senil.

O cirurgião plástico e especialista em cirurgias de face, em especial a rinoplastia, Dr. Wagner Montenegro cita que as cirurgias estão sendo muito procuradas por homens que desejam rejuvenescer e melhorar a aparência, assim como a autoestima e dependendo do resultado, geralmente proporcionam uma melhora nas relações profissionais e pessoais.

Segundo Montenegro, hoje as cirurgias são sugeridas pelo RH das empresas que orientam diretores e executivos a investirem no visual. Outras questões interessantes são as atividades voltadas ao lazer e as práticas de yoga e meditação que ajudam a relaxar as tensões, melhorando a qualidade de vida de todos.

Essa estatística é confirmada por Raul Kury, porta-voz da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, entidade que reúne os principais especialistas da área. Segundo ele, a tendência vem desde 2004, quando os homens já haviam alcançado a proporção atual. Foram realizadas 616.287 cirurgias, 31% em homens, ou seja, 191.060 procedimentos. A média de cirurgias, por ano, já alcança meio milhão.


Serviço:
Wagner Montenegro
Montenegro Cirurgia Plástica
Tel: (11) 5539-1811
www.plasticamontenegro.com.br

SOLAR MARQUESA DE SANTOS

Considerado um raro exemplar de residência urbana do século XVIII, o prédio Solar da Marquesa de Santos, que pertenceu à Maria Domitília de Castro Canto e Melo, entre os anos de 1834 a 1867, está sendo reformado pela Prefeitura. Nesta segunda-feira (19), o prefeito Gilberto Kassab acompanhou a execução da obra, ao custo de R$ 2,3 milhões, sendo 80% investidos pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 20% pela administração municipal.

O restauro do Solar da Marquesa de Santos faz parte do Projeto Revitalização do Centro, e foi iniciado em 2008. "Tão importante quanto a recuperação deste prédio histórico e turístico da cidade de São Paulo é o projeto da nossa gestão de recuperação de todos os nossos equipamentos culturais vinculados à Secretaria da Cultura, que inclui as reformas das bibliotecas, dos teatros e de prédios históricos", afirmou Kassab.

Localizado na rua Roberto Simonsen, o Solar da Marquesa de Santos, ao lado de outras edificações no quadrilátero do Páteo do Colégio, ajudou a formar as primeiras ruas da cidade. O prédio passou por várias intervenções ao longo de sua história. Em 1880 foi transformado no Palácio Episcopal, em 1909, virou sede da The São Paulo Gaz Company - que posteriormente passou a se chamar Comgás. No ano de 1975 tornou-se sede da Secretaria Municipal de Cultura. Em 1991, teve início a primeira reforma, executada para resgatar a caracterização original do imóvel.

O pavimento superior do Solar conserva até hoje paredes de taipa de pilão e pau-a-pique do século XVIII, e mantém características ambientais das intervenções do século XIX, como forros apainelados, pinturas murais e artísticas e pisos assoalhados, entre outras.

O Solar abriga atividades museológicas e será a sede do Museu da Cidade de São Paulo, composto por 12 edificações espalhadas na Capital: 1 - Casa Modernista (localizada na rua Sta. Cruz); 2 - Solar da Marquesa de Santos e 3 - Casa da Imagem (ambas no centro); 4 - Beco (constituído por uma ruazinha de pedra, ao lado do Solar); 5 - Monumento à Independência e 6 - Casa do Grito (ambos no Ipiranga); 7 - Casa do Bandeirante (Butantã); 8 - Casa do Sertanista (Caxingui); 9 - Capela do Morumbi (Morumbi); 10 - Sítio Morrinhos (Jd. São Bento); 11- Casa do Tatuapé (Tatuapé) e 12 - Sítio da Ressaca (Jabaquara).

O secretário municipal da Cultura, Carlos Augusto Calil, destacou que o prédio Solar da Marquesa de Santos é considerado uma relíquia por ser o único edifício do século XVIII que restou na região central. "A obra é bastante minuciosa porque o serviço está sendo feito em um prédio tombado. Em alguns momentos são encontrados resquícios arqueológicos e é preciso parar e chamar especialistas para investigar o que está acontecendo. Não é uma reforma executada em um prédio comum", defendeu.

Tela do arcervo do Museu Histórico Nacional - RJ>>

Domitilia conheceu Dom Pedro 1º pouco antes da Proclamação da Independência. O imperador, após realizar uma viagem a São Paulo, convidou-a para morar no Rio de Janeiro, em um palacete que foi adaptado e decorado de acordo com as suas preferências.
A união extraconjugal com o responsável pela Independência do Brasil, que durou sete anos, deu outros cinco filhos à Marquesa _um menino natimorto (1823), Isabel Maria de Alcântara Brasileira (1824), Pedro de Alcântara Brasileiro (1825), morto antes de completar um ano, Maria Isabel de Alcântara Brasileira (1827), que morreu com nove meses e Maria Isabel 2ª de Alcântara Brasileira, que somente foi reconhecida por D. Pedro às vésperas da morte do imperador.
Domitila, então, deixou o Rio de Janeiro e voltou a morar em São Paulo, onde se casou com o brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, com quem teve outros quatro filhos. No dia 3 de novembro de 1867, a Marquesa de Santos morreu em São Paulo e foi enterrada no Cemitério da Consolação, cujas terras foram doadas por ela à cidade.

Em São Paulo, a Marquesa de Santos dedicou os seus últimos anos a ajudar os pobres, doentes e estudantes. Rica e com muito prestígio político, recebia as principais personalidades da vida acadêmica e cultural de São Paulo em sua casa, um "solar" muito elegante e luxuoso, comprado em 1834.
Construído na segunda metade do século 18, a residência ficou mais conhecida como o "Solar da Marquesa". Depois da sua morte, o solar abrigou o Palácio Episcopal e sede de companhias de gás.

Foto: Marquesa de Santos com seus netos > >
google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0