Nossos Vídeos

sábado, 3 de outubro de 2009

Nova data do Enem pode atrasar início das aulas em 2010

Resultados da prova devem ser publicados após o dia 8 de fevereiro, restando pouco tempo para organizar as vagas e realizar as matrículas

Apesar de alterar pouco o calendário dos processos seletivos das universidades federais e estaduais, a mudança na data do Enem poderá provocar um atraso no ano letivo de 2010.
Uma pesquisa feita pela CGC Educação nos sites da instituições e nos jornais de todo o País nesta sexta-feira, dia 2, mostra que a maioria delas ainda espera uma decisão do Ministério da Educação sobre a nova data do exame nacional, mas aquelas que aderiram ao Enem e tem segunda fase já admitem adiar o início das aulas em 2010.
Isto porque os resultados do Enem devem ser publicados por volta do dia 8 de fevereiro, restando pouco tempo para organizar as vagas e realizar as matrículas
De um total de 27 universidades pesquisadas pela CGC Educação e mencionadas pela imprensa, cinco confirmaram alterações nos calendários. As outras vão esperar a nova data da prova para tomar uma posição. Ao anunciar em entrevista o adiamento da prova, o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que as federais tinham "uma pequena folga no calendário".
Veja a posição das universidades
AMAZONAS
A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) mantém o vestibular, mas informa que poderá ocorrer um atraso na apresentação da relação de aprovados ou nos prazos para as matrículas. Na Ufama, a nota do Enem será usada como fase única para preencher 50% das vagas, além das remanescentes.
Já na Universidade do Estado (UEA) o calendário está manito. O Enem serve para compor a nota final da primeira fase dos candidatos.
PERNAMBUCO
A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) considera que o calendário acadêmico sofrerá atraso de 20 dias. Com isso as aulas da universidade poderão ter início em março e não em 22 de fevereiro como previsto. Ela vai manter o Enem como nota da primeira fase do vestibular. fase.
Nas universidades Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e do Vale do São Francisco (Univasf) não há previsão de mudanças. Nas duas instituições, o Enem é a única forma de ingresso.
BAHIA
A Universidade Federal da Bahia (Ufba) afirmou que vai manter as datas já definidas para o vestibular 2010, mas poderá ocorrer atraso no início das aulas, a princípio marcadas para o dia 26 de fevereiro.
Já a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), que utilizará o Enem como fase única para 70% das vagas, informou que deve alterar a data para a seleção dos estudantes, antes prevista para 8 de janeiro, mas ainda não divulgou prazos.
No caso das universidades estaduais da Bahia, não houve adesão ao Enem como forma de ingresso nos cursos.
PARAÍBA
A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) não aderiu ao Enem e todo o cronograma do processo seletivo será mantido.
MARANHÃO
A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) informa que, como todo o cronograma e conteúdo do exame é de responsabilidade do MEC, a universidade não pode fazer nada até o ministério tomar alguma decisão.
GOIÁS
A Universidade Federal de Goiás (UFG) informou que na próxima semana decidirá manter a nota do Enem como parte da seleção deste ano ou se só vai adotar o exame a partir de 2010. Ela utiliza 20% da nota do Enem na primeira fase do seu processo seletivo.
DISTRITO FEDERAL
A Universidade de Brasília (UnB) não será afetada com o adiamento, já que a instituição optou por utilizar as notas do Enem somente a partir de 2011.
MATO GROSSO DO SUL
A Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) não fará alteração no processo seletivo, marcado para o dia 11 de dezembro de 2009. A instituição utilizará o resultado do Enem como primeira etapa do vestibular 2010.
Na Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD) o processo seletivo não será afetado pelo novo calendário de provas do Enem. A universidade vai usar a nota do Enem apenas para as vagas remanescentes.
RIO DE JANEIRO
A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) suspendeu temporariamente as inscrições para o vestibular 2010. Uma reunião na reitoria definirá a situação. As notas do Enem seriam utilizadas como primeira fase do processo seletivo.
A Universidade Federal Fluminense (UFF), que tem a primeira fase do vestibular marcada para o dia 15 de novembro, emitiu nota informando que os candidatos inscritos não terão prejuízo.
SÃO PAULO
A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) informou que, em princípio, não haverá alteração na programação do processo seletivo. A nota do Enem vale 50% da nota final do vestibular da instituição.
A Universidade Federal do ABC (UFABC) informou que o problema não deverá alterar o calendário letivo nem a realização do Enem. Ela adotará Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.
A Universidade de São Paulo (USP) informa que irá entrar em contato com o Inep para verificar a possibilidade de compatibilizar os calendários e avaliar se a nota do Enem será viável no vestibular 2010. Antes do adiamento, a nota obtida no Enem poderia ser usada na primeira fase do vestibular e como um bônus de 6% para o candidato que cursou todo o ensino médio em escolas públicas do Brasil.
A Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) informou que vai aguardar pela definição da nova data da prova do Enem para se manifestar sobre possíveis mudanças no calendário do vestibular deste ano. O Enem tem o peso de 10% na nota final do processo seletivo, mas só em cursos em que não há prova de habilidade.
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) também informou que vai esperar pelo anúncio das novas datas de provas e da disponibilização das notas do Enem. Na Unicamp, a nota do Enem tem peso de 20% na primeira fase do processo seletivo.
MINAS GERAIS
A Universidade Federal de Ouro Preto informa que o vestibular 2010 será realizado nas datas já previstas. Ela utilizará o Enem como primeira fase do vestibular.
A Universidade Federal de São João del-Rei manterá todas as datas pré-definidas no edital do seu processo seletivo. A universidade reservará 10% das vagas de cada curso para os que fizerem a prova do Enem.
ESPÍRITO SANTO
Universidade Federal do Espírito Santo decidiu manter as normas do processo seletivo 2010, até que o Ministério da Educação se posicione sobre o novo calendário
PARANÁ
A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) não alterará a programação do seu processo de seleção, que está baseado exclusivamente na nota do Enem.
RIO GRANDE DO SUL
A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) deverá prorrogar a data de divulgação dos resultados do vestibular 2009, inicialmente prevista para o dia 19 de janeiro. O Enem vale 50% da nota para o ingresso.
A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre informa que mantém sua convicção sobre a qualidade da prova e que aguardará orientações do Ministério da Educação.
SANTA CATARINA
A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ainda avalia a situação. O Enem vai compor 20% da nota do candidato. O vestibulando poderá optar por utilizar ou não a nota do exame no processo.

*
*
*
Publicidade:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você poderá fazer suas denúncias e comentários.
Se você recebeu algum comentário indevido. Utilize-se deste canal para sua defesa.
Não excluiremos os comentários aqui relacionados.
Não serão aceitos comentários com palavras de baixo calão ou denúncias infundadas. Aponte provas caso queira efetuar suas denúncias, caso contrário, seu comentário será removido.

google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0