Nossos Vídeos

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

GCM apreendem 10.615 mídias irregulares

Grupo de Ações Especiais da GCM apreendem 10.615 mídias irregulares em menos de uma semana

O GAE - Grupo de Ações Especiais (que trabalha à paisana), da Guarda Civil Metropolitana, apreendeu até ontem (07/1) 10.615 mídias piratas (cd's e dvd's) na região central (Sé e Liberdade), Oeste (Pinheiros) e Norte (Casa Verde).
As ações foram realizadas nos dias 4, 5, 6 e 7/1. Parte das mercadorias foi encaminhada para os depósitos das subprefeituras correspondentes e as demais para perícia.
Os donos das mercadorias estão sendo investigados por violação de direito autoral. As ocorrências foram registradas nos seguintes departamentos de polícia, respectivamente: 1º, 13º e 14º.
As ações fazem parte de um dos programas prioritários da GCM, a proteção do espaço público e fiscalização do comércio irregular.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


Traumatismo nos dentes: como socorrer a criança?

Empurrões, escorregões, quedas, um minuto de distração dos pais, babás ou professores e pronto... O dente quebrou! “Normalmente, as causas que levam ao traumatismo em dentes de leite são as quedas, que ocorrem principalmente por volta dos 10-24 meses, período em que a criança está aprendendo a andar e não apresenta coordenação motora suficiente para evitá-las. Resultado: ao cair, ela não tem o reflexo de proteção e é comum bater a boca, afetando os dentes Outro período de grande incidência de acidentes é aquele que correspondente às férias escolares, quando há aumento da prática de jogos e esportes”, afirma Celina Gavini, odontopediatra da Clínica Genesis.

A maioria das pancadas na boca provoca um grande inchaço na região dos lábios e muito sangramento pelo fato desta parte ser extremamente vascularizada. “E isto já basta para apavorar os adultos. Dependendo do tipo e da intensidade do trauma, as lesões podem afetar os dentes permanentes, que já estão em formação. Por isto, recomendamos que a criança seja levada a um odontopediatra, logo após a queda”, explica Gavini.

É muito importante que ao chegar ao consultório do odontopediatra, os pais informem todos os detalhes sobre o tombo, para auxiliar na conduta a ser adotada. “Precisamos saber como a criança caiu: ela bateu a boca no chão de pedra, cimento, madeira? Ela bateu o dente na cabeça de outro amigo? De onde ela caiu: um lugar mais alto, escorregador, bicicleta, escada, cadeirão, skate, correndo na hora do recreio?”, diz a odontopediatra da Genesis.

Quando os dentes são decíduos podem ocorrer intrusões (quando o dentinho entra parcial ou totalmente dentro da gengiva) fraturas ou avulsões (quando o dente sai com raiz e tudo). “O odontopediatra deve avaliar a integridade dos tecidos ósseos da região (se ocorreu fratura ou não) através de um exame clínico e radiográfico. É através desse último que saberemos se houve um comprometimento no germe do dente permanente”, explica a dentista.

Em casos de intrusão, muitas vezes, o dente desce sozinho e volta naturalmente à sua posição, depois de um tempo. Se houver fratura na raiz, a única alternativa é a extração. O dente de leite traumatizado deverá ser acompanhado trimestralmente até sua esfoliação. Caso o dente de leite tenha saído do local com o trauma, ele não deve ser reimplantado, pois pode sofrer um quadro de anquilose, posteriormente, prejudicando a erupção do permanente. Por outro lado, se o dente que sofreu o trauma for permanente, este deve ser reimplantado com urgência. “Até chegar ao dentista, o dente pode ser mantido dentro de um copo com leite ou soro fisiológico. Nos casos de fraturas, os fragmentos devem ser conservados, para que possam ser usados, no momento da restauração”, explica Celina Gavini.

A resposta do dente ao reimplante, assim como a necessidade ou não de fazer endodontia (canal) e outras intervenções posteriores, dependerá do tempo de permanência do dente fora da boca e das particularidades de cada caso. “A criança tem uma capacidade de recuperação muito grande, e, se for atendida imediatamente, tudo se normalizará com rapidez, afirma a odontopediatra da Genesis.

Para prevenir traumas

Veja o que Celina Gavini recomenda:

1) Quando se trata de crianças muito pequenas, orientamos à família e aos professores para que não as deixem sozinhas, principalmente em lugares altos, parquinhos de recreação, perto de escadas e janelas, onde se recomenda o uso de portões e grades;

2) Quando as crianças começarem a engatinhar e a andar, deve-se ter cuidado com locais com muitos móveis e quinas, gavetas que possam ser abertas, móveis que possam ser escalados e “pulados”;

3) É preciso verificar se no ambiente infantil há o risco de que ela escorregue em chão molhado. Andar apenas de meias também favorece as quedas, pois, sem atrito, a criança terá mais facilidade para escorregar. Recomendamos que ela brinque descalça ou use sapato com sola de borracha ou antiderrapante;

4) Ao andar de carro, devem ser usados cadeiras e cintos apropriados às diversas faixas etárias. A criança deve andar sempre no banco de trás;

5) São necessários também cuidados com berço, carrinho de bebê e cadeirão, que devem estar adequados à idade e à maturidade da criança.

CONTATO:
www.clinicagenesis.com.br
*
*
*
PUBLICIDADE:
Preço e estoque por tempo limitado


Como se proteger no Verão

Cuidados que se você deve tomar

Com a chegada do verão o aparecimento de doenças ocasionadas pela estação se torna constante. Um dos principais motivos é forte exposição ao sol, com a diminuição da camada de ozônio a penetração da radiação ultravioleta é muito mais intensa, podendo causar envelhecimento precoce e câncer de pele.
Mesmo sabendo da necessidade de usar o protetor solar diariamente muitas pessoas ainda não adquiriram este hábito saúdavel.

Para se evitar o aparecimento de doenças é recomendado o uso diário do protetor solar. Conforme explica a dermatologista do Grupo Ana Rosa, Drª Fabiana Salazar Posso," os danos da exposição solar na pele têm efeito cumulativo, por isso é indicado o uso do filtro solar desde a infância.
A dermatologista salienta, que o ideal, é que seja utilizado a partir dos 6 meses, porém é importante que se faça da maneira correta, utilizando-se protetores específicos.

Na adolescência, devido ao aparecimento da oleosidade e das acnes, é recomendado o uso de filtros em gel ou loções aquosas livres de óleo (oil free). Já os adultos devem utilizar o produto que se adequa mais ao seu tipo de pele e idade, podendo ter como opção soluções como creme, gel, loção, gel creme, base e outros. Mas ainda os mais indicados são os filtros cremosos.

O uso do protetor solar e outros cuidados
Afim de se prevenir, o uso do filtro solar deve ser aplicado pela manhã, após a lavagem do rosto e reaplicado a cada 2 ou 3 horas durante o dia. Em praias e piscinas, deve-se passar 30 minutos antes da exposição e reaplicar após sair da água, no caso de pessoas que transpiram demais o uso deve ser feito a cada 2 horas.
Outra medida que se deve levar em conta na prevenção na de doenças é a utilização de roupas com tecidos especiais, as que protegem do sol, principalmente para as crianças e os praticantes de esportes. Já no caso de mulheres que possuem melasma (manchas no rosto, muitas vezes decorrentes da gravidez) os chapéis são grandes aliados.

O importante é lembrar que o sol é fundamental para nossas vidas, porém deve ser aproveitado da forma correta e na hora certa. O período ideal para se tomar um banho de sol é até as 10 horas da manhã ou após às 16 horas, já no horário de verão, pode se ter uma maior exposição, o período ideal é até as 11 horas ou após as 17 horas.

*
*
*
PUBLICIDADE:
Preços e estoque por tempo limitado:



Instituto do Câncer dá dicas para pacientes que pretendem viajar no período de férias

Algumas orientações devem ser seguidas por quem passa por tratamento oncológico

Pensando no bem-estar dos pacientes com câncer que querem aproveitar o período de férias longe de casa, o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), ligado a Secretaria de Estado da Saúde, preparou uma série de dicas e orientações voltada especialmente para quem passa por tratamento oncológico.
Em primeiro lugar, é muito importante que o médico saiba e esteja de acordo com a decisão do paciente em viajar. Estando comunicado, não há impedimento algum para que a pessoa com câncer aproveite alguns dias viajando. Outra importante recomendação é que pacientes em tratamento quimioterápico devem proteger-se do sol com uso de filtro solar e roupas adequadas, que devem incluir chapéus ou lenços na cabeça.
Ficar atento à alimentação também faz parte da rotina de cuidados. É importante que o paciente sempre consuma alimentos frescos e de procedência confiável e beba bastante líquido. Outra dica é não esquecer de levar consigo todos os medicamentos que estejam em uso, assim como os sintomáticos, utilizados em caso de febre, dor e vômito, por exemplo.
“É imprescindível que o paciente siga todas as recomendações dadas pelo médico que o acompanha. Algumas dicas essenciais podem – e devem – ser seguidas”, comenta Maria Del Pilar Esteves, oncologista clínica do Instituto do Câncer.
É importante ressaltar que se durante a viagem o paciente apresentar febre igual ou superior a 37,8ºC (medida nas axilas) e estiver em quimioterapia, deve procurar imediatamente o serviço local de saúde ou entrar em contato com o seu médico.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

*
*
*


Hospital Villa-Lobos sedia ciclo de palestras sobre obesidade>10/02

As verdades e mitos sobre a cirurgia bariátrica serão tratados ao longo de 2010, em palestras mensais, pelos especialistas da DB Saúde


Nos Estados Unidos, a maior economia do planeta, a obesidade mórbida atinge 1/3 da população e é a segunda causa de morte por motivos evitáveis, levando o governo a gastar cerca de 100 bilhões de dólares por ano com o tratamento da doença e suas consequências. No Brasil, estima-se que 3% da população sofram de obesidade mórbida – mais de 3,7 milhões de pessoas. Se considerados também os brasileiros maiores de 18 anos com obesidade leve, moderada ou com sobrepeso, o número chega a 84.373.180 pessoas com problemas sérios com a balança. Os dados são da Pesquisa Obesidade 2007, o mais completo mapeamento do avanço da obesidade no Brasil, realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, em 4.223 municípios. “O Brasil que é obeso é maior do que o Brasil que tem fome”, constata o Dr. Marcos Giansante, membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, sócio-diretor da clínica DB Saúde, parceira do Hospital Villa-Lobos no ciclo de palestras sobre obesidade mórbida e cirurgia bariátrica, que terá início no dia 10 de fevereiro.

“O objetivo das palestras é orientar a comunidade sobre a doença obesidade, diminuindo o preconceito com que o obeso é tratado, principalmente quando ele decide procurar ajuda médica e tratamento cirúrgico”, afirma Giansante. Todas as decisões do tratamento devem ser baseadas em um amplo esclarecimento dos pacientes e familiares, pois o sucesso da cirurgia depende de preparo rigoroso do qual participa uma equipe multidisciplinar, buscando controlar as doenças associadas como o diabetes e a hipertensão. “O apoio e compreensão da família são aspectos fundamentais para o sucesso do tratamento”, lembra o médico.

O ciclo de palestras ocorrerá durante todo ano de 2010, com a realização de uma palestra por mês, sempre na terceira quarta-feira – somente a palestra inicial será na segunda semana de fevereiro, por conta do carnaval. As palestras serão ministradas pela equipe médica e multidisciplinar da Clínica DB Saúde, no Auditório do Hospital Villa-Lobos/ CEMA, localizado na Rua Lituânia, 260, na Mooca, entre 19h30 e 21h. A participação é gratuita.

Mais informações podem ser obtidas nas duas unidades da Clinica DB SAÚDE fone - 3729-7388 / 2074 3248 ou pelo site www.dbsaudecirurgia.com.br ou pelo email dbsaude@dbsaudecirurgia.com.br ou no Centro de Estudos do Hospital Villa-Lobos, telefone 2076.7000, ou pelo site www.hospitalvillalobos.com.br


Sobre o Hospital Villa-Lobos

Inaugurado em novembro de 2007, o Hospital Villa-Lobos caracteriza-se pelo atendimento humanizado, tecnologia avançada e modernas instalações. Construído em uma área de 16 mil m², na Rua Lituânia, 260, na Mooca, possui 14 salas cirúrgicas, dentre as quais uma apropriada para cirurgia bariátrica, e 200 leitos, sendo 165 deles de internação, 20 destinados à UTI e Unidade Coronariana e 15 na semi-intensiva. Possui ainda UTI Pediátrica, com capacidade para 5 leitos.

Para comodidade dos clientes, o Hospital conta com avançado Serviço de Hemodinânica e Terapêutica Intervencionista, Centro de Litotripsia, Centro de Diagnóstico dotado de laboratórios de análises clínicas, exames de imagem de última geração, exames cardiológicos, endoscopia digestiva e respiratória, hemodinâmica e radiologia intervencionista, além de pronto-socorro amplo e completo, capacitado para atender urgências nas áreas de cardiologia, cirurgia geral, cirurgia bariátrica, clínica geral, ginecologia, ortopedia e pediatria. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2076-7000 ou no site www.hospitalvillalobos.com.br

Sobre a DB Saúde

Especializada em Abdomen e Clínica Geral, a DB Saúde realiza cirurgias do aparelho digestivo, cirurgia de obesidade e diabetes, cirurgia vascular e cirurgia plástica, atendendo ainda nas áreas de ginecologia e obstetrícia, ortopedia, nutrição, fisioterapia, acupuntura e psicologia. À frente da equipe multidisciplinar estão os médicos Marcos Giansante, Marcelo Bianquini e Rogério Mattar. Possui duas unidades de atendimento, em Itaquera e no Tatuapé. Mais informações pelo site www.dbsaudecirurgia.com.br
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

FESTA DA VIRADA AGITOU CONJUNTO JOSÉ BONIFÁCIO COM O APOIO DE AMIGOS

Foto e vídeo: Robson Moraes


O Conjunto José Bonifácio, localizado no Bairro de Itaquera, zona leste de São Paulo, comemorou a virada para 2010 com a 27ª queima de fogos, realizada no estacionamento do final da Rua Laura Bossi, que durou aproximadamente 20 minutos.

A grande festa contou com o apoio da Barrak’as do Santos, Barraca do Paulinho, Padaria Confeipãn, Padaria Jose, Bar do Tonho, Bar do Dito, Fermacons, Bokinhas Baby, dos moradores da comunidade e do Diretorio Zonal do PTB, com a contribuição do Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá.

Os organizadores Paulo (Baratinha), Willian (Ziza), Antonio Caveira e os colaboradores Carlos Eduardo (buião), entre outros, no final comemoraram o sucesso do evento entre as famílias cohabenses, sem índice de violência ou incidentes desagradáveis. "Tudo transcorreu conforme o planejamento. O projeto para a realização da festa deste final de ano já começou e desta vez, a equipe espera contar com o apoio de mais comerciantes e moradores...", afirmou Robson Moraes, Presidente do Diretório Zonal do PTB Conj. José Bonifácio.

Assista o vídeo:




*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado:

GLÚTEOS SEM VOLUME, FLÁCIDOS OU CAÍDOS

Sem volume, flácido ou caído: conheça as queixas femininas em relação aos glúteos


A flacidez e a queda de pele e do músculo na região glútea podem acontecer devido à falta de tônus muscular, depois de perda importante de peso, devido ao sedentarismo, ou, ainda, pela perda natural de elasticidade da pele devido à idade. “Já a falta de volume na região glútea, problema que também incomoda a muitas mulheres, está relacionada à genética. Devido à falta do volume muscular, a pele e o tecido cutâneo não se projetam e, conseqüentemente, não proporcionam um contorno bonito ao corpo feminino. Além do aspecto murcho, esse tipo de bumbum torna as imperfeições da pele, tais como flacidez, celulite e estrias, mais visíveis. A solução cirúrgica para este caso são as técnicas que valorizam a região, deixando-a volumosa e com projeção”, explica o cirurgião plástico Ruben Penteado, diretor do Centro de Medicina Integrada.

A cirurgia plástica dos glúteos ou gluteoplastia tem como objetivos remodelar ou aumentar a região das nádegas nestes pacientes. “O novo formato dos glúteos dependerá do tamanho, do formato das próteses utilizadas, bem como do biotipo original da paciente. Em geral, os resultados são bastante naturais, uma vez que as próteses são gelatinosas, maleáveis e se acomodam bem ao corpo”, informa Ruben Penteado, diretor do Centro de Medicina Integrada de São Paulo.

Quando a decisão é aumentar...

O aumento desta região vai depender essencialmente de uma avaliação estética do cirurgião plástico. "Como cada pessoa tem um biotipo e um formato de bumbum, devemos priorizar a escolha de próteses com tamanhos e formatos individualizados, visando um aspecto natural da região glútea", afirma o médico, que é membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

O implante é realizado com anestesia de bloqueio (raqui ou peridural) ou anestesia geral. O procedimento exige ao menos um dia de internação e deve ser realizado em ambiente cirúrgico. "A prótese deve ser colocada por baixo do músculo glúteo, através de uma incisão de cerca de cinco centímetros localizada na prega interglútea. A prótese submuscular confere um resultado muito natural ao procedimento", informa o cirurgião plástico.

No pós-operatório, a paciente terá que usar uma cinta modeladora durante um mês. Poderá haver dor nos primeiros dias, que será controlada com medicamentos. "Recomendamos que este paciente caminhe a passos curtos e sente-se, quando necessário, sobre superfícies mais rígidas, com a coluna ereta, evitando assim tensões sobre a cicatriz. Durante aproximadamente dez dias, também solicitamos que o paciente durma de barriga para baixo", diz Ruben Penteado.

O especialista destaca que é fundamental o repouso no pós-operatório. A retomada gradual de exercícios físicos pode ocorrer após dois meses da cirurgia. "A rejeição às próteses é rara. Sua durabilidade pode chegar a mais de dez anos. Alguns especialistas acreditam que as novas próteses alcancem os 25 anos, mas não há comprovações”, afirma o diretor do Centro de Medicina Integrada.

CONTATO:
www.medintegrada.com.br
http://dicadebelezadiaria.blogspot.com
http://twitter.com/rubenpenteado
*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado: