Nossos Vídeos

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

PROJETO FORMARE AMPLIA REDE DE ESCOLAS PARA 2010

O Formare, projeto de educação profissional para jovens de 16 a 18 anos de famílias de baixa renda, idealizado e coordenado pela Fundação Iochpe, concluiu, em 2009, a capacitação de aproximadamente 1.500 jovens, uma ação que acontece em parceria com as empresas que participam do projeto. No mesmo período, o Formare ampliou sua rede e inaugurou nove escolas nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul, nas instalações de empresas como SYL, Eaton, Ericsson, Santos Brasil, DHL, Suzano, Guerra e Conpacel, totalizando 74 escolas.
O projeto começa 2010 com a adesão de seis Escolas Formare nas novas empresas parceiras International Paper, Mesquita, Neumayer-Tekfor, Silubrin, Teksid e Thyssenkrup. Apenas essas escolas deverão capacitar mais de 100 jovens.
"Além de beneficiar os jovens, a empresa parceira ainda melhora seu clima organizacional ao incentivar a atividade voluntária entre seus colaboradores, que atuam ou que podem atuar como educadores voluntários em sala de aula", explica Beth Callia, coordenadora geral do Formare.
As empresas parceiras do Formare mantêm, em suas unidades, espaços dedicados à capacitação dos jovens. Os formandos recebem certificados emitidos pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação).
O Formare desenvolve cursos com as características de cada empresa e a realidade do mercado de trabalho local. A grade curricular privilegia a formação humana e técnica do aluno.
Sobre o Formare
O Projeto Formare foi criado em 1988 dentro das empresas Iochpe-Maxion S.A. em Canoas (RS) e São Bernardo do Campo (SP) como uma oportunidade de formação profissional a jovens de baixa renda na própria empresa. Hoje é um modelo vitorioso de educação profissional dentro de empresas; transformou-se na primeira franquia social do Brasil e multiplicou-se para diversos ambientes empresariais.
O objetivo do programa é desenvolver as potencialidades de jovens de famílias de baixa renda, moradores das redondezas das empresas, a fim de integrá-los à sociedade como profissionais e cidadãos. Contudo, o projeto não se limita ao curso. Quando formados, os ex-alunos recebem apoio na obtenção do primeiro emprego. Aproximadamente 6,5 mil jovens já foram capacitados pelo Formare e cerca de 80% estão empregados.
Outro fator de destaque é a capacitação e motivação que envolve os colaboradores da empresa quando aderem ao Projeto como educadores voluntários. Segundo informações da rede de empresas parceiras, foi possível comprovar que o desempenho do voluntário dentro das suas atividades e, principalmente, em seu convívio com outros colaboradores também melhora significativamente.
A Rede Formare (empresas que possuem Escolas Formare) é composta por Escolas de Educação Profissional que oferecem instalações, benefícios e tempo de seus funcionários para atuarem como educadores voluntários dos jovens.
Os cursos, com duração de no mínimo 800 horas/aula, são elaborados pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e monitorados pela equipe pedagógica do Formare, de acordo com as características de cada empresa e a realidade do mercado de trabalho local. A orientação pedagógica baseia-se nas diretrizes do Ministério da Educação, que prevê o desenvolvimento de competências e habilidades obtidas por meio da associação de teoria e prática. Os cursos são certificados pela UTFPR, instituição federal de ensino vinculada ao MEC, que mantém convênio com a Fundação Iochpe desde 1995.
Mais informações no endereço: www.formare.org.br
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque limitado


Um minuto de descuido e ... o dente quebrou!

Traumatismo nos dentes: como socorrer a criança?



Empurrões, escorregões, quedas, um minuto de distração dos pais, babás ou professores e pronto... O dente quebrou! “Normalmente, as causas que levam ao traumatismo em dentes de leite são as quedas, que ocorrem principalmente por volta dos 10-24 meses, período em que a criança está aprendendo a andar e não apresenta coordenação motora suficiente para evitá-las. Resultado: ao cair, ela não tem o reflexo de proteção e é comum bater a boca, afetando os dentes Outro período de grande incidência de acidentes é aquele que correspondente às férias escolares, quando há aumento da prática de jogos e esportes”, afirma Celina Gavini, odontopediatra da Clínica Genesis.

A maioria das pancadas na boca provoca um grande inchaço na região dos lábios e muito sangramento pelo fato desta parte ser extremamente vascularizada. “E isto já basta para apavorar os adultos. Dependendo do tipo e da intensidade do trauma, as lesões podem afetar os dentes permanentes, que já estão em formação. Por isto, recomendamos que a criança seja levada a um odontopediatra, logo após a queda”, explica Gavini.

É muito importante que ao chegar ao consultório do odontopediatra, os pais informem todos os detalhes sobre o tombo, para auxiliar na conduta a ser adotada. “Precisamos saber como a criança caiu: ela bateu a boca no chão de pedra, cimento, madeira? Ela bateu o dente na cabeça de outro amigo? De onde ela caiu: um lugar mais alto, escorregador, bicicleta, escada, cadeirão, skate, correndo na hora do recreio?”, diz a odontopediatra da Genesis.

Quando os dentes são decíduos podem ocorrer intrusões (quando o dentinho entra parcial ou totalmente dentro da gengiva) fraturas ou avulsões (quando o dente sai com raiz e tudo). “O odontopediatra deve avaliar a integridade dos tecidos ósseos da região (se ocorreu fratura ou não) através de um exame clínico e radiográfico. É através desse último que saberemos se houve um comprometimento no germe do dente permanente”, explica a dentista.

Em casos de intrusão, muitas vezes, o dente desce sozinho e volta naturalmente à sua posição, depois de um tempo. Se houver fratura na raiz, a única alternativa é a extração. O dente de leite traumatizado deverá ser acompanhado trimestralmente até sua esfoliação. Caso o dente de leite tenha saído do local com o trauma, ele não deve ser reimplantado, pois pode sofrer um quadro de anquilose, posteriormente, prejudicando a erupção do permanente. Por outro lado, se o dente que sofreu o trauma for permanente, este deve ser reimplantado com urgência. “Até chegar ao dentista, o dente pode ser mantido dentro de um copo com leite ou soro fisiológico. Nos casos de fraturas, os fragmentos devem ser conservados, para que possam ser usados, no momento da restauração”, explica Celina Gavini.

A resposta do dente ao reimplante, assim como a necessidade ou não de fazer endodontia (canal) e outras intervenções posteriores, dependerá do tempo de permanência do dente fora da boca e das particularidades de cada caso. “A criança tem uma capacidade de recuperação muito grande, e, se for atendida imediatamente, tudo se normalizará com rapidez, afirma a odontopediatra da Genesis.

Para prevenir traumas

Veja o que Celina Gavini recomenda:

1) Quando se trata de crianças muito pequenas, orientamos à família e aos professores para que não as deixem sozinhas, principalmente em lugares altos, parquinhos de recreação, perto de escadas e janelas, onde se recomenda o uso de portões e grades;

2) Quando as crianças começarem a engatinhar e a andar, deve-se ter cuidado com locais com muitos móveis e quinas, gavetas que possam ser abertas, móveis que possam ser escalados e “pulados”;

3) É preciso verificar se no ambiente infantil há o risco de que ela escorregue em chão molhado. Andar apenas de meias também favorece as quedas, pois, sem atrito, a criança terá mais facilidade para escorregar. Recomendamos que ela brinque descalça ou use sapato com sola de borracha ou antiderrapante;

4) Ao andar de carro, devem ser usados cadeiras e cintos apropriados às diversas faixas etárias. A criança deve andar sempre no banco de trás;

5) São necessários também cuidados com berço, carrinho de bebê e cadeirão, que devem estar adequados à idade e à maturidade da criança.

CONTATO:
www.clinicagenesis.com.br
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


IMPLANTODONTIA - Inscrições para o Curso de Especialização do CETAO estão abertas

Implantodontia: crescimento da especialidade reflete-se em tratamentos mais rápidos e na popularização dos procedimentos

Até três décadas atrás, a Odontologia não conseguia apresentar soluções efetivas para os pacientes quando o assunto envolvia um implante dentário. O melhor tratamento para o edentado total eram as dentaduras convencionais, para o edentado parcial eram oferecidas próteses parciais removíveis, pontes fixas ou próteses adesivas. “Hoje, já acumulamos conhecimento e experiência suficientes sobre a Implantodontia. Contamos com altos índices de previsibilidade no tratamento feito com implantes”, afirma o Prof° Dr° Marcelo Abla, coordenador do Curso de Especialização em Implantodontia do CETAO.
Procedimentos mais seguros, mais rápidos e menos invasivos, resultados mais previsíveis e altamente estéticos são algumas das principais e mais recentes mudanças por quais tem passado a Im¬plantodontia, possibilitadas por avanços em protocolos, técnicas e biomateriais. A evolução científica consolidou a Implantodontia como a mais eficaz, segura e preventiva alternativa para reabilitar um paciente que sofreu qualquer tipo de perda dental. "A especialidade vive um grande momento, como ciência e modalidade terapêutica. Dentre as possibilidades para a reposição de um ou mais dentes perdidos, o implante é a que melhor se relaciona com qualidade de vida e bem-estar, tanto para o paciente, como para o profissional", defende Marcelo Abla, que é Doutorando e Mestre em Implantodontia (UNESP).
O Brasil é um dos poucos países que reconhece a Implantodontia como uma especialidade odontológica. Segundo dados do Conselho Federal de Odontologia (CFO), contamos com mais de quatro mil profissionais especializados, atuando em todas as regiões do País, formados por 53 cursos de especialização credenciados junto ao CFO. Os números apontam o lugar de destaque que o im¬planto¬dontista brasileiro ocupa em relação aos profissionais de outros países, pois no mundo todo, a maior parte dos implantes é feita por clínicos gerais, formados nos mais variados tipos de curso. “Atribuímos à formação acadêmica do implan¬todontista brasileiro a razão para o prestígio internacional da profissão. Além de uma formação sólida, através de cursos de excelência, o dentista brasileiro busca estar sempre inserido em um programa de atualização e tem muito compromisso com a qualidade de seus serviços”, destaca Abla.
Para o Prof° Dr° Marcelo Abla, algumas qualidades são essenciais para ser um bom implantodon¬tista: "em primeiro lugar, este profissional deve estudar sempre; deve ter uma visão global do sistema estomatognático, conseguindo dis¬cer¬nir os pontos fortes de atuação da Implantodontia e a necessidade de interação com as demais especialidades odontológicas; e por fim, este profissional deve reunir conhecimentos que permitam que ele tenha uma visão funcional e estética do caso que está tratando, antes mesmo da instalação dos implantes", destaca.
“Para o próximo ano, vamos ampliar as atividades concentradas em cirurgias e próteses do curso, atendendo às principais exigências do mercado de trabalho e dos nossos alunos. As técnicas que abordaremos são as mais avançadas encontradas em toda a Implantodontia mundial”, diz Abla.
Um mercado em expansão
Nos últimos anos, a Implantodontia também ampliou seu espectro de indicação, com tratamentos conduzidos de forma mais ágil e simples, e, consequentemente, levando mais pacientes aos consultórios. “A literatura odontológica já registra a aceitação destes avanços por parte do maior beneficiado: o próprio paciente, demonstrando um alto nível de satisfação com a melhora do desempenho mastigatório e estético”, diz o coordenador do Curso de Implantodontia.
Diversos estudiosos defendem que um dos critérios principais utilizados para se identificar um idoso saudável é pela manutenção de sua dentição natural, o que lhe traz muitos benefícios biológicos e sociais. No Brasil, à semelhança de diversos países no mundo, a população está envelhecendo rapidamente. A população idosa é hoje o segmento populacional que mais cresce em termos proporcionais. “Neste contexto, a Implantodontia se estabelece como peça fundamental do arsenal do cirurgião-dentista para responder a essa nova demanda social: preservar a qualidade de vida na terceira idade”, destaca o Prof° Dr. Marcelo Abla.
SAIBA MAIS SOBRE O CURSO
ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA

• Objetivo do curso:
Possibilitar ao cirurgião-dentista a realização de planejamentos de cirurgia e prótese voltada para implantodontia, assim como embasá-lo nas disciplinas relacionadas com a especialidade, de maneira que este possa exercer a implantodontia na sua totalidade, como especialista.

• Coordenadores:

Prof. Dr. Marcelo Abla
Doutorando e Mestre em Implantodontia (UNESP)
Especialista em Biologia Celular pela EPM

Prof. Dr. José Virgilio P. Eduardo
Doutor e Mestre em Prótese Dentária (FOUSP)

Prof. Dr. Mario Kawagoe
Mestre e Doutor em Prótese Dentária (FOUSP)
Especialista em Reabilitação Oral (UNESP)
Prof. Disciplina de Prótese Parcial Fixa (Uni Nove)

Profa. Dra. Adriane Domingos de Lima
Mestre em CTBMF (FOUSP)

• Início do curso: março de 2010.
• Duração do curso: 24 meses.
• Carga horária: 1.206 horas.
• Periodicidade: semanal, às terça-feiras (manhã/ tarde e noite)
• Conteúdo Programático:
http://www.cetao.com.br/areas.asp?id=103&idc=38

SOBRE O CETAO:
O CETAO é uma Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, que promove cursos de extensão e especialização em Odontologia. Fundada há 12 anos, está presente em 07 países, ministrando cursos para dentistas no Brasil e no exterior.
www.cetao.com.br
http://carreiraodontologica.wordpress.com
http://twitter.com/cetao
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


PROPRIEDADES DO ÓLEO DE COCO

É fato que o coco é a cara do nosso país. Está presente de forma abundante no território brasileiro. Além daqui, o coco é utilizado de várias formas por todo o mundo, seja na comida, no artesanato, cosméticos, remédios.
É um fruto rico nutricionalmente em proteínas, carboidratos, gorduras, minerais e vitaminas. No Brasil o consumo se faz pela água de coco e pela polpa.
Porém, seu consumo interno deveria ser mais estimulado, principalmente pela água de coco, pois seu consumo representa apenas 1,4% dentre os refrigerantes e bebidas isotônicas. (EMBRAPA)
Os estudos mais recentes comprovam os benefícios do consumo do fruto, por sua excelente composição nutricional,muito embora ela se diferencia dependendo da parte a ser utilizada.

Dentre os derivados do coco, merece destaque o óleo de coco. Pesquisas científicas recentes têm descoberto o seu alto poder nutricional. Rico em antioxidantes, ácidos graxos, vitamina E, é um forte aliado no controle de colesterol, emagrecimento, produção de energia, detoxificação, controle de fungos e bactérias, além de ser versátil e gostoso.
Por ser um óleo, faz parte do grupo dos lipídeos, os quais fornecem energia, compõe as estruturas celulares e participam na síntese hormonal e metabolização de vitaminas.
Os ácidos graxos são classificados de acordo com suas cadeias moleculares, tamanho e tipos de ligações. As gorduras chamadas saturadas (sem ligações duplas) são as mais prejudiciais ao nosso organismo principalmente por aumentar os níveis de colesterol no sangue e formação de placas de gorduras nas artérias. O óleo de coco é considerado uma gordura saturada porém de cadeia média e por isto, tem fácil metabolização e baixa capacidade de oxidação no organismo (inclusive no meio ambiente).
Estas propriedades estão presentes quando o óleo é extraído a frio – extravirgem. A diferença do óleo de coco para os outros óleos vegetais é que estes são ácidos graxos de cadeia longa , os quais são armazenados mais facilmente no organismo , entopem as artérias e elevam o colesterol , diferente do óleo de coco o qual é utilizado como energia para o metabolismo.
Desta forma, estudos mundiais comprovam que uma dieta rica em óleo de coco (as quantidades são individuais) não aumenta o colesterol e nem o risco de cardiopatias, pois, ao contrário, favorece o aumento dos níveis de HDL (o bom colesterol). Além disso, o óleo de coco protege o fígado e reforça o sistema imunológico.

Propriedades Funcionais do Óleo de Coco
Antioxidante principalmente pela atividade da vitamina E
Ajuda na redução do colesterol LDL e elevação do HDL
Ajuda no emagrecimento por aumentar o metabolismo (termogênico), diminuir a compulsão por carboidratos (estimula a saciedade)
Fortalece o sistema imunológico
Tem efeito dermatológico contra queimaduras, cicatrizes, eczemas e dermatites
Auxilia no funcionamento intestinal por ser uma gordura
Controla os níveis de insulina no sangue
Age contra o estresse e a fadiga por normalizar os níveis de energia das células
Combate viroses e microorganismo infecciosos devido ao ácido láurico, que são capazes de destruir os vírus herpes e Epstein-Barr, além do mesmo combater a candidíase, giardíase e amebíase

Gordura Saturada: pode fazer bem à sua saúde!
O óleo de coco contém alta concentração de ácido esteárico, palmítico e principalmente Láurico. Os dois primeiros São fundamentais para a nutrição do coração e estão presentes na camada de gordura saturada que se localiza em volta do coração e a qual é muito requisitada em situações de estresse.
O ácido láurico é o principal ácido graxo encontrado no óleo de coco e também de fundamental importância à nossa saúde. Quando este ácido chega ao nosso intestino ele é transformado em monolaurina, um monoglicerídeo que tem ação antibacteriana, antiviral e antiprotozoária. A monolaurina consegue destruir a membrana de lipídeos que envolvem os vírus, inativa as bactérias, leveduras e fungos.
O ácido láurico se torna ainda mais interessante por demonstrar que esta destruição que a monolaurina promove dos protozoários no organismo é somente contra os microorganismos patogênicos e não afeta as bactérias benéficas de nossa flora intestinal.
Estudos comprovam que este ácido encontrado no óleo de coco é um forte combatente à candidíase, um problema que ataca em proporção 60% das mulheres e contra apenas 20% dos homens. Ela é causada pela candida albicans. O ácido láurico que representa 50% do óleo de coco somado ao ácido caprílico do mesmo alimento combate praticamente todos os fungos, fortalece nosso sistema imunológico pela liberação que promove de interleucinas a qual aumenta a produção de leucócitos, nossas células de defesa. Além disso, inibe a produção local de prostaglandinas e interleucina 6, que são substâncias pró-inflamatórias, assim, também é um alimento antiinflamatório. Todos estes benefícios se somam a sua facilidade digestiva e podem ser facilmente alcançados, desde que seja consumido na quantidade adequada individualmente, com freqüência e inserido numa alimentação saudável.
Seu sabor é muito agradável, podendo ser consumido puro ou em qualquer preparação, doce ou salgada, fria ou quente. Recomenda-se iniciar com 1 colher de chá ao dia e ir gradativamente aumentado até chegar a 4 colheres de chás. Por produzir energia rápida pode ser consumido pela manhã, antes de exercícios físicos ou mesmo nas refeições.
Bontempo, Marcio. O poder medicinal do coco e do óleo de coco extra virgem. Ed. Alaúde, São Paulo 2008.

Crédito:
Dra. Roseli Rossi – Nutricionista Especialista em Nutrição Clínica (CRN 2084)
Clínica Equilibrio Nutricional
Tel.:(11) 2672-7300
E-mail: equilibrio@equilibrionutricional.com.br
Site: http://www.equilibrionutricional.com.br/
*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado:




Comédia "As Mona Lisa" entra em cartaz no Teatro Anhembi Morumbi

Crédito da Foto Athenas Produções
O Teatro Anhembi Morumbi recebe o espetáculo humorístico “As Mona Lisas”, de Wilson Coca, sob a direção de Sebastião Apollônio, a partir de 18 de janeiro de 2010.
A estória se passa em um apartamento onde vivem três amigos homossexuais super divertidos: O cabeleireiro Kaká, o bancário Mark e o figurinista de TV Haroldo. Eles adoram curtir a visa numa boa, são super consumistas e, conseqüentemente, vivem sem grana.
No meio da trama também está Luiz, uma vendedora de produtos de beleza que visita regularmente o apartamento e acaba se apaixonando por Klaus, um rapaz que foi criado por Kaká, Mark e Haroldo como um verdadeiro filho.
A confusão aumenta quando Dona Ravena, a mãe de Kaká, que desconhece a opção sexual do filho vai visitá-lo.
E é assim que entre brigas, tapas, beijos, declarações de amor e, é claro, muito humor, que os quadros se desenrolam de forma divertidíssima. O final é surpreendente e vai bem ao gosto do público.
Imperdível!!!

Ficha Técnica:
Autor: Wilson Coca
Direção: Sebastião Apollônio
Assistente de Direção: J.C. Rocco.

Elenco:
Ronaldo Assis
Eduardo Moreno
Roberto Taty
Reinaldo Villela
Mariza Marchetti

Serviço:
“As Mona Lisas” no Teatro Anhembi Morumbi
Período de 18/01/10 à 28/02/10
Horário: Sextas às 21h30min; Sábados às 21h e Domingos às 19h.
Gênero: Comédia
Faixa Etária: 12 anos
Duração: 1h45min (Aproximadamente)

Teatro Anhembi Morumbi (758 lugares)
Rua Dr. Almeida Lima, 1134 – Mooca – Próximo ao metrô Bresser.
São Paulo – SP
Ar-condicionad
Estacionamento e acesso para deficientes físicos além de poltronas especiais para obesos.
Tel. (11) 2081-5924

Informações, Vendas e Valores nas Bilheterias do Teatro Anhembi Morumbi
Sextas e Domingos – R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia entrada) / Sábados – R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia entrada).

11 2872-1457 ou pela seção contato do site do teatro.
Bilheteria: de terça à domingo das 14 às 19 horas. Em dias de espetáculo funciona até o início do mesmo.
* Formas de pagamento: Crédito e Débito - VISA e MASTER
Amex e Dinners, apenas pelos canais on-line da Ingresso Rápido.
4003-1212 - http://www.ingressorapido.com.br/

*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado:



Tudo sobre Botox: Injeção da Juventude

A aplicação de Botox é um dos procedimentos não cirúrgicos mais requisitados nos consultórios de medicina estética e cirurgia plástica. Cada vez mais, homens e mulheres se submetem as injeções da toxina botulinica tipo A (Botox, Dysport, Prosigne), visando acabar com aquelas incômodas rugas de expressão.
Como age o Botox (Toxina Botulinica Tipo A)?
Um dia você se olha no espelho e percebe o aparecimento de rugas de expressão na testa e ao redor dos olhos, os famosos pés de galinha, dando um aspecto de face cansada e envelhecida, que, certamente, não combinam com seu espírito jovial. Então você se pergunta, de onde vieram essas rugas de expressão? Sempre que nos expressamos, rimos ou choramos, os músculos da face se contraem. Com o passar do tempo, a atividade de frequente contração destes músculos resulta no desenvolvimento de linhas de expressão, tais como as linhas da testa, os “pés-de-galinha”, os vincos entre as sobrancelhas... “Depois de anos de contração da musculatura facial, essas linhas de expressão começam a se unir e ficar mais pronunciadas. Nas mulheres, que tipicamente possuem pele mais delicada, essas linhas de expressão podem se tornar mais aparentes e permanentes”, explica o cirurgião plástico, Mario Warde.
Felizmente, existe um tratamento estético criado para reduzir justamente essas incomodas rugas de expressão. O tratamento com a toxina botulinica consiste em injeções nas áreas problemáticas como glabela, ao redor dos olhos e boca, onde os músculos facias possuem maior força de contração. “A tal toxina é aplicada diretamente no músculo responsável pela formação da linha ou ruga de expressão, causando seu relaxamento temporário e conferindo ao rosto uma aparência mais calma, rejuvenescida e agradável , explica Mario.
O tratamento com Botox ganha cada vez mais adeptos, tanto entre o sexo masculino, quanto feminino, devido aos fantásticos resultados sobre as rugas de expressão facial, que podem desaparecer em uma única sessão do produto. “O tratamento com a toxina botulinica consiste em injeções de pequenas quantidades da toxina botulinica em varias áreas da face. A testa e região glabelar (entre os olhos) são geralmente as mais requisitadas para aplicação do produto”, afirma Mario.
Cabe ao médico determinar os locais exatos de aplicação da toxina, ao examinar sua capacidade de movimento da musculatura facial. “A beleza do tratamento com a toxina botulinica reside justamente em sua simplicidade e eficácia. Em um tratamento não cirúrgico, em ambiente ambulatorial de aproximadamente 10 minutos, é possível se livrar das rugas de expressão que possam estar te incomodando por anos”, explica Mario. A recuperação é imediata, de modo que você pode realizar tal aplicação de Botox até mesmo em seu horário de almoço. Os resultados dessa aplicação duram de 4 a 6 meses em média, que corresponde ao período que a toxina botulinica irá atuar paralisando a musculatura desejada. “Pacientes que fazem uso de Botox ou qualquer toxina do mercado regularmente, observam que necessitam de um intervalo mais espaçado, para obterem o resultado desejado, devido ao enfraquecimento dos músculos proporcionado pelas aplicações regulares de Botox”, salienta Mario.
Outra aplicação interessante e bastante requisitada da toxina botulinica tipo A refere-se a capacidade de produzir um lifting de sobrancelhas, quando aplicado em locais específicos, e o melhor, sem necessidade de qualquer corte ou cirurgia. “O lifting de sobrancelhas produz um resultado estético bastante agradável em mulheres, sendo requisitado tanto por mulheres jovens quanto aquelas de idade mais avançada”, finaliza Mario. “O padrão estético masculino tem que ser respeitado, mas tem como garantir excelentes resultados, sem feminiliza-lo, utilizando uma boa técnica”, finaliza Mario Warde.
Serviço:
Dr. Mario Warde - Cirurgião Plástico (Planejamento Clínico e Cirúrgico do Contorno Corporal)
Tel: (11) 3031-3636 - (11) 3031-3636 (11) 3031-3636
www.contornocorporal.com


*
*
*
Publicidade
Preços e estoque limitado