Nossos Vídeos

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Alimentos saudáveis e qualidade de vida

José Otavio Menten*

Embora ainda sejam elevados os números tanto de obesos como de sub-nutridos, as pessoas, hoje, se alimentam bem melhor, graças à oferta e diversidade de alimentos de boa qualidade - e isso depende, fundamentalmente, da agricultura

A expectativa e a qualidade de vida dos homens e mulheres vêm melhorando nos últimos anos, no mundo e no Brasil. Em 30 anos, a vida média aumentou cerca de 15% e cada vez mais pessoas acima dos 50 anos de idade desfrutam de excelente saúde. Antigamente, essas pessoas eram consideradas "velhas". Em 1950, havia 24.000 pessoas com mais de 100 anos no mundo. Atualmente são 269.000; em 2050, deverão ser 3.800.000. Dentre os diversos fatores responsáveis por esta situação a ser comemorada, estão: redução da taxa de mortalidade infantil no início da vida e aumento do índice de sobrevivência a doenças. Isto vem sendo conseguido graças à melhoria no saneamento básico, programas de vacinações, antibióticos/medicamentos, tecnologia médica e, em especial, aprimoramento da nutrição.
Embora ainda existam obesos e sub-nutridos no mundo e no Brasil, em regiões ou sociedades com condições aceitáveis de desenvolvimento, as pessoas se alimentam cada vez melhor. Para que isto ocorra, há necessidade de maior disponibilidade e diversidade de alimentos de boa qualidade. Se compararmos a dieta básica dos brasileiros nas décadas de 50 e 60 e atualmente, serão encontradas várias e claras diferenças: mais consumo e diversidade de frutas, hortaliças, cereais e grãos. Isto significa mais proteínas, sais minerais e vitaminas. A maior disponibilidade de alimentos depende, basicamente, da agricultura.
São os agricultores, em suas hortas, pomares, sítios, chácaras e fazendas quem produzem os alimentos essenciais para a melhoria da qualidade da vida de pessoas. Mas estes agricultores precisam receber sementes e materiais de propagação de espécies e cultivares que tenham as características desejadas pelos consumidores. Também precisam ser informados sobre as maneiras adequadas para produzir estes vegetais "novos".
Há 50 anos a produção de frutas de clima temperado - uva, maçã, pêssego, etc. - era insignificante no Brasil. Alface era uma das poucas verduras consumidas. Poucos conheciam rúcula, agrião, cenoura, beterraba e várias outras hoje comuns nas mesas dos brasileiros. No café da manhã, não se pensava em consumir cereais, sucos e frutas in natura. A utilização da gordura animal era muito maior que dos óleos vegetais.
Diversos destes vegetais não eram cultivados por apresentarem muitas pragas, o que impedia uma produção sustentável. Dentre os fatores que influem na produção está o manejo de pragas. E, entre as alternativas de manejo, destaca-se o uso racional de defensivos agrícolas.
Os defensivos agrícolas são seguros para a saúde das pessoas, a qualidade dos alimentos e para o meio ambiente. Isso porque, antes de serem produzidos comercialmente, os defensivos passam por rigorosa avaliação agronômica, toxicológica e ambiental de três órgãos do governo federal: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA; Agência Nacional de Vigilância Sanitária, do Ministério da Saúde, ANVISA; e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, IBAMA, do Ministério do Meio Ambiente. Seus técnicos especializados se dedicam, por até 3 anos, na análise de todos os estudos exigidos pela legislação brasileira. Além da análise e autorização do uso pelo Governo Federal, os produtos ainda necessitam de cadastro nos respectivos Estados.
Todos os alimentos, quer sejam produzidos por técnicas convencionais, como fertilizantes químicos e defensivos agrícolas, ou por técnicas alternativas (orgânicos, biodinâmicos etc.) têm que ser saudáveis. Seguindo os procedimentos desenvolvidos em universidades e centros de pesquisa, produzir em quantidade, qualidade e diversidade não somente é possível como necessário para garantir o desafio da demanda global crescente, conforme tem alertado a FAO, órgão para Agricultura e Alimentação das Nações Unidas. O Brasil é o país com melhor tecnologia agrícola tropical em todo o mundo.
Uma alimentação sadia e balanceada é fator essencial para a melhoria da qualidade de vida. E estes alimentos vêm do campo, da zona rural, de agricultores que assimilam o que existe de mais moderno em tecnologia agrícola. Com seu trabalho em fins de semana e feriados, com frio ou calor, chuva ou sol, contribuem para que os homens vivam mais e melhor.

*José Otavio Menten é Phd em Agronomia e consultor institucional da Associação Nacional de Defesa Vegetal, Andef

*
*
*
PUBLICIDADE:
Estoque e preço por tempo limitado



Catarata: Implante de lente multifocal

Catarata: Implante de lente multifocal mostra seu melhor resultado em seis meses

O melhor nível de neuroadaptação com o implante de lentes intraoculares multifocais se revela seis meses após a realização da cirurgia de catarata. A constatação, que é resultado de um estudo realizado pelo oftalmologista espanhol, Carlos Palomino Bautista, do Hospital Quiron de Madri, a partir de avaliação de 250 olhos de 137 pacientes com idade de 68 anos em média, também é comprovada no Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB). O diretor do departamento de catarata, Leonardo Akaishi, diz que completados seis meses a partir da cirurgia, as avaliações de retorno mostram que o paciente tem mesmo o melhor rendimento visual.

No dia seguinte à cirurgia, o paciente já percebe grandes avanços sobre sua qualidade e quantidade de visão, mas é no período de seis meses que desenvolve familiaridade com os halos se houverem e também adquire novos hábitos para ajuste da visão à distância quando vai dirigir ou praticar esportes, explica Akaishi.

Neurovisão - Segundo o brasileiro, que vem observando as questões associadas à neurovisão na avaliação de seus pacientes em Brasília (DF) e em Palmas (TO), "a cirurgia de catarata com implante de lentes intraoculares multifocais confere ao paciente uma nova percepção de iluminação, das cores e da distância focal". A partir dessa nova realidade também vem a necessidade de neuroadaptação e é compreensível que o paciente requeira seis meses para ter o melhor resultado, comenta o médico.

Satisfação - O estudo de satisfação de Bautista foi realizado com pacientes operados entre 1 a 3 dias, com 30 a 90 dias e com 150 a 210 dias após a cirurgia de catarata, quando também foram analisadas questões relativas ao contraste e condições fotópticas. Dados do estudo mostraram boa acuidade visual para perto e para longe após o período de seis meses em mais de 95% dos casos cujos pacientes declararam visão global boa ou excelente tanto para perto quanto para longe.

A maior satisfação do operado de catarata manifestada após seis meses da cirurgia é a independência dos óculos, enfatiza Akaishi. Na pesquisa européia, 96,8% dos operados declarou, após seis meses, ler em J2 - que é considerada boa visão para livros e revistas, por exemplo, sem necessidade de correção, ou seja, sem óculos. Akaishi calcula em seus próprios levantamentos clínicos no HOB, em Brasília, que 96% dos pacientes consideram-se livres dos óculos após a cirurgia de catarata e declaram este fator entre as vantagens do implante de lente multifocal.

Ao avaliar a leitura em J1 sem óculos, considerada a melhor - que permite enxergar as pequenas letras de bulas de remédios, por exemplo - o oftalmologista espanhol encontrou 95,6% dos operados nesta situação após um semestre de realização da cirurgia. Estes resultados somados a evidências clínicas que oftalmologistas de todo o mundo constatam após o implante da lente multifocal nas cirurgias de catarata são relevantes, pois conferem mais tranquilidade para os pacientes no momento de decidir pela solução que desejam, avalia o médico brasileiro.

Catarata - A catarata provoca a opacificação do cristalino, lente natural do olho que focaliza a luz conduzida da pupila até a retina. O olho jovem permite esse foco nítido. Com o passar dos anos, próximo dos 60, a luz já não chega tão clara e a visão fica borrada em consequência da opacificação do cristalino que se torna amarelado. Esse fenômeno é a catarata, faz com que os raios de luz se espalhem e alterem as zonas de foco. De acordo com Akaishi, o único tratamento existente é a cirurgia de remoção do cristalino e sua substituição por uma lente artificial. "Quando não tratada, a catarata pode levar à cegueira", alerta. Atualmente, a catarata ocupa o primeiro lugar entre as causas de cegueira reversível no mundo.

*
*
*
Publicidade:
(Preços e estoque por tempo limitado)



Acreditação como critério de seleção em serviços de saúde

Acreditação pode ser utilizada pela população como critério de seleção em serviços de saúde
Certificações aumentam a segurança do paciente e diminuem riscos de atendimento

A certificação de qualidade nos serviços de saúde oferecidos no Brasil é um tema que começa a ser discutido pela população. Na maioria dos hospitais da Europa, dos Estados Unidos e Canadá, o principal parâmetro utilizado para a escolha de um serviço de saúde pela população é a Acreditação Hospitalar. Antes de tudo, é preciso entender o que é acreditação e difundir este conceito à população brasileira.
Acreditação é a metodologia utilizada mundialmente que certifica a qualidade no atendimento e gestão de instituições de saúde. O IQG (Instituto Qualisa de Gestão), empresa líder do setor no Brasil e na América Latina (com mais de 160 instituições certificadas), aplica duas metodologias de certificação: a brasileira da Organização Nacional de Acreditação - ONA e a internacional Canadense.
A ONA (Organização Nacional de Acreditação) emprega padrões de desempenho voltados aos processos de cuidados ao paciente e à gestão de serviços. A Acreditação Canadense (Accreditation Canada) tem como foco a segurança do paciente e boas práticas no atendimento.
Acreditação é mais que um diferencial competitivo de mercado, seu direcionamento está na implantação de uma ferramenta de gestão que visa a profissionalização das instituições de saúde, associada à utilização de boas práticas em prol da segurança do paciente, o que resulta em um uso balanceado e eficiente dos recursos, diminuindo riscos e atos não seguros no atendimento.
Neste cenário, o prestador de serviços, as fontes pagadoras e o paciente estão inseridos em um ambiente mais adequado. 'O Sistema de Saúde Mundial passou do objetivo de evitar somente riscos financeiros institucionais para o de tornar o atendimento mais seguro. Estamos trabalhando para que a população possa compreender este conceito e poder ter a Acreditação como mais um critério de escolha dos serviços assistenciais', explica Dr. Rubens J. Covello, CEO do IQG.
Segundo a Associação Médica Americana, estima-se que cerca de 100 mil pessoas morram nos EUA vítimas de eventos adversos. Esta alta incidência resulta em uma taxa de mortalidade maior que as atribuídas a AIDS, câncer de mama ou atropelamentos, por exemplo. Uma instituição acreditada trabalha com metas e prazos. Por exemplo: o objetivo é diminuir em 50% o número de pneumonias causadas por ventilação em UTI até dezembro de 2010. 'Não adianta implantar um sistema de qualidade sem metas, prazos e mensuração. O foco deve ser sempre no paciente', finaliza Dr. Rubens.
Sobre o IQG
Empresa líder no mercado de certificação e implementação de programas de gestão de qualidade do segmento saúde. Em 15 anos de atuação, o Instituto está presente em 19 Estados brasileiros e possui 75% do mercado nacional de acreditação, tendo acreditado 85% dos hospitais, 90% dos bancos de sangue e 100% dos Serviços de Oncologia. Nos últimos 3 anos, realizou 166 certificações e 161 cursos de educação continuada com foco em gestão da qualidade e programas de segurança do paciente.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque limitado

COMO SERÁ A POBREZA NO BRASIL EM 2016?

Brasil pode ter índices de pobreza e desigualdade similares a de países desenvolvidos em 2016

Se mantidas as condições apresentadas nos últimos anos, o País pode praticamente erradicar a taxa de pobreza absoluta, segundo estudo do Ipea

O Comunicado da Presidência nº 38 foi apresentado nesta terça-feira (12), às 11h, na Caixa Econômica Federal (Praça da Sé, nº 111, 5º Andar, auditório), pelo presidente do Ipea, Marcio Pochmann

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por meio do Comunicado n° 38 Pobreza, desigualdade e políticas públicas, avalia a perspectiva para os próximos anos para a pobreza e a desigualdade no Brasil. O estudo aponta quais as condições necessárias para que o País alcance, de fato, índices comparáveis aos dos países desenvolvidos, além de apresentar um conjunto de informações referentes à evolução da pobreza e da desigualdade no mundo.

Apesar da queda em termos absolutos da pobreza no planeta, em várias regiões houve elevação na quantidade de extremamente pobres, como o Sul da Ásia e a África Subsaariana. As maiores reduções ocorreram na Ásia, com importância fundamental da China.

O estudo, divulgado pelo presidente do Ipea, Marcio Pochmann, foi dividido em quatro partes:

(i) a primeira voltada ao breve registro da evolução da pobreza em diferentes regiões do mundo;
(ii) a segunda apresentou de maneira sintética as medidas de desigualdades de renda em países selecionados;
(iii) a terceira seção tratou da pobreza e da desigualdade no caso brasileiro e as perspectivas para o País se mantida a atual trajetória; e
(iv) a quarta é referente à constatação de alguns limites percebíveis ao avanço das políticas públicas comprometidas com o combate à pobreza e desigualdade de renda no Brasil.

Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
http://www.ipea.gov.br/

Fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) fornece suporte técnico e institucional às ações governamentais - possibilitando a formulação de inúmeras políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiro - e disponibiliza, para a sociedade, pesquisas e estudos realizados por seus técnicos.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

O HOMEM QUE ENGARRAFAVA NUVENS, de Lírio Ferreira


Estreia no dia 15 de janeiro de 2010 o longa-metragem O Homem que Engarrafava Nuvens, de Lírio Ferreira. O filme, produzido por Denise Dummont, filha de Humberto Teixeira, conta a história do baião, um ritmo nordestino que tomou conta do país e logo se espalhou pelo mundo, além de ser considerado por muitos artistas consagrados o som mais excitante e autêntico do Brasil.

Com fotografia de Walter Carvalho, direção musical de Guto Graça Mello e videografismos de Gringo Cardia e Fabio Arruda, O Homem Que Engarrafava Nuvens ganhou os prêmios de melhor roteiro, melhor som e ainda o prêmio Oscarito, da Câmara Municipal de Fortaleza, no 19º Cine Ceará, realizado em julho de 2009.

Sinopse
Do premiado diretor de Árido Movie, Cartola e Baile Perfumado, o documentário devolve a vida a uma década esquecida da música brasileira através da história de Humberto Teixeira.

Teixeira foi um dos compositores mais prolíficos na música popular brasileira e precursor da criação de um dos estilos mais importantes, o Baião. Ele foi responsável por clássicos como “Adeus Maria Fulo” e “Asa Branca”, a segunda canção mais popular no Brasil. A sua subida ao estrelato nos anos 50 foi meteórica, mas foi eclipsada pelo seu parceiro, Luiz Gonzaga, o ícone que imortalizou suas canções e tornou-as mais conhecidas na cultura brasileira. Com a chegada da Bossa Nova, o Baião e Humberto Teixeira afundaram-se na obscuridade. Nas décadas seguintes, a sua música só era ocasionalmente registrada, por exemplo, em resposta à ditadura militar de 1964.

O documentário acompanha a filha de Humberto Teixeira, Denise Dummont, em uma viagem para aprender mais sobre seu pai. O Homem Que Engarrafava Nuvens é uma celebração da obra artística e musical de Humberto Teixeira e de sua contínua influência, pois Teixeira tem expressiva importância não somente através de seu trabalho como advogado lutando pela proteção de direitos autorais dos artistas no Brasil, mas também pela sua devoção à divulgação da música brasileira no resto do mundo. É uma celebração do próprio Brasil. O Baião é redescoberto agora e registrado por algumas estrelas mais vibrantes do país.

O diretor: Lírio Ferreira
Co-diretor de Baile Perfumado (1996), realizado em parceria com o conterrâneo Paulo Caldas, uma biografia de Benjamim Abrahão, único fotógrafo e cinegrafista que fez registros do cangaceiro Lampião e seu bando. Premiado em Brasília, o filme é considerado uma das revelações da geração de cineastas brasileiros surgida em meados dos anos 1990.

Pernambucano radicado no Rio de Janeiro, tem em sua filmografia os curtas O crime da imagem (1994), That's a Lero-Lero (1995), e Assombrações do Recife Velho (2000), em co-direção com Cláudio Barroso e Adelina Pontual, além do roteiro do curta Chá (1994), do amigo Paulo Caldas. Dirigiu e roteirizou videoclipes para vários artistas.

Em 2005, Árido Movie, o seu segundo longa-metragem, foi selecionado para a mostra Horizontes do Festival de Veneza e estreou no Brasil no Festival do Rio. No ano seguinte, o filme participou do 10º Cine PE, onde ganhou os prêmios de melhor filme, direção, ator coadjuvante (Selton Melo), fotografia, montagem e o prêmio da crítica, além de, no 10º Festival de Miami, ter ganhado o prêmio de melhor direção.

Em 2007, lançou a cine-biografia Cartola em parceria com Hilton Lacerda, premiado roteirista de Árido Movie (2004) e Amarelo Manga (2002).

Ficha Técnica
Roteiro e Direção: Lírio Ferreira
Produtora: Denise Dummont
Produção Executiva: Iafa Britz
Produção: Good Ju-Ju
Co-Produção: Total Entertainment & Asylum Films
Co- Produtores: Matthew Chapman e Daniel Filho
Diretor de Fotografia: Walter Carvalho
Montagem: Mair Tavares e Daniel Garcia
Videografismos: Gringo Cardia e Fabio Arruda
Pesquisa de Imagem: Antonio Venâncio
Direção Musical: Guto Graça Mello
Produção Musical: Vinícius França
Som Direto: Zezé d’alice
Edição de Som: Waldir Xavier
Mixagem: Rodrigo Noronha
Produtores Associados: Ana Jobim, Cynthia Wainwright, Stephen Berger, Brooke Neidich e Lereby

Assista o trailler:

*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


Receitas para as férias

Etti preparou receitas para as férias da garotada

Férias é sinônimo de diversão, alegria e muitas brincadeiras para as crianças. A meninada não para e as refeições são essenciais para recompor as energias. Pensando nisso, Etti, marca da unidade de negócios de alimentos da Hypermarcas, preparou receitas práticas e saborosas que prometem agradar o paladar das crianças. São três sugestões: Hot Dog de Forno, ideal para o horário do lanche ou jantar; Gravatinha Colorida, uma opção de massa acompanhada de legumes; e Torta Rápida de Atum e SALSARETTI AZEITONA, uma receita superprática de torta com o peixe que costuma ser o preferido das crianças.

Hot Dog de Forno

Ingredientes
• 1 colher (sopa) de óleo
• 1 cebola pequena picada
• 2 dentes de alho picados
• 1 lata de SALSARETTI TRADICIONAL (340g)
• 1 colher (sopa) de MOLHO INGLES ETTI
• 8 salsichas em rodelas
• 1 colher (sopa) manteiga
• 600g de batata cozida e amassada
• ½ xícara (chá) de leite
• 3 colheres (sopa) de requeijão
• Sal a gosto
• 10 fatias de pão de forma
• 50 g queijo parmesão

Modo de Preparo
Aqueça o óleo e frite a cebola e o alho picados. Acrescente o SALSARETTI TRADICIONAL, o MOLHO INGLÊS ETTI e as salsichas em rodelas. Deixe cozinhar um pouco e desligue o fogo.
Em outra panela, aqueça a manteiga e acrescente a batata amassada. Junte o leite aos poucos até que fique em consistência de purê. Acrescente o requeijão e tempere a gosto. Reserve.


Montagem
Em um refratário médio, arrume 5 fatias de pão de forma no fundo, junte o refogado de salsichas, cubra com as fatias de pão restantes, passe o purê de batata e polvilhe o queijo parmesão ralado. Leve ao forno pré-aquecido (180°C), por aproximadamente 15 a 20 minutos, até que esteja dourado. Sirva a seguir.

Rendimento: 4 a 6 porções


Torta Rápida de Atum e SALSARETTI AZEITONA


Ingredientes
• 3 ovos – claras em neve
• 1 lata de SALSARETTI AZEITONA (340g)
• ½ xícara de óleo
• ½ xícara de leite
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
• TEMPERO PRONTO PARA AVES, PEIXES, LEGUMES E SALADAS ETTI a gosto

Recheio
• 1 cebola pequena picada
• 2 latas de atum escorrido
• 1 lata de ERVILHA ETTI
• Salsinha a gosto
• 50g de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo
Bata no liquidificador as gemas, o SALSARETTI AZEITONA, o óleo, o leite e a farinha por 5 minutos. Junte o fermento e o TEMPERO PRONTO ETTI e bata mais um pouco. Vá acrescentando a mistura às claras em neve mexendo delicadamente. Reserve.
Recheio: misture a cebola, o atum, a ERVILHA ETTI e a salsinha. Tempere com o TEMPERO PRONTO ETTI. Reserve.
Montagem: em uma assadeira média untada e enfarinhada, coloque metade da massa, acrescente o recheio de atum e por fim o restante da massa. Polvilhe o queijo parmesão e leve para assar em forno médio (180°C), pré-aquecido, por aproximadamente 30 a 35 minutos. Sirva quente ou fria.

Rendimento: 10 a 12 porções



Gravatinha Colorido


Ingredientes
• 1 brócolis (só os buquês), aferventado
• 1 lata de ERVILHA ETTI
• 1 lata de MILHO VERDE ETTI
• 2 cenouras em cubinhos, cozidas
• 8 ovos de codorna cozidos e cortados ao meio
• 1 embalagem de macarrão gravatinha (500g) cozido
• 2 colheres (sopa) de azeite
• Sal a gosto

Molho de Mostarda (opcional)
½ xícara de maionese
2 colheres (sopa) de MOLHO DE MOSTARDA ETTI
Suco de limão e sal a gosto


Modo de Preparo
Misture todos os ingredientes, tempere com o azeite e sal e sirva frio.
Molho: misture todos os ingredientes e sirva acompanhando o macarrão.

Rendimento: 4 a 5 porções


Terrine de Abobrinha ao SALSARETTI SUGO




Ingredientes
• 2 colheres (sopa) de óleo
• 1 cebola pequena picada
• 2 dentes de alho picados
• 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
• 1 lata de SALSARETTI SUGO (340g)
• 1 envelope de gelatina sem sabor dissolvida conforme embalagem
• Sal a gosto
• 2 abobrinhas médias cortadas na horizontal (finas)
• 200g de queijo mussarela ralado
• Tomilho a gosto

Modo de Preparo
Aqueça o óleo e frite a cebola e o alho. Junte o açúcar mascavo e misture bem até que derreta. Acrescente o SALSARETTI SUGO, a gelatina dissolvida e tempere a gosto. Reserve. Em uma forma de bolo inglês (21cm), faça camadas com o molho, fatias de abobrinha, queijo mussarela, folhinhas de tomilho, finalizando com o molho. Leve ao forno pré-aquecido (180°C), por aproximadamente 25 a 30 minutos. Retire do forno, deixe esfriar e desinforme. Corte em fatias e sirva.

Rendimento: 10 a 12 porções


Sanduíche Verão

Ingredientes - Pasta de frango
• 2 peitos de frango
• 2 cubos de CALDO DE GALINHA ETTI
• 1 xícara (chá) de maionese
• 1 talo de salsão picado
• 2 colheres (sopa) de cebola picada
• ½ xícara (chá) de uva passa
• 2 colheres (sopa) de MOLHO DE MOSTARDA ETTI

Pasta de SALSARETTI PIZZA
• 1 lata de SALSARETTI PIZZA (340g)
• 400g de ricota
• 2 colheres (sopa) de creme de leite
• 2 colheres (sopa) de requeijão
• Sal a gosto

Outros
• 10 fatias de pão de forma branco, sem casca
• 5 fatias de pão de forma preto, sem casca

Modo de Preparo


Pasta de Frango: Cozinhe os peitos de frango em 1,5l de água com os 2 cubos de CALDO DE GALINHA ETTI. Desfie e junte os demais ingredientes. Reserve.


Pasta de SALSARETTI PIZZA: Bata no liquidificador todos os ingredientes até que fique uma pasta lisa. Reserve.
Corte as fatias de pão ao meio formando 2 triângulos. Passe no pão branco a pasta de frango, coloque um fatia de pão preto, passe a pasta de SALSARETTI e cubra com a fatia de pão branco. Sirva.

Rendimento: 10 sanduíches

Sopa Fria de SALSARETTI PARMESÃO e Alho Porró
Ingredientes
• 2 colheres (sopa) de manteiga
• 1 cebola pequena picada
• 1 talo de alho porró em fatias
• 4 batatas médias em cubos
• 1 lata de SALSARETTI PARMESÃO (340g)
• 2 cubos de CALDO DE GALINHA ETTI
• ½ xícara (chá) de creme de leite fresco
• Alho porró em fatias frito para decorar
Modo de Preparo
Aqueça a manteiga e frite a cebola e o alho porró. Acrescente a batata em cubos e refogue um pouco. Junte o SALSARETTI PARMESÃO e os 2 cubos de CALDO DE GALINHA ETTI dissolvidos em 1,5l de água quente. Cozinhe bem até que a batata esteja bem macia. Deixe amornar um pouco e bata no liquidificador, acrescentando o creme de leite fresco. Leve para gelar por 2 horas. Sirva acompanhado do alho porro fritinho.


Rendimento: 4 a 6 porções

Sobre Etti
Etti está presente no mercado há mais de 50 anos, é reconhecida pela sua qualidade e tradição e possui uma gama de produtos que inclui molhos prontos; caldos; sopas instantâneas; catchup, mostarda, molho barbecue; doces em massa; geléias; temperos de mesa; temperos em copo; vegetais; extrato, purê e polpa.

Sobre a Hypermarcas
A Hypermarcas é hoje uma das maiores e mais diversificadas empresas de bens de consumo, com capital de origem brasileira, nos segmentos em que atua – Higiene e Limpeza, Beleza e Higiene Pessoal, Alimentos e Medicamentos Isentos de Prescrição Médica. Sua história começou em 2002, e desde então, com investimentos agressivos em marketing e por meio de inúmeras aquisições, constrói uma empresa detentora de um portfólio de mais de 65 marcas reconhecidas em todo o país, tais como Assolan, Monange, Paixão, Benegrip, Apracur, Doril, Engov, Gelol, Zero-Cal, Cenoura&Bronze e Finn.
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


Passo a Passo de Make de Carnaval: Para arrasar na passarela


No Carnaval, seja com muito glamour ou com mais descontração, uma boa maquiagem é indispensável para quem quer sambar na avenida, atrás do trio elétrico ou prefere dançar nos bailes. A consultora oficial da LUMI Cosméticos, Natália Antunes, dá a dica!

“O verão é uma estação do ano que naturalmente nos sentimos mais dispostos. As cores são mais vibrantes, vivas e alegres. As temperaturas permanecem elevadas e os dias são mais longos. Então, aproveitando a temporada de férias, calor e claro, CARNAVAL segue uma dica de make com cores fortes, como verde e violeta para ousar”.

Prepare a pele com base, corretivo e pó compacto.


A Sombra Mousse Rosa vem como um iluminador e impermeabilizará a região dos olhos.








Aplique na pálpebra móvel o Verde Pistache do Duo de Sombras.




Primeiro utilize o Lilás do Duo de Sombras para marcar o côncavo. Em seguida aplique a cor Violeta.










A Sombra em Pó Brilho Verde é aplicada sutilmente sobre o Verde Pistache.





Para fazer um suave esfumado aplique a Sombra Preta do Duo de Sombras.

O efeito fica lindo!


Com um pincel de cerdas macias aplique um pouquinho da sombra lilás sobre o osso da cavidade ocular. Lembre-se de tirar o excesso da sombra no dorso da mão.



Ilumine os olhos aplicando a Sombra em Pó Glamour Pérola sob as sobrancelhas.



Na pálpebra superior use o Delineador Preto. O traçado deve ser bem rente aos cílios.


Na pálpebra inferior utilize o Lápis Preto levemente esfumado.
Defina as sobrancelhas com o Lápis Marrom.


A Máscara para Cílios Preta Alongadora e à Prova d`água completará a make dos olhos.






O Blush Soft Verão Bronze deixará um arzinho de bronzeado. Aplique na maçã do rosto.








Para finalizar o look passe o Brilho Labial Rosa Bailarina no centro dos lábios.
DICA: Se essa maquiagem for usada à noite o Batom Extremo Conforto Azaléia ou o Cobre Diversão ficam perfeitos.


Pronta para aproveitar o CARNAVAL!

Informações:
http://www.lumicosmeticos.com.br/
11 3246-4664



*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:


google.com, pub-9993468695929690, DIRECT, f08c47fec0942fa0